i

terça-feira, 28 de julho de 2009

PREFEITO DE IPANGUAÇU É INTERPELADO POR FALHAS NA SAÚDE;


O entendimento de que a realidade hoje vivida pelo aparato de saúde pública não se exibe de forma adequada motivou a representante do Ministério Público Estadual da comarca, em Ipanguaçu, Micaele Fortes Caddah, a expedir uma recomendação formal endereçada ao prefeito da cidade, Leonardo da Silva Oliveira (PT). O ato contém uma série de orientações que deverão ser seguidas pelo gestor público para modificar o cenário atual da prestação de serviços de saúde. Segunda matéria publicada na edição do ultimo sábado do Jornal do o Mossoroense, na medida a promotora de justiça fixou prazo de 40 dias para que o prefeito aloque a Secretaria de Saúde em local distinto do Centro de Saúde Tibúrcio Freire da Silveira e adquira equipamentos de proteção individual e fardamento para a equipe multiprofissional. Em igual prazo, o prefeito deverá substituir o mobiliário que apresenta oxidação e desgaste conforme constatado pela Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária (Suvisa), conforme relatório produzido pela entidade após a realização de vistoria técnica. Além de outras instruções que objetivam garantir a higienização do aparelho de saúde em Ipanguaçu, a promotora pública solicitou que o poder público apresente o projeto de reforma do local onde será instalada a secretaria ao setor de arquitetura da Suvisa para fins de análise e aprovação antes da execução das obras. Depois de deferido o projeto, o prefeito deverá dar início ao processo licitatório para implementar a obra, cujo início deverá ocorrer no prazo máximo de dois meses. Veiculada por meio do Diário Oficial do Estado (DOE), a recomendação já chegou ao conhecimento do prefeito Leonardo Oliveira. O documento apresentado pela promotoria expressa uma série de orientações, inclusive, que sejam regularizadas as contratações temporárias dos profissionais de saúde. Para tanto, o prefeito deverá encaminhar projeto de lei específico à Câmara Municipal, a fim de obter a prévia autorização à contratação emergencial e temporária dos recursos humanos, nos limites dos cargos previstos em lei, para o Centro de Saúde, por prazo máximo de seis meses, prorrogável até o final do ano. As admissões deverão ocorrer mediante processo seletivo simplificado de provas ou de títulos, exceto as contratações realizadas para atender diretamente as necessidades de calamidade pública. O edital de convocação de tal processo seletivo deverá ser publicado em 60 dias. Afora isso, a promotora recomendou que o prefeito remetesse ao Legislativo, em 20 dias, mensagem para a criação dos cargos efetivos necessários para regular a prestação de serviço de atendimento às urgências e emergências em atenção básica, durante todo o período de funcionamento das unidades básica de saúde, com a discriminação das funções inerentes aos mesmos, remuneração e limite de reserva de vagas destinadas a portadores de necessidades especiais. No mesmo prazo de 20 dias, o gestor municipal deve iniciar procedimento licitatório para contratação de empresa que conduzirá o concurso público para o preenchimento desses cargos a serem constituídos após aprovação da Câmara de Vereadores.


FONTE: O Mossoroense

INSCRIÇÕES PARA 2º FESTIVAL DA CANÇÃO E DA CULTURA POPULAR CONCLUI-SE ESTA SEMANA

; Realizadas em Assú por intermédio do Centro Escolar de Arte e Cultura (Cenec), vinculado à Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Lazer, as inscrições para o 2º Festival da Canção e da Cultura Popular, uma realização da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte, encerram-se na próxima sexta-feira, dia 31 de julho. Segundo a informação transmitida pelo diretor-geral do Cenec, Gilvan Lopes de Souza, os compositores locais e adjacências podem se dirigir à sede do órgão, localizada à Rua Monsenhor Júlio Alves Bezerra. Este ano, o certame cultural terá eliminatórias nos municípios Macau, Nova Cruz, Parnamirim e Pau dos Ferros, com a grande final sendo realizada em Natal. Haverá postos de inscrição em todas estas cidades. A inscrição ainda pode ser feita também pelo Correio. Gilvan Lopes declarou que quem possuir uma canção inédita em português, e residir no Rio Grande do Norte, pode participar em uma das duas modalidades de disputa: Estudante e Público em Geral. O diretor geral do Cenec informou que as canções inéditas serão selecionadas por um júri técnico. As 24 melhores de cada fase (12 em cada categoria) serão apresentadas no palco do Festival da Canção e da Cultura Potiguar. Os três compositores/intérpretes em cada categoria viajarão a capital do Estado para a finalíssima, previamente definida para o dia 10 de dezembro. Os estágios eliminatórios do Festival serão realizados entre agosto e novembro nas cidades de Parnamirim, Macau, Nova Cruz e Pau dos Ferros. De acordo com Gilvan Lopes, os três primeiros colocados em cada categoria receberão, respectivamente, os prêmios em dinheiro de R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil (na modalidade Estudante); e, R$ 4 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil (na modalidade Público em Geral). Os estabelecimentos escolares cujos alunos forem contemplados com as melhores músicas nas fases eliminatórias receberão um microcomputador com impressora.

SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE CONFIRMA PRIMEIROS CASOS DA GRIPE A NO INTERIOR

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebeu ontem a confirmação de mais oito casos de Influenza A no Rio Grande do Norte. Pelo menos dois destes encontram-se no interior do Estado, mais precisamente na cidade de Parnamirim. Até o momento, foram registrados 23 casos confirmados e 28 descartados, não havendo mais nenhum suspeito. Em entrevista coletiva realizada na Sesap, a coordenadora do Programa de Controle de Influenza A no Estado, Stella Leal, informou que dos oito novos casos confirmados apenas dois continuam apresentando sintomas da gripe A, mas seu processo de recuperação vai bem e eles se encontram em casa. Somente um paciente entre os novos casos confirmados precisou de internação no Hospital Giselda Trigueiro, mas teve alta logo no dia seguinte. Em pelo menos dois destes a manifestação inicial dos sintomas da Influenza A entre os oito casos recém-confirmados se deu no período de 11 a 20 de julho. Todos apresentaram tosse e febre e seis sofreram de dispnéia (falta de ar). Os Estados Unidos foi o país onde cinco dos casos contraíram a doença, se apresentando como a principal origem da contaminação. Quanto aos demais, um caso adquiriu o vírus após contato com uma pessoa que retornou desse país e dois casos estão sob investigação no que se refere ao local de contágio. Dos 23 casos confirmados, 19 residem em Natal, e dois, em Parnamirim. Os outros dois casos são turistas procedentes do Rio de Janeiro e Paraná. Quanto à faixa etária do total de confirmados, três apresentam menos de 15 anos, 15 deles encontram-se entre os 15 e 45 anos de idade e cinco possuem mais que 45 anos. Segundo a coordenadora do Programa de Controle de Influenza do RN, Stella Leal, “a população deve continuar tomando os devidos cuidados para evitar a contaminação pelo vírus H1N1, sobretudo no que se refere à etiqueta respiratória”. Mais detalhes sobre os números da nova gripe com informações de todo o país na participação da repórter Paula Carvalho direto de Brasília.

(REPORTAGEM – PAULA CARVALHO



FONTE: Princesa do Vale