i

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Empossado o reitor do Instituto Federal do Rio Grande do Norte

Belchior Rocha assumiu o cargo esta segunda-feira (9), em Brasília-DF

Empossado o reitor do Instituto Federal do Rio Grande do Norte
O reitor Belchior Rocha, empossado pelo ministro em exercício, José Henrique Paim Fernandes (foto: Diego Rocha)
O ministro da Educação em exercício, José Henrique Paim Fernandes, empossou na manhã desta segunda-feira (9) em Brasília, o reitor eleito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Belchior de Oliveira Rocha. Paim ressaltou a atuação da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica não apenas na abertura de vagas, mas como eixo das atuais políticas de educação na área, e a contribuição do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para a democratização desse acesso.
“O Pronatec complementa um processo não só de expansão da rede federal, mas de abertura de vagas no ensino técnico por meio de diversas ações, como o Fies e o Brasil Profissionalizado”, afirmou.
Para o reitor, o instituto tem uma base consolidada. “Assumo uma instituição que tem uma base sólida, e na educação, assim como em uma construção, o mais importante é a base”, afirmou Rocha. “Além disso, os destaques dos campi nos fazem acreditar que estamos no caminho certo.”
A instituição reúne mais de 25 mil alunos, matriculados em 63 cursos, entre técnicos e superiores, além de nove opções de pós-graduação.
O secretário de educação profissional do MEC, Marco Antonio de Oliveira, destacou a contribuição do instituto para os bons índices da rede federal como um todo. “O Instituto Federal do Rio Grande do Norte é um dos centros de referência da rede por seus indicadores de excelência”, lembrou.
Belchior de Oliveira Rocha é natural de Taipu, município do Agreste potiguar. Mestre em engenharia de produção e formado em engenharia elétrica pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é professor do instituto desde 1982. Na instituição, além de docente, exerceu várias funções de gestão, dentre as quais as de gerente educacional da área de indústria, coordenador geral do ensino e diretor de ensino, até chegar ao cargo de dirigente máximo, em março de 2008, como reitor pro tempore.
Expansão — Até 2002, o Rio Grande do Norte tinha apenas cinco escolas de educação profissional — três delas vinculadas a universidades. Atualmente, conta com 15 campi do instituto federal em diversos municípios. Até o fim de 2014, terá 18 unidades. O investimento na expansão da rede federal no estado ultrapassa os R$ 136 milhões.
Danilo Almeida
Com informações da Assessoria de Comunicação do MEC

Homem é pego em flagrante após matar idoso no interior do RN

Martinho Venâncio da Silva, 64, foi assassinado em sua residência no bairro São Sebastião, município de Parelhas,  região do Seridó, por volta das 20h deste domingo, 8. Segundo informações de Ginaldo Alves, chefe de investigações da Polícia Civil na cidade, o acusado, identificado com Iran, 35 anos, foi pego em flagrante e encaminhado para a delegacia de plantão. Iran já tinha passagens pela polícia por porte ilegal de armas.

De acordo com a polícia, o filho da vítima teria se envolvido em uma confusão com o filho do acusado antes do crime. Iran teria ido procurá-lo, e não o encontrando, matou o idoso como vingança.



Diário de Natal

Eleitor tem até 9 de maio para regularizar título

Dia 9 de maio é o prazo final para quem precisa regularizar o título de eleitor. A data é determinada pela Lei 9.504/97, que prevê o fechamento do cadastro eleitoral com 150 dias de antecedência da eleição, que neste ano será realizada em 7 de outubro (1° turno). A medida vale para quem pretende transferir o documento ou mesmo fazer a sua inscrição pela primeira vez, neste caso, pessoalmente, ou pela internet.
O prazo é o mesmo para que os eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida solicitem a transferência para uma seção eleitoral especialmente adaptada. Tanto para o alistamento eleitoral quanto para a regularização ou solicitação de atendimento especial, basta comparecer ao cartório eleitoral com um documento de identidade com foto e comprovante de residência.
O voto é obrigatório a partir dos 18 anos, mas quem tem 15, e fará 16 até o dia da eleição, pode se inscrever para votar pela primeira vez. Este ano os mais de 136 milhões de eleitores nos mais de 5,5 mil municípios brasileiros irão às urnas escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. (RG)
Registrando*

Dilma se reúne hoje com Obama na Casa Branca

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff se reúne hoje (9), a partir das 11h45 (12h45 de Brasília), com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, na Casa Branca, em Washington, capital norte-americana. Em discussão, pelo menos dez acordos de cooperação bilateral, nas áreas de ciência, tecnologia, energia e cultura, além de temas como a crise econômica internacional, a Conferência Rio+20 e questões de direitos humanos.

Dilma_e_Obama
Obama e Dilma farão uma declaração à imprensa ao fim do encontro. Obama oferecerá um almoço para Dilma e, em seguida, ela se reunirá com os empresários do grupo Estados Unidos-Brasil, no Eisenhower Executive Office Building. No fim da tarde, a presidenta participa do seminário Brasil-Estados Unidos: Parceria para o Século 21, na Câmara de Comércio. Amanhã (10), ela segue para Boston, onde fará duas palestras.

Há 24  mecanismos bilaterais entre o Brasil e os Estados Unidos, alguns deles considerados prioritários, como o Diálogo de Parceria Global, o Diálogo Econômico e Financeiro e o Diálogo Estratégico sobre Energia. Um dos temas em discussão entre Dilma e Obama é a questão da concessão de vistos. Os Estados Unidos passaram a facilitar a concessão a partir deste ano e a expectativa é acabar com a obrigatoriedade do documento.
O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Tovar Nunes, reiterou que a decisão é definida pelo governo norte-americano, pois a questão migratória faz parte dos temas de política interna dos países.
No ano passado, o Brasil foi o sexto país que mais enviou visitantes para os Estados Unidos – atrás do Canadá, México, Japão, Reino Unido e da Alemanha. Depois da Argentina, os Estados Unidos são os que mais enviam turistas ao Brasil.
A expectativa é que durante a visita de Dilma sejam definidas parcerias para o programa Ciência sem Fronteiras. Atualmente, dos cerca de 800 bolsistas do Ciência sem Fronteiras nos Estados Unidos, 31 estudam em oito universidades de destaque.
Também deve ser firmado um acordo entre o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e a Smithsonian Institution para treinamento de profissionais nessa área. Dilma aproveitará a oportunidade para presentear Obama com uma obra de arte brasileira.
Paralelamente, temas da política internacional devem ser mencionados na reunião entre os dois presidentes. Assim como o Brasil, os Estados Unidos apoiam a missão do enviado especial das Nações Unidas e da Liga Árabe, Kofi Annan, à Síria. Porém, o governo brasileiro insiste na defesa da busca pelo diálogo e da negociação pacífica na região.
Dilma vai reiterar o convite para que Obama participe da Conferência Rio+20, em junho. Porém, na ocasião Obama estará a cinco meses das eleições presidenciais, nas quais tentará a reeleição, enfrentando duras críticas dos adversários e o desafio da crise econômica internacional.
A crise econômica também é tema que deve predominar na Cúpula das Américas, em Cartagena das Índias, na Colômbia, nos próximos dias 14 e 15. A cúpula virou assunto polêmico, pois alguns presidentes sul-americanos, como Hugo Chávez (Venezuela) e Evo Morales (Bolívia), ameaçaram boicotar a reunião devido à ausência de Cuba, por pressão norte-americana. A posição do Brasil é que esta deve ser a última cúpula sem Cuba.
Fonte: Agência Brasil
Foto: José Cruz/ABr

Heraldo Pereira: “Só eu e minha família sabemos o que sofri”

O jornalista Heraldo Pereira enfim falou publicamente sobre a pendenga jurídica que travava com o blogueiro Paulo Henrique Amorim desde que passou a ser desqualificado pelo colega por termos como “negro de alma branca” no blog Conversa Afiada.
Como recebeu a notícia sobre a condenação do jornalista Paulo Henrique Amorim, que teve que se retratar e pagar uma indenização de R$ 30 mil. O que esse episódio representou para você?
“Para ser exato, antes que o juiz civil julgasse a ação indenizatória, por danos moral e à imagem, o réu aceitou tudo aquilo que eu exigia como forma de reparação pela grande injúria que sofri: pagamento de R$ 30 mil reais para uma instituição de caridade, retratação cabal feita no próprio blog dele, que vai permanecer em arquivo por mais de dois anos, e a publicação da mesma retratação, cujos termos falam por si só, nos jornais Folha de S. Paulo e Correio Braziliense. Tudo pago por ele. Só eu e minha família sabemos o que sofri”.

Delegados da cúpula da Polícia Civil do RN sob investigação

Deu na Tribuna do Norte:
Assassinatos, tráfico de drogas, formação de quadrilha, extorsão, corrupção e tráfico de influência. Esses são alguns dos crimes atribuídos a delegados e agentes da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, um agente da Polícia Federal que trabalha na Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, e um funcionário aposentado da Assembleia Legislativa potiguar. As denúncias desses supostos crimes já são de conhecimento da Secretaria de Direitos Humanos (SDH), órgão vinculado diretamente à Presidência da República.
Baseado nessas denúncias, o delegado geral de Polícia Civil, Fábio Rogério Silva, designou na quarta-feira passada uma comissão tríplice para apurar os supostos crimes. A comissão é formada pelos delegados João Bosco Vasconcelos de Almeida, Laerte Jardim Brasil e Marcus Dayan Pereira Teixeira de Vasconcelos.
A portaria, de número 020/2012, não faz referência aos supostos crimes. Da mesma maneira, não cita os nomes dos policiais que teriam relação com os delitos. O documento diz somente que a comissão deve “instaurar e concluir, no prazo legal, inquérito policial objetivando apurar as denúncias contidas nos documentos anexos ao Ofício nº 365/2011 – SNPDDH/SDH/PR”. A sigla é referente à Secretaria Nacional de Promoção e Defesa de Direitos Humanos.
Procurado pela TRIBUNA DO NORTE, Fábio Rogério disse – através da assessoria de imprensa – que como a investigação corre em caráter sigiloso, não irá se pronunciar sobre a portaria. A TN também procurou um dos delegados que compõem a comissão. “Recebemos essa incumbência agora. Não podemos falar nada neste momento”, limitou-se a dizer o delegado.

Implantação da reforma ortográfica ainda está confusa no Brasil

A implantação da reforma ortográfica da língua portuguesa está confusa no Brasil, na avaliação de professores que participaram de audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).
Vários livros não seguem o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp) da Academia Brasileira de Letras (ABL), que, por sua vez, não acompanha o acordo internacional assinado em 1990 pelos membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, disse Pasquale Cipro Neto.
— A adoção dessa reforma ortográfica foi um desastre. Dinheiro público foi jogado no ralo, porque os livros didáticos contêm muitas imprecisões e confusões — afirmou.
O idealizador do movimento Acordar Melhor, Ernani Pimentel, explicou que o Decreto 6.583/08 diz que o tratado internacional será executado e cumprido como prescrito em seu texto e que qualquer ato de revisão depende da decisão legislativa para produzir efeito. Entretanto, segundo ele, o Volp “desrespeita e altera o texto original” sem consultar o Congresso Nacional.
Um dos problemas básicos do acordo, na avaliação de Pimentel, é seu foro de discussão. Foram ouvidas apenas a ABL e a Academia de Ciências de Lisboa (ACL) “e ambas só têm um filólogo entre seus membros”. Ele disse que não foram consultadas instituições como a Academia Brasileira de Filologia, que existe desde 1943, e sugeriu a ampliação do debate para todos os que têm a escrita.
- Robson Pires