i

sexta-feira, 15 de maio de 2009

SAI A CONCORRÊNCIA DO VESTIBULAR UFERSA 2009.2

VAGAS:
A UFERSA oferecerá para 2009.2 um total de 800 vagas, sendo 405 para os cursos diurnos e 215 vagas paga os cursos noturnos, no campus de Mossoró, e 90 vagas noturnas e 90 diurnas no novo campus de Angicos. Eis a distribuição das vagas por curso:


Calendário

Solicitação de Isenção da Taxa de Inscrição: de 17/02/2008 a 20/03/2009
Incrição: de 03/04/2009 a 04/05/2009
Provas: de 14/06/2009 a 16/06/2009


Provas

Comunicação e Expressão e Redação
Matemática, Química e Inglês
Física, Biologia e Estudos Sociais


Local :Segundo informações do cartão de inscrição


Conteúdo das provas : Constam de três grupos de provas, abrangendo todas as matérias e disciplinas do núcleo comum obrigatório do Ensino Médio (2º grau), com questões objetivas e uma prova de Redação.

O volume de água vem baixando...

As 06:33hs desta sexta - feira 15 de maio a Barragem Armando R. Gonçalves sangra com 2,25cm.



Pataxó não temos informações precisas.

CONFIRMADO IPAN FOLIA 2009

IPAN FOLIA 2009





DIAS 29 e 30 de agosto




com as Bandas




Inala




e




Grafithy



O preço do kit e a sede sera divulgado logo mais!

Realização:
Pedro Neto, Brena Bruna, Ciro Promoções e Françuelisson.

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTIRÁ PROJETO DA BARRAGEM DE OITICICA

O projeto da barragem de Oiticica, que tem a construção garantida pelo Governo Federal, será debatido em audiência nesta sexta-feira (15), na comunidade Barra de Santana, no município de Jucurutu. Na ocasião, o projeto do reservatório será apresentado à população da cidade e de municípios vizinhos. Também será feita a apresentação do programa de reassentamento e dos processos de indenização dos 30 primeiros desapropriados das terras que compõe o eixo da Barragem. Na ultima quarta-feira (13), o projeto da barragem de Oiticica foi entregue ao ministro da Integração para análise do ministério. O prazo de conclusão da obra, no município de Jucurutu, é de aproximadamente 24 meses. O reservatório terá investimento estimado na ordem de R$ 180 milhões. O projeto visa aumentar as reservas de águas superficiais do Rio Grande do Norte, aproveitando o potencial hídrico do rio Piranhas/Açu, reforçado pela Transposição do rio São Francisco. A obra possibilitará melhorias no abastecimento humano e industrial, expansão da agricultura irrigada (2.650 ha), além da geração de energia elétrica para atender às demandas do plano do eixo de Integração do Seridó, que prevê uma extensão de 38 quilômetros. 164 mil pessoas serão beneficiadas, principalmente as da região do Seridó, que apresenta um dos maiores déficits hídricos do Estado. “Segundo o vice-governador Iberê Ferreira de Souza, a construção da barragem de Oiticica vai possibilitar a garantia hídrica da região com a interligação de bacias do São Francisco, levando água para a região de maior déficit hídrico do Estado e amenizar os efeitos das enchentes no Baixo Açu", O município do Assu, se fará representado na audiência, o prefeito Ivam Junior já determinou que o vice prefeito Alberto Luiz, represente o município diante de outros compromissos no mesmo horário da programação em Jucurutu.

INSCRIÇÕES PARA O PROGRAMA DE INICIAÇÃO TECNOLÓGICA E CIDADANIA CONCLUEM-SE NESTA SEXTA-FEIRA

Chega ao fim nesta sexta-feira, 15 de maio, o calendário de inscrições para o Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). O anúncio é feito pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, cuja titular é a professora Sandra Regina Meireles Holanda Alves. O órgão dá conta que a seleção será correspondente ao período de 2009.2 da instituição. A orientação da Secretaria quanto á matrícula é direcionada aos estudantes que estão matriculados no 9º ano na rede pública municipal de ensino. Este contingente de alunos deve procurar a direção da escola onde está regularmente matriculado onde poderá obter mais informações. O itinerário relativo ao processo seletivo deverá ser anunciado pelo IFRN até a próxima semana. Anteriormente conhecido como Procefet, o programa é um curso básico de Iniciação Tecnológica e Cidadania à distância, destinado a atender alunos do 9º ano de escola pública, possibilitando-lhes uma revisão dos conteúdos das disciplinas de Português e Matemática do ensino fundamental, perpassados com temas referentes à cidadania e à ética nas ações do cotidiano, nos espaços da família, da escola e no âmbito profissional.

Quem deve ser a capa do mês de junho??

acesse e escolha, Fim da votação: 31 mai (vc só tem 2 semanas)

Papo cabeça!






Ontem aconteceu o 1º dia do encontro de 18 de maio - Ao Combate à Violência e Exploração Sexual da Criança e do Adolescente, no Espaço Pastoral Padre Valtair Lira Lucas, O encontro reunião muitos jovens, adolêncentes,educadore e idosos o encontro foi apresentado e guiado com, Osvaldo e Andreia, professores da rede municiapal de Ipanguaçu.




Estiverão na mesa para o papo cabeça, a pisicoloca do CRAS Fernanda, Padre Moreira da Area Pastoral Nossa Senhora de Louredes(catolica), O Pastor Ranieri da Igreja Presbiteriana (Evangelica), O enfermeiro e subsecretario Canider e O representante do conselho tutelar Francinaldo.

O que encontro foi bem cabeça!



Os jovens fizeram perguntas sobre o tema debatido, hoje aconteçera o segundo encotro na Câmara Municipal de Ipanguaçu de 8hs às 12hs com o tema: Escola como parceira na construção dos direitos humanos, combate à violência e a exploração sexual à criança e ao adolescente.

2º Encontro da semana 18 de maio, No Combate à Violência e Exploração Sexual da Criança e do Adolescente

Dia 15/05 (sexta – feira)

8hs às 12hs

Local: Câmara Municipal de Ipanguaçu.

  • I Encontro de educadores em direitos humanos.

  • Tema: Escola como parceira na construção dos direitos humanos, combate à violência e a exploração sexual à criança e ao adolescente.

Palestrante: Professorra Simone Cabral.

RN tem mais de 50 mil atingidos pelas chuvas

São exatos 52.801 norte-riograndenses, que segundo a coordenadoria estadual de Defesa Civil, já foram atingidos direta ou indiretamente pelo inverno rigoroso deste ano. São 25 os municípios em estado de emergência. As cidades mais atingidas são Angicos, Alto do Rodrigues, Apodi, Baraúnas, Assú, Campo Grande, Carnaubais, Gov. Dix-Sept Rosado, Ipanguaçu, Mossoró, Upanema, Pendências, Porto do Mangue, Pedra Grande, São Rafael, Tibau, Ceará-Mirim, Felipe Guerra, Maxaranguape, Pureza, Rui Barbosa, São Bento do Norte, São Tomé, Severiano Melo e Tenente Laurentino Cruz.


De acordo com o boletim divulgado na tarde de ontem pelo Gabinete de Emergência, do Governo do Estado, 5.171 pessoas estão desalojadas ou deslocadas e 2.884 continuam desabrigadas.


Em Ipanguaçu, cidade mais afetada pelas enchentes dos rios Açu e Pataxó, muitos moradores estão residindo nas escolas e habitações emergenciais organizadas pela prefeitura. De acordo com o comerciante Abdon Júnior, a situação na qual se encontra o município atingiu os diversos setores da sociedade. Ele explica que as grandes empresas que atuam na localidade já somam prejuízos e isso implica em demissão de muitos trabalhadores da região. “Com isso também as vendas acabam diminuindo em todo o comércio local. Primeiro porque as pessoas, sem trabalho, preferem esperar a ajuda vinda do Governo e, segundo, que a falta de recursos acaba prejudicando também”, afirmou.


Ele explicou que o centro da cidade não foi atingido fortemente pelas chuvas, ao contrário da periferia onde a água chega a bater na altura da cintura das pessoas. “Só houve um dia que em virtude do ‘dique’ que as empresas fazem no rio estourou e a água acabou perto do mercado, no centro. Foi uma situação bem difícil”, explicou.


Em Pureza, pelo menos 178 residências estão danificadas e a principal ponte que dá acesso à cidade continua interditada. O secretário de turismo da cidade, Francisco Cândido, o Nininho, afirmou que os prejuízos estão sendo avaliados, mas até agora não chegou ajuda dos Governos estadual e federal. “A prefeita foi ontem (quarta-feira) para Brasília na expectativa de viabilizar recursos para ajudar o prejuízos que temos aqui”, enfatizou.


A considerada já precária pavimentação de Pureza está agora completamente destruída. “A maior parte dos acessos para adentrar na cidade ainda não é asfaltada, mas a maioria das ruas já dispunha de calçamento. Com as fortes chuvas há uma concentração muito grande de areia no centro, o que está destruindo toda a pavimentação”, assinalou a prefeita Soraya Santana.


FONTE: Tribuna do Norte -15/05/2009