i

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Visita de Leonardo e Josimar ao Luzeiro se encerra com passeata histórica


Iniciada conforme o programado, a visita dos candidatos da Coligação Aliança do Povo à comunidade rural de Luzeiro se transformou, de forma totalmente inesperada, em uma grande manifestação de apoio popular à reeleição do atual prefeito de Ipanguaçu, Leonardo Oliveira. O jovem petista, acompanhado de seu companheiro de chapa Josimar Lopes (PSB) e dos candidatos a vereador foram surpreendidos por uma enorme multidão, que – espontaneamente – promoveu uma enorme passeata, lotando boa parte da principal via pública da cidade, a Avenida Luiz Gonzaga.

De tão grande e verdadeiro, o movimentou emocionou Leonardo. “É muita felicidade e gratidão o que sinto neste momento. Faltam palavras. Além da excelente forma com que nos recebeu em Luzeiro, o povo quis caminhar conosco e demonstrar publicamente que nos apoia. Mais e mais pessoas, de vários locais, foram se juntando, o que resultou nessa passeata tão linda. Por todos os lugares somos bem recebidos. Agradecemos a cada um, de coração”, disse Leonardo, que discursou à multidão, fazendo um balanço das principais ações que desenvolveu e tem realizado à frente da prefeitura.


“Nunca vi desejo tão grande do povo para reeleger um prefeito”, diz Dr. Edinho

O ex-prefeito Edson Gê Gonzaga (Dr. Edinho) também fez uso da palavra, aproveitando para fazer uma confissão. “Ao longos dos meus 36 anos na política de Ipanguaçu, eu nunca tinha visto desejo tão grande do povo de reeleger um prefeito. Leonardo é um homem simples, que vem conquistando a gente a cada dia. Nosso povo sabe o que é melhor para a nossa cidade, e você, Leonardo, é a pessoa pra continuar governando essa nossa terra”, disse Edinho.

Para a Primeira Dama do município, Cristina Oliveira, tamanho apoio é fruto direto dos avanços que Ipanguaçu tem conquistado nas mais diversas áreas. “É visto por todo mundo o crescimento da nossa cidade. São muitas as empresas que abriram suas portas em Ipanguaçu nos últimos anos. Esse sim é um trabalho que vem dando certo. E pela primeira vez a Assistência Social recebeu nota 9, como um dos melhores serviços do estado”, informou.


Agenda

Durante esta segunda (30) Leonardo realiza atividades administrativas e, acompanhado por Josimar Lopes, se reunirá com a coordenação da campanha para definição da agenda de atividades para esta semana.

Veja mais fotos (AQUI)

Correios abrirão até 6 mil vagas em novo concurso

Mais um grande concurso público é aguardado para este segundo semestre: os Correios vão oferecer até 6.606 oportunidades. Segundo a empresa, apesar de ter recebido a autorização do Ministério do Planejamento para contratar 9.904 funcionários, 3.302 já foram admitidos pelo cadastro de reserva do último processo seletivo.
O quantitativo final das oportunidades para a nova seleção dependerá do banco de aprovados no concurso de 2011, que ainda está na validade. Onde a estatal não tiver mais quadro de reserva, as vagas serão oferecidas por meio do novo edital. Boa parte dos postos deverá ser de nível médio, especialmente para carteiro e operador de triagem e transbordo.

Três municípios potiguares terão apenas um candidato nas eleições 2012

Coronel João Pessoa, Viçosa e João Dias são as cidades que possuem uma chapa para disputar o cargo de Prefeito.

Os municípios de Coronel João Pessoa, Viçosa e João Dias têm coisas em comum. Elas ficam na região Oeste do Rio Grande do Norte, foram emancipadas na década de 1960 e terão candidatos únicos nas eleições municipais de 2012. Quer dizer, uma pessoa vai concorrer sozinha a disputa para o cargo de prefeito. Eles estão inclusos no quadro de 106 cidades do Brasil que estão na mesma situação.

De acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a quantidade de chapas únicas no Brasil equivale a 1,9% das cidades brasileiras. 

Como funcionam as eleições quando as cidades estão nesse tipo de situação? A eleição será do mesmo jeito de uma cidade que tem quatro candidatos, sendo que a diferença será na contagem dos votos que também vai depender da quantidade de eleitores.

De acordo com a legislação eleitoral, o candidato deve obter a metade dos votos válidos mais um. Caso aconteça o contrário, vai para o 2º turno, que será no último domingo de outubro. Contudo, a situação só é válida para lugares com mais de 200 mil habitantes.

E esse caso não se insere em nenhum dos três municípios citados, cuja quantidade de habitantes, de acordo com o Censo 2010, em Coronel João Pessoa, João Dias e Viçosa é 4772, 2601 e 1618 pessoas, respectivamente. 

Quando a cidade tem o número inferior de 200 mil habitantes, a contagem de votos funciona da seguinte forma: vence quem obtiver a maioria dos votos válidos. Assim, um candidato único só não é eleito se nem ele votar nele. 

Os Nulos serão válidos quando é constatado a existência de fraudes ou outros problemas durante o período eleitoral. “Quando a quantidade de votos nulos for de 51%, vai haver uma nova eleição e com outros candidatos”, disse o advogado Paulo Lopo Saraiva, especialista em Direito Eleitoral. 

Das três cidades com chapa única, apenas duas vão ter candidatos que estão concorrendo ao novo mandato, que são Coronel João Pessoa e Viçosa. 

Matéria completa aqui.

Nominuto.com