i

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Simulado confirma Enem com mais conteúdo, avaliam cursinhos

Amostra da prova foi divulgada pelo Inep com 40 testes.Professores do Anglo apontam incoerências em questões.

O simulado do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) confirma a cobrança de mais conceitos e conteúdo escolar, de acordo com a avaliação de cursinhos pré-vestibulares ouvidos pelo G1.

A prova, com 40 questões em vez das 180 do exame oficial, foi divulgada à meia-noite desta quarta-feira (29) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do Ministério da Educação. Os gabaritos acompanham os arquivos das provas.
VEJA AS PROVAS DO SIMULADO DO ENEM Ciências da natureza (com o enunciado da questão 9 corrigido) (o arquivo está em .pdf)
Ciências humanas (o arquivo está em .pdf)
Linguagens (o arquivo está em .pdf)
Matemática (o arquivo está em .pdf)

Para abrir os arquivos é preciso ter o Acrobat Reader. Baixe aqui o programa
"O simulado está dentro do anunciado pelo Inep, com questões difíceis, como no Enem antigo, e outras com grau de dificuldade médio e difícil", afirma Carlos Eduardo Bindi, diretor do Curso Etapa, em São Paulo.

Veja também: Inep divulga simulado do Enem

"O formato do novo Enem não reinventa a roda, porque já existem outros vestibulares que avaliam muito bem e que têm questões interdisciplinares. Na verdade, o que ele fará será levar boas práticas para o país inteiro, especialmente para aqueles locais em que os vestibulares são mais fracos. Não há um desvio de rota, mas um alinhamento em nível federal", analisa Bindi.


Para Sezar Sasson, coordenador dos simulados do Enem do Sistema do Anglo, de São Paulo, o simulado do Inep mostra que "o conteúdo exigido não vai além do ensino médio". "O candidato bem preparado pode ficar mais tranquilo com isso. E, ao contrário do antigo exame, ele precisará se basear menos em informações fornecidas pela prova e mais no conteúdo aprendido na escola."Na avaliação de professores do Anglo, no entanto, o simulado apresenta imprecisões em algumas questões, mas nada que comprometa a resposta nem o gabarito. O Enem, que será realizado nos dias 3 e 4 de outubro, está dividido em quatro áreas de conhecimento: ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e matemática.

No caso da parte de ciências da natureza, Sasson aponta problemas nas questões 3, 5 e 9. O gabarito da questão 3 (letra C), que trata da decomposição de polímeros, está correto, mas, segundo ele, não é preciso. "A alternativa diz que a decomposição leva à geração de compostos tóxicos. É verdade que isso aconteça, mas não sempre."

Na pergunta 5, uma parte do enunciado diz que a concentração de glicose no experimento B é igual a do experimento A. No entanto, Sasson afirma que no experimento A, as células 2 não estão respirando, mas fermentando, e, consequentemente, gastando muito mais glicose. "Se essa frase do enunciado fosse tirada, ficaria perfeitamente plausível, mas isso também não compromete o gabarito."

Na pergunta 9, o enunciado da questão diz que a massa molar da glicose é 120 g/mol. "O correto é 180 g/mol, mas, como não há alternativa correta usando 180 no cálculo, o candidato vai usar o 120 dado no enunciado e chegará ao resultado certo", diz Sasson.

A parte de matemática foi avaliada pelos professores do Anglo como tendo um conteúdo mais rudimentar. "Nas questões 3, 7 e 8, os enunciados não trazem nenhuma informação que possa ser usada na resolução das questões. Isso pode fazer com que o candidato perca algum tempo sem necessidade", avalia.

A parte de linguagens é a que mais se assemelha ao Enem antigo, na análise do Anglo. "Os textos usados foram bastante diversificados, como poemas, tiras em quadrinhos e textos científicos, mas exigem agora mais conteúdo escolar do que só interpretação de texto."

A parte de ciências humanas foi a mais diferente em relação à prova dos anos anteriores, diz Sasson. "Havia somente um mapa, sem tabelas ou gráficos, que costumam aparecer em provas de geografia e história. A linguagem também foi mais simples."


Correção


Cada questão terá um certo grau de dificuldade e o computador vai conseguir saber, de acordo com esse padrão, o quão preparado para dar aquela resposta o candidato estava e se houve um “chute.” O foco será no item, como é chamada cada questão, e não no total de acertos. A teoria é o conjunto de modelos que relacionam uma ou mais habilidades com a probabilidade de a pessoa acertar a resposta. Assim, o estudante pode até acertar mais questões do que outro, mas poderá ter uma nota menor se tiver acertado questões consideradas mais fáceis.

No dia 3 de outubro, serão aplicados os exames de ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. No dia seguinte, matemática e suas tecnologias, linguagens, códigos e suas tecnologias e redação. O resultado final será divulgado nos dias 4 de dezembro (provas objetivas) e 8 de janeiro (redação).


Universidades


Mais de 4,5 milhões de pessoas se inscreveram no exame. Das 55 universidades federais, 46 instituições adotarão o Enem, 7 ainda não se decidiram e 2 definiram que não levarão em conta o resultado do exame em seu vestibular.




São quatro as possibilidades de a universidade utilizar a nota do Enem: como fase única; como primeira fase; como fase única para as vagas remanescentes, após o vestibular; ou combinado ao atual vestibular da instituição. Neste último caso, a universidade definirá o percentual da nota do Enem a ser utilizado para a construção de uma média junto com a nota da prova do vestibular. Cada instituição de ensino superior divulgará em seus editais em qual formato participará e se haverá diferenças entre os cursos. Além de ser usado nos vestibulares, o novo Enem vai servir também para conseguir o certificado de conclusão do ensino médio em cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), antigo supletivo.

LARISSA COSTA ESTÁ EM TERCEIRO LUGAR NO SITE DO MISS UNIVERSO



A potiguar Larissa Costa está em terceiro lugar no site oficial do concurso Miss Universo.É uma ótima colocação e os internautas podem ajudar ainda mais.

É só acessar o site http://www.missuniverse.com/Larissa está no Rio de Janeiro e em breve embarcará para Nassau, nas Bahamas. O concurso está marcado para 23 de agosto.

VOTE!

Especialistas recomendam a imediata interdição da Igreja Matriz de Assú


A equipe de técnicos que realizou vistoria no dia primeiro de julho na estrutura de sustentação do telhado e do forro da Igreja Matriz de São João Batista enviou recomendação ao padre Francisco Canindé para interditar imediatamente a Igreja.
Leia na íntegra:
“Caro Padre Canindé,
Informo que estamos em processo de finalização do laudo referente à vistoria técnica realizada em 01 de julho do corrente, na Igreja Matriz de São João Batista, localizada no município de Assu-RN. Após análise criteriosa dos dados colhidos por ocasião da citada visita, e ouvidas opiniões de especialistas da própria UFRN na área de estruturas de madeira, recomendamos a imediata interdição da Igreja em razão do risco de desabamento oferecido pelo comprometimento da estrutura de sustentação do telhado e do forro, não havendo como prever o tempo em que isso poderá ocorrer. Conseqüentemente, para que a igreja volte às suas atividades normais a paróquia deverá proceder a recuperação da estrutura na sua totalidade, para garantir a segurança daqueles que a utilizam. Ressalto que informações mais detalhadas constarão do laudo que emitiremos nos próximos dias.
Respeitosamente,
Eng.ª Maria das Vitórias Vieira Almeida de Sá”.
Rabiscos do Samuel Junior: Hoje, no início da manhã, recebi a informação sobre essa recomendação de interdição. Resolvi não publicar, esperando que o padre Canindé se pronunciasse sobre o assunto. Uma informação como essa, publicada no blog sem maiores esclarecimentos, poderia ser mal interpretada e causar um ‘reboliço’ danado na cidade. Alguns poderão dizer que perdi o ‘furo’ em dar a notícia. Muito pelo contrário. Mostrei para minha fonte que o importante não é dar a informação em primeira mão, e sim, informar com responsabilidade.
Agora é iniciar uma ampla campanha para a recuperação de nossa Igreja Matriz. O Rabiscos já se enfileira nessa empreitada.
FONTE:Rabiscos do Samuel Junior:

O deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) está na segunda posição nacional dos parlamentares mais faltosos, com 97% de ausência de sessões temá

O deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) está na segunda posição nacional dos parlamentares mais faltosos, com 97% de ausência de sessões temáticas - aquelas nas quais é titular. Ele perde apenas para Jarbas Vasconcelos (PMDB-PA), que não participou de nenhuma sessão. Foram realizados 37 encontros nas comissões coordenadas pelo deputado potiguar. Ele justificou falta em 11 e 25 não foram justificadas. As informações são do portal Transparência Brasil. Quando se aplica o percentual de presença de deputados por Estado, a bancada potiguar é a mais ausente.No Rio Grande do Norte, pela lógica, o mais faltoso é Henrique Alves.
Depois surgem os deputados Fábio Faria (PMN), Fátima Bezerra (PT), João Maia (PR), Betinho Rosado (DEM), Sandra Rosado (PSB), Rogério Marinho (PSDB) e Felipe Maia (DEM), este último o mais assíduo nos trabalhos da Câmara Federal.O registro de percentual elevado de faltosos em sessões de comissões temáticas pode ser atribuído ao fato de alguns deputados federais pertencerem ao chamado “alto clero” ou estarem assumindo cargo na mesa diretora ou exercendo a função de líder de partido. É o caso do deputado Henrique Eduardo Alves, que é líder do PMDB na Casa.Dos oito deputados federais do Rio Grande do Norte, o repórter conseguiu localizar apenas a deputada Sandra Rosado.
Ela afirma que não costuma faltar às sessões, e quando isso ocorre sempre justifica a ausência. Para a parlamentar, antes de haver divulgação de informações desse porte, a Câmara Federal tem a obrigação de apresentar os motivos pelos quais os deputados faltaram.“Fui ao exterior duas vezes em missão oficial da Câmara e foram computadas como ausência”, comenta Sandra, acrescentando que em outros casos ocorre de o parlamentar estar em reuniões nos ministérios, acompanhando prefeitos, e não dá tempo para chegar às sessões. Além disso, ela frisa que é preciso levar em consideração que o deputado tem de cumprir obrigações políticas em seus Estados de origem. “Tudo isso é atuação parlamentar, mas a Câmara considera falta”, disse.Sandra cita o caso do deputado Henrique Alves: “Não estou aqui fazendo nenhuma defesa de Henrique, mas ele é líder do PMDB e vejo que ele tem atribuições a cumprir como tal.” Para a deputada, a divulgação desses dados antes da apresentação de informações relacionadas às justificativas se configura em equívoco.
“Há equívoco em divulgar antes de se ver as justificativas”, comenta, acrescentando que o deputado Nélio Dias (já falecido) foi tido como campeão de faltas. “Nélio estava em tratamento de saúde e foi considerado o campeão de faltas”, informou.Sandra afirma que todas as vezes que é preciso faltar às sessões envia justificativa à Câmara. “Procuro não faltar, e as vezes em que faltei foram por motivos justos. Todas as vezes em que faltei estava trabalhando, participando de eventos políticos ou em atividades da nossa atuação parlamentar.”

Fonte: Jornal de Fato/Edilson Damasceno

PESSOAS COM MAIS DE 60 ANOS OU COM DOENÇA GRAVE TERÃO PRIORIDADE EM PROCESSOS JUDICIAIS

Foi sancionada pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, lei que garante que pessoas com sessenta anos ou mais terão prioridade em procedimentos administrativos no âmbito da administração pública federal e em procedimentos judiciais em geral. Em casos relativos à administração pública, a mesma prioridade é assegurada a pessoas portadoras de doenças graves ou de deficiência física ou mental. A nova lei (12.008) está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (30/07) e entra em vigor imediatamente. Ela altera duas legislações anteriores. O Código de Processo Civil (Lei 5.869, de 1973) foi modificado para que haja prioridade judicial a pessoas com mais de sessenta anos. Até então, essa prioridade existia para quem tivesse mais de 65 anos.
A outra mudança atingiu a lei que trata de processos administrativos federais (9.784, de 1999), a fim que haja prioridade para portadores de doenças graves ou deficiências. Esta prioridade será concedida mesmo que a doença tenha sido contraída após o início do processo. Para ter direito às prioridades (por idade ou doença/deficiência), a pessoa deve provar sua condição junto aos órgãos competentes. Comprovada e deferida a prioridade, os autos processuais passam a tramitar com uma identificação própria. Em caso de morte da pessoa, a tramitação prioritária será estendida ao cônjuge ou companheiro que herdar o processo.

CRIADORES DE SUÍNOS TÊM ATÉ 15 DE AGOSTO PARA VACINAR SEUS REBANHOS

Os criadores de suínos de todo o estado do Rio Grande do Norte devem vacinar seus rebanhos contra a peste suína até o próximo dia 15 de agosto. A campanha, que teve início no dia 17 de julho deste ano, é realizada por meio de uma parceria do Ministério da Agricultura com o Governo do Estado, através do instituto de defesa e inspeção agropecuária do RN, o IDIARN. Segundo o diretor do instituto, Romildo Pessoa, os criadores devem ficar atentos à visita dos técnicos em seus municípios, lembrando que a vacina é gratuita e obrigatória.

(REPORTAGEM - ROMILDO PESSOA

Quem quiser outras informações sobre a campanha de vacinação contra a peste suína deve ligar para o telefone 0800 281 0055.
FONTE: Rádio Princesa do vale

SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE ORIENTA POPULAÇÃO A SE PREVENIR DA GRIPE A

A Secretaria de Estado da Saúde Pública, por meio do Programa de Controle de Influenza está realizando a Capacitação sobre gripe Influenza A (H1N1) para médicos e enfermeiros dos municípios da 2ª Ursap (Unidade Regional de Saúde Pública) onde estão incluídos os municípios do vale do Assu. O treinamento está acontecendo no município de Mossoró. A capacitação ocorre no auditório da própria Ursap, tendo à frente a coordenadora do Programa de Controle da Influenza A da Sesap, Stella Rosa Souza Leal. Com relação à propagação da doença a secretaria estadual de saúde pública divulgou os novos números sobre a gripe a no Rio Grande do Norte. Hoje, são vinte e um casos confirmados da doença no estado e vinte e oito suspeitos descartados. A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde Pública, Juliana Araújo, destaca que a situação é considerada estável.

(REPORTAGEM - JULIANA ARAÚJO – GRIPE

A subcoordenadora de vigilância epidemiológica Juliana Araújo, também orienta a população sobre os cuidados que deve ter e enfatiza que a melhor maneira de se prevenir está na higiene pessoal.

(REPORTAGEM - JULIANA ARAÚJO- CUIDADOS
FONTE: Rádio Princesa do Vale

MAIS DE 28 MIL POTIGUARES SERÃO BENEFICIADOS COM EXPANSÃO DO BOLSA FAMÍLIA.

Cerca de 28 mil famílias carentes do Rio Grande do Norte serão beneficiadas com a expansão do Programa Bolsa Família. A mudança se dá a partir da elevação do limite de renda familiar por pessoa que dá direito a ingressar no programa. Antes, as famílias tinham que ter um rendimento mensal de até R$ 120; e com a ampliação do programa, esse valor pode ser até R$ 137. No RN existiam em 2004 cerca de 291 mil famílias cadastradas no programa e com essa ampliação o número saltará para quase 320 mil.
De acordo com a coordenadora estadual do programa, Rosângela Medeiros, a expansão do Bolsa Família vem sendo feita em três etapas e foi iniciada em maio deste ano, devendo ser concluída em outubro. Segundo ela, a última folha de pagamento registrou o repasse do recurso para 310 mil famílias. No total, em maio, foram incorporadas ao programa 300 mil novas famílias em todo o país. Em agosto serão mais 500 mil e, em outubro, outras 500 mil, totalizando 1,4 milhão no ano. Além da expansão, o programa sofrerá um reajuste financeiro de cerca de 10% a partir de setembro.
O ministro de Planejamento, Paulo Bernardo, informou na última segunda-feira que a intenção do governo é definir uma regra fixa de correção dos benefícios, com reposição da inflação, para evitar prejudicar o poder de compra dos mais pobres. No entanto, a coordenação do programa no estado ainda não recebeu orientações sobre esse aumento do benefício. De acordo com Rosângela Medeiros, hoje o total destinado às famílias do Rio Grande do Norte está em torno de R$ 26 milhões. Rosângela disse ainda não saber quanto virá a mais para o nosso estado e nem quando isso será feito. Atualmente 11,6 milhões de famílias recebem o benefício do programa no Brasil. Em outubro, deverão ser 12,4 milhões, com orçamento de R$ 11,8 bilhões.
O Bolsa Família foi reajustado pela última vez em julho do ano passado. O percentual médio aplicado na ocasião foi de 8%, elevando os benefícios para a faixa atual de R$ 20 a R$ 182 por mês. Além do reajuste financeiro e da ampliação do limite de renda familiar, o Bolsa Família também passará por mudanças no cadastro. De acordo com Rosângela Medeiros, os formulários de inscrição serão mais completos. Ela afirmou que a partir de outubro, a equipe que integra o programa fará um treinamento em Brasília para receber orientações sobre esse novo cadastro e como ele deve ser aplicado. Essa capacitação vai contribuir para atualizar os bancos de dados dos municípios e ajudar esses profissionais a utilizar tais informações. A coordenadora declarou que muitas vezes famílias deixam de receber os benefícios porque não repassam o número exato de pessoas que estão de acordo com os critérios. Além do Bolsa Família, essas famílias também deixam de ser contempladas com outros projetos, como na área de habitação, pois as prefeituras não passam o número de pessoas abaixo da linha de pobreza. Se o banco de dados fosse usado da maneira certa, muita coisa já tinha avançado no RN. No município do Assu a coordenadora municipal do programa, Larissa Cachina, dos quadros da secretaria de ação social, alerta aos beneficiários do programa federal para a necessidade do recadastramento.

(REPORTAGEM LARISSA CACHINA
FONTE: Rádio Princesa do Vale

Incra - Rio Grande do Norte planeja parceria com consórcio do Vale do Açu


O Incra/RN - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária do Rio Grande do Norte planeja trabalhar em parceria com o Consórcio de Intergestores do Vale Unido (fórum que atua em dez municípios da região do Vale do Açu, localizado no Território da Cidadania do Açu/Mossoró) para realização de serviços de infraestrutura e recursos hídricos.

O compromisso foi discutido nesta terça-feira (28/07), durante a 6ª reunião ordinária do Consórcio, ocorrida no município de Pendências. O objetivo foi debater as dificuldades e encontrar soluções para melhorar a qualidade de vida nos assentamentos da reforma agrária na região do Vale do Açu, da qual fazem parte os municípios de Pendências, Afonso Bezerra, Carnaubais, Itajá, Macau, Açu, Alto do Rodrigues, Ipanguaçu, Porto do Mangue e São Rafael.
No encontro, o superintendente do Incra/RN, Paulo Sidney, comprometeu-se a buscar formas de levar mais ações do Incra/RN ao Vale do Açu, onde habitam 3,2 mil famílias assentadas. Nos últimos anos, a região recebeu R$ 8 milhões em investimentos do Incra/RN.
Paulo Sidney informou que um novo encontro entre o Incra/RN e o Consórcio de Intergestores do Vale Unido está marcado para 18 de agosto. O superintendente adianta que a autarquia concentrará esforços para realizar a recuperação de estradas ligando os assentamentos aos centros consumidores, visto que a região é reconhecida pela fruticultura.
FONTE: Globo Rural