i

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Prefeitura de Ipanguaçu capacita agentes de Saúde para o combate à Hanseníase

Agentes comunitários de saúde e enfermeiros de Ipanguaçu participaram durante toda a manhã de hoje (25) de capacitação para a prevenção da hanseníase no município, grave e contagiosa doença degenerativa. A formação foi ministrada no Teatro Municipal Maria Eugênia Montenegro por técnicos da II Unidade Regional de Saúde Pública.

Também conhecida como a mais antiga doença do mundo, a hanseníase afeta a humanidade há pelo menos 4 mil anos. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, ela afeta pelo menos um em cada mil habitantes, o que o coloca como um dos países mais afetados pela enfermidade no mundo. Segundo a enfermeira Aline Gomes, Ipanguaçu dispõe de um plano municipal específico para a prevenção da Hanseníase.

“O plano municipal foi elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde de Ipanguaçu. Essa capacitação é o primeiro passo para o combate. A qualificação de todos os nossos profissionais de saúde é necessária para que sejam identificados os sintomas. Os casos suspeitos são encaminhados para exames e, se necessário, os pacientes recebem o tratamento adequado, bem como passam por uma reabilitação”, explica a enfermeira.

A precocidade do diagnóstico é fundamental para o sucesso do tratamento. Quanto antes a hanseníase for diagnosticada, maiores as chances de cura. Por isso, os agentes de saúde de Ipanguaçu realizam visitas diárias, tanto na zona urbana quanto na rural.

Informar a população também faz parte do Plano de Mobilização para Prevenção da Hanseníase de Ipanguaçu. Os profissionais da saúde informam sobre a doença, esclarecem dúvidas e sensibilizam a população sobre a gravidade do problema. “Nossa meta é capacitar todos os profissionais de saúde do nosso município no combate não só a essa doença tão terrível, mas também em relação a várias outras. A saúde da nossa população é uma prioridade”, afirma o prefeito Leonardo Oliveira.

Até o momento, há em Ipanguaçu, município de aproximadamente 13,9 mil habitantes, apenas um caso diagnosticado de hanseníase. O paciente encontra-se em tratamento.

Ipanguaçu: má conservação da Rodovia RN-118 é alvo de investigação

O Ministério Público de Ipanguaçu instaurou Inquérito Civil com o objetivo de investigar as razões pelas quais a rodovia de acesso ao Município (RN-118) encontra-se sem conservação e sinalização adequadas.

Imagem retirada da internet. Meramente ilustrativa. 
A situação em que se encontra a Rodovia RN-118 e que dá acesso ao Município de Ipanguaçu a partir da BR 304, foi verificada pelo Promotor Mac Lennon Lira dos Santos Leite que realizou visita no local e constatou que a rodovia está repleta de buracos, com parte do acostamento gasto e invadido por vegetação e com boa parte sem sinalização vertical ou horizontal, inclusive em lombadas, colocando em risco a vida, a segurança e o patrimônio de pedestres e de condutores e passageiros de veículos.

O Inquérito requisita que seja expedido ofício ao Diretor-Geral do Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte, para que ele informe, no prazo de dez dias úteis, os motivos pelos quais a Rodovia RN-118 se encontra sem a necessária conservação e sinalização, e quais as medidas que o órgão irá adotar, e em que prazo, visando à solução dos problemas noticiados.

por Assessoria de Imprensa do MPRN

Onda de greves: 12 categorias param até a próxima semana

Os servidores das Centrais do Cidadão foram os que cruzaram os braços ontem em vários pontos de Natal
Natal está à beira do caos com a deficiência do serviço público ocasionada pela onda de greves que foram deflagradas na última semana. Ontem, funcionários de quatro Centrais do Cidadão se somaram a outras 11 categorias que estão de braços cruzados ou prestes a fazer isso: motoristas de ônibus, policiais civis, professores, funcionários do Detran, Idema, Emater e Tributação, além dos servidores da Procuradoria Geral do Estado (PGE), os médicos da rede estadual e os técnicos do Idiarn (fiscalização agropecuária), que também prometeram paralisar suas atividades.



Coordenador da Central do Cidadão do Praia Shopping, Aurélio Marques explica suspensão dos serviços aos usuários. Foto: Carlos Santos/DN/D.A Press.

Está programada para hoje, no largo do Machadinho, um evento que reunirá centenas de grevistas e setores profissionais com indicativo de greve para os próximos dias. Todos vão seguir rumo à Governadoria pedir o atendimento de suas reivindicações. Como a maior parte das categorias pertence ao serviço público estadual, a demanda recai sobre a governadora Rosalba Ciarlini (DEM), que reuniu todos os secretários na segunda-feira passada e ordenou corte brusco de despesas. Os motoristas e cobradores de ônibus, no entanto, são responsabilidade do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Natal (Seturn).

Não será fácil solucionar todos os problemas. Nas Centrais do Cidadão, por exemplo, se reúnem funcionários contratados e servidores efetivos de diversas secretarias. Eles paralisaram as atividades ontem nas Centrais do Via Direta, Praia Shopping, Zona Norte e Alecrim. "Reivindicamos o pagamento das gratificações, que estão atrasadas desde janeiro. 99% dos funcionários só trabalham nas Centrais do Cidadão por causa das gratificações", explicou Luiz Moura, que integra a comissão que coordena a greve.

As gratificações variam entre R$ 450 e R$ 1.200, além do salário base dos servidores. "Além disso, falta material diário e de limpeza. Tem dias que fazemos cota para comprar água e café", declarou Maria Lima, outra servidora insatisfeita. "As gratificações são um incentivo, mas se o funcionário está insatisfeito, que retorne à sua categoria de origem. Sou absolutamente contrário à greve", disse Aurélio Marques, gerente da Central do Cidadão Praia Shopping. Com a redução dos serviços, quem se prejudica é a população. "Na minha opinião, quem quer fazer reivindicação, que o faça, mas sem prejudicar os usuários", protestou o prestador de serviços terceirizados João Batista de Paiva. 


Por Sérgio Henrique Santos // Diário de Natal 

MTE lança novo Portal de Emprego

portalO Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) lançou um novo Portal de Emprego, chamado “Portal MTE Mais Emprego”. O Portal (maisemprego.mte.gov.br) foi criado pelo MTE, com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), e visa aproximar as políticas públicas de emprego à sociedade brasileira, por meio da web, modernizando serviços e proporcionando agilidade, independência e transparência na execução das ações de emprego.
Por meio do Portal, o trabalhador irá acessar as informações de Seguro-Desemprego, realizar cadastro no Sistema Nacional de Emprego - SINE, participar do processo de intermediação, imprimir currículo (que é gerado automaticamente a partir das informações do cadastro), verificar vagas e candidatar-se ao processo de seleção, obter informações do abono salarial consultar as vagas disponíveis de emprego e de cursos de qualificação profissional. 
O Portal também é voltado para o empregador, que poderá enviar os requerimentos de Seguro-Desemprego pela internet, anunciar gratuitamente as vagas de empregos, verificar currículos, convocar trabalhadores inscritos no Sistema Nacional de Emprego – SINE, registrar o resultado da seleção, acompanhar o processo de intermediação, enviar demandas de cursos de qualificação profissional, dentre outros.
Para se inscrever, deve-se acessar o Portal Mais Emprego pela internet, no endereço eletrônico maisemprego.mte.gov.br. Depois disso, é possível ter acesso às vagas ofertadas pelos empregadores, segundo o perfil nacional, disponíveis nas agências do Sistema Nacional de Emprego – SINE. 
Até o final de 2011, o Portal estará implantado em todo o País. Em 2010, o SINE encaminhou mais de 7 milhões de trabalhadores a vagas de emprego, por meio de suas 1.395 agências, localizadas em todo o Brasil, e promoveu a colocação de mais de 1 milhão e 200 mil trabalhadores no mercado de trabalho.
Com informações da assessoria de imprensa da Sethas (Prefeitura do Natal).
O Mossoroense

Nova reitora da UFRN toma posse em Brasília

Prometendo trabalhar para ampliar a oferta de vagas em áreas estratégicas e democratizar o acesso dos alunos à Universidade Federal do Rio Grande do Norte, tomou posse, ontem - em solenidade realizada no Ministério da Educação, em Brasília - a nova reitora da UFRN, a professora Ângela Maria Paiva Cruz. Primeira mulher a ocupar esse cargo na universidade federal potiguar, ela foi vice-reitora do último mandato do reitor José Ivonildo do Rêgo, também presente ao ato.

Nicolas GomesPosse da nova reitora foi realizada ontem, em solenidade no Ministério da Educação, em BrasíliaPosse da nova reitora foi realizada ontem, em solenidade no Ministério da Educação, em Brasília
Em seu discurso de despedida do cargo, Ivonildo Rêgo lembrou que, quando foi empossado no cargo de reitor, em 1995, a UFRN oferecia à comunidade apenas 13 cursos de mestrados e dois de doutorado. Esses números cresceram para 52 e 30, respectivamente. Segundo ele, também aumentou o número de professores da instituição com título de doutorado: passou de 230 para 1.300. Ivonildo comparou também o número de alunos matriculados na UFRN: em 1995 eram 12 mil; agora são 36 mil.

O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, - que participou da solenidade ao lado de autoridades como os deputados federais Fátima Bezerra (PT-RN) e Rogério Marinho (PSDB-RN) – confessou sentir orgulho pelo fato de o reitor Ivonildo Rêgo ter sido tão bem sucedido em sua gestão que tornou-se uma unanimidade. Graibaldi também agradeceu ao ministra da Educação, Fernando Haddad, pelo apoio que sempre dispensou ao Rio Grande do Norte.

“O reitor Ivonildo Rêgo realizou uma obra ciclópica. Não sei se ele fez mais para a pesquisa, a extensão ou o ensino. O fato é que ele foi magnífico. E nem estou falando isso por causa do tratamento que deve ser dispensado a um reitor. Tenho a confiança de que a reitora Ângela Cruz vai continuar essa obra e vai saber conduzir a UFRN ao destino que essa universidade merece”, declarou o ministro potiguar da Previdência Social.

Por sua vez, o ministro anfitrião, Fernando Haddad, da Educação - depois de iniciar seu pronunciamento agradecendo ao colega de ministério, Garibaldi, pelo apoio que deu, enquanto senador, a projetos de interesse da educação brasileira – engrossou o coro de reconhecimento aos serviços prestados por Ivonildo Rêgo ao ensino superior do país. “O reitor Ivonildo é um educador na dimensão que a palavra tem”.

O ministro Fernando Haddad também expressou sua confiança de que a educação do Rio Grande do Norte vai prosperar e que a UFRN vai se fortalecer ainda mais na gestão da reitora empossada Ângela Cruz. A nova reitora venceu as eleições para o cargo nos três segmentos da comunidade universitária: professores, alunos e servidores técnico-administrativos. A vice-reitora eleita, Maria de Fátima Freire de Melo Ximenes, também participou da posse. Também esteve presente o diretor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, professor Belchior de Oliveira Rocha.

Fonte: Tribuna do Norte