i

sexta-feira, 23 de março de 2012

Prefeitura de Ipanguaçu fecha parceria para combater déficit habitacional rural


Em busca de conceder moradia digna e cidadania para agricultores familiares que ainda não tem casa própria no meio rural do município, a Prefeitura de Ipanguaçu está apoiando a Associação de Desenvolvimento Sustentável de Ipanguaçu (ADESI) em um projeto que beneficiará cerca de 50 famílias em 4 comunidades rurais.

Segundo a presidente da ADESI, Aretusa Sales, o projeto integra o Programa Nacional de Habitação Rural – PNHR, ligado ao Programa Minha Casa, Minha Vida. “Realizamos uma reunião nesta sexta-feira, onde foram entregues os documentos exigidos pela Caixa Econômica Federal, que irá analisa-los. O passo seguinte é a construção das casas”, explica Aretusa. Nesta primeira etapa, serão beneficiadas 50 famílias das comunidades de Arapuá, Pataxó, Tira Fogo e Serra do Gado.

Cada residência está avaliada em R$ 25 mil, segundo Aretusa. Desse valor, as famílias vão pagar apenas 4%, ou seja, R$ 1 mil. A expectativa é que as obras se iniciem no prazo de 45 dias. “Este programa conta com nosso apoio por ser mais um mecanismo para erradicar o déficit habitacional rural no município. Hoje ainda há muitas famílias que residem em casas muito simples, de infraestrutura precária, uma situação que não pode ser aceita em pleno século XXI. Este programa vai melhorar a qualidade de vida e propiciar uma condição melhor de moradia, com mais dignidade”, fala o prefeito Leonardo Oliveira.

A reunião do empreendimento contou também com a presença do gerente Caixa Econômica Federal da agencia de Assú, Roberto Tavares, que recebeu os dados, e também da vice-prefeita Vera Lúcia, vereadores, secretários e beneficiários que estiveram presentes.

Conselho tutelar de Ipanguaçu tem novo coordenador

Foi eleito nesta sexta-feira (23) o novo coordenador do Conselho Tutelar de Ipanguaçu. O mandato de Rondny Carlos Frutuoso, que ocupa pela primeira vez a função, se estende até o mês de fevereiro de 2013. A eleição, interna, ocorreu na sede do CT, no centro da cidade.

“Fico muito feliz. Agora é unir as forças e trabalhar em busca de proteção e cumprimento dos diretos de cada criança e adolescente”, afirmou Rondny Carlos. Segundo a presidente do Conselho municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Raquel Tavares, o Conselho Tutelar é composto por cinco membros, todos com mandato até o ano de 2013. Além do novo coordenador, são eles: Francinaldo Gonzaga Bento, George das Neves Varela, Marcos Antônio Higino e Nailde Nunes.

O que é um Conselho Tutelar?

Os Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente são órgãos deliberativos responsáveis por assegurar, na União, nos estados e nos municípios, prioridade para a infância e a adolescência. Previstos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069 de 13 de julho de 1990), os conselhos formulam e acompanham a execução das políticas públicas de atendimento à infância e à adolescência.

Também é sua atribuição fiscalizar o cumprimento da legislação que assegura os direitos humanos de meninos e meninas.

A morte de um gênio

Deu no G1
Morreu nesta sexta-feira (23), aos 80 anos, o humorista Chico Anysio. Ele estava internado no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, havia três meses.

Ao longo de seus 65 anos de carreira, Chico Anysio criou mais de 200 personagens e foi um dos maiores humoristas do Brasil com destaque no rádio, na TV, no cinema e no teatro (abaixo, nesta reportagem, relembre sua trajetória).

Ele deixa oito filhos.

Anysio apresentou uma piora nas funções respiratórias e renal na quarta-feira (21) e voltou a respirar com ajuda de aparelhos durante todo o dia.

Ele estava no CTI do hospital carioca desde 22 de dezembro do ano passado por conta de um sangramento.

O comediante chegou a ter o problema controlado, mas apresentou uma infecção pulmonar e retornou à internação.

Ele seguia em sessões de fisioterapia respiratória e motora diariamente, somadas a antibióticos.