i

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Cavalgada marca o domingo em homenagem a virgem de Lourdes

Vários cavaleiros seguiram na manhã deste domingo (03), com destino ao centro da cidade de Ipanguaçu, para participarem de mais uma edição da tradicional Cavalgada de Nossa Senhora de Lourdes que chega este ano a 3ª edição, a padroeira da cidade de Ipanguaçu. 

O grupo saiu da comunidade de Pedrinhas com destino ao parque de Vaquejada de João Bosco e em seguida participaram do almoço comunitário. O Pe. César fez a benção na matriz.

Veja as fotos (AQUI).

Tem inicio os noiteiros da Festa de Nossa Senhora de Lourdes

Ontem(02) teve inicio a Festa de Nossa Senhora de Lourdes 2013, com o tema “Maria, mulher de fé, vocacionada do pai”, centenas de fieis seguiram em uma procissão motorizada da cidade do Assú até o município onde teve início os festejos da padroeira. 


A celebração foi presidida pelo Pe. César Bessar, e contou com a presença de autoridades e a comunidade católica. A programação segue até o dia 11.

Veja as fotos (AQUI).

Águas do rio São Francisco chegam ao RN em 2015


rio 1
A Tribuna do Norte destaca que as águas da transposição do rio São Francisco vão chegar ao Rio Grande do Norte no final de 2015. Incluído no trecho 4 do projeto de integração do rio São Francisco com bacias hidrográficas do Nordeste Setentrional, o RN será um dos últimos Estados a receber os benefícios desta que é apontada como a obra mais cara e de maior importância dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O projeto executivo do canal que levará água para a bacia do rio Piranhas-Açu está em fase de conclusão e o edital para a obra, de custo estimado em R$ 1 bilhão, será lançado até maio.
As informações foram confirmadas pelo titular do Ministério da Integração Nacional (MI), Fernando Bezerra Coelho, durante visita aos canteiros de obra do Eixo Norte do projeto. Segundo Bezerra, as obras do trecho que vão levar água para os municípios potiguares serão iniciadas ainda este ano. “Vamos dar início ao canal que levará água a partir de São José de Piranhas/PB com destino ao Rio Grande do Norte no segundo semestre desse ano. O edital será lançado entre abril e maio”, destacou.
O dia exato do lançamento do edital será anunciado no próximo mês durante uma solenidade que deverá contar com a presença da presidenta Dilma Rousseff. “Haverá uma reunião do conselho deliberativo do Sudene [Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste] no RN e queremos fazer o anúncio nessa ocasião”, disse Fernando Bezerra. Durante a visita presidencial, a adutora do Alto Oeste será inaugurada.
O RN é um dos quatro estados que serão beneficiados com a transposição do rio São Francisco. Ceará, Pernambuco e Paraíba completam a lista. As obras do projeto estão divididas em dois eixos: Eixo Norte e Eixo Leste. Somados, os trechos terão mais de 500 quilômetros de extensão. Atualmente, 43% das obras estão executadas e empregam mais de quatro mil trabalhadores. A previsão do MI é a de empregar mais quatro mil pessoas nos próximos meses. Orçado inicialmente em menos de R$ 5 bilhões, o projeto sofreu um reajuste de 80% e hoje a obra não sai por menos de R$ 8,2 bilhões. Esse valor sofrerá novo reajuste no próximo mês.
O ministro ainda não sabe quem será o operador final do projeto. O MI está recebendo propostas de empresas que querem operacionalizar o sistema de distribuição da água do São Francisco e um relatório será apresentado até o início de março. Para receber a água do São Francisco, os estados precisam se preparar. A recuperação de açudes é uma necessidade primária. Segundo Fernando Bezerra, os açudes de Angicos, Pau dos Ferros, Santa Cruz e a barragem Armando Ribeiro Gonçalves serão recuperados ainda esse ano. Projetos de saneamento e esgotamento sanitário também devem existir e os estados precisam correr contra o tempo e solicitar projetos ao Governo Federal.

Assumir compromissos financeiros para amigos leva pessoas à lista do SPC


spc_71Os brasileiros ainda não aprenderam com o velho ditado popular — consagrado na música Faca que não corta, de Tião Carreiro e Pardinho — que diz: “Dinheiro emprestado é um grande perigo, a gente perde o dinheiro e também perde o amigo”. As sábias palavras ganham relevância quando se olha para as pesquisas que traçam o perfil dos inadimplentes no país. A camaradagem com familiares e conhecidos é o terceiro motivo que mais leva consumidores a ficarem com o nome sujo na praça, atrás apenas do descontrole de gastos e do desemprego. Na lista de favores, estão pegar empréstimo para pai, mãe, irmãos, primos e o amigo do peito, ceder a eles o cartão de crédito e ser fiador ou avalista de um contrato de aluguel e de um financiamento de carro.
“O problema é grande, e tende a se agravar nos próximos anos. Logo, nós veremos a inadimplência relacionada a relações familiares e de amizade ocupar o primeiro lugar na lista de devedores”, adverte o educador financeiro Reinaldo Domingos, presidente do Instituto DSOP. “Trata-se de um fato gravíssimo”, diz. Responsável pelas pesquisas que mostram o forte crescimento do calote causado por terceiros, Fernando Cosenza, diretor de Inovação e Sustentabilidade da Boa Vista Serviços, administradora do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), alerta que o hábito de emprestar o nome para empréstimos e financiamentos está arraigado à cultura nacional e não encontra paralelo em outros países, sobretudo nos de economia mais desenvolvida.

Número de jovens mortos em incêndio em Santa Maria sobe para 237


O número de mortos no incêndio na Boate Kiss, Santa Maria (RS), subiu para 237. Internado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Bruno Portella Fricks, 22 anos, teve a morte confirmada por volta das 22h de ontem (2).
Bruno foi a terceira vítima do incêndio a morrer em hospitais do Rio Grande do Sul. O restante das vítimas morreu na hora do incêndio. De acordo com a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul, 101 pacientes permanecem internados em cinco cidades gaúchas. A maior parte está em Porto Alegre, que concentra 50 pacientes, dos quais 30 em ventilação mecânica.
Há ainda 46 pacientes internados em Santa Maria (seis em ventilação mecânica), três em Canoas (dois em ventilação mecânica), um em Caxias do Sul e um em Ijuí, que estão sem ventilação.
De acordo com sobreviventes, o fogo foi provocado por artefatos pirotécnicos usados no palco da casa noturna durante apresentação da banda Gurizada Fandangueira. Em número de mortos, o incêndio na Boate Kiss foi o segundo pior da história do Brasil. Em 1961, um incêndio do Gran Circus Norte-Americano, em Niterói (RJ), resultou na morte de 500 pessoas.