i

segunda-feira, 25 de maio de 2009

CULTURA: Um pouco da nossa História...

Bandeira do município
________________________
ORIGEM


Seu primeiro nome, SACRAMENTO, provém de uma fazenda de gado de propriedade, naépoca, do Cel. Antonio da Rocha Pita e que em 1845 foi vendida a Manoel de Melo Montenegro.


Segundo os moradores mais antigos, a origem do nome Sacramento deu-se em conseqüência de um acidente ocorrido na referida fazenda, no atual Bairro Maria Romana.


Certa vez um vaqueiro campeando uma novilha em seu cavalo, caiu acidentalmente por sobre uma estaca que lhe furou o pescoço. Quis Deus que naquele momento passasse um padre vindo da cidade de Macau e que ao deparar com tamanha tragédia, vendo o vaqueiro agonizante, deu-lhe o sacramento da extrema-unção. Aos presentes o padre perguntou o nome daquele lugar, tendo como resposta tratar-se de uma fazenda de gado. Naquele momento, o sacerdote declarou que aquele lugar passaria a se chamar Sacramento.


Esta terra que anos depois com a chegada do Cel. Ovídio Montenegro passou a ser vila, povoado e distrito foi, segundo seus ancestrais, habitada pelos índios das tribos janduís e potiguares.


Seu nome atual – IPANGUAÇU foi escolhido pelo historiador Nestor dos Santos Lima, que atendendo ao pedido do Sr. Manuel de Melo Montenegro deu o nome à nova cidade. “Este, em resposta ao mesmo, disse:” Major, o seu Sacramento é uma grande ilha, que em tupi guarani significa Ipanguaçu. IPAN = ilha + GUAÇU = grande” Este era também o nome de um pajé, chefe das tribos janduís, com muito prestígio junto aos colonizadores, e que colaborou com a fixação dos portugueses nos fins do século XVI.



A cidade é cercada por dois rios, o Piranhas ou Açu e Pataxó, que em seu trajeto natural, brindou-nos com esta maravilhosa e hospitaleira ilha.


UTILIDADE PÚBLICA

TELEFONES ÚTEIS
Banco do Brasil: (84) 3335-2209 / 3335-2210
Câmara Municipal: (84) 3335-2327
Cartório: (84) 3335-2257
Casa da Família – CRAS: (84) 3335-2211
Centro Pastoral: (84) 3335-2328
Conselho Tutelar Municipal: (84) 3335-2245
Correios: (84) 3335-2203
Delegacia de Policia: (84) 3335-4762
EMATER: (84) 3335-4764
Farmácias/Drogarias: (84) 3335-2040 / 3335-2241
Fórum Municipal: (84) 3335-2260
Prefeitura Municipal: (84) 3335-3904 / 3335-3904
Promotoria Pública Municipal: (84) 3335-2330
Pronto Socorro: (84) 3335-3902
Sindicato dos Trabalhadores Rurais: (84) 3335-2237

Ministério da saúde acompanha um caso suspeito de gripe suína no RN


O Ministério da Saúde está acompanhando nove casos suspeitos de Influenza A (H1N1) - gripe suína. O número é menor do que o divulgado no balanço de ontem quando 12 casos estavam sob suspeita. De acordo com os dados das secretarias estaduais de saúde repassados até as 9h de hoje ao Ministério da Saúde, os casos suspeitos estão nos estados de São Paulo (quatro), Rio de Janeiro (um), Distrito Federal (um), Rio Grande do Sul (um), Rondônia (um) e Rio Grande do Norte (um). São considerados suspeitos os casos de pessoas que apresentam febre alta de maneira repentina (acima de 38ºC) e tosse, podendo estar acompanhadas de dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, dificuldade respiratória. Os sintomas precisam ter surgido até dez dias após a pessoa sair de países que reportaram casos da doença. Além disso, 13 casos estão em monitoramento em oito estados e o número de descartados chegou a 308. São considerados casos em monitoramento aquelas pessoas procedentes de países afetados, com febre não medida e tosse, podendo ou não estar acompanhada dos demais sintomas. Até o momento, foram confirmados nove casos da doença, nos estados do Rio de Janeiro (três), São Paulo (três), Minas Gerais (um), Rio Grande do Sul (um) e Santa Catarina (um). Os primeiros oito pacientes confirmados já receberam alta. No balanço divulgado hoje, o Ministério da Saúde reforça que não há evidências de sustentabilidade da transmissão de pessoa a pessoa do vírus da Influenza A (H1N1). "Desse modo, a transmissão no Brasil é limitada não sustentada”, diz a nota.

Fonte: Tn Online

Assú poderá ter autoescola pública para novos condutores



ASSÚ - A partir de experiências bem sucedidas em outros centros do Nordeste, o município do Assú poderá instituir uma autoescola pública como forma de garantir uma prestação de serviços aos que necessitam habilitarem-se como condutores de veículos e que enfrentam dificuldade por conta do alto investimento que tal providência representa junto às empresas particulares atualmente. Sugestão neste contexto foi feita ao Poder Executivo na forma de um requerimento aprovado pela Câmara Municipal. A proposição é de autoria do vereador Wedson Nazareno da Silva (PP). Membro da bancada governista que dá sustentação política ao prefeito Ivan Lopes Júnior (PP), o parlamentar-mirim disse que tomou conhecimento que o modelo de gestão pública de autoescola deu certo em algumas cidades no Estado do Ceará. E, no seu entendimento, a proposta pode naturalmente ser assimilada pela gestão municipal local. "Minha sugestão é de que o assunto seja estudado pela prefeitura e, se for possível, a experiência seja adotada em nosso município", advogou Wedson Nazareno.

Ele exibiu otimismo de que o pleito será bem recebido pelo prefeito. "Estou certo que o prefeito será sensível ao nosso requerimento", registrou. Wedson Nazareno justificou que, atualmente, o custo para qualquer cidadão que pretende tirar a carteira de habilitação não é inferior em Assú a R$ 1 mil. Declarou que este é o valor a que se chega somando as obrigações com a autoescola e o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran/RN). "Este preço torna-se sacrificante para uma expressiva parcela de nossa população, e pretendi, com este requerimento, apresentar uma opção para que esta prestação de serviço possa ser barateada", comentou.

Documento está no executivo para ser sancionado

Aprovada por unanimidade de votos por ocasião da sessão plenária da última terça-feira, 19 de maio, a propositura do vereador Wedson Nazareno cumprirá seu próximo estágio submetida à sanção do prefeito Ivan Júnior. Porém, se antecipando a posição oficial do chefe do Executivo, assessores do governo municipal revelam que a proposta causou boa impressão e a tendência é de que ela possa ser absorvida integralmente pelo poder público. "O que podemos adiantar é que este pleito foi recebido com bons olhos pelo prefeito Ivan Júnior, que irá analisar a matéria e, dependendo das condições legais e financeiras, poderá realmente decidir pela implantação de um serviço de autoescola municipal", adiantou o secretário municipal de Planejamento e Coordenação de Infra-Estrutura, Reci de Oliveira.

Fonte: O Mossoroense

Vagas no RN para concurso do Conselho Regional de Serviço Social

Os salários variam de R$ 465,00 a R$ 2.867,11, mais benefícios.
São 143 vagas reserva nos estados do Distrito Federal, Pará, Maranhão, Fortaleza, Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Paraíba, Rio Grande do Norte, Amazonas e Roraima, Alagoas, Espírito Santo, Sergipe, Goiás, Mato Grosso, Piauí, Roraima e Acre, Amapá e Tocantins.
As inscrições para o concurso público poderão ser feitas pela internet, no site: www.quadrix.org.br. Instituto Quadrix: CLN 113, Bloco C, Salas 105 a 113, Asa Norte, Brasília-DF, das 9h às 17h, de segunda à sexta. As taxas de inscrição são de R$ 30, R$ 40 e R$ 50.
Os salários variam de R$ 465,00 a R$ 2.867,11, mais benefícios. As provas estão previstas para o dia 28 de junho, em todas as cidades onde há vagas. Para os cargos de nível superior, haverá também prova de títulos.
O candidato deverá retirar seu comprovante de inscrição, na página do Instituto Quadrix, a partir de 22 de junho.

FACULDADE CATÓLICA OFERECERÁ CURSOS NA ÁREA DE GESTÃO PÚBLICA;

A Faculdade Católica Nossa Senhora das Vitórias, entidade de ensino superior da rede privada educacional do município do Assu, está projetando oferecer cursos na área de gestão pública voltados para atender a demanda existente nas prefeituras e empresas que prestam esse tipo de serviço na região do Vale do Assu. Um estudo nesse sentido já está sendo feito pela equipe técnica da faculdade segundo a diretora da mesma Irmã Maricélia Almeida. A diretora da Faculdade Católica Nossa Senhora das Vitórias, disse que já conversou nesse sentido com o prefeito do município do Assu, Ivam Lopes Junior e recebeu dele o interesse em capacitar os servidores da prefeitura. Irmã Maricélia Almeida fala do projeto que está em fase de elaboração e destaca quais os cursos a Faculdade Católica pretende oferecer.

(REPORTAGEM – IRMA MARICELIA ALMEIDA –
FONTE: Rádio Princesa do Vale

DESEMPREGADOS DO RN VÃO RECEBER DOIS MESES EXTRAS DE SEGURO DESEMPREGO

Mais de 4.500 trabalhadores demitidos em dezembro do ano passado e janeiro deste ano no Rio Grande do Norte vão receber duas parcelas adicionais de seguro-desemprego. A maior parte deles foi dispensada pela construção civil, mas o extra também será pago a quem foi cortado do setor de serviços industriais de utilidade pública e por instituições financeiras. Ao todo, 320 mil pessoas que perderam o emprego em função da crise no país, nesse período, terão direito ao pagamento. Em visita a Natal sexta-feira, para discutir políticas na área e política, o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, não estimou quanto será pago a mais no estado com a ampliação do benefício. Mas se considerada a média de R$ 595, 20, serão cerca de R$ 2,6 (Dois milhões e seiscentos mil reais) a mais no bolso dos desempregados em solo potiguar. No país, o desembolso vai chegar a R$ 390 milhões. A autorização para a liberação das parcelas adicionais deverá ser dada pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), em reunião na próxima semana. “Carlos Lupi disse que o seguro, que normalmente é recebido durante um período de três a cinco meses, de acordo com o tempo de serviço, vai passar a ser pago de cinco a sete meses, para as pessoas demitidas no período e dos setores específicos". O valor do benefício varia de R$ 465 a R$ 870, com média de R$ 595,20 por beneficiário, segundo informações do ministério. Quem arranjar emprego com carteira assinada para automaticamente de receber o pagamento. Também será automático o pagamento do dinheiro extra. Quando terminar de receber o seguro normal, durante os três ou cinco meses, por exemplo, o trabalhador contemplado receberá os valores adicionais nos dois meses seguintes.

EMATER AMPLIA DIVULGAÇÃO DO GARANTIA SAFRA 2009

Prefeitos, secretários de Agricultura e extencionistas da EMATER-RN participaram sexta-feira (22) de uma reunião com a coordenadora nacional do programa Garantia Safra, Dione Freitas. Estiveram presentes, representantes do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetarn), além do secretário estadual de Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Francisco das Chagas Azevedo, e do delegado federal do Desenvolvimento Agrário, Hugo Manso. A reunião teve como objetivo divulgar melhor o Garantia Safra entre as prefeituras para melhorar a execução do programa nos municípios. Hugo Manso destacou a importância do programa. "Segundo Hugo Manso, o Garantia Safra tem um custo para as prefeituras, mas o benefício do programa atinge diretamente a economia dos municípios”. O Garantia Safra é um seguro de renda para agricultores familiares atingidos por intempéries climáticas como a seca ou excesso de chuvas. Os agricultores beneficiados recebem R$ 550,00 provenientes de um fundo solidário composto com a participação do governo federal, governo estadual, prefeituras e dos próprios agricultores.

GOVERNADORA APRESENTA POTENCIAIS DO RIO GRANDE DO NORTE PARA INVESTIDORES INTERNACIONAIS

A governadora Wilma de Faria embarcou no final de semana para a Europa, onde tem agendado a participação em eventos para apresentar alguns dos principais potenciais econômicos do Estado. O primeiro compromisso será na Holanda para atender convite do ministro dos Transportes daquele país, Amiel Eurl, com objetivo de discutir as experiências locais na área de portos e buscar parcerias internacionais para a execução de obras como o terminal graneleiro de Porto do Mangue. Até o retorno da governadora, no dia 30 deste mês, quem assumirá interinamente o governo será o vice-governador Iberê Ferreira de Souza. Na quarta-feira (27), ela irá à Espanha, onde participa do Salão Imobiliário de Madri, ficando até a sexta-feira (29). No sábado (30), a governadora retorna a Natal para acompanhar daqui, no domingo, o anúncio oficial das cidades que vão sediar a Copa que será feito pela Fifa, direto das Bahamas, às 15h30, dada a grande expectativa de que Natal seja escolhida. Na Holanda, Wilma de Faria conversará com investidores interessados na construção do terminal graneleiro de Porto do Mangue, que será um novo porto que o Estado pretende construir em parceria público-privada ou por concessão simples, para viabilizar a retirada do minério de ferro do Seridó e também do calcário e cimento de Mossoró, pedras ornamentais, além de derivados de petróleo da nova refinaria Clara Camarão que começará a ser construída em 60 dias. Além de conhecer o porto de Roterdã, a governadora visitará o aeroporto Schiphol, de Amsterdã, um dos primeiros a serem construídos dentro do conceito de Aeroporto Cidade, conforme prevê o projeto de São Gonçalo do Amarante. Wilma de Faria verá, ainda, a arena esportiva 'Amsterdã Stadium' totalmente construída e operada por iniciativa privada, modelo que o RN também pretende adotar para o Estádio das Dunas, caso Natal seja escolhida uma das cidades-sede da Copa de 2014. Em sua passagem pela Espanha, a governadora já confirmou presença no Salão Imobiliário de Madri, onde o Rio Grande do Norte tem sido destaque nos últimos anos. Na ocasião, ela vai falar sobre investimentos em infra-estrutura como o Aeroporto de São Gonçalo e a criação do pólo turístico Costa Branca. A comitiva que fará a Missão com a governadora será composta pelo presidente da Fiern, Flávio Azevedo, que representará o empresariado local e pelo presidente da Codern, Emerson Fernandes, que tratará sobre porto com os holandeses, além dos secretários estaduais, Fernando Fernandes, do Turismo e Jean-Paul Prates, de Energia e Assuntos Internacionais.

TEMPO PREVISTO


Segundo o Tempo Agora do site Uol, a meteorologia informa que em Ipanguaçu hoje tera fortes chuvas,
  • Máxima de 28ºc
  • Mínima de 24ºc,
esta previsto que chova hoje na cidade serca de 20mm.
clikque no tempo agora ao lado, e veja a meteorologia prevista para esta semana.

O BRASIL DE 2020 SEGUNDO LULA E FHC


O Brasil de 2020 segundo Lula e FHC

O presidente e o ex-presidente falam com exclusividade a ÉPOCA sobre o futuro do país
Helio Gurovitz e Paulo Moreira Leite

A edição de ÉPOCA que vai às bancas neste sábado (23) discute o futuro do Brasil. No nosso décimo-primeiro aniversário, tentamos traçar um panorama de como será o país daqui a onze anos – em 2020. Nossa edição traz entrevistas exclusivas com os dois brasileiros que, nos últimos onze anos, tiveram mais poder para determinar o futuro do país: o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O governo Lula exibe os mais altos índices de aprovação popular de nossa história política. Nas aparições internacionais, Lula acumula sinais de prestígio crescente com os chefes de Estado e é personagem de reportagens elogiosas dos principais veículos da imprensa mundial. Graças a um sistema financeiro fortalecido por uma política de austeridade que contrariou os principais dogmas do PT, o Brasil de Lula enfrenta a crise global com um desemprego imenso e recessão em vários setores da economia – mas o ambiente é menos sofrido e menos pessimista que nos países centrais.

De olho no futuro imediato de sua herança política, que defenderá nos palanques de 2010, Lula recebeu ÉPOCA para falar do Brasil de 2020. De bom humor, chegou à sala de reuniões de seu gabinete pessoal, montado no Centro Cultural Banco do Brasil – para onde foi transferido o governo enquanto o Palácio do Planalto está em reforma –, falando de futebol. Disse que seu sonho, ao deixar o governo, é virar cartola do Corinthians. Depois, Lula concedeu uma entrevista cujos principais trechos serão publicados na edição de ÉPOCA. No vídeo ao lado, o presidente discute como ele tenta conciliar a agenda do curto prazo com a reflexão sobre o futuro do país. O vídeo foi feito no início da entrevista que concedeu a ÉPOCA.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso recebeu a reportagem de ÉPOCA na sede do Instituto Fernando Henrique Cardoso. Ela fica na região central de São Paulo, numa área que mistura o charme de prédios antigos a uma paisagem de degradação urbana que, aos poucos, vive um lento processo de recuperação. Na tarde chuvosa da entrevista, Fernando Henrique primeiro se queixa da dificuldade de adaptação à rotina paulistana e dos problemas que afetam todo morador da metrópole. “Com essa chuva, o trânsito vai ficar um inferno”, diz ele. O senhor prestes a completar 78 anos pede então um café e começa a discorrer sobre o futuro do Brasil com a mesma paixão intelectual que o move há décadas. Apesar do tom otimista, ele vê dois grandes desafios para o país: educação e segurança pública. No vídeo, feito após a entrevista, ele discute esses desafios, mas se diz otimista a respeito do futuro. “Costumávamos ser chamados de país de futuro”, diz FHC. “Mas o futuro já está aqui.”
Fonte: G1