i

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Veja as fotos do "Dia D" do Novembro Azul no combate ao câncer de próstata


Durante todo o mês de novembro diversas ações estarão ocorrendo no município a fim de apoiar a causa na promoção de uma vida saudável e sem preconceitos na hora de exames. 


Em Ipanguaçu, o “Dia D” Novembro Azul, foi promovido nesta sexta-feira, dia 15 de novembro, no feriado da Proclamação Republica, durante toda a manhã no Centro de Saúde Tibúrcio Freire da Silveira, a realização do Dia D conquistou uma importante participação dos homens. A ação foi promovido pela Prefeitura de Ipanguaçu, através da Secretaria Municipal de Saúde. 

Vejas mais fotos (aqui). 

Inscrições para vestibular da UERN começam na segunda

As inscrições para o processo seletivo da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) serão abertas na próxima segunda-feira (18). Ao todo, estão sendo disponibilizadas 2.180 vagas inicias nos cursos de graduação. As provas serão realizadas nos dias 2 e 3 de fevereiro de 2014, em Mossoró, Assu, Pau dos Ferros, Patu, Natal e Caicó. 

Uma das novidades deste ano é a ampliação do número de vagas para o curso de Medicina, que sai de 26 para 60 vagas. Outra novidade é a reserva de vaga para pessoas com deficiência. 

A inscrição será realizada exclusivamente via internet, através do portal da UERN (www.uern.br) ou pela COMPERVE (www.uern.br/comperve). As inscrições terão início às 9h do dia 18 de novembro e irão até as 23h59 do dia 06 de dezembro de 2013.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 110,00. O candidato pagante, para confirmar sua inscrição, deverá realizar o pagamento da taxa exclusivamente por meio de boleto bancário, pagável nas agências bancárias e casas lotéricas. A UERN informa que o boleto gerado até o prazo final (23h59 do dia 06/12/2013) poderá ser pago até o dia 11 de dezembro de 2013.

A COMPERVE alerta que para ter acesso ao Formulário de Inscrição, o candidato deverá concordar com todas as informações constantes nas orientações e fornecer o número de seu CPF, condição exclusiva e obrigatória. É inaceitável o uso do número do CPF de terceiros.

O candidato identificado em sua ficha de inscrição como pertencente ao sistema de cota social e que declare ser pessoa com deficiência e/ou isento do pagamento da taxa de inscrição, integral ou parcial, ou ainda que solicitou atendimento especial, deverá obrigatoriamente entregar a documentação exigida no edital no período de 16 a 20 de dezembro de 2013, das 8h às 17h em um dos locais estipulados no Edital. A documentação exigida deverá ser entregue pessoalmente ou através de procuração.

O horário de realização das provas será das 13h30 às 17h30 (horário local oficial), acrescido de uma hora para o candidato com necessidade especial. O acesso ao local de realização das provas pelo candidato ocorrerá das 12h45 às 13h15.

Clique aqui e confira o edital do processo seletivo.
Tribuna do Norte

Instalações de energia eólica estão paradas no Rio Grande do Norte

usina eolica
Enquanto partes do Nordeste sofrem com quedas constantes no fornecimento de luz, instalações que poderiam gerar energia limpa estão paradas no Rio Grande de Norte. Investimento e trabalho jogados ao vento. João Câmara e Parazinho, no interior do estado nordestino, receberam 16 parques eólicos em janeiro, um sinal de novos tempos. Em um estado que vive a pior seca dos últimos 50 anos, não ficar tão dependente das hidrelétricas seria um alívio. Todas essas torres têm capacidade para gerar 460 megawatts por hora de energia limpa, o suficiente para atender uma cidade como Recife. “Você tem uma situação de ventos no Rio Grande do Norte que é ideal para a instalação de energia eólica e que, segundo os especialistas, é até melhor do que na Europa, por exemplo”, analisa o geógrafo Sérgio Malta.

Em uma subestação de uma das empresas, bastaria apertar um botão lá dentro para gerar energia o suficiente para abastecer uma cidade com até 500 mil habitantes. O problema é que essa geração ainda não tem como sair de onde estão. Faltam linhas de transmissão para levar a energia até o sistema interligado nacional. A rede de transmissão que deveria ter sido construída em janeiro deste ano e, agora, só deve ficar pronta em 2015. Só que as obras nem começaram e a Companhia Hidrelétrica do São Francisco, responsável pelas linhas, nem quis comentar.

Enquanto isso, as indústrias da região sofrem. “No mínimo uma ou duas vezes por semana tem uma queda de energia. Mesmo que seja meia hora, uma hora, eu tenho esse problema uma vez por semana”, relata o empresário Luiz Inaldo Júnior. Em uma indústria de congelados, quatro geradores ajudam a suprir as falhas no fornecimento de energia. “Você não pode, de maneira nenhuma, trabalhar no limite de energia, porque congelado é complicado. Se faltar energia, acabou. Eu tenho que usar os geradores para auxiliar, se não eu corro risco até de perder os produtos”, conta o também empresário Antônio Jales.