i

segunda-feira, 18 de junho de 2012

IFRN e Ufersa vão distribuir 1426 vagas pelo Sisu

Inscrições começaram hoje (18) e terminam dia 22 de junho.

Começa nesta segunda-feira (18), a nova edição do ano do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A primeira chamada será divulgada no dia 25 de junho e as inscrições terminam em 22 de junho.

No estado, a Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) estão com vagas disponíveis.

As duas universidades vão distribuir, ao todo, 1426 vagas para os estudantes no segundo semestre letivo. Na Ufersa, tem vagas para o campus de Mossoró, Angicos, Pau dos Ferros e Caraúbas. Já o IFRN só tem vagas disponíveis para o campus Natal-Central.

Para se inscrever no Sisu, o candidato deve ter feito a prova de 2011 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Para se inscrever, o aluno só precisa ter o número de inscrição no Enem 2011.

Nesses dias, o Ministério da Educação (Mec) vai divulgar a classificação parcial e a nota de corte dos candidatos. No site, o estudante vai saber quais serão as notas de cortes, as datas das chamadas, período de matrículas, resultado e lista de espera.

A Ufersa tem vagas disponíveis para os cursos de Administração, Agronomia, Biotecnologia, Ciências e Tecnologia, Ciências Contábeis, Computação e Informática, Direito, Ecologia, Engenharia Agrícola e Ambiental, Engenharia de Pesca, Engenharia Florestal, Medicina Veterinária, Sistema de Informação e Zootecnia. O IFRN tem para Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Comércio Exterior, Construção de Edifícios, Gestão Ambiental, Gestão Pública e Rede de Computadores.

As matrículas dos convocados serão entres os dias 10 e 11 de julho. O site do Sisu é http:// http://sisu.mec.gov.br.

Nominuto.com 

Leonardo (ficha limpa) vai disputar reeleição


Sem mácula no meio empresarial e administrativo, o prefeito de Ipanguaçu Leonardo Oliveira, vai disputar a reeleição.
É certo que disputará o pleito municipal com o arcaico, o passado de sem volta de uma administração voltada para interesses de alguns.
O que se sabe é que a oposição trama contra o prefeito Leonardo Oliveira, todos os possíveis e inimagináveis artifícios para derrotá-lo.
O prefeito Leonardo já realizou a sua convenção e basta a justiça eleitoral confirmar a sua candidatura, para que possa publicamente retratar o Ipanguaçu de ontem e de hoje.
A fragilidade da oposição consiste em vender um absolutismo barato, de quando a situação e o  dinheiro público era usado de forma escusa para acobertar erros primários que o fez inelegível.
Basta ver a atuação de Leonardo para comparar!
O sucesso do presente ou o desgoverno do passado.
José Regis de Souza

Fonte: Blog Registrando 

Leonardo participa de cavalgada em homenagem a Hélio Júnior

O prefeito Leonardo Oliveira esteve participando neste domingo(17) da 1ª Cavalgada em homenagem ao vaqueiro Hélio Junior. A cavalgada marca também o Dia Estadual do Vaqueiro, 18 de junho, data instituída pelo deputado George Soares em homenagem aos vaqueiros do estado.

A cavalgada saiu da Fazenda Hélio Santiago na comunidade de Baldum no município de Ipanguaçu, em direção ao Manoel Argemiro Park Center em Itajá, onde aconteceu a missa, muitas homenagens e um grande churrasco que contou com a participação de mais de 300 cavaleiros.
Fotos: Foco Coelho/De Olho no Assú  informações: Monaliza Tavares 

Golpe transforma concursos públicos em cabides de emprego

G1 – Passar em um concurso público não é fácil. E pode ficar praticamente impossível se as vagas já estão marcadas. O Fantástico mostra o golpe que transforma concursos em cabides de emprego. A fraude beneficia parentes e assessores de políticos em todo o país.
Dez milhões de brasileiros participam de concursos públicos a cada ano. E uma quantidade incalculável deles está sendo passada pra trás. Veja o que o Fantástico apurou: em todos os 26 estados do Brasil e no Distrito Federal, os ministérios públicos investigam algum tipo de fraude em concursos públicos.
É maracutaia em todo o país. Só na Bahia, por exemplo, foram 36 casos de irregularidades em concursos. Em Mato Grosso do Sul, as questões de um concurso foram copiadas de uma prova feita antes, no Pará. E, no Maranhão, um analfabeto foi aprovado graças ao esquema montado por um secretário municipal, parente dele.
Veja o que o ex-dono de uma empresa que fraudava concursos conta. Ele diz que agora se afastou dessa atividade:
Repórter: Qual era o perfil dos candidatos beneficiados aprovados fraudulentamente?
Ex-dono de empresa: Unicamente apadrinhados políticos da administração municipal.
A maior parte das fraudes acontece nos concursos municipais. Prefeitos e vereadores contratam uma empresa para organizar a prova e indicam os candidatos que eles querem ver aprovados.
“A esposa do prefeito passou em primeiro lugar, a secretária de educação passou em primeiro lugar no outro cargo, o secretário de administração passou em primeiro lugar em outro cargo”, conta uma mulher.

Convenção marca as candidaturas de Leonardo Oliveira e Josimar Lopes

Uma grande multidão prestigiou na noite do último sábado (16) a convenção que homologou as candidaturas de Leonardo Oliveira (PT) e Josimar Lopes (PSB) à prefeito e vice-prefeito de Ipanguaçu. O Clube Municipal foi pequeno diante de tanta gente.

Buscando sua reeleição, o prefeito Leonardo Oliveira demonstrou muita alegria durante o evento, que contou com as presenças da ex-governadora Wilma de Faria e do presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o deputado Ricardo Motta. A deputada federal Fátima Bezerra lamentou muito o fato de não poder comparecer, mas se fez representar por meio de assessores.

Em seu pronunciamento, o vereador Josimar Lopes afirmou estar muito feliz por ter sido escolhido, através de consenso, o vice de Leonardo, “um homem que vem trabalhando em todas as áreas”.

Já o prefeito, aproveitou para fazer um balanço de sua administração e fechou sua fala citando o hino nacional, dizendo “Um filho teu não foge à luta”, alusão ao fato de ser um legítimo ipanguaçuense.

Veja todas as fotos (AQUI)

Codern e Constremac lançam projeto para escolher melhores grafites associando o Terminal Marítimo à Copa do Mundo


Paineis_ornamentam_tapumes_da_obra_no_entorno_do_Porto_de_Natal_
NATAL - A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern) e a Constremac Construções, empresa responsável pela construção do Terminal Portuário de Passageiros de Natal, lançaram na terça-feira, 12, o projeto "O Graffitti na Capital da Copa".

A iniciativa, idealizada pela Codern, é resultado de uma parceria entre a Constremac e a Central Única das Favelas (Cufa), uma organização nacional que reúne jovens de diversas favelas do país em busca de espaço nas grandes cidades para expressarem suas aptidões artísticas.

Por meio dessa parceria, a Codern e a Constremac disponibilizarão160 metros quadrados do tapume no entorno da obra, situada no Largo da Rua Chile, para que grafiteiros potiguares expressem sua arte.

"A obra de construção do Terminal Marítimo é um marco para o setor de turismo do Rio Grande do Norte. Disponibilizar os tapumes para que os grafiteiros expressem a sua arte, associando o Terminal Marítimo à Copa do Mundo e aos pontos turísticos da cidade, é uma contribuição da Codern para o nosso setor artístico e cultural", resumiu o presidente da companhia, Pedro Terceiro de Melo.

Uma comissão formada por representantes da Codern, da Constremac e da Cufa visitou o local na terça-feira. Ao todo, dez artistas selecionados participaram da pintura do tapume nos dias 11 e 12. Os temas para os trabalhos foram "Copa do Mundo de 2014", "Pontos Turísticos" e "Centro Histórico de Natal".

Avaliada em R$ 49,3 milhões, a execução do Terminal Portuário de Passageiros de Natal integra o PAC da Copa do Mundo e conta com recursos federais. O projeto inclui um novo e moderno prédio com dois pavimentos, a ampliação do cais, a instalação de um dolfim de amarração, balcões de atendimento, escritórios de órgãos públicos (Anvisa, Polícia Federal e Juizado de Menores), ambulatório, administração, restaurante, salão de exposições e palco.

O Mossoroense