i

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Ipanguaçu é a próxima atração da série “Minha Cidade”, da InterTV Cabugi

Nesta sexta-feira (16), a população do Rio Grande do Norte tem a oportunidade de conhecer um pouco da história de Ipanguaçu, bem como aspectos de sua cultura e de sua economia, entre outras particularidades. O município, localizado no Vale do Açu e reconhecido internacionalmente pela sua vocação agrícola, será destaque no telejornal RV TV 1ª edição, da InterTV Cabugi (Rede Globo), em episódio do projeto “Minha Cidade”.

O repórter Carlos Adams e o cinegrafista Zenóbio Oliveira percorreram o território ipanguaçuense no último dia 23 de setembro, realizando entrevistas e capturando imagens diversas da terra banhada pelos Rios Piranhas/Açu e Pataxó. O resultado do trabalho pode ser conferido a partir do meio-dia.

O projeto “Minha Cidade” é uma série especial de reportagens que tem por objetivo apresentar o Rio Grande do Norte aos potiguares, falando em cada episódio sobre um dos 167 municípios do Estado.

Em Ipanguaçu, prefeitura inaugura o primeiro posto de saúde da história da comunidade de Angélica

Distante 17 km do centro da cidade de Ipanguaçu, a comunidade rural de Angélica recebeu nesta semana o primeiro posto de saúde de sua história. Na inauguração, ocorrida na última segunda-feira (12), a população pôde conhecer os consultórios médico e odontológico, além dos equipamentos que, agora, estão à sua disposição.

Desde 2009, o governo municipal já ampliou, reformou e/ou reativou postos de saúde nas comunidades rurais de Nova Descoberta, Tira Fogo, Baldum, Luzeiro e Pataxó. Atualmente, dois postos de saúde estão sendo reformados e ampliados nas comunidades de Língua de Vaca e Capivara.

Para o prefeito Leonardo Oliveira, a inauguração de novos postos faz parte da estratégia da prefeitura de investir no crescimento da qualidade de vida da população. “A ideia é descentralizar a saúde pública do município, facilitando o acesso da população. A inauguração do posto de saúde de Angélica resolve um problema histórico dos moradores dessa localidade”, disse Leonardo.

O posto de saúde de Angélica é dotado de farmácia básica, consultórios médico e odontológico, salas para enfermeiros, médicos e um auditório para reuniões e palestras.