i

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Assú Open começa hoje, reunindo elite do futsal nordestino

Começa nesta segunda-feira (05), às 19 horas, a segunda edição do Assú Open de Futsal. Apesar de jovem, o evento é encarado desde o seu início, em dezembro de 2010, como um importante ponto de encontro dos principais atletas nordestinos da modalidade. Não é para menos: a disputa, sediada no Ginásio Deputado Arnóbio Abreu, no município de Assú, vai distribuir mais de R$ 15 mil em prêmios. O campeão leva R$ 5 mil em dinheiro, mais uma moto de 150cc da Shineray, também no valor de R$ 5 mil.

Serão 11 dias seguidos de bola rolando e, se repetir o feliz desempenho do ano anterior, 11 dias de casa cheia. Isso é possível pela união de dois fatores: o primeiro é que o povo do Vale do Açu é, historicamente, apaixonado por futsal. O segundo é que o Assú Open acontece justamente quando se encerra o calendário de competições chanceladas pela Confederação Brasileira de Futsal e pelas federações de futsal, o que garante a participação dos craques.

A primeira rodada será aberta com grande rivalidade em quadra: campeã do Assú Open de 2010, a Seleção da Várzea enfrenta o Cruzeiro de Assú, time que eliminou na semifinal do ano passado. Os outros jogos da rodada são: Macau x Baixada e Prisiaca/Cal Mossoró x América/UEI de Ipanguaçu.  Os dois últimos jogos serão transmitidos pela equipe 1480 da Super Rádio Princesa do Vale.

Equipes reforçadas

Campeã da primeira edição do Assú Open, a Seleção da Várzea era formada pelos atletas que por muitos anos integraram o vitorioso time do ABC/Art&C, campeão da Liga Nordeste, hexa do Potiguar e vice da Taça Brasil. Este ano, mantendo a tradição de inscrever grupos fortes e entrosados, a equipe é formada pelos atletas do Fortaleza.

O vice-campeão, Macau, também aposta em repetir a fórmula do ano anterior e volta a contratar craques de Pernambuco.

Já o tradicional Cruzeiro, de Assú, que acabou de conquistar o terceiro lugar na Taça Brasil da 1ª Divisão e obteve a mesma colocação no Campeonato do Nordeste, reforça sua base com jogadores do Horizonte/CE, campeão do Nordeste e vice da Taça Brasil.

Para não ficar em desvantagem, o Mulungú, de Pendências, armou uma verdadeira seleção paraibana, com grandes craques do estado vizinho.

A camisa do Prisiaca será vestida pelos campeões do Rio Grande do Norte, jogadores do Alecrim de Serra de São Bento.

As outras equipes apostaram nos talentos locais, e prometem fazer frente às equipes de maior investimento.

E aí? Você arrisca um palpite? A única opinião que eu emito agora sobre o Assú Open, é que não dá para ficar de fora. Vá ao ginásio, escolha uma equipe para torcer e desfrute desse importante momento no calendário esportivo assuense. 

- Por Rodrigo Medeiros

Moradores escolhem nome de praça pública

Os moradores do Bairro Olho D’água foram às urnas ontem (04) para sugerir o nome que dará a praça pública da comunidade, qualquer pessoa maior de 16 anos estava apto a votar, a praça será inaugurada no dia 17 deste mês.

A eleição contou com mais de 100 votos, e teve como homenageada e eleita Francisca Sobrinha da Fonseca com 53 votos.

Mais ainda registram votos em homenagem a Nossa Senhora da Saúde com 45 votos e Edgar Frutuoso com 33 votos. O importante foi à participação da comunidade na decisão.





Morte do imperador dom Pedro II completa 120 anos

 
Completam-se hoje (5) 120 anos da morte do imperador dom Pedro II, o governante que ficou mais tempo à frente do Estado brasileiro em toda a história do país. O aniversário da morte do monarca foi lembrado nesse domingo (4) em uma missa na Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, que tem ligação histórica com a família imperial brasileira desde o século 19.

Segundo o historiador Bruno de Cerqueira, do Instituto Dona Isabel I, de preservação da memória ligada à família Orleans e Bragança, dom Pedro II foi figura central para a manutenção da unidade territorial brasileira.
Nos dez anos em que o Brasil ficou sob o governo de regentes, ocorreram inúmeras revoltas, como a Balaiada e a Guerra dos Farrapos, que queria a independência do Rio Grande do Sul. Dom Pedro II foi coroado em 1841, com 15 anos de idade.

Segundo Bruno de Cerqueira, o monarca instaurou o parlamentarismo no Brasil em 1847, ao abdicar de parte das atribuições governamentais em favor de um presidente do Conselho de Ministros, uma espécie de primeiro-ministro.

No período em que dom Pedro II era imperador também ocorreram a Guerra do Paraguai, que se arrastou de 1864 a 1870, e a abolição da escravatura no país, em 1888. Dom Pedro foi retirado do poder por um golpe militar liderado pelo marechal Deodoro da Fonseca, que instaurou a República em 15 de novembro de 1889. Já bastante debilitado pelo diabetes, dom Pedro II morreu dois anos depois, em 5 de dezembro de 1891, no exílio, em Paris, na França, vítima de pneumonia.

- Publicado por Robson Pires

14 pessoas morrem no grave acidente próximo à São Mamede

Deu no Portal Patos

Foram contabilizados 14 (quatorze) pessoas mortas no acidente envolvendo uma Van com placas de Patos, NQC-3724, um Pálio, placas MUJ-0414-São Mamede, um Caminhão Mercedes Benz com placas de Custódia Pernambuco carregado de lenha. E finalmente, um Caminhão 24250 Wolksvagem, placas NXV-7434 Caruaru também do Pernambuco.

Documentos comprovam, de acordo com a PRF, que uma das vítimas era Janete da loja Vernier, porém a oficialização será divulgada através de lista que posteriormente será divulgada pela UML (Unidade de Medicina Legal) após autopsia nos cadáveres. 

A tragédia aconteceu neste domingo (04), por volta das 21h quando a Van retornava para Patos trazendo várias pessoas que vinham, provavelmente de João pessoa e Campina Grande. Todos os ocupantes da Van morreram. Dentre eles, uma criança e um adolescente.
Corpos mutilados permaneceram à espera do resgate durante um bom tempo no local do sinistro. Os Bombeiros tiveram dificuldades na hora do resgate. Muitos corpos ficaram presos as ferragens e foi preciso utilizar Alicate Hidráulico para fazer a remoção.

A situação causou perplexidade a todos que presenciaram o resgate das vítimas por conta da violência da tragédia. Moradores da localidade disseram que escutaram um tiro como se um Pneu de um dos veículos tivesse estourado e correram para ver o que tinha acontecido. Ao chegarem ao local, tentaram ajudar no socorro, mas nada puderam fazer a não ser acompanhar as vítimas que agonizavam com os últimos suspiros.

A tragédia mobilizou várias viaturas do SAMU, Bombeiros, Polícia Civil, Militar e Rodoviária Federal. Conforme informações, o motorista do Caminhão que carregava lenha havia se evadido do local, porém essa informação ainda é considerada extra-oficial.