i

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Termina hoje prazo para inscrição no Enem

Enem
Brasília - O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) espera para hoje (10) – último dia de prazo – um grande número de inscrições no Exame Nacional do Ensime Médio (Enem). Muitos estudantes devem acessar o site www.inep.gov.br, que suporta até 300 conexões simultâneas. O prazo se encerra às 23h59, e o processo é todo feito pela internet. Até o fim da tarde de ontem (9), o número de candidatos chegava a quase 5 milhões.
As provas serão aplicadas nos dias 23 e 24 de outubro e, para fazer o exame, é necessário o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 35. Apenas alunos que cursam o 3° ano em escola pública estão isentos da taxa.
A participação no Enem é pré-requisito para os estudantes interessados em bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni). Quem faz a prova também pode disputar vagas em instituições públicas de ensino superior de todo o país ao se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).
Fonte: Agência Brasil

Prefeitura de Ipanguaçu realiza ações de conscientização alusivas ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

Mais de 1500 crianças e adolescentes de Ipanguaçu, município com cerca de 13,9 mil habitantes, são atendidos por ações sociais que combatem o trabalho infantil. E na manhã desta sexta-feira (12), de forma a conscientizar a população a se engajar nessa luta, a Prefeitura de Ipanguaçu realizou diversas atividades, por toda a cidade, através da Secretaria de Assistência Social, e em parceria com o CRAS, PETI, Conselho Tutelar, Comissão Selo Unicef 2009/2011. Essas ações integram a campanha “Trabalho Infantil – Deixar de Estudar é um dos Riscos”, em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, comemorado no próximo domingo (12).

Segundo dados da Prefeitura, os projetos Ação Criança, Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), ProJovem Adolescente, Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC), Escolinha Cidadã e Banda Filarmônica atendem hoje mais 1.500 crianças e adolescentes, promovendo a inclusão social, fortalecer o desempenho escolar dos beneficiários e afastando-os das ruas e do trabalho infantil.

Para o prefeito Leonardo Oliveira, os resultados já alcançados com todas essas iniciativas são uma contribuição para um futuro melhor do município. “A Prefeitura atende atualmente mais de 1,5 mil crianças e adolescentes com projetos que buscam assegurar os direitos que lhes são assegurados na Constituição. Lugar de criança é na escola, não trabalhando” afirmou.

De acordo com a coordenadora municipal da comissão pró-selo UNICEF, Luciene Varela, uma nação responsável deve garantir que as crianças tenham oportunidade de estudar, brincar, ou seja, desfrutar desde a infância os seus direitos como ser humano.

A Vereadora Thalita Cosme, frisa que campanhas como esta nunca são de mais, e que é preciso avançar nesta questão porque “é fundamental ações praticas como a que à prefeitura desenvolve, com projetos que atendam diretamente o público que esteja em risco social”, diz Thalita.  


A campanha se iniciou na última quinta-feira (09). Por todo o município aconteceram ações de conscientização, tais como palestras; teatro de fantoches; visitas do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do Conselho Tutelar; apresentações culturais, entre outras ações nas escolas, instituições públicas, e em programas e projetos de assistência social desenvolvidos na cidade.

Veja fotos no link abaixo.

Justiça manda reduzir salário de senador paraibano já no RN, Agripino continua recebendo vencimentos de governador

O senador Cícero de Lucena Filho (PSDB-PB), 53, teve o salário reduzido em cerca de R$ 18 mil por decisão da Justiça. O tucano recebia cerca de R$ 45 mil por mês, acumulando o salário de R$ 26.723 do Senado e uma pensão de R$ 18.371 concedida aos ex-governadores da Paraíba. Agora, de acordo com a decisão da Justiça Federal na Paraíba, o senador só receberá do Senado a diferença entre sua aposentadoria e o teto constitucional, que estabelece um pagamento máximo de R$ 26.723,13. Assim, o Senado passará a pagar por mês, ao tucano, R$ 8.351,69.


A decisão atendeu a um pedido de liminar do Ministério Público Federal, que abriu uma ação contra Lucena e outros três ex-governadores por acúmulo de aposentadorias com o salário de congressista. A assessoria do senador afirmou que os advogados do senador estão esperando a ação ser julgada para analisar se ele vai recorrer. No Rio Grande do Norte o senador José Agripino continua a receber normalmente vencimentos referentes a aposentadoria de ex-governador. Aqui, o Ministério Público ainda não se pronunciou sobre a aposentadoria de Agripino, como tem ocorrido em outros Estados.
 Fonte: Publicado por Robson Pires