i

domingo, 11 de outubro de 2009

Prefeito Leonardo doa terreno para a construção de um novo abatedouro público

Por todo o curso deste mês, a Prefeitura Municipal de Ipanguaçu estará definindo o imóvel no qual será construído o novo abatedouro público. A informação foi transmitida pelo prefeito da cidade, Leonardo da Silva Oliveira (PT), exultando com a confirmação de que o município disporá de recursos estaduais e federais para concretizar este investimento que ele considera "inadiável". O prefeito garantiu que é uma obra que será tratada como prioridade por sua administração.O prefeito ipanguaçuense registrou que a realização desta obra é fruto das gestões por ele empreendidas em sua última viagem de trabalho a Brasília.


O chefe do Executivo frisou que, entre toda uma série de ações prioritárias de sua administração, uma das principais é justamente a estruturação do novo abatedouro que substituirá o atual. Leonardo Oliveira reconheceu que a estrutura atual é inadequada e não atende aos padrões de fitossanidade.




O gestor municipal declarou que é justamente por fugir aos padrões recomendados pela área de vigilância sanitária que o abatedouro público de Ipanguaçu encontra-se oficialmente interditado. "A interdição do prédio do matadouro aconteceu porque ficou constatado que havia muita precariedade e risco iminente à saúde da população", atestou o primeiro mandatário. Sua expectativa é de que a construção do novo prédio comece ainda este ano.




Segundo a explicação do prefeito, o panorama de degradação do abatedouro atual é tão grande que desestimula até mesmo a realização de quaisquer benfeitorias. "O problema estrutural é muito grande e não vale a pena realizar investimentos naquele local que é totalmente impróprio", reiterou. Contou que a prefeitura investiu na reforma física do mercado público da cidade, obra iniciada na gestão antecessora, mas em relação ao abatedouro esta providência se revelou totalmente desnecessária.




Espaço




Leonardo Oliveira esclareceu que o futuro abatedouro terá que necessariamente se localizar noutro espaço. Alegou que a localização atual revela-se inviável porque se constitui numa área de risco de inundações durante os períodos de inverno mais intenso - como os que foram registrados em 2008 e este ano. Além disso, conforme o prefeito, o prédio atual está próximo de uma área residencial, o conjunto Presidente Lula, e para atender as recomendações sanitárias, terá que ter sua localização geográfica distanciada de núcleos habitacionais.




Fonte: com informação do O Mossoroense

O PREFEITO LEONARDO OLIVEIRA REINAUGURADO O ESTÁDIO JOACY FONSECA

Estádio Joacy Fonseca é reinaugurado, pela Prefeitura Municipal de Ipanguaçu, na gestão do Senhor Prefeito Leonardo Oliveira (PT) e a secretaria de Esporte e Lazer pelo secretario João Luiz Oliveira.



Na manhã de hoje, por volta das 08h00min deu inicio a solenidade de abertura do estádio. A solenidade foi aberta pela Professora e Secretaria de Educação Jeane Dantas, que disse, que o Objetivo do estádio é desenvolver o esporte como uma fonte de lazer para os desportistas da cidade.



Em seguida o ex. Prefeito de Ipanguaçu José de Deus pronunciou sobre a reinauguração do estádio, e relembrou que o estádio há mais de 8 anos não era utilizado, e que foi um dos primeiros a serem instalado no vale do Assú, e que dele saiu vários jogadores que se consagrarão no Rio Grande do Norte e no exterior, como por exemplo o ex. jogador Souza que jogou por muitos anos no America de Natal, e o jogador Zina que joga na seleção do México, entre outros, o ex. prefeito concluiu parabenizando o prefeito Leonardo pela a reinauguração.






O Prefeito Leonardo (PT), em seu discurso agradeceu a presença da comunidade, secretários, jogadores, e todas as autoridades presentes. E disse que o estádio é de todos, e que todos possam zelar por ele, e que com certeza dali sairão muitos jogadores profissionais. Em seguida o Secretário de Esporte e Lazer João Luiz de Oliveira deu por reinaugurado o Estádio Joacy Fonseca.







Foram 15 jogos envolvendo 15 equipes ( SUB 20, SEL de ARAPUA, PORTO, UEI, AMERICA DA PICADA, LINGUA DE VACA, B M R, GREMIO, AMERICA DO BALDUM, LUZEIRO, UBARANA, OLHO D’ÁGUA, ALECRIM, TIRA FOGO, ITU e SEL. PATAXÓ), em duas chaves, disputando jogos eliminatórios, sendo disputada a partida final entre os times de UEI e Olho D’água, sendo decidida a equipe campeã em disputa de pênalti, que segundo Leonardo foi uma forma justa já que todos jogaram bem.




Ao final o prefeito cumprimentou as equipes finalistas e desejou a todos, em nome da administração, um feliz campeonato.

Os jogos da 1ª COPA DE FUTEBOL AMADOR PREFEITO LEONARDO OLIVEIRA, vão de 11 de outubro a 23 de Dezembro dia da Emancipação Política de Ipanguaçu, os jogos aconteceram todos os finais de semana.


Texto/fotos: Keyson Cunha
Ipanguaçu News

Comitiva busca reinício da desobstrução do Pataxó

IPANGUAÇU - Pode estar mais próximo o recomeço das obras de engenharia que têm por finalidade desobstruir o leito do rio Pataxó.

Esta é a expectativa do prefeito de Ipanguaçu, Leonardo da Silva Oliveira (PT).

O chefe do Executivo capitaneou uma delegação da cidade que discutiu a obra, terça-feira última, em Natal, durante audiência com o vice-governador e secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Iberê Ferreira de Souza.

Juntamente com o gestor estiveram na conversa com Iberê Ferreira os integrantes da Comissão de Defesa Civil do município.

A audiência realizou-se a partir no gabinete do vice-governador. Na ótica de Leonardo Oliveira a análise do encontro é positiva.

O tema abordado foi essencialmente o reinício das obras de desassoreamento do rio Pataxó e a recuperação de uma das comportas d'água do açude público homônimo.

O prefeito aproveitou para reivindicar a restauração de várias estradas vicinais do município.

O prefeito tem insistido que a total desobstrução do leito do rio Pataxó se traduz numa obra inadiável.

Considera que o assoreamento do rio contribui enormemente para a rapidez do avanço das águas durante o período invernoso, acelerando o processo de inundação da cidade, fato que se registrou em grande escala no ano passado e se repetiu com igual intensidade neste ano, trazendo sérias consequências socioeconômicas para o município. "Se conseguirmos resolver o problema do rio Pataxó estaremos com toda certeza ajudando a diminuir a ameaça de enchentes em Ipanguaçu", disse.

Encaminhamentos

Depois do contato com o vice-governador, a delegação reuniu-se com membros da comissão técnica da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), oportunidade em que foi feita uma completa exposição do trabalho de visitação "in loco" feita pela Comissão de Defesa Civil em praticamente toda a extensão do rio Pataxó. A partir daí houve a constituição de um grupo de trabalho, composta por componentes da própria Semarh, Defesa Civil e a empresa que executa o serviço de desobstrução do leito. O grupo se reuniria ainda esta semana para definir um plano de trabalho e acompanhamento das ações.
fonte: O MOSSOROENSE