i

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

De Ipanguaçu para o primeiro mundo


Com atividade voltada exclusivamente para o mercado externo, a Finobrasa Agroindustrial, com sede no município de Ipanguaçu, na região do Oeste Potiguar do Rio Grande do Norte, tem toda a sua produção de manga voltada para exportação, principalmente, para os Estados Unidos e a Europa. Para conhecer a logística adotada pela empresa, estudantes do curso de Agronomia da Universidade do Semi-Árido visitaram as instalações da Finobrasa.

Durante a aula de campo, os alunos da disciplina pós-colheita, ministrada pela professora Edna Arocha, observaram na prática o cumprimento das exigências impostas pelo mercado internacional no controle de qualidade das frutas. Segundo a agrônoma da Finobrasa, Hérika Ferreira, a empresa cumpre rigorosamente a certificação Globalgap que leva em consideração questões relacionadas ao meio ambiente, saúde e o cumprimento das obrigações trabalhistas dos empregados. “São normas que referenciam as boas práticas agrícolas”, enfatizou.

A Análise de Perigo de Pontos Críticos de Controle – APPCC – é outra exigência do mercado internacional que inclui o controle de pragas e doenças; danos mecânicos e fisiológicos; coloração dos frutos (interna e externa) e o brix (teor de açúcar) com variação entre 6,5 a 7,0 graus. Antes de ser embalada, a manga passa por um tratamento hidrotérmico, sendo lavada e ficando submersa numa solução de água, a uma temperatura de 46°C, durante 90 minutos. O tratamento é para assegurar a não contaminação pela larva da mosca da fruta.

Para manter o controle de qualidade, a empresa utiliza ainda um sistema de rastreabilidade na produção da manga nas áreas de produção, possibilitando o levantamento de todas as informações sobre os frutos. O peck house da empresa é composto pelos setores de recepção, beneficiamento e classificação, tratamento hidrotérmico, área de embalagem e câmaras frias. O transporte é feito em contêineres refrigerados.



A maior parte das mangas é produzida nos pomares da Fazenda Ubarana, da Finobrasa, mas a empresa também mantém parcerias com pequenos produtores da região para o beneficiamento, embalagem e comercialização junto ao mercado externo. Todo o processo de seleção dos frutos para a exportação é feito manualmente.

Atualmente, a Finobrasa mantém 600 hectares com plantação de manga nas variedades Tommy, Haden, Kate, Kent e Palmer, com uma produção de 22 toneladas por hectares. A manga produzida em Ipanguaçu, da colheita até o consumidor final, leva tempo aproximado entre 20 a 25 dias. Quanto ao peço, custa para os americanos e europeus entre 6,5 a 7 dólares, a caixa com cinco unidades.

Fonte: Passos Júnior/Assessoria de comunicação da UFERSA

Novas turmas de informática serão formadas em Ipanguaçu

Nos próximos dias a Prefeitura de Ipanguaçu, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e o Centro Integrado da Cidadania(CIC), estará iniciando o processo de inscrições para as duas novas turmas do curso de Noções Básicas de Informática.

Conforme a instrutora Rayllívia Guimarães de Figueredo, será imprimida uma forte campanha de divulgação principalmente nas escolas do município, a fim de tornar a população sabedora do curso e do prazo de inscrição estabelecido pela equipe responsável. "A pesar de estarmos nos preparando para essa nova fase, não sabemos de fato quando vamos iniciar o processo de inscrições, porque ainda devemos nos reunir com a Secretária de Assistência Social, Maria Cristina de Oliveira, com a qual, pretendemos discutir detalhes pertinentes voltados a esse assunto", salientou Rayllívia Guimarães. 

A instrutora esclareceu que para participar do curso é necessário ser maior de 16 anos e tenham cursado o 9º ano ou ainda tenha concluído o ensino médio, pois dessa forma facilita a assimilação dos conteúdos. De acordo com Rayllívia, os alunos vão adquirir conhecimentos básicos de: Introdução ao Linox; Writer(editor de texto semelhante ao word); Calc (planilha eletrônica); e módulo Impress (assistente e/ou ferramentas de slides). 

Cada turma será formada por 25 alunos e o curso será ministrado no Telecentro Digital do CIC que tem como coordenador geral de programas, o professor Ailton França que por sinal vem atuando de forma séria junto a sua equipe de trabalho, e em consonância com a Secretaria de Ação Social, buscando fortalecer o respaldo e a credibilidade conquistada pelo Centro Integrado da Cidadania.

Nas turmas anteriores, os alunos recebiam 4hs por semana, no entanto, nessa nova etapa do curso a proposta é ampliar para 6hs, o que deve beneficiar os próprios alunos usufruindo de mais tempo a frente do computador. O motivo maior do aumento de 4 para 6h/semana, se deve em função da proximidade do final do ano, fato que causou uma certa corrida contra o tempo.

Fonte: Cassimiro Junior 

Secretaria de Assistência Social comemora o dia internacional da pessoa idosa no município

Nesta quinta-feira (07) a Secretaria Municipal de Assistência Social do município de Ipanguaçu, realizou a comemoração pelo dia Internacional da pessoa Idosa.
Segundo as informações repassadas pela coordenadora do grupo da Melhor idade do município, Maria das Graças, o evento aconteceu na tarde de ontem no Centro Integrado da Cidadania (CIC), onde contou com a presença da assessora técnica, Glória Josefa, onde representou a secretária de Assistência Social, Cristina Oliveira.  

O dia foi comemorado em grande estilo, musicas, homenagens foram uma das marcas do dia. “Tivemos uma grande tarde com os 56 idosos, os membros do grupo puderam relembrar o momento jovem da vida. Houve desfile com algumas idosas, onde logo depois todos foram homenageados, à secretária e primeira dama, Cristina Oliveira, enviou pra cada um uma lembrança para marcar este dia tão importante.” concluiu a coordenadora do grupo.

O Dia internacional do Idoso: Foi em 1999, por recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU), que se comemorou o ano internacional do idoso, em reconhecimento ao fato de que a população mundial está envelhecendo e de que isto pode significar também uma possibilidade de amadurecimento dos atos e das relações sociais, econômicas, culturais e espirituais da humanidade em geral, o que pode contribuir em muito para paz e o desenvolvimento globais no século XXI, o dia é comemorado no dia 03 de outubro.