i

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Diretor técnico do Sebrae/RN fala sobre preparativos para realização de evento na cidade de Ipanguaçu


A fim de estreitar laços com a administração municipal de Ipanguaçu tendo como foco a realização, na cidade, de uma Oficina Sebrae de Empreendedorismo, esteve no município na manhã de ontem, quarta-feira, dia 14, o diretor técnico do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa do Rio Grande do Norte, Sebrae/RN, João Hélio Cavalcanti. O dirigente estadual pôde reunir-se com o prefeito municipal de Ipanguaçu, Leonardo da Silva Oliveira, do PT, a fim de justamente discutir detalhes relativos a tal programação. 

A visita ao município foi acompanhada pelo gestor do escritório regional do Sebrae/RN, instalado na cidade do Assú, Fernando Antonio de Sá Leitão Morais. Num contato com a reportagem da Rádio Princesa do Vale, João Hélio Cavalcanti repassou outras informações relativas à Oficina Sebrae de Empreendedorismo que será realizada em dezembro na cidade de Ipanguaçu, finalizando a agenda de tal realização na instância do Sebrae potiguar.

Rádio Princesa 

Festa da Divina Misericórdia


Juros do cartão ficam abaixo de 10% pela primeira vez em 17 anos


A Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade ( Anefac) calculou que, pela primeira vez em 17 anos, os juros do cartão de crédito rotativo ficaram abaixo de 10% ao mês por conta da redução de 9,99% nas taxas do cartão, em outubro. Essa foi a menor taxa de juros da série histórica, iniciada a partir de 1995. No mês passado, a taxa de juros do cartão de crédito caiu para 9,37% ao mês, frente aos 10,41% registrados em setembro.
A taxa de juros média geral para pessoa física apresentou uma redução de 0,31 ponto percentual no mês, passando de 5,81% em setembro para 5,50% em outubro. Em nota, distribuída nesta quinta-feira, a Anefac avalia que as taxas de juros poderão continuar caindo nos próximos meses por causa da melhora da economia e devido à maior competição no sistema financeiro após os bancos públicos baixarem suas taxas de juros. Segundo a Anefac, a expectativa de redução dos índices de inadimplência no segundo semestre deve dar suporte adicional a essa tendência.
Todas as seis linhas de crédito para pessoa física pesquisadas pela instituição registraram queda nas taxas de juros em outubro. A taxa média recuou 0,31 ponto porcentual no mês (6,81 pontos porcentuais em doze meses), passando de 5,81% ao mês em setembro para 5,50% em outubro. Foi, também, a menor taxa da série histórica.
Robson Pires

Sarney defende pacotes de ajuda a municípios para evitar crise


O pacote de medidas para tentar amenizar o problema financeiro das cidades anunciado pela ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, nesta terça-feira impedirá, na avaliação do presidente do Senado, José Sarney, que os municípios sofram “uma crise maior”.
– A presidente está procurando contornar esses problemas. De modo que as prefeituras e estados não venham a sofrer uma crise maior – disse Sarney em entrevista nesta quarta-feira.
Em entrevista à imprensa, Ideli assegurou, entre outras medidas, o compromisso do governo com a liberação dos restos a pagar de obras e repasses dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) equivalentes ao que foi liberado no ano, além da renegociação das dívidas previdenciárias.
O presidente do Senado, que recebeu na terça a visita de uma comitiva de prefeitos que participam do encontro da Mobilização Permanente Contra a Crise Financeira dos Municípios, observou que a perda de receitas tem prejudicado o planejamento dos gestores municipais.

Reservatórios do Seridó começam a ficar abaixo de 50% de capacidade total


Segundo dados coletados pela secretaria de Recursos Hídricos, entre os meses de outubro e novembro, os reservatórios do Seridó começaram a ficar abaixo de 50% de sua capacidade de armazenamento.
É o caso do açude Itans (41,11%), barragem Passagem das Traíras (37, 42%) e Boqueirão de Parelhas (44,61%). Mas há situações mais drásticas, como o Zangalheras de Jardim do Seridó (23,59%) e Dourado de Currais Novos (25,56%).
Confira as últimas medições realizadas pela SEMARH nos reservatórios do Seridó:
ReservatórioMunicípioCapacidadeVolume AtualV. Atual
(m³)(m³)(%)
Boqueirão Parelhas84.792.11937.829.01244,61%
ItansCaicó81.750.00033.605.50041,11%
SabugiS. João do Sabugi65.334.88019.427.37429,74%
Passagem das TraírasS. José do Seridó49.702.39411.900.74123,94%
Marechal DutraAcari44.421.48019.115.09543,03%
CruzetaCruzeta35.000.0009.277.50026,51%
CarnaúbaS. João do Sabugi25.710.9006.886.15026,78%
PataxóIpanguaçu24.500.00012.410.55850,66%
EsguichoOuro Branco21.709.3457.487.33634,49%
DouradoCurrais Novos10.321.6002.638.57225,56%
Caldeirão de ParelhasParelhas10.195.6002.125.92420,85%
ZangarelhasJardim do Seridó7.916.0001.867.18123,59%
AlecrimSantana do Matos7.000.0002.740.00039,14%