i

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Mobilização da campanha de vacinação contra a paralisia infantil, sarampo e rubéola tem início no sábado


O Ministério da Saúde com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde de Ipanguaçu dá início neste sábado, dia 08 de novembro, o Dia “D” de Mobilização da Campanha de Vacinação contra a paralisia infantil, sarampo e rubéola. 

A campanha é organizada pelo novo Secretário Municipal de Saúde, Tales Alves Praxedes. Segundo ele a campanha busca mobilizar o município para a imunização do público alvo da campanha. “Estaremos com equipes montadas em duas unidades básicas de saúde, para melhor atender as famílias. Convidamos todos a ir até a UBS com o cartão de vacinação em mãos e vacinar as crianças”, destaca. 

O público alvo desta campanha são todas as crianças a partir de 6 meses e menos de 5 anos. A imunização acontecerá na UBS do bairro Ilha Grande e no Centro de Saúde Tibúrcio Freire da Silveira, das 7:30 às 17 horas. 

Tales ainda ressalta que durante a semana todas as UBS onde estão instalados o Programa Saúde da Família (PSF), receberão as vacinas afim de ampliar a imunização. A Campanha segue até o dia 28 de novembro, a meta é imunizar 95% do público alvo.

Aulões reforçam conteúdos antes das provas do ENEM



Neste final de semana, nos dias 8 e 9 de novembro mais de 8 milhões de estudantes de todo o país são esperados para prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Em Ipanguaçu centenas de estudantes vem se preparando durante meses para a prova que é a porta de entrada para as universidades públicas e bolsas através dos programas de acesso ao ensino superior do Governo Federal. 

A preparação dos jovens estudantes no município  se deu através do Cursinho Pré-universitário Popular, projeto de extensão da Universidade Federal Rural do Seminário (UFERSA) - campus Angicos, em parceria com a Prefeitura Municipal de Ipanguaçu, que atende mais de 100 estudantes que já concluíram ou estão cursando o último ano do ensino médio. 

Segundo a secretária de Educação, Jeane Dantas, os aulões é fruto do convênio com a Ufersa na qual possibilita aos estudantes das escolas públicas da cidade uma revisão dos assuntos para as provas do ENEM, “os assuntos sistematizados possibilita aos estudantes compreender a metodologia e como responder as questões de forma a obter uma melhor pontuação. Nos últimos anos conquistamos importantes aprovações e acreditamos por mais um ano concretizar o crescimento”, frisa. 

A iniciativa contribui para o processo de democratização no acesso às unidades públicas de ensino superior junto aos estudantes de forma gratuita. Os monitores são estudantes das graduações da universidade que recebem mensalmente uma bolsa financiada pela prefeitura da cidade. 

Estudante do último ano do ensino médio na Escola Estadual Manoel de Melo Montenegro, Lucas Matheus, fala da importância do cursinho antes da prova. "Eu gostei das aulas, elas foram muito uteis, deu para aproveitar bem tudo que passaram, me fazendo ainda relembrar dos assuntos que já tinha estudado", ressalta o jovem.  

Experiência exitosa 

Com os bons resultados óbitos com aprovações, de 11 ao dia 13 de Novembro os coordenadores locais do Cursinho Pré-Universitário de Ipanguaçu, os estudantes do Curso de Licenciatura em Computação e Informática, Mariana Melo e Rayron Ribeiro, apresentarão o projeto durante IV Seminário de Práticas Educativas (SECAMPO) que se realizará na UFPB, no Campus Mamanguape – PB.

Os jovens apresentarão o trabalho e os resultados do Cursinho no Município de Ipanguaçu, com tema: Cursinho Pré-Universitário Popular da Ufersa: Capacitação por meio de metodologia diferenciada para ingresso de jovens das camadas populares de Ipanguaçu no ensino superior. O trabalho está sob a orientação dos Coordenadores de Extensão a Professora Dr.ª Rita Diana de Freitas Gurgel e o Professor Dr. Éder Jofre Marinho, ambos do campus da UFERSA em Angicos. 


O IV SECAMPO acolherá artigos que primem pela abordagem de práticas educativas e estudos teóricos, resultados de projetos de pesquisa, extensão ou ensino – em andamento ou concluídos- exercidos em contextos educativos – escolares e nos movimentos sociais, com ênfase na metodologia libertadora geradora de transformação social. 

Dilma: perdedores não podem ter “ressentimento”

A presidente Dilma Rousseff voltou a defender ontem um diálogo entre vencedores e derrotados nas eleições. Um dia depois de o senador tucano Aécio Neves afirmar que o governo perdeu a legitimidade de dialogar com a oposição por ter feito uma campanha eleitoral virulenta, ela disse que não pode haver “ressentimento” dos perdedores.

“Qualquer tentativa de retaliação por parte de quem ganhou ou ressentimento por parte de quem perdeu é uma incompreensão do processo democrático. E mais, criaria no Brasil um quadro caótico: o presidente eleito por um lado não conversa com o governador eleito por outro” afirmou a presidente, após um encontro com lideranças e parlamentares do PSD. Em seu primeiro discurso desde o dia do segundo turno, Dilma declarou que é hora de “desmontar os palanques”.

Presidente da Câmara de Vereadores de Ipanguaçu se nega a receber decisão na qual suspendia eleição desobedecendo ordem judicial



O clima em Ipanguaçu não está nada amistoso. Na noite desta quarta-feira(05) a presidente da Câmara Vereadores do município, Luzineide Cavalcante, desobedeceu a decisão da juíza de direito da Comarca de Ipanguaçu, Suzana Paula de Araújo Dantas Corrêa, no qual concedeu liminar suspendendo a eleição da nova mesa diretora para o biênio de 2015/2016. 

A eleição tinha sido convocado através do edital assinado pela vereadora e presidente e os vereadores, Jaízes Azevedo (PSB), Tunefis Morais (PRB), Silvano Lopes (PV) e Marluce Barbosa (PMDB), na qual objetivava a antecipação da eleição. 

Na noite desta quarta, um oficial de justiça foi até a casa de leis fazer a entrega do documento, mas a presidente se recusou a receber a notificação. Sendo instalada a sessão e dado prosseguimento a eleição. 

A decisão da magistrada tramita sob o nº do processo 0100606-15.2014.8.20.0163 na comarca do município. A juíza ressalta na leitura do que dispõe o art. 24, §3º, da Lei Orgânica Municipal, tem-se que tal eleição deve ocorrer obrigatoriamente na última sessão ordinária da sessão legislativa, “a renovação da Mesa Diretora da Câmara Municipal não poderiam ter sido convocadas para o dia 05.11.2014, eis que a Lei Orgânica Municipal determina que seja realizada na última sessão do ano, a qual, nos termos do que dispõe o art. 26 da referida lei, deve ocorrer no dia 12.12.2014”, diz a juíza. 

Durante a sessão o clima esquentou. A presidente da casa foi indagada pelo oficial de justiça que a orientou a receber a ordem judicial e suspender a sessão. A vereadora por sua vez se recusou a receber o mandado, optando pela desobediência da ordem expedida pela juíza. Com isso um quebra-quebra se instalou na plenária do poder legislativo antes mesmo da eleição iniciar. 

A eleição contou com a presença de cinco dos nove vereadores, na qual elegeram com o vereador Tunefis Morais para a presidência da casa, tendo o vereador Jaízes Azevedo como vice-presidente e a vereadora Luzineide Cavalcante como primeira secretária e Silvano Lopes como segundo secretário.