i

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Prefeitura de Ipanguaçu capacita cidadãos para a construção civil

A Prefeitura de Ipanguaçu está capacitando mais de 70 homens e mulheres na área da construção civil. Os cursos de qualificação profissional em pedreiro, pintor, azulejistas e gesseiros que se iniciaram no último dia 29 de julho têm uma carga horária de 200 horas, divididas entre aulas teóricas e práticas. A qualificação é fruto de parceria entre a prefeitura de Ipanguaçu, o Ministério do Trabalho e Emprego e o Instituto Êpa.

O bom momento vivido pela construção civil no Brasil, especialmente no Nordeste, está gerando um número crescente de vagas de emprego. O problema é que, não raro, faltam profissionais qualificados para preenchê-las. A iniciativa da prefeitura pretende tornar os participantes aptos a ingressarem no mercado de trabalho.

Os alunos terão aulas sobre aspectos diversos, tais como: planejamento do trabalho em processos construtivos; alvenaria sem função estrutural; concretagem; paredes e tetos; componentes de revestimentos decorativos e artefatos de concreto; EAD (legislação trabalhista); segurança do trabalho; empreendedorismo; tecnologia da informação e meio ambiente.

“Em Ipanguaçu, e no Brasil como um todo, há carência de mão de obra no setor da construção civil. Estamos investindo na formação desses cidadãos para que eles estejam preparados, adquiram a habilidade técnica exigida para que possam se beneficiar, obtendo emprego ou até mesmo uma renda extra. Vale salientar que o certificado do curso tem validade em todo o território nacional”, afirmou o prefeito Leonardo.

Para Cristóvão Tavares da Costa, aluno do curso, a oportunidade é muito bem-vinda. “Estou animado! Com o curso vou poder trabalhar com serviço particular e ter uma renda bem melhor do que a tenho hoje em dia”, afirmou.

De acordo com o prefeito Leonardo Oliveira, após a capacitação, outros cursos na área de construção civil serão oferecidos pela prefeitura. “Estamos analisando quais as maiores demandas locais para oferecer cursos que as supram. Tudo com muito cuidado e seriedade”, disse o prefeito.

Arborização

A prefeitura municipal de Ipanguaçu iniciou na manhã desta sexta-feira, o trabalho de arborização dos canteiros centrais e laterais das Praças da cidade, onde estão sendo plantadas visando uma melhor climatização do centro.

A arborização sera feita por toda a cidade objetivando o controle ambiental em pontos estratégicos, seguindo orientações do prefeito Leonardo Oliveira.

II Ciclo Nacional de Conversas Negras, em Alagoas, abre inscrições

Durante três dias, 25, 26 e 27 de agosto, diversos segmentos sociais terão espaço, escuta e voz para discutir, problematizar e propor caminhos tendo como base temas relacionados à descriminação e desigualdades raciais.

Previsto para acontecer em Piracicaba/São Paulo, o II Ciclo Nacional de Conversas Negras: Agosto Negro ou o Que a História Oficial Ainda Não Conta”, devido a problemas estruturais, acontece em Maceió/AL.

Coordenado pelo Projeto Raízes de Áfricas, o II Ciclo se constitui em ação de formação continuada, com o objetivo de não só estabelecer espaços formativos, como também visibilizar mecanismos para o exercício do controle social relativo as políticas públicas para promoção da igualdade racial.

Dentro da programação dos dias 25 e 26 teremos conferências, atrações afro-culturais, registros de experiências e palestras, dentre elas “A política pós-Revolução de 1930, a Frente Negra Brasileira e Abdias Nascimento”, com Elisa Larkin Nascimento,doutora em psicologia pela USP e mestre em Direito e em Ciências Sociais pela Universidade do Estado de Nova Iorque. Co-fundadora e atual diretora-presidente do IPEAFRO – Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros idealizou e organizou o curso “Sankofa: Conscientização da Cultura Afro-Brasileira” na PUC-SP e na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Autora de Cultura em Movimento, Guerreiras da Natureza, A Matriz Africana no Mundo, entre outros.

Elisa é esposa de Abdias Nascimento.
No sábado, 27 de agosto o dialogo em prosa dará lugar aos poemas no V Festival Alagoano das Palavras Pretas: Orikis: Axés do Sangue e da Esperança: Uma homenagem especialíssima para Abdias Nascimento. Durante o Festival haverá a leitura de poemas de Abdias Nascimento, ainda, desconhecido do grande público.

Contando com o apoio do Ministério de Educação, Fundação Cultural Palmares, Federação das Indústrias do Estado de Alagoas, Secretaria da Mulher da Cidadania e dos Direitos Humanos, Polícia Civil, Polícia Militar, Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, o II Ciclo será realizado das 08 às 18 horas na Federação das Indústrias do Estado de Alagoas, Av. Fernandes Lima, 385, Auditório Gilberto Mendes de Azevedo 1º andar – Farol.

Com certificação de 30 horas, as inscrições podem ser solicitadas pelo e-mail raizesdeafricas@gmail.com

Mais informações: (82) 8827-3656/3231-4201
Fonte: CadaMinuto por Arísia Barros

Celso Amorim substituirá Jobim

São Paulo (AE) - A presidenta Dilma Rousseff demitiu ontem o ministro da Defesa, Nelson Jobim, terceiro integrante do primeiro escalão a cair em sete meses de governo. O Palácio do Planalto confirmou à noite que Jobim entregou o pedido de demissão e será substituído por Celso Amorim, que foi ministro de Relações Exteriores no governo Lula. O motivo da demissão foram as críticas de Jobim às ministras Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Ideli Salvatti (Relações Institucionais), publicadas na revista Piauí, que circulou ontem. "Ou você pede para sair ou saio com você", disse Dilma a Jobim, ontem, por telefone.
roosevelt pinheiroCelso Amorim será nomeado para o Ministério da DefesaCelso Amorim será nomeado para o Ministério da Defesa

Nelson Jobim amanheceu ontem ainda ministro em Tabatinga (AM), na fronteira com a Colômbia, na companhia dos ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Moreira Franco (Assuntos Estratégicos) e do vice-presidente, Michel Temer. Todos participavam de missão oficial para lançar o plano de segurança nas fronteiras e se reuniram com o vice-presidente da Colômbia, Angelino Garzón. Por causa da crise, Jobim antecipou a volta a Brasília.
Nas últimas semanas, gestos e declarações de Jobim azedavam a relação com o governo, sobretudo por ter admitido publicamente que votou em José Serra (PSDB) em 2010 e ter feito críticas à condução política da administração de Dilma.

Jobim era mais um ministro herdado da administração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os outros dois que saíram foram Antonio Palocci (Casa Civil) e Alfredo Nascimento (Transportes).


Continue lendo (Aqui)
Fonte: Tribuna do Norte