i

terça-feira, 31 de maio de 2011

Ações educativas marcam Dia de Combate ao Tabagismo em Ipanguaçu


A Prefeitura de Ipanguaçu promoveu na manhã desta terça-feira (31) uma extensa programação no Centro da cidade e durante todo o dia nas escolas do município, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Tabagismo.

Foram montadas tendas na principal via da cidade, a Avenida Luiz Gonzaga, onde ocorreram apresentações com fantoches, da banda filarmônica Elizaldo Rodrigues, peças de teatro e palestras ministradas por enfermeiros da Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo a enfermeira Gisely Medeiros, que ministrou a palestra “Escola Livre de Tabaco”, além de problemas de saúde, o fumo pode causar dependência, acarretando problemas sérios na vida social e profissional. “Ações como estas promovidas pela prefeitura criam espaços educativos, onde a população se informa dos males que o cigarro pode causar de forma e conscientizando a população, de modo a evitar que novos fumantes venham a surgir”, afirma.

Pesquisa recente divulgada pelo Ministério da Saúde, por meio do Instituto Nacional de Câncer (Inca), indicou que 18,8% da população brasileira são fumantes, sendo 22,7% homens e 16% mulheres. Já a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima que em todo mundo cinco milhões de pessoas morrem todos os anos vítimas de doenças provocadas pelo fumo. Somente no Brasil, são 200 mil mortes registradas.

A dona de casa de 56 anos Maria Venos de Souza, afirma que deixou de fumar em três dias, graças a um programa da Igreja Adventista do 7º dia apoiado pela prefeitura de Ipanguaçu, chamado “É hora de viver”.

Em Ipanguaçu, cidade com 13,9 mil habitantes, cerca de 40 pessoas já deixaram de fumar, graças a esse programa. Apesar disso, dona Maria Venos não acreditava que também iria conseguir. “Fui convidada a ir e aceitei. Não acreditei muito no início, mas após a participação deixei o cigarro em três dias. Fumava há 30 anos e hoje já faz um ano e meio que não fumo. Uma benção na minha vida” disse dona Maria, que relatou ter fumado uma carteira por dia nas últimas três décadas.

Maria Venos frisa que sem o cigarro a sua vida melhorou bastante. “Minhas dores de cabeça e o estresse acabaram. Foi melhor deixar o cigarro do que deixar a minha vida, foi a opção que eu fiz” analisa ela, que já perdeu parentes por causa do tabagismo.

Para saber como participar do programa “É Hora de Viver”, os interessados devem se dirigir à Secretaria de Saúde do município ou tirar dúvidas pelo telefone (84) 3335-2484.

Vejam as fotos no link abaixo:

Sessão do legislativo de Ipanguaçu acontece e secretário presta conta


Após ha última sessão suspensa por falta de quórum que deveria tem ocorrido na última sexta-feira 20, desta vez a câmara de vereadores de Ipanguaçu voltou aos trabalhos. As atividades da casa ocorrem na sexta-feira, dia 27.

Na sessão compareceram oito vereadores, Tunefis da Silva Morais, Doel Soares da Costa, João Batista Pinheiro Lopes (Mitota), Francisco Romão Rodrigues (Chico Balaio), José Antonio de Souza (Dedé de Eduardo), Thalita Cosme Marinho, Juan Carlos Bezerra Montenegro e Vaerton Bertoldo do Nascimento, apenas o vereador Josimar Lopes não compareceu a sessão, mais justificou a sua ausência.

Na sessão foram apresentados diversos requerimentos dos edis, como também contou com a presença do secretário de Cultura e Turismo, Fernando Neto, que fez a prestação de contas das ações do governo municipal na pasta que ele ocupa dos dois primeiros anos de governo do prefeito, Leonardo Oliveira.

Além da prestação de contas o secretário levou para o plenário da câmara alunos da banda Filarmônica Elizaudo Rodrigues e grupo de Capoeira Ache Aere.

Para a vereadora, Thalita Cosme, a prestação de contas mostra a transparência das ações do poder público municipal, que vem conduzindo a esfera do executivo muito bem “Com a prestação de contas das secretarias os vereadores ficam bem informado quais ações estão sendo desenvolvida para atender os anseios do povo” destaca a vereadora mirim.

A próxima sessão esta marcada para acontecer dia, 03 de junho.




Prefeitura de Ipanguaçu inicia recuperação de estradas vicinais do município, destruídas pelas enchentes

Obra tem importância social e econômica: Mais de 60% dos ipanguaçuenses residem na zona rural.

A prefeitura de Ipanguaçu iniciou nesta terça-feira (31) as obras de recuperação das estradas vicinais que interligam todas as comunidades rurais e as ligam ao centro da cidade, com recursos próprios. São aproximadamente 62 quilômetros de vias que ficaram intransitáveis após as enchentes que castigaram o município. Entre os meses de abril e maio.

A iniciativa é de fundamental importância econômica e social, já que mais de 60% da população ipanguaçuense reside na zona rural, de acordo com o último censo do IBGE, realizado no ano passado. “Com as estradas recuperadas os alunos poderão voltar a ter aulas normalmente, sendo transportadas em segurança. Além disso, os agricultores poderão escoar as suas produções, por exemplo. É o primeiro e importante passo para que Ipanguaçu volte à normalidade”, resumiu o prefeito Leonardo Oliveira.

De acordo com o prefeito, as obras não tem previsão exata para serem concluídas. “Estamos trabalhando com homens e máquina no intuito de concluir o mais rapidamente possível, sempre tendo compromisso com a qualidade do que estamos fazendo. As obras estão sendo conduzidas como prioridade”, afirmou.

Greve continua com calendário de atividades

Como não houve acordo entre professores e Governo do Estado, em audiência sexta-feira (27), em Natal, continua a greve nas escolas estaduais de Mossoró. Com isso, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) elaborou calendário de atividades de greve para as próximas duas semanas.

Dessa vez, as mobilizações contemplarão também atividades culturais e esportivas, segundo o coordenador do Sinte, Rômulo Arnaud. Hoje, pela manhã e à tarde, haverá visita às escolas de Mossoró e amanhã, às 15h, na Sede Social do Sinte, conjunto Abolição II, haverá plenária com diretores de escolas, às 15h, para avaliar o movimento grevista.
A plenária com os estudantes, para avaliar a greve e a evolução do diálogo com o Executivo estadual, será realizada quinta-feira, no mesmo local e horário. "Sexta-feira haverá tarde cultural e esportiva na Praça dos Esportes, na avenida Rio Branco, às 15h, e sábado a greve da educação na poesia popular, na praça Felipe Guerra, Centro, às 8h", informa Arnaud.

A programação continua domingo com ato público em Baraúna, na praça do Mercado Central, a exemplo do que ocorreu ontem, em Upanema. Dia 9, quinta-feira, ato político na abertura do Mossoró Cidade Junina, na Estação das Artes, às 18h. "Estaremos com a faixa 'enquanto Rosalba gasta com festas, os educadores dançam", anuncia Arnaud, acrescentando que dia 10 haverá o "Arraiá da Greve", na sede social do Sinte, às 20h.
 
NEGOCIAÇÕES
Em audiência sexta-feira passada, em Natal, o chefe da Casa Civil, Paulo de Tarso, anunciou que o Governo do Estado está prevendo aumento de arrecadação do Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em R$ 80 milhões e que isso deverá ser confirmado nos próximos dias, quando concluído o levantamento da arrecadação.

Segundo a coordenadora do Sinte/RN, Fátima Cardoso, a informação só confirma a tendência de crescimento financeiro detectada nos estudos encomendados pelo sindicato ao Dieese. Mesmo assim, o Governo voltou a afirmar que não tem como atender a categoria sem que o Estado tenha a devida sustentabilidade para cumprir compromissos.

A audiência foi encerrada com a indicação de outra audiência até a sexta-feira desta semana. "Deixamos claro que, independente disso, vamos realizar a assembleia da categoria na terça-feira, dia 31.", frisou a deputada federal Fátima Bezerra (PT), que participou da audiência ao lado de sindicalistas e outros secretários do Governo do Estado.

Mãos à obra

Técnicos da empresa OAS fazem levantamento topográfico para início das obras da Arena
A maioria das pessoas que passaram próximo ao Machadão durante todo o dia de ontem nem percebeu, mas Natal iniciou nesta segunda-feira a parte prática de preparação para as obras de construção da Arena das Dunas. Técnicos da empresa OAS estão realizando um levantamento topográfico da região do complexo Machadão-Machadinho e seu entorno para identificar os pontos onde existem tubulações de água, esgoto, telefonia e energia elétrica. A ação é o primeiro passo para a demolição do complexo, que está prevista apenas para o mês de agosto. Depois de finalizado o levantamento, o canteiro de obras da Arena das Dunas será finalmente instalado no dia 15 de junho. O governo do estado, porém, aguarda ainda o mais importante para o início das obras: o financiamento junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), que deve sair em meados de agosto.



Funcionários traçam o mapa das tubulações de água, esgoto e energia elétrica. Foto: Eduardo Maia/DN/D.A Press

Desde o dia 15 de abril, quando a governadora Rosalba Ciarlini assinou o contrato com a construtora baiana OAS e deu a Ordem de Serviçopara a construção da arena, a empresa vencedora da licitação do principal empreendimento natalense para a Copa do Mundo Fifa de 2014 está elaborando projetos de arquitetura, execução, estrutura e instalação, além de viabilizando as licenças ambientais juntos aos órgãos competentes. Paralelamente a isso, o governo aguarda o resultado do financiamento junto ao BNDES, que foi pedido desde o mês de abril, e que deve sair em um prazo de 90 a 120 dias, ou seja, meados de agosto.

Apesar da descrença ainda presente na população natalense, o governo mais uma vez garantiu o pleno cumprimento de todos os prazos para o Mundial e reforçou o apoio que tem recebido dos órgãos superiores. "É importante lembrar que desde o dia 15 de abril o governo cumpriu todo o cronograma que foi acordado com o Comitê Organizador Local (COL) e a Fifa e que Natal tem comunicado todos os passos comunicados ao COL para pleno conhecimento das ações relacionadas às obras", divulgou a assessoria de imprensa do governo.

Implosão 

Ainda segundoa assessoria de imprensado governo do estado o processo de demolição do Machadão terá suas fases: a primeira é a implosão do anel superior do estádio, prevista para o mês de agosto, mas ainda sem data fixa para acontecer; a segunda será a demolição mecânica da estrutura inferior do Machadão. No caso do ginásio Humberto Nesi, o Machadinho, toda sua estrutura será derrubada de forma mecânica. 


Fonte: Diário de Natal/Luan Xavier

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Prefeitura de Ipanguaçu promovera ação no Dia Nacional de Combate ao Tabagismo


Nesta terça-feira (31) em Ipanguaçu, a prefeitura do município promoverá uma série de atividades coltadas à prevenção e ao controle do tabagismo. A ação, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação e Saúde, integra a programação alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Tabagismo.

Segundo a coordenadora do Programa Saúde na Escola (PSE), Almeci Dantas, os alunos das escolas municipais localizadas nas comunidades de Pataxó, Pedrinhas e Arapuá serão alertados por profissionais da Saúde sobre os malefícios provocados pelo tabagismo. Também haverá apresentações e panfletagens de conscientização sobre o tema no centro da cidade, a partir das 9 horas da manhã.

Dependência

Em apenas um cigarro são encontradas cerca de 4.720 substâncias tóxicas. Em conjunto elas são responsáveis por desenvolverem câncer, doenças cardiovasculares e pulmonares. O consumo de tabaco mata anualmente 5,1 milhões de pessoas ao redor do planeta, mais que a soma das mortes por AIDS, cocaína, heroína, álcool, suicídios e acidentes de trânsito.

O vício causa cansaço por falta de oxigênio nas células, dor e peso na cabeça, rouquidão e irritação na garganta, tosse, agulhadas no peito e redução dos mecanismos de defesa do sistema respiratório, deixando o fumante mais propenso a infecções e gripes. Como se não bastasse, aumenta o risco de envelhecimento e rugas nas mulheres, além de câncer da garganta.

Prefeitura mantém abertas as inscrições para cursos do Profuncionário até esta terça-feira

Estão abertas até amanhã (31), as inscrições para o Programa de Formação Inicial em Serviços dos Profissionais da Educação Básica dos Sistemas de Ensino Público (Profuncionário).

Podem realizar a inscrição os profissionais que atenderem aos seguintes requisitos: Ser servidor efetivo da rede pública estadual de ensino; possuir o ensino médio ou equivalente, ou estar em fase de conclusão; mínimo de quatro meses de experiência no exercício de sua função quando da data da inscrição para o curso; permanência na função durante o curso.

A secretária de Educação Jeane Dantas destaca que o programa tem como objetivo qualificar as ações desenvolvidas pelos servidores na escola e ampliar o nível de escolarização desses trabalhadores. “Nosso intuito é que as ações desenvolvidas na Educação em nosso município sejam permanentemente otimizadas, de forma a atender plenamente à nossa população” frisou a secretária.

O curso tem carga horária de 1260 horas, com aulas à distância e presenciais, além de 300 horas destinadas à prática profissional supervisionada.

As inscrições podem ser feitas entre as 8 horas e às 13 horas desta terça-feira, na Secretaria Municipal de Educação. Os servidores devem estar munidos de documentos pessoas para as inscrições.

O programa é destinado à formação de funcionários não docentes da Educação, nos sistemas de ensino público, efetivos (concursados), estaduais, municipais, da União e em exercício na educação básica pública, porteiros, merendeiros, garçons, auxiliares de serviços gerais, zeladores, jardineiros, vigilantes, motoristas, cozinheiros, assistentes de alunos, secretários escolares, auxiliares de secretaria, auxiliares e assistentes administrativos para as habilitações: gestão escolar, alimentação escolar, multimeios didáticos, meio ambiente e manutenção da infraestrutura escolar.

Famílias atingidas pelas enchentes iniciam volta para casa. Preocupação agora é recuperar danos causados pelas enchentes

Obras de recuperação de infraestrutura e construção de casas em áreas livres de riscos estão orçadas em mais de R$ 2 milhões

Bairro Maria Romana
Fortemente castigado pelas chuvas e pela consequente cheia do Rio Pataxó, o município de Ipanguaçu tem buscado retornar à normalidade. Os principais desafios, no momento, são reparar os danos sofridos e conseguir que as obras de prevenção, que serão empreendidas com recursos prometidos pelo Governo Federal, sejam realizadas o mais rapidamente possível.


“Estamos trabalhando, envidando o melhor dos nossos esforços, para que Ipanguaçu volte a viver o seu cotidiano normal. Contamos com o importante apoio do Governo Federal nesse sentido e estamos trabalhando para que as obras de prevenção sejam iniciadas logo, para que a população de Ipanguaçu não seja mais refém das condições climáticas”, afirmou o prefeito Leonardo Oliveira.

Das 163 famílias que foram obrigadas pelas águas a deixarem suas casas, 67 ainda não retornaram. Desse total, 26 estão em abrigos municipais e 41 em casas de parentes, amigos ou cedidas. “Dois bairros ainda tem pontos alagados, o Maria Romana e o Ubarana. Lá há casas ainda sem condições de moradia, seja por estarem ainda alagadas ou por terem tido suas estruturas comprometidas”, afirmou o presidente da Defesa Civil Municipal, Luiz Alberto Rocha.

Das dez escolas da Rede Municipal de Ensino, seis tiveram suas aulas interrompidas para que parte dessas famílias pudessem ter um teto provisório. Na semana passada uma voltou a receber alunos. Na última quinta-feira (26), mais duas foram reativadas. A expectativa da Secretaria de Educação de Ipanguaçu é que pelo mais uma tenha seu funcionamento normalizado já na próxima semana.

“Duas das nossas escolas, nas comunidades rurais de Tabuleiro Alto e Língua de Vaca, só poderão voltar a funcionar quando as estradas danificadas pelas chuvas forem recuperadas. Como ainda estamos no período chuvoso, não há como definir um prazo exato, mas queremos reativá-las logo”, disse a secretária de Educação Jeane Dantas.

O problema das estradas atinge diretamente as mais de 2 mil famílias que residem nas 13 comunidades rurais que chegaram a ficar ilhadas durante o ápice das enchentes de Ipanguaçu. O acesso à essas áreas só era possível através do uso de canoas, disponibilizadas com canoeiros pela prefeitura. Hoje, com o recuo das águas, vêem-se os estragos: as estradas estão precárias, prejudicando os deslocamentos da população.
Bairro Ubarana

Esses e outros danos estão todos listados em um detalhado relatório elaborado pela Defesa Civil do Município, Corpo de Bombeiros e por engenheiros do Ministério da Integração Nacional, que passaram a última semana no município, avaliando os problemas causados pelas águas.

O relatório, encaminhado na última quinta-feira (26) à Brasília, prevê obras de recuperação de casas e construção de novas unidades habitacionais em áreas livres de riscos; a recuperação das vias e estradas do município; entre outras providências. O total de recursos solicitados pela equipe técnica ao Governo Federal para o restabelecimento da normalidade em Ipanguaçu é de pouco mais de R$ 2 milhões.

Governo Federal prevê o investimento de R$ 7,3 milhões para obras de prevenção em Ipanguaçu


Prioridade máxima. Assim foi definida a importância da obra de dragagem do assoreado Rio Pataxó, que inundou diversos pontos do município de Ipanguaçu, a 205 quilômetros de Natal. “A obra de dragagem do Rio Pataxó é prioridade máxima para o Ministério da Integração Nacional e assim que a proposta for registrada no SICONV (portal de convênios do Governo Federal) vamos fazer o empenho e conveniar a obra”, afirmou no dia 11 de maio o diretor do Departamento de Reabilitação e Reconstrução da Secretaria de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional, coronel Ivan Fredovino Ramos Júnior, em reunião com o prefeito Leonardo Oliveira e a deputada federal Fátima Bezerra.

A primeira etapa das obras está orçada em R$ 7,3 milhões e o convênio deve ser assinado entre o governo do Estado e o ministério da Integração. Para o prefeito Leonardo Oliveira as obras devem ser iniciadas o mais rapidamente possível, de forma a evitar que a população e a economia de Ipanguaçu voltem a ser abalados pelas águas no próximo ano.

RN conquista seis medalhas nos Jogos Nacionais do Sesi

A gerente de Cultura, Esportes e Lazer do SESI-RN Daniella Cerveira, considerou positiva a participação potiguar no evento.


Assessoria de Imprensa
Felipe Fernandes V. de Araújo (Petrobras) – Ouro -Xadrez
O Rio Grande do Norte conquistou seis medalhas nos Jogos Nacionais do SESI (Serviço Social da Indústria): uma de ouro, no xadrez, uma de prata, na natação e quatro de bronze, no tênis de quadra e natação. Além disso, dois representantes do estado, Felipe Fernandes V. de Araújo, da Petrobras, e Maria Celi, da Cosern, se classificaram, respectivamente, para os mundiais de xadrez e tênis de quadra. Felipe ficou com a medalha de ouro e Celi com a de bronze.

A delegação do estado contou com 43 trabalhadores, sendo 20 mulheres e 23 homens de 14 empresas: Coteminas, Coats, Guararapes, Cosern, Correios, Petrobras, Paiva Gomes, Bom Frigo, SS Construções, Vicunha, Potigás, Aficel, Tenace e Cabo Telecom. Os atletas disputaram em cinco modalidades: natação, xadrez, tênis de mesa, tênis de quadra e atletismo.

A gerente de Cultura, Esportes e Lazer do SESI-RN Daniella Cerveira, considerou positiva a participação potiguar no evento. “Para o nível da competição, que é muito alto, nossa delegação se saiu muito bem”, disse.

Segundo Daniella, é importante frisar que o objetivo maior dos Jogos não é ganhar medalhas, mas incentivar e divulgar a adoção de hábitos saudáveis por parte dos trabalhadores. Os investimentos em atividades esportivas melhoram a qualidade de vida e ajudam a desenvolver a criatividade, o espírito de equipe, a solidariedade, a perseverança e a liderança. “Essas qualidades são vitais para o aumento da produtividade das empresas”, explica Daniella.

Este ano os Jogos Nacionais do SESI reuniram 1.070 trabalhadores brasileiros, representantes de cerca de 200 empresas. O torneio foi realizado na cidade de Simões Filho, na região metropolitana de Salvador, entre 25 e 28 deste mês.

A cidade também sediou os campeonatos nacional e mundial de tênis de quadra. Organizado pela Confederação Esportiva Internacional do Trabalho (CSIT), o torneio internacional contou com trabalhadores do Brasil, França, Itália, Bulgária, Finlândia, Dinamarca, Rússia e Áustria.

Quadro de medalhas

  1. Felipe Fernandes V. de Araújo (Petrobras) – Ouro -Xadrez
  2. Maria Celi (Cosern) – Bronze - Tênis de Campo
  3. Josimar Ferreira de Souza (Potigás) – Bronze - Tênis de Quadra
  4. Felipe Sérgio, Josealdo Dantas, Cristiano Gurgel e André Lucena (Petrobras) - Bronze - Nado (revezamento 16+)
  5. Leopoldo Bonifácio Gurgel (Aficel) - Prata - Nado (50 metros)
  6. Thiago André Fernandes (Potigás) - Bronze - Nado (50 metros peito 16+)
Fonte: Nominuto.com

Regulamentação das ZPAs será discutida em audiências públicas

As minutas para a regulamentação das Zonas de Proteção Ambiental (ZPAs) e dos Instrumentos de Ordenamento Urbano, elementos constituintes do Plano Diretor de Natal, vão ser discutidas em audiências públicas a serem realizadas nos dias 1º e 3 de junho deste ano.

Propostas pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), as audiências têm como objetivo levar a discussão do tema junto à população, antes de seguir para a Câmara Municipal do Natal.

As audiências públicas ocorrem no auditório do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), no bairro de Lagoa Nova. A primeira delas vai ser no dia 1º de junho, das 8h às 14h, e tratará especificamente sobre as ZPAs.

De acordo com o arquiteto e urbanista do Departamento de Planejamento Urbanístico e Ambiental da Semurb, Daniel Nicolau, a discussão do tema é importante, pois incide diretamente sobre a qualidade de vida da população.

"As ZPAs são zonas especiais instituídas pelo Plano Diretor para a preservação, manutenção ou recuperação de uma paisagem ambiental e patrimônio histórico, em que se restringe o uso o ocupação do solo. Em Natal, existem dez zonas de proteção, cada uma com características importantes para o equilíbrio ambiental da cidade, como áreas de recarga e afloramento de aquífero, além de fauna e flora locais e ambientações históricas", explica Nicolau.

Há 27 anos, ou seja, desde 1984, ano em que as Zonas de Proteção Ambiental foram instituídas que aguardam pela regulamentação.
Os outros instrumentos foram criados com o advento do Estatuto das Cidades e inseridos no Plano Diretor em 2007, como é o caso da Transferência de Potencial Construtivo, Outorga Onerosa, Planos Setoriais entre outros, que também serão discutidos em audiência, estes últimos no dia 3 de junho, também no auditório do Sebrae.

Das dez zonas, cinco já são regulamentadas: a ZPA-1 (San Vale), ZPA-2 (Parque da Dunas), ZPA-3 (Rio Pitimbu), ZPA-4 (Guarapes) e a ZPA-5 (Lagoinha). Ainda de acordo com Daniel Nicolau, o trabalho da Semurb consistiu em criar as minutas para a regulamentação das zonas restantes e revisar o texto da ZPA-3 e ZPA-4. Todas as minutas estão disponíveis para consulta na biblioteca da secretaria.

"Existem sete minutas finalizadas para o processo de apreciação e discussão: a ZPA-6 (Morro do Careca), a ZPA-7 (Forte dos Reis Magos), a ZPA-8 (Ecossistema Manguezal e Estuário do Potengi/Jundiaí), a ZPA-9 (Ecossistema de Lagoas e dunas ao longo do rio Doce) e a ZPA-10 (Farol de Mãe Luíza e seu entorno), além das revisadas que são a ZPA-3 e ZPA-4", acrescenta Daniel Nicolau.

Fonte: O mossoroense

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Prefeito de Ipanguaçu assina convênio para execução do programa Compra Direta até abril de 2012

O prefeito de Ipanguaçu, Leonardo Oliveira, assinou na tarde da última quinta-feira (26) em Natal o convênio para a execução do programa de aquisição de alimentos “Compra Direta Local”, que irá favorecer os pequenos agricultores do município. Os recursos financeiros já estão garantidos para o período de junho de 2011 à abril de 2012 pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), com contrapartida da Prefeitura e do Governo do Estado.

A expectativa é que o Programa de Aquisição de Alimentos possa beneficiar mais de 1000 agricultores familiares no município.

"Trata-se de um excelente programa, que envolve uma parceria que vem dando certo para os produtores da agricultura familiar, com preço justo e com a certeza de que a mercadoria vai chegar fresquinha e rápida nas escolas e entidades assistidas pelo município" afirma o prefeito Leonardo Oliveira, frisando que a iniciativa ajuda a fortalecer a agricultura familiar e gerar trabalho e renda.

A modalidade Compra Direta da Agricultura Familiar permite a aquisição de alimentos para distribuição ou para formação de estoques públicos. Dessa forma, cumpre um importante papel na promoção da segurança alimentar e nutricional, na regulação de preços de alimentos e na movimentação de safras e estoques.

A operacionalização é de responsabilidade da EMATER e da Prefeitura, de acordo com termo de cooperação firmado com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). A modalidade permite a aquisição de produtos, a preços de referência, definidos pelo Grupo Gestor do Programa, até o limite de R$ 8 mil por agricultor familiar/ano.

Pesquisa: 44% dos norteriograndenses reprovam primeiros meses do governo de Rosalba

Publicado por Robson Pires, 

Pesquisa realizada pelo Instituto Consult, divulgada pelo portal Nominuto.com, revelou que 44,15% dos potiguares reprovam os cinco primeiros meses da administração da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). De acordo com o levantamento, 31,42% dos entrevistados aprovam o início da atual gestão estadual.

A pesquisa ouviu 1674 pessoas, entre os dias24 e 26 de maio, em dez regiões do Rio Grande do Norte. O levantamento teve como objetivo avaliar, junto à população adulta do Estado, o início da gestão de Rosalba Ciarlini. A margem de erro da pesquisa é de 2,2% e o índice de confiabilidade é de95%.
A reprovação à atual gestão é maior nas regiões Litoral Sul/Agreste, onde esse índice chega a 51%, contra 27,5% dos que aprovam e 21,5% que não souberam responder. Em seguida, vem a região do Trairi, onde o governo é reprovado por 49,3% da população, contra 26,7% de aprovação. Em Natal, o placar desfavorável ao governo é de 48% a25%. Na Grande Natal, 44,8% a 32,3%.
As únicas regiões em que a população aprova os meses iniciais da gestão do DEM são Mossoró e o Médio Oeste/Região Salineira. Na cidade onde foi prefeita três vezes e de onde saiu consagrada nas eleições passadas, Rosalba teve sua administração avaliada positivamente por 46,3% dos entrevistados, contra 28,9% de avaliação negativa.
 Nas demais regiões pesquisadas (Litoral Norte/Mato Grande, Central/Potengi, Seridó e Oeste), a avaliação negativa superou a aprovação à administração estadual.

Sangria da barragem Armando Ribeiro deve acabar em 20 dias

As chuvas cessaram em várias microrregiões do Rio Grande do Norte, provocando a redução do volume de água de vários reservatórios.

Um exemplo é a barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, localizada no município de Itajá, que está com o seu volume sendo reduzido desde o último dia 21, baixando de 1,04 metro no dia 20 para 63 centímetros na tarde desta quinta-feira, 26.

A lâmina de água tem baixado três centímetros diariamente e, como não está chovendo na região que deságua na barragem, o sangramento deve cessar em cerca de 20 dias, de acordo com previsão de Geraldo Magela, técnico do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS).

O açude Pataxó, localizado em Ipanguaçu, sangrava com apenas dois centímetros na tarde de ontem.
Mesmo com o volume recuando, as águas da barragem Armando Ribeiro Gonçalves chegaram até o município de Alto do Rodrigues.

Segundo a Defesa Civil municipal, 10 famílias foram desabrigadas pelos alagamentos provocados pelas cheias e alojadas pela Prefeitura no clube municipal, estádio de futebol e salas de aula de duas escolas.

A Defesa Civil informa também que estradas foram destruídas, impedindo o tráfego de veículos em vários distritos e causando prejuízos no Distrito Irrigado do Baixo-Assu, já que a produção agrícola não pode ser escoada.

Na localidade rural de Barrocas, um açude estourou e a água avançou para as casas localizadas nas proximidades.

O prefeito Eider Medeiros esteve reunido com a Defesa Civil na última quarta-feira, 26, e não descartou a possibilidade de decretar situação de emergência em Alto do Rodrigues.

Fonte: Jornal de Fato 

Violência: Bandidos roubam dinheiro do Bolsa Família em lotérica de Ipanguaçu, nesta manhã

Por volta das 07h30 da manhã desta sexta-feira (27) dois homens assaltaram a lotérica Parada da Sorte, única do município de Ipanguaçu. Um deles estava armado com uma pistola. Em questão de minutos levaram todo o dinheiro do caixa e o celular de um dos funcionários. Na sequência, os bandidos fugiram em direção à BR-304.

Por ser dia de pagamento do benefício Bolsa Família, do Governo Federal, a lotérica estava lotada. Havia no momento do crime cerca de 40 pessoas no local. “Eles chegaram gritando pro pessoal sair que era um assalto. Roubaram todo o dinheiro que havia no caixa e o celular do Gustavo”, disse a funcionária Magna Kelly da Silva, visivelmente abada.
De acordo com Magna no momento em que conversamos, por volta das 08h15, ainda não se sabia o montante roubado. “Vamos fazer o levantamento para saber quanto levaram. O que havia no caixa foi roubado”, afirmou.

Esta é a terceira vez que a lotérica Parada da Sorte é assaltada. Foram dois assaltos no ano passado, além do ocorrido hoje.

Fonte: Rodrigo Medeiros 

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Agentes Sociais de Esporte e Lazer de Ipanguaçu estão participando de formação em Natal

Servidores da prefeitura de Ipanguaçu que integram o Grupo gestor do Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC) estão participando em Natal da II Formação em Serviço “Histórias, limites e desafios”, promovida pela coordenação geral do programa PELC no Rio Grande do Norte.

A formação teve inicio na manhã de hoje (26) e segue até amanhã, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRN), Campus Cidade Alta.

Todos os Agentes Sociais de Esporte e Lazer (coordenador, monitores, professores e voluntários) estão participando da formação, que tem o objetivo de melhorar a qualidade dos serviços e a integração do plano de desenvolvimento do Programa em todos os Núcleos do Brasil.

O coordenador do programa no município, João Batista, disse que a formação dos agentes sociais é de fundamental importância. “A capacitação traz o aperfeiçoamento e uma carga significativa de conceitos e concepções, melhorando os trabalhos que são desenvolvidos com a comunidade”, afirmou.

O PELC, Programa de Esporte e Lazer da Cidade, é uma iniciativa do governo Federal que conta com o apoio da Prefeitura de Ipanguaçu, através da Secretaria de Esporte e Lazer do município, visando levar a prática de esportes às comunidades rurais como forma de inclusão social.

Mega-Sena acumula e pode pagar prêmio de R$ 37 milhões no sábado

Nenhuma apostador acertou as seis dezenas sorteadas na noite desta quarta-feira (25) pelo concurso 1.286. O prêmio acumulado deve pagar R$ 37 milhões no próximo sorteio, que será realizado no sábado (28). 

Confira as dezenas sorteadas: 02 - 05 - 28 - 33 - 51 - 52.

Segundo a Caixa, 185 apostas acertaram cinco números e cada uma vai receber cerca de R$ 14,7 mil; a Quadra premiou outros 12.297, que receberão quase R$ 318.

DN online

Estádio das Dunas na mira do TCU

Do Diário de Natal
 
Relatório divulgado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) dá conta que, das 12 arenas que vêm sendo construídas ou reformadas para a Copa de 2014, ao menos dois terços já tiveram problemas com o órgão ou mereceram comentários negativos. Os problemas identificados pelo TCU incluem sobrepreço, falhas na elaboração dos projetos, suspeita de irregularidades nos contratos e salto no custo das obras. Uma das Parceria Público Privadas que virou alvo do tribunal foi a da Arena das Dunas. O órgão encontrou indícios de irregularidades no contrato e acredita que o estádio não será economicamente viável.

O Tribunal de Contas da União (TCU) promete não deixar passar superfaturamento em obras da Copa do Mundo, mesmo que o problema decorra de orçamento original incompatível com o empreendimento em execução. A afirmação foi feita pelo ministro Aroldo Cedraz, do TCU, ontem, em reunião com dirigentes e líderes partidários da Comissão Mista de Orçamento (CMO). De acordo com o ministro, a solução para evitar problemas é a aprovação de obras com projetos básicos e executivos "competentes". "Por mais que quisermos flexibilizar, não vai dar para ficar sem um acompanhamento técnico vigilante e sem o exame da lisura dos procedimentos", reforçou, na mesma linha de ministros que já falaram do assunto. Cedraz, que também é relator das contas do governo de 2010, esteve com os parlamentares para apresentar as linhas de seu relatório.

Além do estádio potiguar, a Arena da Amazônia foi alvo de ressalvas do tribunal, que encontrou indícios de restrição do caráter competitivo durante a concorrência. O Maracanã, cotado para a sediar a final da Copa, também teve empréstimo do BNDES suspenso depois que o TCU classificou o projeto de "peça de ficção".

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Prefeitura de Ipanguaçu capacita agentes de Saúde para o combate à Hanseníase

Agentes comunitários de saúde e enfermeiros de Ipanguaçu participaram durante toda a manhã de hoje (25) de capacitação para a prevenção da hanseníase no município, grave e contagiosa doença degenerativa. A formação foi ministrada no Teatro Municipal Maria Eugênia Montenegro por técnicos da II Unidade Regional de Saúde Pública.

Também conhecida como a mais antiga doença do mundo, a hanseníase afeta a humanidade há pelo menos 4 mil anos. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, ela afeta pelo menos um em cada mil habitantes, o que o coloca como um dos países mais afetados pela enfermidade no mundo. Segundo a enfermeira Aline Gomes, Ipanguaçu dispõe de um plano municipal específico para a prevenção da Hanseníase.

“O plano municipal foi elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde de Ipanguaçu. Essa capacitação é o primeiro passo para o combate. A qualificação de todos os nossos profissionais de saúde é necessária para que sejam identificados os sintomas. Os casos suspeitos são encaminhados para exames e, se necessário, os pacientes recebem o tratamento adequado, bem como passam por uma reabilitação”, explica a enfermeira.

A precocidade do diagnóstico é fundamental para o sucesso do tratamento. Quanto antes a hanseníase for diagnosticada, maiores as chances de cura. Por isso, os agentes de saúde de Ipanguaçu realizam visitas diárias, tanto na zona urbana quanto na rural.

Informar a população também faz parte do Plano de Mobilização para Prevenção da Hanseníase de Ipanguaçu. Os profissionais da saúde informam sobre a doença, esclarecem dúvidas e sensibilizam a população sobre a gravidade do problema. “Nossa meta é capacitar todos os profissionais de saúde do nosso município no combate não só a essa doença tão terrível, mas também em relação a várias outras. A saúde da nossa população é uma prioridade”, afirma o prefeito Leonardo Oliveira.

Até o momento, há em Ipanguaçu, município de aproximadamente 13,9 mil habitantes, apenas um caso diagnosticado de hanseníase. O paciente encontra-se em tratamento.

Ipanguaçu: má conservação da Rodovia RN-118 é alvo de investigação

O Ministério Público de Ipanguaçu instaurou Inquérito Civil com o objetivo de investigar as razões pelas quais a rodovia de acesso ao Município (RN-118) encontra-se sem conservação e sinalização adequadas.

Imagem retirada da internet. Meramente ilustrativa. 
A situação em que se encontra a Rodovia RN-118 e que dá acesso ao Município de Ipanguaçu a partir da BR 304, foi verificada pelo Promotor Mac Lennon Lira dos Santos Leite que realizou visita no local e constatou que a rodovia está repleta de buracos, com parte do acostamento gasto e invadido por vegetação e com boa parte sem sinalização vertical ou horizontal, inclusive em lombadas, colocando em risco a vida, a segurança e o patrimônio de pedestres e de condutores e passageiros de veículos.

O Inquérito requisita que seja expedido ofício ao Diretor-Geral do Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte, para que ele informe, no prazo de dez dias úteis, os motivos pelos quais a Rodovia RN-118 se encontra sem a necessária conservação e sinalização, e quais as medidas que o órgão irá adotar, e em que prazo, visando à solução dos problemas noticiados.

por Assessoria de Imprensa do MPRN