i

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

JAIRES AZEVEDO ASSUME SECRETARIA DE AGRICULTURA DE IPANGUAÇU


Dentro da reforma administrativa que está sendo implementada na gestão do prefeito Leonardo Oliveira (PT), no município de Ipanguaçu, já começa também as articulações políticas visando o próximo pleito municipal dentro do seu primeiro escalão de governo. Essa semana tomou posse na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do município, o vereador Jaires Azevedo dos Santos (Gordo do Baldum), que se licencia da câmara de vereadores, abrindo espaço para o suplente João Batista Pinheiro Lopes (Mitota) assuma uma cadeira. O vereador Jaires Azevedo (Gordo), agora secretário, falou sobre sua nova função a serviço do povo de Ipanguassu dizendo que aceitou o convite porque acredita no trabalho que vem sendo realizado sob o comando do prefeito Leonardo.

Fonte: Redação da Rádio Princesa do Vale Foto: Keyson Cunha

VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS PREOCUPA CONSELHO TUTELAR DE IPANGUAÇÚ

Foi nas escolas localizadas no município de Ipanguaçú, que surgiu o maior numero de casos registrados no âmbito do Conselho Tutelar, quanto a algum tipo de violência, ou, ao não cumprimento dos Direitos da Criança e do Adolescente no ano de 2010.

A informação foi apresentada pelo coordenador municipal do conselho, conselheiro Eduardo Varela, que disse que foi elaborado um relatório pelo conselho, documento esse já foi entregue ao setor social do município. George Varela, conta que o referido relatório foi passado aos representes públicos no dia 31 de dezembro de 2010, e contem informações que podem ser usados pelos setores competentes na criação de políticas públicas que resolvam a situação. No relatório segundo o conselheiro, tem os registros de todos os casos, que alem da violência nas escolas, incluem também; Pensão Alimentícia, Pedidos de Guarda, Abuso Sexual, Maus Tratos, frequencia Escolar, Difamação, Racismo, entre outros.
 
 
 

COMUNICADO


Comunicamos que nesta quinta - feira dia 06/01/2011 às 14:00hs, será realizada uma reunião na Escola Municipal Francisca Neide na comunidade de Arapuá,onde acontecerá a discursão sobre a formação do Conselho Municipal de Segurança Pública na comunidade.

Está reunião contará com a presença do Tenente Cel. Leão e os demais representantes do curso de capacitação comunitária

Agradece: Wigna Lopes
*Com informações do Anjo Voador 

Prefeitura de Mossoró lança concurso com 177 vagas para níveis médio e superior

Do CorreioWeb

A Prefeitura Municipal de Mossoró, no estado do Rio Grande do Norte, lançou novo concurso público com oferta de 177 vagas para níveis médio e superior. As remunerações variam de R$ 644 a R$ 1.277. A Fundação João do Vale é a responsável pela organização do certame.

A maioria das oportunidades oferecidas são para o cargo de médico nas especialidades de Anatomopatologia, Clínica, Anestesiologia, Angiologia, Cirurgia Geral, Dermatologia, Endocrinologia, Gastroenterologia, Obstetrícia, Hematologia, Infectologia, Mastologia, Neurologia, Neuropediatria, Oftalmologia e Ortopedia, entre outros.

Existem ainda vagas para os cargos de agente comunitário de saúde, auxiliar de consultório dentário, agente de endemias, técnico de laboratório, auxiliar de Enfermagem, técnico de Enfermagem, fiscal de controle ambiental e urbanístico e engenheiro de segurança do trabalho.

Quem quiser participar do concurso pode fazer sua inscrições pelo site www.fundacaojoaodovale.com.br, no período de 20 de janeiro a 2 de fevereiro. A taxa de inscrição para os cargos de nível médio é de R$ 30 e de R$ 50 para os cargos de nível superior. As provas objetivas serão aplicadas no dia 13 de março.

Corte de verba ameaça implantação no RN

Assú é um dos sete municípios do Rio Grande do Norte que devem receber, até o final deste ano, o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) do Governo Federal. Santa Cruz, Nova Cruz, Passa e Fica, Parnamirim, Lagoa d'Anta e Extremoz também esperam pelo serviço, que será oferecido à população pelo preço simbólico de R$ 35,00.

Ontem, o presidente e diretor de Relações com Investidores da Telebrás, Rogério Santanna, anunciou que a verba que será destinada para a implantação do serviço foi reduzida em quase 50%. A expectativa do presidente era de contar R$ 1 bilhão, porém a estatal só terá R$ 589 milhões para implantar o PNBL e conectar 1.173 cidades à grande rede. 

Os recursos correspondem aos R$ 316 bilhões em créditos extraordinários do Poder Executivo, previstos para 2010 e empenhados no final de dezembro, somados aos R$ 273 milhões em aporte de capital previsto para 2011.

A previsão era que, em 2010, seriam liberados R$ 600 milhões, e em 2011 mais R$ 400 milhões. A diminuição dos recursos, no entanto, não tirou o otimismo de Rogério Santanna. "Ainda não fiz o ajuste fino [para avaliar se será possível implantar o PNBL com R$ 589 milhões, em vez de R$ 1 bilhão previstos]. Mas acredito que isso nos dará liberdade para fazer os contratos, já que os editais acabaram resultando em preços menores do que o que esperávamos. Por isso, é, sim, possível", disse Santanna, após reunir-se com o novo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

Segundo ele, a reunião foi destinada à apresentação de uma "radiografia" da estatal. "Ele [Paulo Bernardo] enfatizou a importância do PNBL e disse que essa será uma questão central para o Governo, conforme já afirmou em outras oportunidades", disse Santanna.

Segundo o presidente da estatal, todas as pendências jurídicas que suspendiam os editais já foram resolvidas. Com isso, o cronograma do governo, que já havia adiado para abril o início da implantação do PNBL nas 100 primeiras cidades, está mantido.
 
Rio Grande do Norte é um dos que têm maior número de cidades
O Rio Grande do Norte ficou entre os Estados com maior número de cidades contempladas na primeira fase do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), ao lado do Espírito Santo, Paraíba e São Paulo, cada um com sete cidades, atrás apenas de Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que terão o serviço em oito municípios, cada. 

Pela lista apresentada no final de setembro de 2010, o Nordeste aparece como a região com maior número de municípios atendidos. Serão 58, contra 30 do Sudeste. A Telebrás levou em conta municípios com menor densidade de banda larga, menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), com programas de inclusão social e distribuição por Estado.

A estimativa do Governo é oferecer o serviço de banda larga por, no máximo, R$ 35,00 mês. A Telebrás será a gestora do Programa Nacional de Banda Larga, mas, ao mesmo tempo, concorrente de outras operadoras privadas como Telefônica, GVT, NET e Oi. Ela vai utilizar a malha de fibras óticas de 16 mil quilômetros de extensão, já implantada nas torres da Eletrobrás (da qual é administradora) e pertencente à falida Eletronet.

A velocidade anunciada pelo Plano Nacional de Banda Larga é de 512Kbps (kilobit por segundo), mas o presidente da Telebrás, Rogério Santanna, espera começar com 1Mbps (megabit por segundo).

Fonte? Jornal de Fato

Indústrias têxteis do RN acertam compra de algodão do Vale

As empresas Coteminas e Vicunha, duas das gigantes têxteis do Brasil, instaladas no Rio Grande do Norte, sinalizaram interesse em adquirir toda a produção de algodão do Vale do Açu, decorrente do projeto de revitalização da cotonicultura, assistido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA - algodão).

O encontro, ocorrido no último dia 4, na Casa da Indústria, sede da instituição, em Natal, foi articulado pela coordenação do Arranjo Produtivo Local (APL) do Algodão, na instância da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), e objetivou discutir com empresários do ramo têxtil potiguar perspectiva de mercado para a referida produção. O contato com os empresários foi um dos encaminhamentos do 1° Seminário de Safra ocorrido dia 25 de novembro de 2010, em Assú.

O secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, Paulo César de Brito, participou do compromisso ao lado do presidente da Cooperativa Agropecuária do Vale do Açu (COAPERVAL), João Gregório Júnior. Paulo Brito adiantou que, na oportunidade, dirigentes de grandes grupos têxteis instalados no Estado, dentre os quais Coteminas e Vicunha, sinalizaram favoravelmente à compra da produção algodoeira. 

Ficou agendado um novo encontro para o próximo dia 20, novamente na sede da Federação. Nessa ocasião, deverá avançar o diálogo em torno da celebração de contrato com este fim, envolvendo empresários e a Cooperativa.

PROJEÇÕES
 
Para Paulo Brito, a expectativa é que o projeto de revitalização do algodão - que será executado em região de sequeiro do município - possa apresentar uma produção de 350 quilos por hectare, numa área cultivada de 350 hectares. Otimista, o prefeito Ivan Lopes Júnior disse que sua administração aposta no êxito da empreitada. "No passado, o algodão foi um importante mecanismo indutor da economia local e regional, além de gerar emprego e ocupação, e é possível que essa realidade volte a acontecer", observou.

Fonte: Jornal de Fato