i

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Prefeitura de Ipanguaçu realiza São Pedro de Pataxó neste sábado


Culminando uma semana de programação social e religiosa, a tradicional Festa de São Pedro da comunidade de Pataxó, distante 25 quilômetros da sede do município de Ipanguaçu, será realizada neste sábado (02), com o apoio da Prefeitura.

De acordo com o prefeito Leonardo Oliveira, a festa é prestigiada por muita gente, não só da comunidade, mas de toda a região do Vale do Açu. “Apoiamos o evento por tudo o que ele representa. Além de sua importância religiosa, a festa faz parte da cultura ipanguaçuense e se constitui numa oportunidade de geração de renda para as famílias da comunidade. Convidamos a todos para que participem desse momento,” disse o prefeito.

A festa se inicia por volta das 23 horas e contará com a animação das bandas “Forrozão Pode Balançar” e “Forrozão Paulinho Forró Pauleira”.

PELC realizará atividades com beneficiados

Acontece amanhã sábado(02) no Conjunto Habitacional presidente Lula, o Arraiá do Programa de Esporte e Lazer da Cidade (PELC), o evento acontecerá ás 19hs na quadra do bairro.

O coordenador do programa, João Batista, estima que mais de 500 crianças e adolescente de onde o programa atende estejam participando do evento junino.

Na segunda, dia 04, Batista informa que acontecerá a colônia de férias do programa que acontecerá na comunidade do Porto seguindo até a sexta-feira, dia 08.

Diversas atividades estão previstas para acontecer durante a colônia de férias que acontece o dia todo.

Computadores mudam vida de alunos

Francisco Mateus tem 13 anos e pouco contato com o computador. Ele mora na zona rural de Ipanguaçu e não tem computador, mas desde que foi implantado o Programa Um Computador por Aluno (PROUCA) na escola, onde ele estuda, essa história começou a mudar. Com a ajuda de um programa de digitação para crianças, o Tux Typing, ele dá os primeiros 'toques' no letramento digital.

Mateus e outros mais de 700 alunos da Escola Municipal Maria Rizomar Figueiredo Barbosa só começaram a utilizar o netbook do Programa a partir do dia 11 de junho, mas as mudanças no comportamento e aprendizado já são contabilizadas. Sem falar no entusiasmo dos meninos e meninas e também do corpo docente.

Francisco Fonseca tem 15 anos e não achou difícil manejar o computadorzinho. Isso porque ele já tem PC em casa. Jéssica, de 13 anos, não tem computador, mas acessa na lan-house. Carlos Júnior, 14, também tem intimidade com o mundo digital e conhece quase todos os programas do sistema Prouca, que na escola eles apelidaram de "Uquinha". Foi Carlos quem mostrou a Mateus o Tux Typing e quem o ajuda, de vez enquanto, a conhecer melhor o computador.

A coordenadora do Prouca, Francisca Lucimara Araújo, explica que os computadores do Programa têm muitas ferramentas pedagógicas e atende desde a educação infantil até o Educação de Jovens e Adultos (EJA). Ela disse que os professores também foram beneficiados e aprendem a lidar com a era digital junto com os alunos. "Não existe uma metodologia pronta para trabalhar com o Prouca. Os professores recebem capacitação e vão desenvolvendo o método em sala de aula", conta Luciamara.

Segundo ela, a ansiedade para usar as máquinas é tanta que o rendimento dos alunos está melhorando além do esperado. "Para usar os 'Uquinhas' é preciso saber ler, então aqueles que não sabem ler têm se esforçado mais do que o normal", comenta.

De acordo com Francisca Wilma, professora de história, o professor prepara a aula e solicita o computador que é levado para a sala. "O computador deixa a aula mais interessante e, com isso, os alunos ficam mais atentos", disse. A diretora Silvana Viana comemora que os alunos estão faltando menos.

Jeane Dantas, secretária municipal e Educação, comemora o resultado e já até pediu mais computadores. "Recebemos 398 computadores e temos mais de 700 alunos, sem falar que a procura pela escola aumentou muito", finaliza.

PROUCA
Ipanguaçu é um dos oito municípios potiguares a receber o projeto. Ao todo estão sendo beneficiadas nove escolas, com cobertura de mais de três mil alunos. O projeto é promovido pelo governo federal e tem o objetivo de desenvolver a educação tecnológica com inclusão digital.

Fonte: Jornal de Fato/JOTTA PAIVA

Abertura do Mundial é adiada

Atraso nas obras obriga Fifa a adiar anúncio para outubro

Diante dos atrasos das obras no Brasil para a Copa do Mundo de 2014, a Fifa decidiu adiar para outubro o anúncio de onde será a abertura do Mundial. As cidades-sedes, a divisão dos grupos da primeira fase e até mesmo a data de início da competição também foram postergadas. A Fifa havia prometido as federações de todo o mundo e aos patrocinadores que a indefinição sobre o Brasil seria encerrada finalmente no dia 28 de julho. O objetivo da entidade era fazer não apenas o sorteio das Eliminatórias, como também os anúncios sobre a organização do Mundial.

O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, havia estabelecido como meta o final de julho e Joseph Blatter, presidente da Fifa, chegou a fazer ameaças se a data não fosse respeitada. Mas nada disso foi suficiente. A Fifa promete festas e cantores famosos no dia 28 julho, em evento já confirmado para acontecer na Marina da Glória, no Rio. O evento, que marcará o sorteio das Eliminatórias, é considerado o pontapé inicial para a Copa de 2014.


Orlando Silva
O ministro do Esporte, Orlando Silva, disse ontem não acreditar que dirigentes da Fifa e do Comitê Olímpico Internacional (COI) tenham ficado irritados com a supressão do artigo que dava poderes a essas entidades desportivas na definição de gastos das obras para a Copa do Mundo'2014 e para a Olimpíada'2016. "É impossível que eles (os dirigentes) tenham ficado irritados com uma coisa que nunca pediram", disse o ministro, numa referência à supressão do parágrafo único do artigo 39 do projeto de lei de conversão da MP 527/11, que cria o Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC) para essas obras. Esse artigo dava à Fifa e ao COI poderes para solicitar a inclusão de gastos em projetos já licitados além do limite fixado pela Lei de Licitações. A MP foi aprovada na Câmara dos Deputados e segue agora para votação no Senado Federal. 


Fonte: Diário de Natal