i

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Rede Globo faz reportagem sobre erosão na Armando Ribeiro

 Uma equipe da InterTV Cabugi, afiliada da Rede Globo no RN, realizou na manhã dessa quarta-feira (06), uma reportagem na barragem Armando Ribeiro Gonçalves. A matéria foi para registrar a erosão na parede do reservatório.
Durante cerca de duas horas o blogueiro Samuel Jr. conversou com a repórter, fornecendo dados sobre a situação.
O cinegrafista resgistrou as primeiras imagens de longe.

Depois, o cinegrafista viu de perto a dimensão do problema. Veja o tamanho dele dentro da fissura.

A repórter esteve à jusante da barragem e entrevistou um morador da localidade para colher a opinião dele sobre as fissuras na parede.


Pela imagem abaixo, onde a repórter fica dentro da fissura, dá para ter uma dimensão da erosão.

FONTE:  Rabiscos do Samuel Jr.

PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DO COLEGIADO INTERMUNICIPAL OCORRERÁ EM SÃO RAFAEL.



O município de São Rafael será palco da realização da primeira reunião ordinária de 2010 no âmbito do Consórcio Intergestores Vale Unido que, hoje, reúne 12 cidades participantes. A antecipação da notícia foi feita pelo secretário executivo do colegiado, economista Fernando Menezes. Ele declarou que por enquanto não existiu confirmação com referência ao tema central do encontro, algo que pretende discutir ainda durante o decorrer da primeira semana de janeiro com o presidente da entidade, o prefeito de Assú, Ivan Lopes Júnior (PP). Fernando Menezes registrou que o diálogo com o presidente da organização municipalista deverá definir algumas modificações no calendário de atividades da organização municipalista. O secretário executivo pretende apresentar algumas sugestões ao presidente do colegiado intermunicipal com o objetivo de dinamizar as ações do órgão. Ele declarou ter algumas ideias que pretende expor ao presidente e, naturalmente, todas serão analisadas e, caso sejam aprovadas pela diretoria e demais membros, poderão ser implementadas já a partir da primeira reunião ordinária em São Rafael.O secretário executivo frisou que na conversa que manterá com o prefeito Ivan Júnior será definida também a data oficial do encontro, que deverá realizar-se na última terça-feira ou quinta-feira do mês de janeiro de 2010. O colegiado intermunicipal conta atualmente com 12 prefeitos-associados: Ivan Lopes Júnior (PP), de Assú; Luiz Gonzaga Cavalcante Dantas, “Luizinho” (PSB), de Carnaubais; Leonardo da Silva Oliveira (PT), de Ipanguaçu; Eider Assis de Medeiros (PMDB), de Alto do Rodrigues; Ivan de Souza Padilha (PMDB), de Pendências; Flávio Vieira Veras (PMDB), de Macau; José de Arimateia Braz (PPS), de São Rafael; Francisco Gomes Batista, “Titico” (PMDB), de Porto do Mangue; Gilberto Eliomar Lopes (DEM), de Itajá; Jackson de Santa Rosa Albuquerque Bezerra (PSB), de Afonso Bezerra; Josivan Bibiano de Azevedo (PSDB), de Serra do Mel; e, Auricélio dos Santos Teixeira (PSDB), de Guamaré.

Fonte: Radio Princesa do Vale .05/01.



RIO GRANDE DO NORTE É O 2º ESTADO NO NORDESTE E O 9º NO PAÍS COM MELHOR INFRAESTRUTURA.


 O Rio Grande do Norte está entre os estados brasileiros mais preparados para o futuro, segundo estudo da Fundação Dom Cabral, instituição criada em 1976 como desdobramento do Centro de Extensão da Universidade Católica de Minas Gerais. Os pesquisadores da Fundação elaboraram um ranking dos estados com a melhor infraestrutura, tomando por base setores como energia, combustíveis, saneamento, transportes e telecomunicações. Entre os estados do Nordeste, o Rio Grande do Norte é o segundo mais preparado, ficando atrás apenas da Bahia, que é o sétimo no ranking geral. O estado de São Paulo é o que ocupa a primeira posição, seguido de Minas Gerais (2º) e Rio de Janeiro, o 3º colocado no ranking. Os estudos foram tema de matéria de capa na edição de dezembro de 2009 da revista Anuário Exame, que está nas bancas – na internet, o acesso é pago. Cada indicador avaliado – foram considerados 12 indicadores entre 2004 e 2009 – recebeu uma pontuação conforme sua importância para a geração de riquezas, contribuição ao desenvolvimento social, econômico e para a atração de investimentos.

PREFEITOS CONSORCIADOS PARTICIPARÃO QUINTA-FEIRA DE REUNIÃO COM SECRETÁRIO ESTADUAL DE SAÚDE


 Com o objetivo de discutir alternativas que possam se refletir na otimização da qualidade dos serviços oferecidos por intermédio do Hospital Regional Dr. Nélson Inácio dos Santos, principal unidade de referência em saúde do governo do estado, com sede em Assú, está sendo anunciado para a próxima quinta-feira, 7 de janeiro, um encontro que contará com a participação de alguns dos prefeitos membros do Consórcio Intergestores Vale Unido e o secretário estadual de Saúde,George Antunes. Segundo o presidente do colegiado intermunicipal, prefeito Ivan Lopes Júnior, a intenção é procurar encontrar caminhos que levem a uma mudança na realidade atual do Hospital Regional, cujo cenário atual é totalmente desanimador e alvo de constantes reclamações por parte da população de toda a região e proximidades. Revelando preocupação com este problema, o prefeito Ivan Júnior já havia externado o desejo de dialogar com o diretor-geral do Hospital Regional, Hélio Santiago Lopes, na tentativa de se debater a tomada de providências que possam melhorar a prestação de serviços do órgão. O gestor municipal chegou a manifestar que seria receptivo à proposta de estabelecer uma parceria que signifique melhorar a qualidade dos atendimentos que são realizados através do órgão estadual. A presença de outros prefeitos vinculados ao colegiado intermunicipal terá a finalidade justamente de envolver os demais municípios emparceiramento que dê condições efetivas de viabilidade ao Hospital Regional, para o qual convergem todos os principais casos de saúde do Vale do Açu e adjacências. A reunião dos prefeitos com o secretário estadual de Saúde, George Antunes, e o diretor-geral da unidade de saúde, Hélio Santiago Lopes, está prevista para começar às 9h de quinta-feira, no gabinete da direção geral do Hospital Regional.



Feira de Negócios do Vale do Açu pode ser antecipada devido campanha eleitoral




A tradicional Feira de Negócios do Vale do Açu deste ano poderá ser antecipada por causa da campanha eleitoral. A hipótese foi admitida pelo presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), empresário Wild Diniz(Foto).
Ele confirma que já está mantendo conversações com este propósito junto à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), na capital do Estado. O empresário crê que o projeto poderá ser viabilizado ainda no primeiro trimestre.
O presidente da entidade empresarial em Assú declarou que já pôde manter alguns contatos informais com representantes do órgão estadual promotor do evento.
"Minha idéia é que possamos realizar a Feira de Negócios de 2010 já nestes primeiros meses do ano", reiterou o representante lojista. Wild Diniz pretende por todo o decorrer deste mês de janeiro estreitar os entendimentos com esta finalidade. Aliás, ele pensa em solicitar uma audiência ao titular da Sedec, Francisco Cipriano de Paula Segundo.
PROGNÓSTICO
No entendimento do presidente da CDL, apesar de o ano de 2009 ter sido marcado por inúmeras dificuldades, principalmente por conta dos reflexos da crise econômica mundial, sua avaliação final ainda foi considerada positiva.
"O ano de 2009 foi complicado para o segmento empresarial como um todo por conta da crise que atravessou todo o ano e atingiu a todos indistintamente", declarou.
"Porém, na instância do CDL, minha análise é que, mesmo assim, pudemos comemorar alguns resultados", completou, ressaltando que 2009 foi o primeiro ano de sua gestão à frente da organização.
 FONTE: Valderir Tavares - VT

Ano novo... ações velhas


No segundo encontro do Consórcio Vale Unido, realizado em abril de 2009, o assunto principal foi saúde pública. O encontro aconteceu em Porto do Mangue e o secretário estadual de Saúde, George Antunes, foi um dos convidados.

Em maio os secretários municipais de saúde da região elaboraram um documento reivindicatório que foi remetido ao secretário estadual de Saúde, George Antunes. Uma das reivindicações era uma equipe médica 24 horas no Hospital Regional Dr. Nélson Inácio dos Santos. Atualmente têm dias que nem médico de plantão tem.

No mês de junho o prefeito Ivan Júnior esteve em Natal para conversar com o secretário George Antunes sobre a necessidade de otimizar a prestação de serviços na principal unidade hospital do estado no Vale do Açu.

Já em agosto de 2009 o prefeito Ivan Júnior aproveitou a presença do secretário George Antunes para cobrar melhorias dos serviços prestados no Hospital Regional Dr. Nélson Inácio dos Santos. Solicitou inclusive o funcionamento do mamógrafo.

No final do ano o prefeito assuense voltou a procurar o secretário de saúde para tratar sobre “o problema de falta de médicos no Hospital Regional.” O problema persiste até hoje.

Agora é anunciada mais uma reunião com o secretário George Antunes e os prefeitos do Consórcio Intergestores Vale Unido. O objetivo? Discutir alternativas para “otimização da qualidade dos serviços oferecidos por intermédio do Hospital Regional Dr. Nélson Inácio dos Santos, principal unidade de referência em saúde do governo do estado, com sede em Assú.” O encontro está sendo anunciado para esta quinta-feira (7).

Sabe o que eu acho? Está bastante claro que o secretário George Antunes não tem poderes suficientes para solucionar o problema. Continuar com essas reuniões é ‘remar contra a maré’. A questão tem que ser tratada com esfera de maior poder político.


Enquanto não tivermos um representante do Vale do Açu na Assembleia Legislativa que brigue com afinco para solucionar esse tipo de problema, vamos continuar assim. Mendigando por uma coisa básica: que se tenha médico de plantão na principal unidade hospitalar da região.
 




FONTE: Sanuel Jr.

Festa da Bem Aventurada Irmã Lindalva


2ª Festa da Bem Aventurada Irmã Lindalva

As 19:30hs Novena, Local: COHAB/Assú
Tema:Um Projeto de vida
Sub-Tema:Acompanhar aos desassistidos e excluídos.
Participação:Pe. Raimundo Felipe da Silva - Mossoró/RN
Homenageando a Criança: TERESA CTISTINA CUNHA DE SOUZA

Parte Social: Almir dos Teclados, Barraca, Bazar e Lojinha de Irmã Lindalva


ASSU perde seu primeiro jogo



Terminou por volta das 20h30 o jogo amistoso entre ASSU x Santa Cruz (PE), no estádio Arruda (Recife). Em sua primeira partida na pré-temporada 2010, o Camaleão do Vale perdeu pelo placar de 2x0.

O time assuense iniciou jogando com Erasmo, Thiago, Pantera, Pedro Pancada e Ribamar, Lano, Jozicley, Alyson e Adham, Marcelo Assuense e Luciano Paraíba.

O ASSU teve boas chances criadas para marcar o primeiro gol, mas foi o tricolor pernambucano que abriu o placar. Aos 40 minutos o atacante Val Barreto marcou de cabeça.

Aos 44 minutos, o ASSU quase empata com o meia Jozicley.

No segundo tempo o ASSU continuou pressionando em busca do empate. Aos 3 minutos e aos 8 minutos o atacante Luciano Paraíba quase empata.

Aos 25 minutos o Santa Cruz marcou o segundo gol, com o atacante André Leonel.

O técnico Hugo Sales fez diversas substituições no segundo tempo. 


Fonte: Samuel Jr. 
FOTO: CoralNET


GRIPE SUÍNA:GOVERNO COMPRA 83 MILHÕES DE DOSES DE VACINA


O Ministério da Saúde comprou 83 milhões de doses da vacina contra a influenza A (H1N1)  para a campanha de vacinação no país que deve ter início em março ou abril deste ano.As doses foram adquiridas de três laboratórios diferentes. A maior parte, 40 milhões de doses, foi comprada do laboratório inglês Glaxo Smith Kline (GSK), em novembro de 2009. Cada uma pelo custo de US$ 6,43, totalizando desembolso de R$ 444,7 milhões.O segundo lote, de 33 milhões de doses, foi encomendado ao Instituto Butantan.
O instituto informou ontem (5) que já recebeu 600 mil doses prontas do laboratório francês Sanofis-Pasteur. O preço unitário é de US$ 7,6, o maior a ser pago pelo governo federal devido ao custo de transferência de tecnologia da organização francesa para a produção da vacina no Brasil. O gasto total é de R$ 438,9 milhões.Os 10 milhões de doses restantes virão do Fundo Rotatório de Vacinas da Organização Pan Americana de Saúde (Opas) ao custo de R$ 122,5 milhões. O contrato de compra foi fechado na última semana.Todas as doses chegarão ao Brasil até março. O desembolso total com a compra das vacinas é de R$ 1,006 bilhão, o equivalente, segundo o ministério, a todo o orçamento do Programa Nacional de Imunizações, que inclui, por exemplo, as vacinas contra poliomielite e febre amarela. A verba para a compra das vacinas para combate à influenza A (H1N1) – gripe suína vieram de crédito suplementar de R$ 2,1 bilhões.
O ministério deve anunciar no próximo mês a estratégia de vacinação, ou seja, quais cidades e setores da população receberão as primeiras vacinas. Alguns dos grupos prioritários são grávidas, profissionais da área de saúde, crianças de 6 meses a 2 anos de idade, indígenas e pacientes com doenças crônicas preexistentes, como cardíacas, pulmonares ou renais.