i

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Açude de Pataxó aumenta sangria e Defesa Civil se reúne para discutir novas ações




Em meio ao clima de apreensão que volta a tomar conta de Ipanguaçu com as últimas chuvas na região do Vale do Açu, o prefeito Leonardo Oliveira se reuniu no final da manhã de hoje (18), nas dependências da secretaria municipal de Assistência Social, com membros da Defesa Civil e militares do Corpo de Bombeiros com o objetivo de discutir um Plano de Trabalho para conter perdas e danos ocasionados pelas enchentes que atingem o município deste o último dia 25 de abril. Na reunião também foram analisadas ações que podem ser postas em prática ainda hoje, já que o volume de água do Rio Pataxó está aumentando desde ontem, após um breve período de recuo.

Na noite da última terça-feira (17) o açude público de Pataxó, que alimenta o rio de mesmo nome, transbordou com uma lâmina de cerca de 50 cm, quantidade d’ água suficiente para afetar novamente as residências em áreas já alagadas. No início da tarde de hoje o açude apresentava uma “sangria” de 35 cm.

A possibilidade de novas enchentes ocorre justamente quando algumas famílias retornavam às suas casas e a prefeitura tentava retomar a volta às aulas nas escolas do município, cujas salas de aula e demais dependências tem servido de abrigo às famílias. “Nossa intenção é retomar as aulas o mais rapidamente possível. Estamos vendo o que pode ser feito nesse sentido. Estamos preocupados e atentos ao que pode acontecer, para que nossa resposta continue sendo rápida”, disse o prefeito Leonardo Oliveira.

“Continuaremos em estado de alerta junto com o corpo de bombeiro para qualquer eventualidade ou agravamento que possa vir a atingir a cidade. Estamos orientando as famílias para que nos comuniquem caso isso ocorra, e as subcomissões já estão dando apoio nas áreas de riscos” disse Luiz Alberto Rocha, presidente da Defesa Civil de Ipanguaçu.

Desde que as águas do Rio Pataxó começaram a invadir Ipanguaçu, há mais de 20 dias, a prefeitura tem dado assistência (alimentar e médica) às mais de 578 pessoas (163 famílias) que tiveram de deixar as suas casas, passando a viver em abrigos municipais ou em casas de parentes. A mesma assistência tem sido prestada às mais de 2340 pessoas que ficaram isoladas em 13 comunidades rurais.

Na última segunda-feira (16) foram distribuídas 24,3 toneladas de alimentos à essas famílias, enviadas pela Defesa Civil Nacional.

A Situação de Emergência vivida em Ipanguaçu foi decretada pelo prefeito Leonardo Oliveira no último dia 28 de abril e reconhecida pelo Governo Federal na semana passada, dia 13 de maio, através de publicação no Diário Oficial da União.

Ipanguaçu se mobiliza no Dia de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes


Composta por crianças e adolescentes, a Banda Filarmônica Elizaldo Rodrigues dos Santos, do município de Ipanguaçu, apresentou-se esta manhã no centro da cidade, como parte de um conjunto de ações promovidas pela prefeitura em alusão ao Dia de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado em todo o país nesta quarta-feira (18). A apresentação, que visivelmente comoveu boa parte dos presentes, torna-se ainda mais emocionante quando se sabe a trajetória de alguns dos pouco mais de 60 jovens músicos. Alguns, já conseguindo renda própria com a arte que estão aprendendo.

O estudante Francisco Antônio de Araújo, de 09 anos, é um dos mais novos na banda, que tem integrantes com idade a partir de 07 anos. O menino, morador da comunidade Picada, uma das 13 que ficaram isoladas com as enchentes deste ano em Ipanguaçu, tornou-se músico por acaso, acompanhando as aulas de um primo seu. “Um dia faltou alguém e eu pedi pra participar. O maestro me deixou levar o clarinete para casa. Treinei em casa e cheguei no outro dia tocando e entrei para as aulas”, diz o menino, com indisfarçada satisfação. Hoje, sete meses depois, ele revela: realizou um sonho. “Sempre quis me apresentar em público e realizei meu sonho hoje, nessa data tão importante”, afirma.

Para Jheify Lamonier Lima, de 13 anos, a banda representa mais que uma nova atividade. É a oportunidade de uma nova vida. “Minha vida mudou muito depois que entrei na banda. Antes eu ficava sem fazer nada. Hoje eu me dedico mais à escola e vejo que todo esse esforço vale muito a pena em momentos como esses, em que o povo bate palmas para a gente”, diz.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Cristina Oliveira, para integrar a banda a única exigência é que as crianças e jovens tenham boas notas na escola. “Além de aprenderem uma atividade cultural, saudável, eles se ocupam várias horas por dia, praticando a música. Alguns já sabem tocar dois, três instrumentos. Essa iniciativa conta com nosso total apoio e é de fundamental importância social. Já há até um grupo de alunos, que se apresenta e ganha dinheiro com a música que produzem.”, revela a secretária, referindo-se à banda “Deixe com Nós”, que se apresenta em eventos da região e que tem entre seus integrantes alunos da Filarmônica municipal.

Para o presidente do Conselho Tutelar de Ipanguaçu, Rondney Carlos, a música está afastando os jovens de Ipanguaçu das ruas e de atividades nocivas. “Onde estariam esses jovens e crianças hoje, se não estivessem aqui se apresentando? A ociosidade é um perigo real”, afirmou.

Tanto a secretária Cristina Oliveira quanto o conselheiro Rondney alertaram a população acerca da necessidade das famílias e da população denunciarem as agressões sexuais, o que pode ser feito presencialmente na delegacia de Polícia, no Ministério Público e no Conselho Tutelar, ou através do disque 100, uma central de atendimento que opera das diariamente, inclusive aos fins de semana e feriados, das 08 às 22 horas. A ligação é gratuita e pode ser feita de forma anônima.

Além da apresentação da Filarmônica, a programação do 18 de maio em Ipanguaçu teve ainda a realização de palestras voltadas à diversos públicos, visitas do conselho tutelar e do CMDCA aos abrigos onde estão vivendo famílias atingidas pelas enchentes deste ano, atividades socioculturais, panfletagem e estudo do Estatuto da Criança e do Adolescente, entre outras atividades que vêm sendo desenvolvidas desde a ultima segunda-feira (16), com o objetivo de mobilizar a sociedade para combater essa forma cruel de violação de direitos de meninas, meninos e jovens brasileiros.

As atividades foram realizadas pela prefeitura de Ipanguaçu em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Tutelar, Comissão Pró-Selo UNICEF e entidades não governamentais.

Fotos no link abaixo:

Prefeitura de Ipanguaçu garante distribuição gratuita de medicamentos

A Prefeitura de Ipanguaçu irá distribuir gratuitamente doze medicamentos para hipertensão e diabetes em farmácias particulares da cidade conveniadas ao programa federal “Aqui Tem Farmácia Popular”. A prefeitura, em parceria com o Ministério da Saúde, já disponibiliza gratuitamente medicamentos para o tratamento dessas doenças na Unidade Básica de Saúde do município, no Posto de Saúde Tibúrcio Freire da Silveira e no Programa Saúde da Família (PSF).

De acordo com dados da Secretaria de Saúde Pública de Ipanguaçu, 2,9% da população do município é portadora de diabetes, enquanto 5,6% é hipertensão.

A distribuição dos remédios será realizada na drogaria Menino Jesus de Praga. Para ter acesso ao benefício, o paciente deve apresentar documento com foto, CPF e receita médica com prazo de validade de até 120 dias (04 meses) no ato da compra.

Atualmente, são distribuídos gratuitamente na rede municipal de Saúde os seguintes medicamentos para hipertensão: Atenolonol (25mg), Captopril (25mg), Enalapril (10mg), Propranolol (40mg), Hidrocolorotiazida (25 mg), Losartana Potássica (50mg).

Os medicamentos disponibilizados sem custo para a população diabética de Ipanguaçu são: Gilbenclamida (5mg), Cloridrato de Metformina (500 e 850mg)e Insulina Humano NPH (100UI/ml).

Além disso, a população conta também com descontos em anticoncepcionais, e em medicamentos para tratar dislipidemia, rinite, asma, glaucoma, Parkinson, osteoporose e incontinência.

Os endereços das farmácias conveniadas e medicamentos disponíveis podem ser acessados no site do Ministério da Saúde: www.saude.gov.br

Carreta carregada de soda cáustica tomba na BR-101

Uma carreta carregada de soda cáustica tombou no início da manhã desta quarta-feira (18), na BR-101. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu no km 117 da via, próximo da entrada da cidade de Monte Alegre, distante 34 km de Natal. O caminhão tem placas KFH-0646, de Jaboatão dos Guarapes (PE), e conduzia a carga de Macrió (AL) para Natal. A rodovia foi interditada por motivos de segurança 

Emanuel AmaralO acidente ocorreu no início da manhã de hojeO acidente ocorreu no início da manhã de hoje
O Corpo de Bombeiros e a equipe de Controle Ambiental foram acionados, porque grande parte da carga escorreu para a pista, e há uma lagoa próxima ao local - Lagoa de Passagem de Cavalos-, mas ainda não se tem notícias sobre uma possível contaminação. O motorista da carreta sofreu ferimentos leves e conta que perdeu o controle da direção, e não conseguiu evitar o tombamento.

A interdição da BR começa no km 119. O local funcionava com pista dupla, mas no momento apenas uma faixa está liberada.

Atualizada às 09h17


Fonte: Tribuna do Norte 

Educação

José Xavier Cortez, presidente da Cortez Editora envia carta em agradecimento pela participação do evento realizado no dia 08 de março.

Veja: