i

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Prefeitura de Ipanguaçu inicia programação em alusão a Semana do Livro



Com objetivo de fomentar a política de incentivo ao livro, à leitura e à literatura na cidade a Prefeitura de Ipanguaçu, através da Secretaria Municipal de Educação e da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo deram início nesta quarta-feira(17) a programação festiva alusiva ao Dia Nacional do Livro Infantil, comemorado amanhã em todo o país. “Uma viagem pelo mundo da imaginação”, é o tema proposto das atividades que aconteceu hoje na sede da câmara de vereadores que contou com a presença do Prefeito Leonardo Oliveira, secretários, professores e estudantes das escolas públicas e privadas da cidade. 

A programação foi marcada com abertura encenada pelas crianças da Escola Municipal Francisco Soares da Costa da comunidade de Pedrinhas, que apresentaram a história clássica do ‘Sitio do Pica-pau Amarelo’ do autor Monteiro Lobato. Atos de leitura literária, mesa redonda, palestra de incentivo à leitura e a apresentação do Grupo de Estudos em Educação e Literatura de Ipanguaçu (GEELI) fizeram parte da programação do dia. 

Para o prefeito de Ipanguaçu Leonardo Oliveira, a semana do livro infantil se propõe a comemorar e refletir acerca da importância do livro e da literatura para a formação das pessoas, em especial das crianças, “O dia nacional do livro infantil é um incentivando, propondo o gosto e o habito a leitura. Devemos está sempre comprometidos em promover e incentivar as políticas de valorização do livro” fala o prefeito. 

Amanhã, no dia 18 - Dia Nacional do Livro Infantil será marcado por uma roda de conversa sobre poesia infantil brasileira na Biblioteca Municipal Prof. Manuel Nunes Filho e um ato de leitura literária em homenagem a Monteiro Lobato com as crianças da Escola Municipal Maria Rizomar de Figueredo Barbosa. Às 16h a programação fica por conta da 1ª Marcha pelo Livro Infantil, que contará com crianças e adolescentes das escolas municipais, estaduais e privadas da cidade e do campo. A partir das 19h30, na Câmara Municipal, realização do Cineliteratura com exibição do filme “Uma professora maluquinha”, baseado no livro homônimo de Ziraldo, e fórum de discussão.  


Ministério alerta que campanha de vacinação contra a gripe não elimina circulação do vírus


VacinaçãoO secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, disse hoje (17) que a vacina contra a gripe não elimina a circulação do vírus influenza no país e pediu à população que mantenha as medidas de prevenção à doença, como lavar as mãos com frequência e cobrir o rosto ao tossir ou espirrar.
A mensagem é dirigida principalmente à população que não faz parte dos chamados grupos prioritários da campanha de vacinação iniciada segunda-feira (15) em todo o país – gestantes, idosos com mais de 60 anos, crianças entre 6 meses e 2 anos, profissionais de saúde, índios, população carcerária e doentes crônicos.
“O vírus da gripe circula o ano inteiro. Haver casos e mortes é esperado. A Organização Mundial da Saúde [OMS] estima que há de 250 mil a 500 mil mortes por ano [no mundo] relacionadas à influenza. A vacina não impede a circulação do vírus.”

Ricardo Motta solicita asfaltamento e abastecimento de água para o interior

Ricardo-Motta-101-300x214Com o objetivo de melhorar as condições de tráfego e o escoamento da produção – uma antiga reivindicação dos que utilizam o trecho – o deputado Ricardo Motta (PMN) solicitou da governadora Rosalba Ciarlini e do diretor geral do DER, Demétrio Torres, a pavimentação da estrada entre os distritos de Lagoa do Mato e Comum, no munici8pio de Monte Alegre.
Outro expediente encaminhado pelo presidente da Asssembleia Legislativa foi no sentido de que o DER pavimente a RN-118, no perímetro urbano do município de Ipanguaçu.
Já ao diretor geral da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte–CAERN, Yuri Tasso o deputado Ricardo Motta solicitou melhoria no abastecimento de água nos distritos de Lagoa do Mato e Carnaúba, em Monte Alegre.
“Os moradores desses distritos estão sofrendo com a falta de água. Essa obra vai garantir o abastecimento e melhorar a qualidade de vida da população ”, justificou.