i

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Ex-prefeito de Ipanguaçu é condenado a ressarcir cofres públicos em quase R$ 80 mil

O ex-prefeito de Ipanguaçu, José Wilson de Souza, foi condenado a ressarcir aos cofres do município o valor de R$ 78.958,41, referentes a despesas não comprovadas na prestação de contas do ano de 1999. Processo nº 16403/2002.

A omissão do ex-gestor levou o Ministério Público de Contas a pedir o encaminhamento dos autos ao Ministério Público Estadual para averiguar possível prática de ato de improbidade administrativa ou ilícitos penais.

A decisão foi tomada na sessão da Segunda Câmara do TCE, que tem como presidente o conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves e membros os conselheiros Tarcísio Costa e Renato Costa Dias. Também na bancada da Câmara o auditor relator Marco Montenegro.

Por Anna Ruth Dantas/ Panorama Politico 

Alunos de Ipanguaçu participam da I ª Conferencia por uma Escola de Leitores.

Estudantes entregam carta com metas ao prefeito


Rodas de conversa, saraus de poesia, competição de soletração, oficinas... Foi através da promoção de diversas atividades lúdicas e culturais que a Prefeitura de Ipanguaçu promoveu a I Conferência Por Uma Escola de Leitores. O evento, ocorrido na última semana, entre os dias 22 e 25, foi sediado na Escola Municipal Adalberto Nobre de Siqueira. Localizada na comunidade rural de Tabuleiro Alto, a instituição recebeu diversos e importantes prêmios nacionais nos últimos quatro anos.

Além da prefeitura, a conferência contou com o apoio dos conselhos municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA) e da Educação (CME), de diversas entidades governamentais e do poder legislativo municipal. 

Para o prefeito Leonardo Oliveira, fomentar a leitura entre os estudantes e seus familiares é fundamental para o objetivo de oferecer uma educação pública de excelência. “Não temos poupado esforços ou criatividade. Nossos alunos correspondem a estas ações de forma muito positiva, dão testemunhos de que suas vidas mudam ao adquirir o hábito da leitura. São diversos novos e apaixonados leitores adquirindo esse hábito tão saudável todos os anos, pessoas que farão a diferença no Ipanguaçu do futuro. Todos os que compõem a rede municipal de educação estão de parabéns pelas conquistas alcançadas”, disse.


Confirmando as palavras do prefeito, a jovem aluna do 6º ano, Mércia Cristina Galvão, de apenas de 11 anos, afirma ser “apaixonada” pelos livros. “Eu e os outros alunos passamos a ter mais gosto pela leitura aqui na escola. Nós lemos por amor, por curiosidade e por carinho, pois a leitura é tudo em nossas vidas”, declara a estudante.

Ao final do evento, o prefeito Leonardo Oliveira, a secretária de Educação de Ipanguaçu, Jeane Dantas, a presidente do Conselho Municipal da Educação (CME) Mara Núbia de França, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA) Raquel Tavares, assinaram uma carta com sugestões de metas, apresentadas pelos alunos.

Prêmios

As ações de incentivo à leitura na rede municipal de ensino de Ipanguaçu se iniciaram no ano de 2009, por iniciativa do professor de português André Magri, da Escola Municipal Adalberto Nobre de Siqueira, da comunidade rural de Tabuleiro Alto, distante cerca de 20 quilômetros do centro de Ipanguaçu. Desde então, a escola já foi premiada por diversas vezes. Em 2010, com o projeto "Literatura de Terror: uma visita à elegante essência do medo", que conquistou o 1º lugar no prêmio Construindo a Nação, na categoria Ensino Fundamental. Em 2011, três prêmios: 1º lugar no Construindo a Nação, com o projeto "Identidade e Voz do Povo Nordestino na Literatura Regionalista"; Selo Escola Solidária e o 2º lugar no Prêmio Educador Nota 10, da Fundação Victor Civita, da Editora Abril.






População lota Estádio Municipal para rodada de abertura da Copa de Bairros e Comunidades de Ipanguaçu


 O Estádio Joacy Fonseca viveu dias de casa cheia neste final de semana da abertura dos jogos da 4ª edição da Copa dos Bairros e Comunidades de Futebol Amador. A já tradicional competição, que conta com mais de 350 atletas do município em 14 equipes, se estende até o dia 29 de dezembro. O evento é promovido pela Prefeitura de Ipanguaçu, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. 


Nos primeiros jogos, Lagoa de Pedra perdeu para Cuó/Luzeiro por 3 a 0; o América do Baldum venceu por 3 a 2 o BMR; a Seleção do Arapuá venceu por 4 a 1 a equipe de Capivara e o Grêmio superou o Cruzeiro do Itu por 3 a 1. 

“Neste final de semana o público confirmou nossas expectativas mais otimistas, lotando o estádio para as primeiras partidas. Até dezembro, além de promover a pratica de esporte, os jogos se constituirão em opção de lazer para as famílias ipanguaçuenses. Temos certeza que, assim como foi nos anos anteriores, a Copa será um sucesso”, diz. 

No próximo final de semana, no sábado, Brasas enfrenta Tabuleiro Alto, às 14:30 e UEI desafia Olho D’água, às 16 horas. Já no domingo (04), o público assiste América do Baldum x São Miguel (14:30) e BMR x Lagoa de Pedra (16 horas).

Dados recentes indicam 48 mortes em consequência do Sandy

A falta de energia, as inundações em alguns setores e a queda de árvores causaram os principais danos na área. Em dois dias de passagem do Furacão Sandy pela Costa Leste dos Estados Unidos, os dados ainda estão sendo levantados. Os números mais recentes indicam que 48 pessoas morreram em consequência do furacão, das quais 18 na região de Nova York. A falta de energia, as inundações em alguns setores e a queda de árvores causaram os principais danos na área.

"Foi uma tempestade devastadora, talvez a pior a que assistimos", disse o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg. O furacão segue dos Estados Unidos para o Canadá, depois de ter passado pelo Caribe, onde pelo menos 67 pessoas morreram.

O Hospital da Universidade de Nova York foi obrigado a transferir mais de 200 pacientes, inclusive bebês e crianças, devido à falta de energia e ao fato de o gerador não ter funcionado.


Por Renata Giraldi, Agência Brasil

Aneel admite falha humana em apagão no Norte e Nordeste


O diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Nelson Hubner, admitiu, nesta terça-feira (30), que houve falha humana no episódio da última sexta-feira, o apagão que deixou Estados da região Norte e Nordeste sem energia por mais de quatro horas.
“Não acredito que tenha sido intencional, mas houve falha humana”, disse. Segundo Hubner, essas falhas “não podem acontecer”. “Isso precisa ser corrigido. Houve falha na programação do equipamento. Temos que coibir que falhas como essas possam acontecer”, completou.

No RN, 700 policiais militares farão a segurança durante o Enem



A Polícia Militar no Rio Grande do Norte designou 700 homens para atuar, exclusivamente,
durante o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontecerá no sábado (3) e domingo (4). Os policiais militares irão realizar a escolta dos cadernos de questões, e fazer a segurança nos locais de prova. O Enem será aplicado em 35 cidades potiguares, sendo 8 na Grande Natal e 27 nas demais regiões do estado.
Nas 35 cidades do estado, onde terá o exame, as provas irão começar às 12h no horário local (13h no horário de Brasília). Os malotes com as questões já chegaram a Natal, mas o local onde foram guardados está sendo mantido em sigilo. Os exames foram enviados pelo Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação, responsável pela realização dos testes.
“Por questão de segurança, não posso informar o local onde as provas estão. O que posso garantir, é que chegaram ao RN sob a proteção do Exército Brasileiro. A PM irá fazer a escolta dos cadernos de provas, de Natal para o interior, e para a região metropolitana. Inclusive já traçamos as rotas. Tudo sob um forte esquema de segurança para evitar vazamentos, como já foram constatados em outras edições”, afirmou o Coronel Alarico Azevedo, representante do Nordeste junto ao Inep.