i

quinta-feira, 10 de junho de 2010

EMATER REÚNE 17 MUNICÍPIOS DA REGIÃO EM IPANGUAÇU


Acontece durante todo o dia de hoje (10), na Câmara Municipal de Ipanguaçu, uma reunião de avaliação e monitoramento das atividades da Emater-RN, promovida pela mesma. Cerca de 17 municípios estão presentes no encontro. A reunião teve início ás 08h30min ao som de uma Banda de Forró com mussicas regionais. Conforme declaração de Fernanda Santana da Emater/Ipanguaçu, o evento terminará ás 17:00hs.

A solenidade foi aberta oficialmente ao som do coral sacramento, cantando o hino do município de Ipanguaçu. A reunião contou com a presença do diretor técnico da Emater Dr. Mário Amorim; Engenheiro do CREA - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia Renan Freire; Evilásio Dantas Farias coordenador Regional de Assú e outras representatividades do segmento.

O Prefeito Leonardo Oliveira (PT), esteve presente participando da formação da mesa, Leonardo destacou a importância dos projetos da Emater e do avanço da agricultura familiar. Como o evento tratava-se de temas pertinentes e diretamente ligados á agricultura familiar, embasado nas ações já realizadas pela EMATER no estado, o Secretário José Ferreira da Cunha também participa do evento.

Na avaliação de Evilásio Dantas, atualmente existem muitas condições favoráveis ao agricultor da região, destacando o acesso ao Pronaf em diversas modalidades, recursos do Banco do Nordeste para o apoio nas atividades do produtor rural, a interferência ou articulação positiva da Emater nas mais variadas circunstâncias como, na elaboração de projetos e assistência técnica.

Evilásio ainda lembrou-se de dois importantes projetos, os quais se configuram como um instrumento de força na construção de uma vida dígna dos produtores rurais que são, "O Mais Alimento" que financia transporte de carga para os agricultores familiares com a oferta de 15 modelos de caminhões com capacidade para transportar 1,5 toneladas a até 8 toneladas. O segundo é o "Campo Mais Forte” que atende 17 municípios potiguares com investimentos para a ampliação da oferta de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural.

 
Para o entendimento de Evilásio Dantas, além da EMATER ou CREA se unirem numa discussão , outros órgãos devem somar forças, com o propósito de discutir a demanda e os problemas encarados pela classe produtora rural dos municípios do vale do Assú como um todo.

"Nesta semana estão ocorrendo outros eventos com a mesma finalidade em outros municípios. Em Natal, por exemplo, temos a Feira do Camarão com a presença de 1.000 participantes", destaca Dr: Mário Amorim Diretor da Emater. Mário destacou a necessidade de se realizar periodicamente reuniões com os municípios de modo que, novas idéias de soluções sejam colocadas á discussão.

PUBLICIDADE:

Shows musicais abrem a Copa do Mundo nesta quinta-feira

Shakira, Alicia Keys, Juanes e Black Eyed Peas irão cantar na festa que terá transmissão ao vivo da TV Globo

Um grande concerto com vários artistas internacionais, como Shakira, Alicia Keys, Juanes e Black Eyed Peas será celebrado nesta quinta-feira, a partir das 15h (de Brasília), no estádio Orlando, em Soweto, na véspera da rodada de abertura da Copa do Mundo da África do Sul. A TV Globo e o GLOBOESPORTE.COM irão transmitir ao vivo.

Principal atração, a colombiana Shakira será a última a se apresentar com a execeução de três músicas,  entre ela "Waka Waka - Time for Africa" (A hora da África), tema do Mundial, com o grupo pop sul-africano Freshlyground. É aguardado um público de 36 mil pessoas na festa. Os ingressos, que custavam até 1400 rands (R$ 3200), esgotaram-se rapidamente.
Shakira crianças Soweto campanha social Shakira, com crianças de Soweto, será uma das atrações no show de abertura da Copa (Foto: Reuters)
Além dos movimentos sensuais que habitualmente faz em seus shows, Shakira prometeu também uma coreografia tipicamente africana. O também colombiano Juanes e os americanos Alicia Keys e John Legend farão parte da festa, junto com estrelas africanas de renome internacional, tais como Angélique Kidjo, Amadou e Mariam e Gospel Choir. Vários jogadores também participarão do evento, mas os organizadores preferiram manter seus nomes em sigilo.

- Este concerto não só é um tributo ao início da Copa do Mundo, também é um tributo à música africana - explicou Kevin Wall, ao apresentar os últimos detalhes do show, que contará com ainda com a atuação de Alicia Keys, K'Naan e Angelique Kidjo.

ACOMPANHE COMO SERÁ A CERIMÔNICA DE ABERTURA DA COPA
15h Abertura danças tribais
15h10m Black Eyed Peas três músicas
15h23m Amadou & Mariam duas músicas
15h34m Angelique Kidjo duas músicas
15h42m John Legend duas músicas
15h52m Vusi Mashlasela duas músicas
16h03m Filme sobre Nelson Mandela três minutos de duração
16h06m Vieux Farka Toure duas músicas
16h14m Juanes duas músicas
16h26m Tinariwen duas músicas
16h36m Alicia Keys três músicas
16h49m Alicia Keys e BLK JKS uma música
16h53m BLK JKS duas músicas
17h03m K'Naan uma música
17h09m The Parlotones duas músicas
17h20m Sharika três músicas
17h43m Encerramento música e queima de fogos
17h49m FIM FIM

Ao contrário do mistério sobre os atletas que estarão no show desta quinta, os organizadores revelaram alguns detalhes sobre a cerimônia de abertura que será celebrada na sexta-feira, no estádio Soccer City, antes da partida inaugural entre os anfitriões e o México. O tema do evento será uma canção que "dará as boas-vindas ao mundo na África do Sul", explicou Derek Castens, do comitê organizador.

Black Eyed peas no soccer cityBlack Eyed Peas também se apresentará nesta
quinta-feira em Soweto (Foto: agência AP)
 
A ministra de Arte e Cultura da África do Sul, Lulu Xingwana, assegurou que as celebrações terão um forte toque africano e estarão concentradas, principalmente, nos seis países do continente que conseguiram se classificar para o Mundial.

- Estamos muito felizes em contar com o melhor da África do Sul e da África - disse a ministra.
Participarão da cerimônia 1.500 músicos, entre eles o trompetista sul-africano Hugh Masekela.
 
Artistas africanos pretendem boicotar show

Sindicatos de artistas africanos, apesar da presença desses últimos, pedem um boicote ao show com a alegação de que ele "não é muito africano". O governo nega essa acusação; a renda dos ingressos se destina a uma associação da Fifa que promove atividades esportivas em bairros pobres na África.
No dia seguinte ao show, será disputada no Soccer City, em Joanesburgo, a partida de abertura entre África do Sul e México, às 11h no horário de Brasília. Antes, porém, haverá a cerimônia de abertura oficial, que será transmitida ao vivo para centenas de milhões de pessoas em 215 países, segundo o Comitê Organizador (LOC, na sigla em inglês).

- A cerimônia de abertura apresentará uma grande escalação de gigantes da música e da indústria do entretenimento sul-africanos e de todo o continente africano, mostrando a uma audiência global de milhões de pessoas o talento, criatividade, tecnologia e espírito de boas vindas da África - disse em comunicado Danny Jordaan, diretor-executivo do LOC.

A cerimônia durará meia hora, e terá participação, entre outros, de R Kelly, que ganhou vários Grammys e que interpretará a canção principal da cerimônia, "Sign of Victory" (Sinal de Vitória), junto com o grupo sul-africano Soweto Spiritual Singers. Segundo o LOC, ao contrário do que pensa os sindicalistas, "a cerimônia será um reflexo da orgulhosa herança cultural africana" e mostrará o talento artístico do continente. O tema do evento será "Recebendo o Mundo em Casa".

Entre os artistas convidados estão o trompetista sul-africano Hugh Masekela; o nigeriano Femi Kuti, que interpreta a famosa canção "Bang, Bang, Bang"; o artista pop argelino Khaled; a lendária banda ganesa Osibisa; assim como importantes artistas sul-africanos como Thandiswa Mazwai, Pantsula, TKZee e o cantor Timothy Moloi.

- Acho que a cerimônia de abertura será uma mostra espetacular do melhor da arte, cultura, música e dança africana. Haverá uma grande representação de artistas sul-africanos e de todo o continente, especialmente dos seis países participantes do torneio - destacou Lulu Xingwana.

A grande ausência do concerto será a do tenor Siphiwo Ntshebe, conhecido popularmente como o "Pavarotti Negro", de quem era amigo, e faleceu em maio em decorrência de uma meningite.

Fonte: G1
PUBLICIDADE:

INSCRITOS AGUARDAM SOMENTE DATA PARA INÍCIO DE CURSOS

Conforme revelou a Assistente de programas especiais da Secretaria de Assistência Social de Ipanguaçu, Glória Josefa de Medeiros, a procura pelos cursos de Pintor e Pedreiro, oferecidos pela Prefeitura local através do ÊPA - Espaço de Produção de Desenvolvimento Sustentável, foi extremamente acima da média.

Segundo Glória Josefa, 69 pessoas se inscreveram, mas serão formadas somente duas turmas de 30 alunos cada, isto é, ficarão 9 inscritos no quadro de cadastro reserva, esperando uma eventual desistência. A Prefeitura de Ipanguaçu aguarda apenas o sinal verde do ÊPA para dar início aos cursos que serão 200 hs/aulas, incluindo tanto aulas teóricas como práticas.

O projeto do Instituto ÊPA tem o apoio financeiro do MTE - Ministério do Trabalho e Emprego e do FAT - Fundo de Amparo ao Trabalhador, e atende outras cidades do Rio Grande do Norte como: Afonso Bezerra, Alto do Rodrigues, Assu, Carnaubais, Itajá, Macau, Pendências, Porto do Mangue e São Rafael. Nesses municípios, o órgão oferece novas opções de cursos como Azulejista, Gesseiro, Armador, Reparador e Eletricista.

O programa tem o objetivo de atender regiões atendidas pelas enchentes em 2009 como é o caso de Ipanguaçu, ou simplesmente oportunizar a muitas pessoas o direito de uma profissão segura. A idéia é promover o desenvolvimento local, auto sustentabilidade econômica, social, cultural, ambiental e política.


Cassimiro Júnior
Assessoria de Comunicação

PUBLICIDADE:

APÓS SOLICITAÇÃO DA PREFEITURA, COSERN GARANTIU EXPANSÃO DE ENERGIA EM ATÉ 45 DIAS

Segundo informações do militante petista em Ipanguaçu o professor Joildo Lobato Bezerra, as famílias ipanguaçuenses desabrigadas em função das últimas enchentes e que foram abrigadas em prédios públicos municipais, continuam ansiosamente aguardando a data em que vão receber a posse de suas novas moradias. E visando atender a demanda da comunidade atingida,a Prefeitura Municipal de Ipanguaçu construiu 72 casas populares numa área absolutamente segura,ou seja, sem qualquer possibilidade de danos provocados pelas enchentes que a cidade venha a sofrer. Por conseguinte, a Prefeitura Municipal solicitou no último dia 02/06 a Cosern - Companhia Energética do Rio Grande do Norte a expansão da rede de energia em todas as moradias. A empresa alegou como resposta que o serviço de luz estaria pronto em até 45 dias. "Estamos somente esperando a ação da Cosern", conta Joildo Lobato. Segundo o Secretário de Finanças e Presidente de Defesa Civil Ivan Fonsêca, o município acolheu inicialmente cerca de 43 famílias que perderam suas moradias por causa das enchentes do ano passado, alojando-as nos seguintes prédios: Escola do Baldum, mercado público de Arapuá, Escola da Angélica, antigo Hospital e Maternidade Marola Caldas dentre outros espaços. Atualmente, muitas dessas famílias já estão em suas casas mesmo enfrentando riscos, sorte que o inverno registrado este ano foi abaixo da média.
PUBLICIDADE:

LEONARDO PARTICIPA DE REUNIÃO SOBRE O PAC 2 E DA SOLENIDADE DE ASSINATURA DA ZPE


O prefeito de Ipanguaçu Leonardo da Silva Oliveira esteve na terça-feira (08), em Natal para participar de uma reunião com a diretora da Caixa Econômica Federal, o prefeito participou de uma videoconferência no auditório da Funasa, no qual foi apresentado  todo o projeto do PAC 2 , o que deu certo no PAC 1 e o que tem que continuar no PAC 2.
Além de melhorar o ambiente de investimento e garantir as obras de infra-estruturar, o PAC foi também um exercício permanente de coordenação entre os órgãos públicos e de modernização da gestão. O país cresceu em 2007, 2008 e crescerá em 2010 mais do que a meta de 5% prevista no PAC 1.

Segundo o Leonardo, o objetivo da videoconferência  foi a primeira etapa do grupo 3 que é orientar governos estaduais e municipais do grupo sobre a 1ª etapa de seleção de propostas para projetos e obras de: Urbanização de assentamentos precários, pavimentação, equipamentos para recuperação de estradas vicinais, conta o prefeito.

Na quarta-feira (09), Leonardo continuou na capital potiguar onde participou no Centro de convenções da assinatura das ZPE de Macaíba e de Assú, que foi assinada pelo Presidente Lula, na presença do governador do estado do RN, Ibêre Ferreira, entre outras autoridades.    

“O dia foi de grande importância para o vale do Assú, pois esta Zona Processamento de Exportação (ZPE), onde significa uma área de livre comércio, na qual as empresas produzem e exportam 80% dos seus produtos, com isenção de tributos, por este motivo é que as grandes empresas procuram está oferta, algumas pessoas se perguntam o que ganhamos com isso; crescimento econômico do vale, geração de novos empregos e grande quantidade novos investidores” Conclui Leonardo.
Nesta quinta-feira, hoje (10), Leonardo participará na câmara municipal de Ipanguaçu do encontro da Agenda de Reunião da Região Administrativa de Assú. A reunião acontece das 8hs as 17hs. 

PUBLICIDADE:

CAMINHADA MARCA DIA DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL EM IPANGUAÇU


A população foi às ruas ontem(10) de Ipanguaçu, para dizer não ao trabalho infantil e a toda violência cometida contra crianças e adolescentes. O movimento faz alusão ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil – 12 de junho e fortalece a campanha nacional Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil, realizada com o apoio da Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa), da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

A concentração aconteceu no Ginásio poliesportivo José Araujo Filho e durante a caminhada aconteceu várias paradas onde contou com as presença de varias autoridades onde falaram, entre elas; a presidente do conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA), Maria das Graças, a coordenadora do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS),Célia Cardosa, o conselheiro Francinaldo, a  coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, (PETI) Valéria Faustino, Almaiza Fonseca representando a secretaria de educação,  a primeira dama e secretária de Assistência Social, Cristina Oliveira.

A caminhada seguiu até Secretária de Educação, onde a primeira dama Cristina Oliveira, alertou para com os direitos das crianças, que sofre com trabalhado infantil. A secretária contou porque que a campanha nacional traz o cartão vermelho como instrumento ao combate ao trabalho infantil, e diz que o município luta para que esse tipo de trabalho que explorá as crianças possa acabar e que a prefeitura municipal de Ipanguaçu, por meio da secretaria desenvolve vários trabalhos que lutam com a erradicação do trabalho infantil, como; o Projeto Esperança, Ação Criança, PETI entre outros programas sociais.

O evento também foi em forma de comemorar os 10 anos do programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI no município de Ipanguaçu. “O programa completou 10 anos no município no ultimo dia 05 de maio, essa caminhada faz parte também da nossa comemoração pelo trabalho que o PETI vem desenvolvendo no município ao longo dos seus 10 anos”, conclui Valeria.


Na caminhada crianças e adolescentes dos programas sociais da prefeitura levaram o cartão vermelho, como símbolo de protesto contra o trabalho infantil, participaram também diversas instituições não governamentais, como a Infância e Juventude Missionária e a Pastoral da Criança. Participou da caminhada também a vereadora Thalita Cosme.







Fotos:
PUBLICIDADE: