i

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Prefeitura de Ipanguaçu implanta 1/3 de hora-atividade para planejamento docente e paga reajuste do Piso Nacional do Magistério em 2014


Desde 2009, a Prefeitura de Ipanguaçu, através da Secretaria Municipal de Educação, tem implantado um conjunto de políticas públicas no intuito de fazer constituir-se efetivamente a valorização dos profissionais do Magistério. O primeiro passo foi à elaboração, apreciação e aprovação do Plano de Cargos, Carreira, e Remuneração do Magistério, bem como sua implementação anual de acordo com as determinações do Governo Federal, via Ministério da Educação (MEC). Daí à frente, ações de promoção em defesa do conhecimento, da participação democrática e da autonomia docentes têm permeado os trabalhos referentes às educadoras e aos educadores ipanguaçuenses, partindo da premissa de que é a formação do professor o pólo essencialmente básico e de maior relevância no processo de construção de uma Educação Pública de Excelência. 

Nesse sentido, a Prefeitura de Ipanguaçu estará pagando no mês de fevereiro (2014) o reajuste do Piso Salarial Nacional do Magistério, estabelecido pela Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008, e definido para 2014 com reajuste de 8, 32%, figurando-se no valor de R$ 1.697,00 a remuneração mínima do professor de nível médio com jornada de 40h semanais. 

No caso de Ipanguaçu, será pago em fevereiro o retroativo do reajuste referente a janeiro, bem como o que se refere ao próprio mês de fevereiro. Em Ipanguaçu, com o novo reajuste, o salário inicial de um professor passa a ser: (a) R$ 1.271,90 (nível médio), R$ 1.472,69 (nível superior), R$ 1.608,96 (especialista), R$ 2.091,65 (mestrado) e R$ 2.719, 15 (doutorado).

Outra ação que parte da Prefeitura do município, a partir de estudos sistematizados dos pontos de vista pedagógico e financeiro, é a implantação de 1/3 de hora-atividade para o planejamento docente, como previsto na Lei 11.738/2008 (art. 2º). A Secretaria de Educação registra que a partir do mês de março todas as unidades educacionais da rede municipal estarão adequadas à perspectiva de que o professor deverá estar por 20h em atividades diretas com os alunos, e durante as demais 10h em ações pedagógicas de planejamento docente e outras atividades que a ele competirem, profissionalmente. 


Segundo a secretária de educação, Profª. Jeane Dantas, “a remuneração dos professores da cidade com reajuste do piso salarial é compromisso inalienável do Prefeito Leonardo Oliveira para com a comunidade docente ipanguaçuense. Com relação ao 1/3 da hora-atividade, temos estudado propostas e discutido profundamente a Lei a partir de comparativos com a LDB e outros documentos da educação. A instituição assume seu compromisso com nossas educadoras e educadores e decide pela implantação da lei, mesmo que muitas sejam as dúvidas em relação à sua implementação em todo o país. Por acreditarmos que o planejamento do professor é um fator essencial ao desenvolvimento da educação, garantiremos aos nossos educadores mais este espaço formativo. Estaremos atentos à organização das escolas no que concerne ao cumprimento efetivo do tempo determinando aos planejamentos. Serão 10h; das quais 5h estarão distribuídas no horário de expediente dos profissionais, e mais 5h que deverão ser cumpridas (semanal e impreterivelmente) em horário inverso ao do expediente normal. Nossa gestão tem valorizado a educação e os profissionais que a constroem”, afirma a secretária.

Prefeitura de Ipanguaçu promove IV Campeonato de Blocos


Em busca de estimular a prática esportiva e contribuir para a construção da democratização dos espaços esportivos, garantindo à população o direito ao lazer, a Prefeitura Municipal de Ipanguaçu através da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer deram inicio na última semana, dia 11, a IV Edição do Campeonato de Blocos, que acontece semanas antes do carnaval. 

Segundo o Secretário de Esporte, Marcos Bezerra de Oliveira, por mais um ano seguido o campeonato busca integrar jovens e adultos em um campeonato que antecede o carnaval. Marcos explica que todo o regulamento foi aprovado pelos membros das equipes antes do inicio dos jogos, “este ano, além dos jogadores do município as equipes concordaram na participação de três jogadores de fora por equipes. O campeonato está reunindo muita gente, esperamos concluir com muito sucesso mais uma atividade esportiva”, fala Marcos.

Este ano, 15 equipes de mais de oito comunidades e bairros está envolvendo mais de 225 jogadores. O campeonato premiará com troféu e medalhas as duas primeiras equipes colocadas, além de melhor goleiro vazado e artilheiro da competição. 

Os jogos acontecem de segunda a sábado a partir das 19h no Ginásio Poliesportivo Pedro Gomes do Nascimento. O campeonato segue até o dia 01 de Março. 

Jogos 
17 de Fevereiro - Segunda
Os milionários X Os requebras
Aquele Beijo do Porto X Novilha na faixa
BMR X Os abelhinhas 

18 de Fevereiro - Terça: 
Os quebra Ossos X Os raparigueiros 
O resto X Os sem futuro