i

sábado, 25 de julho de 2009

UM POUCO DE IPANGUAÇU: Maria Eugênia "IMORTAL"

Maria Eugênia Maceira Montenegro teve uma existência longínqua, quase toda recheada de momentos felizes. Era filha de pai português e mãe mineira. Aos 90 anos de idade - quando partiu para o outro lado - estava em plena lucidez de invejar qualquer pessoa. Deixou a cidade de Assu - terra que ela tanto amou - literariamente "mais pobre e deserdada do seu talento".Aparentemente modesta, amiga dos seus amigos. Tratava as pessoas com carinho e zelo, com aquele seu jeito que também aparentava ingenuidade. Como ela gostava das palestras e das reuniãos sociais na calçada da sua casa da Praça da Matriz, de Assu. Poetiza, historiadora, palestradora, amante das artes plásticas. Aquela escritora pertencia a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, cadeira número 16, desde 1972 - sucedendo Rômulo Wanderley -, e tinha cadeira também na Academia Lavrense de Letras, desde 1970.
Maria Eugênia chegou em terra assuense procedente de Lavras, interior do sul de Minas Gerais - cognominada de Atenas Mineira -, nos idos de trinta e oito, com apenas 23 anos de idade, acompanhando o seu marido jovem recém formado pela Escola Superior de Agricultura de Lavras, Nelson Borges Montenegro, para morar na fazenda "Picada", na localidade de Sacramento, atual município de Ipanguaçu, por onde se elegeu prefeita nas eleições de 1972 - era candidata única - Aliança Renovadora Nacional ARENA.
O incentivo e apoio a cultura da terra ipanguaçuense, como não podia ser diferente, foi uma das prioridades da sua administração.No final da década de 50, dona Gena deixou de conviver com as matas verdes e carnaubeiras da Picada, para fixar residência na aristocrática cidade de Assu, que já vivia naquele tempo em plena atividade literária, com jornais e mais jornais sendo editados, a sociedade praticando as artes cênicas, realizando tertúlias literárias, saraus, e seus célebres poetas que eram muitos, produzindo versos e mais versos da melhor qualidade.
Dona Gena passou então a morar num rico casarão da Praça da Proclamação, atual Getúlio Vargas, parede-e-meia com Tarcísio e depois com o escritor Francisco Amorim com quem, talvez, adquiriu muitos conhecimentos sobre o Assu e sua gente.
Não foi difícil para ela que já carregava no seu interior a arte da prosa e do verso, conviver no Assu, além dos membros da família Montenegro, com os Caldas, de Renato Caldas (poeta de "Fulô do Mato" que o Brasil consagrou), os Amorim, de Pedro Amorim, os Wanderley, de Sinhazinha Wanderley, os Soares de Macedo, de João Natanael de Macedo, os Soutos, de Elias souto (fundador da imprensa diária no Estado potiguar), os Silveira, de Celso da Silveira (que fundou em Assu o 1º musel de arte popular do Brasil), e tantas outras famílias daquela terra assuense.
Aquela mulher de letras, assuense por escolha e Lei, e norte-rio-grandense por outorga, colaborou em vários jornais do Assu, de Natal e de sua terra natal, como "A Gazeta" e "Tribuna de Lavras". Publicou onze livros, intitulados "Saudade, Teu Nome é Menina" (1962), além de "Alfar a Que Está Só", "Azul Solitário" (poemas), "Perfil de João Lins Caldas" (plaquete), 1974, "Por Que o Américo Ficou Lelé da Cuca", "Lembranças e Tradições do Açu" (história e costumes), "A Piabinha Encantada e Outras Histórias", "Lourenço, O Sertanejo" (romance), "A Andorinha Sagrada de Vila Flor", "Lavras, Terras de Lembranças" e "Todas as Marias" (contos). Tinha ainda os inéditos intitulados "Redomas de Luz" (Epitáfios) e "Poemas do Entardecer".Sobre a morte, esse "velho tema sempre novo", no dizer do poeta Caldas, Gena confessou: "Não tenho medo de morrer. A morte é o princípio de uma vida. A gente nasce para morrer e morre para viver".E ficou o Assu, sem o seu poetar.
Os jovens estudiosos da terra assuense perderam o seu maior patrimônio cultural. Era ela o maior referencial da terra assuense.Ficamos nos versos de tanta pureza e ternura, que ela escreveu:
Minhas mãos são asas.Taças,Preces:Quando anseio a liberdade,Quando tenho sede de amor, quando minha alma se transforma em dor.
(Maria Eugênia)

Juventude Rural debate Educação, Cultura e Esporte

Nos dias 23, 24, 25 e 26 de Julho o secretário de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária, Canindé de França, representa a governadora Wilma de Faria durante a realização do II Festival Estadual da Juventude Rural e Novas Tecnologias para o Desenvolvimento do Rio Grande do Norte. O encontro é uma realização da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do RN - FETARN, através da sua Comissão Estadual de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, e acontece até o dia 26 de julho, na Escola Agrícola de Jundiaí, em Macaíba.O evento objetiva desencadear um processo de reflexão sobre a cultura, esporte e educação do campo, envolvendo a juventude de todo Estado, organizada no Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais - MSTTR. Em todo País, estão previstos 15 eventos estaduais, além do Festival Nacional, realizado em Brasília. A metodologia inclui debates sobre os temas orientadores; elaboração de pautas estaduais; e realização de atividades esportivas e apresentação de grupos artísticos.“Este é um ambiente social que estimula o conhecimento e favorece as chances das novas idéias tornarem-se empreendimentos. E os temas aqui abordados já fazem parte da preocupação do governo do presidente Lula e da governadora Wilma de Faria com a valorização de uma política de desenvolvimento rural voltada para a Juventude e a revalorização dos espaços rurais”, afirmou o secretário Canindé de França.

Município do RN e mais seis voltam às urnas neste domingo

Mais de 56 mil eleitores em sete municípios brasileiros terão que voltar às urnas neste domingo (26) para escolherem seus prefeitos e vices. São cinco cidades em Minas Gerais: Cachoeira Dourada, Ipiaçu, Mata Verde, Carmo do Paranaíba e Salto da Divisa. Além destas, haverá novas eleições em Vale do Sol (RS) e em São José do Campestre (RN).Em todos os municípios mais de 50% dos votos válidos nas eleições de outubro de 2008 foram anulados por decisões judiciais. Nestes casos, a legislação eleitoral obriga a realização de novas eleições.Até o momento, outras 44 cidades em 21 estados já passaram por eleições suplementares. Segundo previsões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), depois deste domingo, outras duas cidades ainda devem ter novas eleições: Conceição de Mato Dentro (MG), em 13 de setembro, e Neópolis (SE), que deve voltar às urnas no dia 18 de outubro.
FONTE: Filho da Ilha/Ronicley Melo

PREFEITO DISCUTIU COM PRESIDENTE DO CDL PARCERIA PARA O LIQUIDA INTERIOR E A FEIRA DE NEGÓCIOS

Atendendo convite formulado pela direção da entidade, o prefeito Ivan Lopes Júnior reuniu-se na tarde de ontem com o presidente da Câmara de dirigentes Lojistas (CDL), empresário Wild Diniz. A motivação principal da reunião foi discutir a celebração de uma parceria institucional com referência a dois eventos: o projeto Liquida Interior, uma realização da Federação das CDLs do Rio Grande do Norte (FCDL/RN), e a 6ª Feira de Negócios do Vale do Açu, uma realização do Governo do Estado, via Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (Sedec). O projeto Liquida Interior transcorrerá de 25 de agosto a 4 de setembro e terá seu sorteio final em Assú. A 6ª Feira de Negócios está pautada para a primeira semana de outubro também na cidade de Assú. O prefeito Ivan Júnior sinalizou para a parceria dizendo que o município tem interesse nos dois eventos, mas solicitou que fosse apresentado pela CDL um projeto para ambos os acontecimentos. O prefeito municipal frisou que o Liquida Interior e a Feira de Negócios são importantes instrumentos para aquecer o segmento comercial de Assú e do Vale e, portanto, reiterou a disponibilidade do poder público de consorciar-se com esses empreendimentos. Ficou definido que haverá um encontro no dia 30 de julho, quinta-feira próxima, às 9h, na Câmara Municipal do Assú, oportunidade em que se fará presente para tratar dos encaminhamentos da 6ª Feira de Negócios o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, José Rufino Júnior; o prefeito Ivan Júnior; o vice-prefeito e secretário municipal de Planejamento e Coordenação de Desenvolvimento, Alberto Luis de Lima Trigueiro; o secretário municipal de Indústria e Comércio, Francisco das Chagas Soares; o secretário municipal de Juventude, Esporte e Eventos, Luis Dailson Machado; e, prefeitos dos demais municípios da região.

Fonte: Secretaria de Comunicação.

ESSA É DE JEOVÁ JUNIOR

SIGLA
Essa questão de escolher a sigla para denominar qualquer associação é meio complicada. Há alguns anos, quando o proprietário da TELECAB, Manoel Ramalho ainda morava em Assú, pensamos em montar uma associação no intuito de fortalecermos a classe dos comunicadores do Vale do Assú. Em meio a tanto entusiasmo, primeiro ficamos pensando em um nome que daríamos a nova instituição, foi quando encontrei o amigo Arildo Santos e falei do nosso projeto, lhe pedindo ajuda para escolha do nome. Pensamos, pensamos e pensamos, mas as siglas só nos levavam a duas opções:Associação dos Profissionais de Imprensa e Comunicadores do Açu – APICA ou a Associação de Comunicadores do Vale do Açu – ACOVA.Tendo somente como escolha a APICA ou a ACOVA, foram poucos colegas que se entusiasmaram em levar a Associação à frente.Por Jeová Junior

NÚMERO DE CHEQUES DEVOLVIDOS POR FALTA DE FUNDOS CAIU 19,8% EM JUNHO

O número de cheques devolvidos por falta de fundos a cada mil compensados caiu 19,8% em junho deste ano, segundo o Indicador de Cheques Sem Fundos, elaborado pela Serasa Experian. De acordo com os analistas da Serasa, o recuo é reflexo do início da recuperação da economia, com a volta do crédito para o consumidor, com prazos mais longos e juros mais baixos. No sexto mês do ano, foram devolvidos 20,2 cheques a cada mil compensados e maio foram 25,2 devoluções a cada mil compensações. Ao todo, foram devolvidos em junho 2,14 milhões de cheques e compensados 105,96 milhões. Em maio, o levantamento verificou 2,49 milhões de devoluções e 98,74 milhões de compensações de cheques. Apesar de junho deste ano ter tido um dia útil a mais que o mês anterior, além do Dia dos Namorados e do feriado prolongado de Corpus Christi, o impacto na inadimplência com cheques foi menor que a verificado em maio.Já na relação entre o primeiro semestre de 2009 e o mesmo período de 2008, o volume de cheques devolvidos a cada mil compensados apresentou uma elevação de 15%. De janeiro a junho deste ano, foram registradas 23 devoluções de cheques a cada mil compensações, enquanto que no primeiro semestre do ano anterior foram devolvidos 20 cheques a cada mil compensados. Segundo a Serasa Experian, os períodos analisados tiveram conjunturas econômicas diferentes: 2009 com crise e 2008 com a economia em crescimento. Ainda de acordo com a entidade, a elevação da inadimplência de cheques também se deve aos ajustes relativos à crise, ao maior endividamento de parte da população e maior utilização do pré-datado, no período mais crítico da crise, no início do ano, por conta do crédito escasso. Por falta de fundos, foram devolvidos nos seis primeiros meses deste ano 14,26 milhões cheques e compensados 618,69 milhões. Em 2008, em igual período, houve 14,02 milhões de devoluções de cheques e 701,70 milhões de compensações. Na relação junho de 2009 ante junho de 2008, o número de devoluções de cheques por mil compensações cresceu 9,2%. Segundo a Serasa Experian, no sexto mês deste ano teve um dia útil a mais que o igual mês de 2008, o que eleva a inadimplência. Além disso, de acordo com a Serasa, as condições econômicas eram mais favoráveis em junho de 2008. Neste mês, foram 18,5 devoluções de cheques a cada mil compensações, com um total de 2,13 milhões de cheques devolvidos, e 114,78 milhões de compensados.

PARABÉNS a 1ª Dama de Ipanguaçu - Cristina Oliveira

Uma das grandes bênçãos da vida é a experiência que os anos vividos nos concedem.Aniversariar é uma amostra das oportunidades que temos de aprender a contar os nossos dias.
Hoje, mais um a janela se abre diante de seus olhos, mais um espinho foi retirado da flor, restando apenas a beleza de tão bela data.
Os sintomas da felicidade se traduzem do otimismo, na fé, na esperança tenho empenho por se ser melhor a cada dia.
Continue firme pelos caminhos da virilidade e suas verdades.
Continue trilhando pelos vales da vida, pois um dia encontrarás o mais belo jardim, o jardim que representará a realização de seus maiores sonhos.
Que Deus te ilumine, todos os dias de sua vida.
Ontém 24 de Julho ela comemorou o seu dia!

Feliz Aniversário!