i

quarta-feira, 28 de março de 2012

Passeio ciclístico marcará o dia mundial da Juventude em Ipanguaçu

Pelo segundo ano consecutivo, a Prefeitura de Ipanguaçu promoverá no Dia Mundial da Juventude o evento “Rodas da paz”, passeio ciclístico cujo tema é “Pedalando rumo à fraternidade e pela saúde pública”. A iniciativa é realizada através da coordenadoria local do programa Projovem Adolcescente, parceria do município com o Governo Federal.

“Escolhemos este tema porque a juventude participante do Projovem manifestou o desejo de contribuir com a Campanha da Fraternidade. Muitos pensam que só os políticos devem assumir o compromisso por melhorias para a sociedade, mas todos nós temos que nos preocupar e dar a nossa parcela de contribuição para que a saúde possa se difundir mais e melhor em nosso país”, explica a coordenadora do ProJovem em Ipanguaçu, Rayane Ribeiro.

De acordo com Rayane, essa consciência cidadã é fruto do trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Ipanguaçu com os adolescentes atendidos pelo Projovem. “É notória a mudança que o Projovem, esta importante parceria com o Governo Federal, vem promovendo desde o ano de 2009. Estamos sempre inovando, buscando novas formas e metodologias de trabalhar com a juventude”, ressalta.

O passeio ciclístico acontecerá às 16hs da próxima sexta-feira (30), com saída do Ginásio de Esporte José Araujo Filho e destino à Praça de Eventos José Lúcio de Medeiros, no centro da cidade.

Prefeitura de Ipanguaçu, em parceria com a Igreja Católica, promove Dia da Saúde Pública em apoio à Campanha da Fraternidade

Em parceria com a Igreja Católica, a Prefeitura de Ipanguaçu realiza na próxima terça-feira (03 de abril), o Dia da Saúde Pública. Disponibilizando consultas e exames médicos diversos, além de palestras e oficinas, a iniciativa prestigia a Campanha da Fraternidade 2012, promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e que tem como tema “Fraternidade e Saúde Pública”.

A programação será no Conjunto Habitacional Presidente Lula, no Posto de Saúde e na escola municipal. Além de médicos, estarão presentes auxiliares e técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, agentes de combate à dengue, assistentes sociais, dentistas, educadores físicos, enfermeiros (as), farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas e psicólogos.

“Convocamos a população a participar deste evento. Serão vários os serviços à disposição. A melhoria da saúde em Ipanguaçu é uma das nossas maiores prioridades, tanto que, após três anos de investimentos, o Ministério da Saúde nos aponta coma a terceira cidade do Vale em Saúde Pública. Essa parceria com a Igreja Católica reforça esse compromisso com a qualidade de vida dos ipanguaçuenses”, disse o prefeito Leonardo Oliveira.

Para a secretária de Saúde de Ipanguaçu, Sumaira Fonseca, a Campanha da Fraternidade deste ano é uma grande oportunidade para fomentar o debate sobre o Sistema Único de Saúde (SUS). “Em Ipanguaçu temos melhorado a cada dia os nossos serviços, mas é importante que seja debatido o assunto, ouvindo a população, para que possamos continuar oferecendo um atendimento de qualidade cada vez melhor”, destaca.

O evento contará com a presença do coordenador da Campanha da Fraternidade no Rio Grande do Norte, Padre Alcimário Pereira, e o administrador da Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes (Ipanguaçu), Padre César Bessa.


Exames mostram que tumor do ex-presidente Lula desapareceu

O tumor na laringe do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 66, desapareceu.



Os exames de ressonância magnética e diagnósticos detalhados na garganta feitos na manhã desta quarta-feira (28) mostram que não há mais resquícios do câncer.

Lula já ligou para a presidente Dilma Rousseff, que está na Índia, para informar o resultado dos exames.



Os médicos evitam falar em cura, o que só poderá ser confirmado em cinco anos. Ao fim deste período, novos exames poderão constatar se o ex-presidente foi curado.

O tumor foi diagnosticado em outubro do ano passado. Desde então ele passou por três ciclos de quimioterapia e 33 sessões de radioterapia. O tratamento se encerrou no dia 17 de fevereiro.

Desde o início, uma operação estava descartada. Entre o final de fevereiro e começo de março, Lula ficou uma semana internado por conta de uma pneumonia.

Nas últimas semanas, ele continuou a ir diariamente ao hospital para fazer sessões de fonoaudiologia.

O ex-presidente já havia feito exames em fevereiro, que não detectaram a presença do tumor. Mas, eles não eram considerados conclusivos porque a radioterapia ainda tinha efeito sobre o corpo de Lula.

Ontem, Lula recebeu a visita do seu antecessor e adversário político, Fernando Henrique Cardoso (PSDB). O encontrou, que aconteceu no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, durou cerca de 50 minutos.

* Fonte: Folha Online.

Brinquedotecas comunitárias iniciam suas atividades

Com o tema “Viva o Circo” as Brinquedotecas "Sonho Angelical" na Agrovila Tabuleiro Alto que atende 49 crianças na faixa etária de 02 a 08 anos e a "Mundo da Fantasia" na Agrovila Olho D’água que assiste a 27 crianças iniciaram nessa terça-feira(27) suas atividades.

O evento contou com a participação das crianças e suas mães, dos líderes brinquedistas, da Coordenadora do Programa Maria do Socorro Freire Varela Gonzaga e da Assessora Técnica Tereza de Paula Lopes de Souza.


“A presença das Brinquedotecas na vida das crianças hoje tem um papel fundamental, uma vez que proporciona a essas crianças a aprendizagem, conhecimento e desenvolvimento de habilidades de forma prazerosa, onde se brinca e se aprende brincando”, afirma a Secretária Municipal de Assistência Social Maria Cristina de Melo Oliveira.

Veja mais fotos (AQUI)

Projeto de macrodragagem depende de licença ambiental do Idema

Empreendimento para o qual estão destinados recursos da ordem de R$ 7,3 milhões, dotação extraída do orçamento do Ministério da Integração Nacional, em Brasília, o projeto de macrodragagem do leito do rio Pataxó, em Ipanguaçu, não avança pelo fato de aguardar a expedição da licença prévia ambiental por parte do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema/RN).

O fato foi revelado pelo prefeito Leonardo da Silva Oliveira (PT). Na última semana, ele esteve na Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) a fim de discutir a questão.

O gestor municipal disse que a informação de que o projeto está na dependência unicamente da licença ambiental lhe foi transmitida pelo secretário nacional de Defesa Civil, tenente-coronel Ivan Fredovino Ramos Júnior.

"Recebi uma ligação dele (do secretário nacional), e ele me passou que o único empecilho que está existindo para a liberação dos recursos de R$ 7,3 milhões para a obra de macrodragagem está sendo a licença ambiental do Idema", ressaltou o chefe do Executivo.
"Até o momento o Governo do Estado não conseguiu esta licença", completou. A ida do prefeito, quarta-feira, à Semarh, objetivou justamente cobrar do órgão estadual celeridade em tal providência.

Obra é fundamental para eliminar enchentes no Vale do Açu

O prefeito Leonardo Oliveira define a obra de macrodragagem como fundamental para eliminar de vez a ameaça de novas e futuras inundações no município.

"Todo mundo é ciente dos transtornos e prejuízos que as enchentes provocaram nos anos de 2009 e 2010 no município de Ipanguaçu e somente com este serviço poderemos ter certeza de que não haverá mais risco de esses problemas acontecerem novamente", ressaltou o gestor municipal.

Ele frisou que o trabalho de desobstrução do leito do rio Pataxó, realizado pela prefeitura em parceria com o Governo do Estado, foi de grande relevância. Porém, observou, não será suficiente para extinguir de vez a ameaça de novos alagamentos.

"Só vamos ficar tranquilos com o trabalho de macrodragagem que já tem recursos assegurados e falta agora apenas que haja sensibilidade do Idema no sentido de emitir a licença ambiental para que os serviços possam ser iniciados", asseverou Leonardo Oliveira.

O prefeito espera que as gestões que empreendeu na alçada da Semarh possam garantir mais rapidez nesta ação do órgão ambiental do Estado. Com a expedição da licença ambiental, a Secretaria Nacional de Defesa Civil poderá dar seguimento ao processo de licitação pública visando a contratação da empresa especializada que executará o projeto de macrodragagem do leito do manancial hídrico que se encontra bastante assoreado.

Fonte: Jornal O Mossoroense