i

sexta-feira, 16 de março de 2012

Prefeitura de Ipanguaçu da inicio as atividades do ProJovem Adolescente

Programa atenderá 120 jovens da zona rural e urbana e as famílias com os grupos de convivência familiar.

De forma a fortalecer a convivência familiar e comunitária, o retorno dos adolescentes à escola e sua permanência no sistema de ensino, o que é feito por meio do desenvolvimento de atividades que estimulem a convivência social, a participação cidadã e uma formação geral para o mundo do trabalho, e uma das estratégias do Programa ProJovem Adolescente lançado ontem(15) a noite na sede da câmara de Vereadores do município

Segundo a secretária de Assistência Social, Cristina Oliveira, desde o ano de 2009 o governo municipal vem buscando descentralizar as ações da zona urbana e oferecer os serviços sociais nas comunidades rurais, “este ano, além de atender os adolescentes do centro da cidade, atenderemos os das comunidades de Picada e Pataxó, comunidades que receberão pela primeira vez o ProJovem direcionado aos adolescentes. Acreditamos que as oportunidades devem ser direcionada a todos, seja da zona rural ou urbana” fala a secretária que ainda disse que as famílias dos jovens serão integrado nos grupos de convivência familiar.


O Projovem Adolescente – Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Adolescentes e Jovens de 15 a 17 anos. Este ano 120 jovens que serão atendidos no município. O público-alvo é composto, em sua maioria, de jovens cujas famílias são beneficiárias do Bolsa Família, estendendo-se também aos jovens em situação de risco pessoal e social, encaminhados pelos serviços de Proteção Social do Suas ou pelos órgãos do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente.

A ex-integrante do programa, Simone Rodrigues de 18 anos, disse que foi proveitoso a participação no ProJovem “saio com uma bagagem e adolescência riquíssimas com habilidades que hoje posso colocar em pratica na minha vivencia” fala Simone Rodrigues.


Os mais de 120 jovens são das comunidades de Lagoa de Pedra, Itú, Picada, Porto, São Miguel, Pataxó, Arapuá e do centro da cidade. O projeto deve também possibilitar o desenvolvimento de habilidades gerais, tais como a capacidade comunicativa e a inclusão digital, de modo a orientar o jovem para a escolha profissional consciente, prevenindo a sua inserção precoce no mercado de trabalho.



O prefeito Leonardo Oliveira que esteve presente na cerimônia de abertura destacou as inúmeras ações da Prefeitura direcionada aos adolescentes e jovens do município afim de geral oportunidade para a melhoria de vida da população “temos investido e sendo parceiros nos mais diversos setores, acreditamos que capacitar e oferecer espaço para os jovens ajuda-nos a erradicar os problemas que possa atingir os nossos jovens” frisa o prefeito.

A metodologia prevê a abordagem de temas que perpassam os eixos estruturantes, denominados temas transversais, abordando conteúdos necessários para compreensão da realidade e para a participação social. Por meio da arte-cultura e esporte-lazer, visa a sensibilizar os jovens para os desafios da realidade social, cultural, ambiental e política de seu meio social, bem como possibilitar o acesso aos direitos e à saúde, e ainda o estímulo a práticas associativas e as diferentes formas de expressão dos interesses, posicionamentos e visões de mundo dos jovens no espaço público.


Estiveram também presente a vice-prefeita, Vera Lúcia, a vereadora Thalita Cosme, a coordenadora do CRAS, Maria Célia, a presidente do COMDICA, Raquel Tavares, secretários e orientadores sociais. 

Assistência aos Idosos

A Secretaria de Assistência Social, Cristina Oliveira, ainda disse que esta programado para a terça-feira(20) a abertura dos trabalhos do Grupo de Convivência Familiar. Ela conta que este ano o grupo atenderá cerca de 100 idosos do centro da cidade. A solenidade de abertura acontece as 15hs no Centro Integrado da Cidadania(CIC).


Veja mais fotos (AQUI)

Acidente entre carreta e fiat próximo a Itajá



Por volta das 17h da tarde de ontem(15) aconteceu uma colisão na BR-304, próximo ao trevo que dá acesso a cidade de Itajá envolvendo uma carreta de cor amarela placa DTQ 0763-Sorocaba e um Fiat Palio azul de placa MZA 5518-Parnamirim. Três pessoas: Francisco Adriano Arruda, João Batista da Silva Cabral e um terceiro ocupante que não foi identificado por nossa reportagem. 

Os mesmos foram trazidos pela equipe do SAMU para o hospital regional de Assu onde receberam atendimentos. Segundo o motorista da Carreta, o condutor do Palio saiu da via invadindo a contra-mão.


Vereador afirma que gestão municipal de Ipanguaçu tem dedicado atenção especial à Saúde

Embora frise perceber que a administração municipal de Ipanguaçu tem procurado priorizar todos os setores do serviço público, o vereador José Antonio de Souza, ‘Dedé de Eduardo’ do PMN, considera que o prefeito Leonardo da Silva Oliveira, do PT, tem dado uma atenção maior aos investimentos na área de saúde. O parlamentar-mirim este ponto de vista durante uma entrevista que cedeu à reportagem da Rádio Princesa do Vale, ao ser questionado como avaliaria o governo municipal. Na matéria, ‘Dedé de Eduardo’, que compõe a base aliada na instância da Câmara Municipal de Ipanguaçu, analisou não só o trabalho realizado pelo prefeito como destacou importantes realizações, dentre as quais o trabalho de limpeza do leito do rio Pataxó. O vereador do PMN registrou ainda que o Poder Legislativo tem procurado agir como um parceiro da administração municipal.

Fonte: Informativo Princesa 

Médico reage a assalto e mata bandido em Natal


Uma tentativa de assalto, no início da tarde de ontem, acabou em morte na Avenida São José, bairro de Lagoa Nova. O médico aposentadoOnofre Lopes Júnior, 75 anos, filho do fundador da Faculdade de Medicina da Rio Grande do Norte, reagiu ao roubo do seu veículo, em frente à farmácia Pague Menos, e matou Julianderson Marcelo da Silva Pereira, de 30 anos, com oito tiros.

Antes, o médico ficou sob a mira da arma do assaltante, que o obrigou a descer do carro e entregar a chave.
Segundo o delegado Ulisses de Souza, titular da 5º DP, o médico e sua mulher, Sylvia Lopes, estavam saindo da farmácia quando foram surpreendidos com a ação do criminoso, portando um revólver calibre 38, que, ao bater no vidro da porta do motorista, anunciou o assalto. A intenção era levar um Ford Fusion, com placas MYV 7841, de São José de Mipibu.
Onofre Lopes Júnior atendeu às ameaças do bandido e sob tensão entregou as chaves e desceu do carro. Quando Julianderson tentava fazer a manobra de fuga, colocando a arma sobre o banco do passageiro, o médico sacou uma pistola calibre 380mm e disparou duas vezes, atingindo-o na nuca e no braço.
O assaltante ainda tentou fugir, correndo pela Avenida São José, mas foi alvejado outras seis vezes, morrendo a poucos metros do local do assalto. Ao verificar que o bandido morrera, o
casal fugiu num táxi. Relatos de testemunhas indicam que o médico estava muito nervoso após ter sido exposto à arma do assaltante e reagido.

Segundo Ulisses de Souza, o bandido morto possuía uma extensa ficha criminal. “Ele já havia praticado outros roubos a carros nesta mesma região”, disse. Também havia outro participante na tentativa de assalto de ontem. Os dois estavam numa moto, procurando possíveis vítimas de roubo.
O comparsa conseguiu fugir, após a morte do colega. A polícia não possui pistas do paradeiro, nem informações sobre a identificação do segundo assaltante.
A 5º DP abriu inquérito do caso e pretende, ainda hoje, convocar o médico aposentado para prestar depoimento. No entanto, o delegado titular não quis dar maiores detalhes sobre a investigação.
Fonte: Novo Jornal

Vereadores participam amanhã do programa Registrando

Neste sábado à partir do meio-dia no programa REGIStrando, os convidados especiais serão os vereadores de Ipanguaçu, que virão acompanhados do presidente da câmara, Tuneifes Morais.

Voce poderá ouvir áo vivo clicando aqui: www.radioprincesadovale.com.br

Por Registrando

Vereador quer impedir que pessoas com problemas judiciais exerçam funções públicas em Ipanguaçu

juan_montenegro

A sessão plenária desta sexta-feira, dia 16, da Câmara Municipal de Ipanguaçu, na região do Vale do Açu, poderá testemunhar a apresentação em plenário de uma proposição que poderá provocar controvérsia.
Lavra do vereador e líder do Governo no Legislativo, Juan Carlos Bezerra Montenegro (PRB), o projeto de lei procura criar barreiras à presença de indivíduos que tenham sido condenados ou estejam respondendo a processos no âmbito judicial. Na prática, a matéria significaria uma espécie de "ficha limpa" na esfera da administração pública local.
O parlamentar-mirim declarou que esteve voltado por todo o decorrer da semana a analisar o teor da propositura com a assessoria jurídica da Câmara. A intenção é verificar se a reivindicação não é inconstitucional.
Caso o projeto de lei obtenha parecer favorável da consultoria jurídica, Juan Montenegro garantiu que irá exibi-la por ocasião da sessão ordinária desta sexta-feira. Seu raciocínio é que a proposta representa um passo efetivo no processo de moralização do serviço público em Ipanguaçu. 
Iniciativa quer abrangência para todas as modalidades de contratações
De acordo com texto da proposição do vereador Juan Carlos Bezerra Montenegro, do PRB, a proibição abrangeria qualquer pessoa, inclusive servidores do quadro efetivo de pessoal da prefeitura que, se estiverem envolvidos com qualquer questão judicial, estaria privado de exercer função comissionada.
O vereador almeja que até mesmo pessoas contratadas pela administração municipal sejam isentas de quaisquer pendências no âmbito da Justiça.
"A gente quer proibir que a prefeitura admita, nomeie ou contrate pessoas que tenham processos nas costas", resumiu o parlamentar-mirim.

EXPECTATIVA
Caso o projeto de lei seja considerado legítimo, Juan Montenegro crê que não haverá dificuldade de conseguir sua aprovação. Em seguida, caso a matéria seja deferida, será submetida à sanção final do prefeito Leonardo da Silva Oliveira (PT).
O vereador disse desconhecer que o atual quadro de funcionários efetivos ou comissionados ou prestadores de serviço da prefeitura abrigue pessoas que possuam imbróglios na Justiça.
"Realmente não tenho conhecimento que (na prefeitura) tenha funcionário ou contratado que responda (a processo judicial), mas o que queremos é garantir para o futuro que outras administrações venham a contratar pessoas com processo", concluiu.

O Mossoroense

Ufersa promove seminários sobre acessibilidade na instituição através de ações do Projeto Incluir

ufersa_fachada
Dando continuidade às ações do Projeto Incluir, a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) realiza, na próxima semana, uma série de seminários no campus central e campis da instituição. A proposta é alertar a comunidade acadêmica para a questão da acessibilidade, dotando as dependências da Universidade de infraestrutura adequada para receber os portadores de necessidades especiais.

Dentro dessa proposta, a instituição promove nos quatro campi da instituição o seminário "Ufersa: Construindo o Caminho da Acessibilidade". O evento é voltado não apenas para a comunidade acadêmica, como também para todos os membros da sociedade preocupados em aprofundar os conhecimentos na temática.
Os interessados em participar do Seminário do Projeto Incluir devem efetuar a inscrição na Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec), na Ufersa Mossoró e nos campi de Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros nas respectivas Coordenações de Extensão.
O seminário ocorre na próxima terça-feira, 20, no campus de Pau dos Ferros; no dia 21, na Ufersa Caraúbas; no dia 22, na Ufersa Angicos, e no dia 23, no Campus Central, em Mossoró, sempre no horário das 8h às 12h. A organização emitirá certificados de participação como atividade de extensão universitária.
Para o professor Blacke Charles Diniz Marques, coordenador do Projeto Incluir na Ufersa, a iniciativa objetiva fazer com que a instituição aprenda e passe atender melhor as pessoas com necessidades especiais.
Além da parte educativa, com seminários e cursos, o projeto contempla obras de infraestrutura como a adaptação de banheiros, instalação de contorno tátil, entre outras benfeitorias nos prédios da Universidade. "A implementação de cursos para a comunicação em Libras também é parte integrante do Projeto Incluir", reforça o professor Blacke Charles. 

O Mossoroense

Vereadora de Serra Caiada é a segunda a perder mandato por infidelidade

 A vereadora de Serra Caiada, Ana Angélica Bezerra de Azevedo, terá que deixar o cargo em razão de infidelidade partidária. A determinação unânime do Tribunal Regional Eleitoral no Rio Grande do Norte é resultado de ação da Procuradoria Regional Eleitoral no RN (PRE/RN).

Trata-se do segundo político do estado a ter o mandato cassado por desfiliação sem justa causa. O vereador de Jardim de Piranhas, Otoniel Rodrigues da Silva, também teve a perda do cargo decretada, em decorrência de ação da PRE/RN. No total, a infidelidade partidária motivou 75 ações.

No ano passado, Ana Angélica deixou o Partido Democrático Trabalhista (PDT), pelo qual foi eleita, filiando-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), de Serra Caiada. Em sua defesa, a vereadora alegou a existência de diversas incompatibilidades entre ela e os membros do PDT. Argumentou, ainda, que o Diretório Municipal era desorganizado, o que a impossibilita de concorrer ao pleito de 2012.

Para a PRE/RN, a ocorrência de diversas incompatibilidades não é suficiente para configurar a grave discriminação pessoal, sendo indispensável indicar fatos específicos capazes de caracterizar essa hipótese excepcional de justa causa para a desfiliação partidária.

Diante dos argumentos, o TRE/RN determinou a perda do cargo eletivo de Ana Angélica Bezerra de Azevedo, reconhecendo a prática de desfiliação sem justa causa. A decisão determinou, ainda, que seja empossado o primeiro suplente do partido pelo qual a vereadora foi eleita, no caso, o Partido Democrático Trabalhista.
Ainda cabe recurso da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral.

Jornal de Fato