i

quarta-feira, 6 de março de 2013

Prefeito de Ipanguaçu se reúne com presidente da assembléia legislativa para discutir segurança pública



O prefeito de Ipanguaçu Leonardo Oliveira foi recebido na manhã de hoje (06) pelo presidente da Assembléia Legislativa, Deputado estadual Ricardo Mota, em busca de apoio do deputado para o quadro da segurança pública, que se justifica pelo aumento constante de violência, gerando consumo de drogas e assaltos a comerciante e moradores da cidade. 

Leonardo explicou ao deputado da ineficiência do serviço básico que está deixando de ser oferecido aos moradores, “o serviço de boletim de ocorrência está sendo registrado apenas na cidade do Alto do Rodrigues e Macau, e a estrutura da unidade policial está em ruínas além da viatura. Acredito que somando forças teremos como efetivar o serviço e combater a situação a qual se encontra a segurança no nosso município” disse o prefeito. 

O deputado Ricardo Mota disse que fará o dialogo com o governo do estado em busca de que a reivindicação feita pelo prefeito possa ser atendida. 

Audiência Publica 

O prefeito acrescenta que ainda este mês promoverá uma audiência pública a fim de discutir o tema com a população, e espera a presença do Secretário de Segurança Pública do estado e do comando da policia civil, militar e do Ministério Público Federal, a fim de junto com os demais órgãos e instituições para que Ipanguaçu possa voltar a ser uma cidade mais segura. “Nossa administração quer que a cidade cresça e se desenvolva, mas quer também segurança, a Prefeitura está fazendo o que nos é de responsabilidade, e muita das vezes vai além da sua obrigação institucional, agora esperamos que o governo possa colaborar também” frisou. 

Abastecimento de água 

Leonardo colocou em pauta o abastecimento d’ água da comunidade de Pataxó, onde reside o maior numero de pessoas fora do perímetro urbano, “o deputado demonstrou apoio, e visitamos a Caern a fim de fazer está solicitação, para que a rede abastecimento possa ser instalada atendendo a mais de 2 mil famílias.O projeto para a efetivação será concluído para que o possa ser aprovado” concluiu.

Vocalista do Charlie Brown Jr é encontrado morto em SP


choraoDo G1 São Paulo – O vocalista da banda Charlie Brown Jr, Chorão, foi encontrado morto em seu apartamento em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (6). Ele tinha 42 anos. A causa da morte de Alexandre Magno Abrão ainda não foi divulgada até o início desta manhã.
Chorão foi encontrado desacordado pelo seu motorista, que chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A unidade de resgate constatou que ele já estava morto.
O cantor e o letrista liderava a banda que foi formada e estabelecida na cidade de Santos, no litoral de São Paulo, na década de 1990. Em 15 anos de carreira, a banda lançou dez discos, segundo o site oficial do grupo. Além de vocalista, Chorão era o letrista do Charlie Brown Jr, dando o direcionamento artístico e executivo. Em 2004, o álbum “Tâmo aí na Atividade” foi premiado com o Grammy Latino. No ano passado, lançaram o álbum “Música Popular Caiçara” – destaque para a música “Céu Azul”.
Chorão foi o único integrante do Charlie Brown Jr que permaneceu na banda em todas as fases. O apelido vem da época que iniciou e chegou a se profissionalizar no skate. Paulistano, Chorão adotou a cidade de Santos desde a juventude, onde criou o Charlie Brown Jr.
Chorão é roteirista do filme “O Magnata”, já realizado, e do longa metragem “O Cobrador”, em andamento. Como empresário, administrou marcas de skate e viabilizou a realização de grandes eventos de skate no Brasil, além de manter o Chorão Skate Park em Santos. O próximo show da banda estava marcado para o dia 22 de março, em Campo Grande, no Rio de Janeiro.

Rio Grande do Norte tem uma média é de 3,7 homicídios diários


O Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) registrou 235 homicídios no Rio Grande do Norte do dia 1º de janeiro deste ano até ontem, o que representa 24,50% do total registrado em todo o ano de 2012 (959). Foram 102 ocorrências em janeiro, 118 em fevereiro e mais 15 nos quatro primeiros dias de março. A média é de 3,7 homicídios por dia, o que representa um aumento de 41,76% em relação à média registrada em 2012 – 2,61.
Os registros são disponibilizados diariamente no site da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), e foram contabilizados pela reportagem da TRIBUNA DO NORTE. Segundo os dados do Itep/RN, somente nos dias 9 e 29 de janeiro não ocorreram assassinatos. A maioria das vítimas é homem, com idade variando entre 20 e 30 anos de idade. E os homicídios, em sua maioria, são provocados por disparos de arma de fogo.
A crescente taxa de mortalidade provocada por mortes violentas, especificamente assassinatos, vem sendo evidenciada através dos registros numéricos no decorrer dos anos. Entre 2000 e 2010, o aumento no número de casos foi de 157%, quando o crescimento populacional chegou a apenas 14%.

Governo da Venezuela marca funeral de Chávez para sexta-feira


chavezO funeral do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que morreu nessa terça-feira (5) vítima de complicações de um câncer, ocorrerá na sexta-feira (8), segundo a agência estatal de informações Agência Venezuelana de Notícias.
A cerimônia está marcada para 10h (hora local; 12h30 no horário de Brasília) na Academia Militar da Venezuela, em Caracas. Antes da cerimônia fúnebre oficial, para a qual são esperados chefes de Estado da América Latina, a população venezuelana poderá prestar as últimas homenagens a Chávez. O governo da Venezuela ainda não informou em que local o corpo preidente será enterrado.
Vários presidentes latino-americanos já manifestaram, por meio de redes sociais, que irão ao velório de Chávez. A presidenta Dilma Rousseff cancelou uma viagem que faria à Argentina na próxima quinta-feira (7) e deverá comparecer ao funeral do líder venezuelano.
Chávez morreu ontem (5) em Caracas, aos 58 anos, vítima de complicações de um câncer na região pélvica. Em dezembro do ano passado, ele foi submetido a uma cirurgia em Havana, capital cubana. Suas últimas imagens, em fotos ao lado das filhas no hospital, foram divulgadas há duas semanas. O anúncio da morte de Chávez foi feito pelo vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão.