i

terça-feira, 7 de junho de 2011

Prefeitura de Ipanguaçu oferece até amanhã inscrições para curso gratuito de Informática


Saber usar um computador é fundamental atualmente, seja para estudantes ou para aqueles que precisam se inserir no mercado de trabalho. Por isso, a Prefeitura Municipal de Ipanguaçu, através da Secretaria de Assistência Social, está disponibilizando à população um curso gratuito de Informática Básica, cujas inscrições se encerram nesta quarta-feira (08).


Bastante completo, o curso tem duração de 6 meses. As aulas são ministradas no Telecentro do Centro Integrado da Cidadania (CIC). No ano passado mais de 500 pessoas foram beneficiadas com essa iniciativa do Executivo Municipal.

“Nosso objetivo, comum a todas as nossas ações, é oferecer um leque maior de oportunidades de desenvolvimento econômico à população. Esse curso cria oportunidades para inserção do cidadão no mercado de trabalho, ele comprovadamente dá bons resultados. Tanto é que diversos jovens e adultos de Ipanguaçu hoje tem sua renda graças aos conhecimentos adquiridos no curso que oferecemos”, afirma a secretária de Ação Social Cristina Oliveira.

Os interessados devem ter a idade mínima de 16 anos e se dirigir das 08 ás 11 horas no CIC, situado à Rua 23 de Dezembro, 104, portando cópias de RG e CPF.

Vereadores de Ipanguaçu solicitam prestação de contas da câmara


Os vereadores José Antônio de Souza (PMN) e Thalita Cosme Marinho (PMDB) registraram na primeira sessão de junho, dia 03, em forma de requerimento que o senhor Tunefis da Silva Morais (PRB), apresente em plenário a explanação dos recursos dos repasses efetuados no período de 2009 e 2010 e os primeiros meses de 2011 da casa do legislativo Ipanguaçuense.

Segundo o requerimento de número 01 de junho de 2011, apresentado na noite da sessão, eles justificam que pelo fato da Câmara de Vereadores está convocando os secretários municipais para apresentação das ações da pasta, daí da a entender que o presidente da casa possa também de forma sucinta fazer também essa explanação, dos recursos percebidos ao longo desse período.

O requerimento foi arquivado por falta de votos, apenas os dois vereadores que apresentaram José Antônio e Thalita Cosme mais o vereador Josimar Lopes aprovaram o requerimento.

Mas com a abstenção dos vereadores Doel Soares da Costa (PcdoB), João Batista Pinheiro Lopes(PSB), Francisco Romão Rodrigues(PMDB) e Vaerton Bertoldo do Nascimento(PP) foi arquivado podendo ser votado nas próximas sessão ano.

A vereadora Thalita Cosme disse em plenário esta envergonhada novamente pela atitude dos colegas pelo fato de não terem se posicionado de forma clara para a população “Esse requerimento não é nem um bicho, estou pedindo o que é direito de qualquer um, a transparência dos recursos públicos é direito do cidadão desta cidade” lamenta a vereadora.

José Antônio de Souza disse que o requerimento não é afronta para nem um dos vereadores é apenas uma solicitação que a população pede. “Sabemos que as contas da câmara será julgada no Tribunal de Costa do Estado (TCE), mas o povo tem direito a saber dos recursos públicos que é utilizado pela casa” argumenta o vereador.

O vice-presidente da casa Josimar Lopes, destaca que um dos ensinamentos que aprendeu foi “Meus pais me diziam que justiça boa se começa na família, em casa, e como somos uma família é necessário que também seja apresentado os recursos da casa. O povo merece saber como é quem é que administrado os recursos” indaga Josimar, que parabenizou o requerimento dos colegas.

Os vereadores que se absteve do voto disseram que o requerimento não foi bem elaborado por isso não votaram, um deles, Vaerton Bertoldo disse “Eu participei da mesa no primeiro biênio e esta tudo certo, não é necessário essa prestação de contas neste momento, o TCE avaliará as contas” afirma o vereador, que frisa o requerimento não foi bem elaborado.

Em plenário o presidente da Câmara Tunefis Morais, disse que cada vereador tem suas razões para votarem a favor ou não. Caso fosse aprovado teria que fazer a prestação.

Procurado por telefone Tunefis Morais disse que no momento não poderia passar mais informações, pois entraria em reunião na Secretaria de Recursos Hídricos em Natal, que amanhã (08) poderá esclarecer com informações.

Começa a demolição do Machadinho

A empresa baiana OAS, responsável pela construção da Arena das Dunas, praça esportiva que vai abrigar os jogos da Copa de 2014, aqui em Natal, começou as obras de demolição do Machadinho. Além de um trator, que está fazendo o serviço de terraplanagem do entorno do Machadão, alguns técnicos estavam realizado o procedimento conhecido como furo de sondagem, enquanto dois operários se encontravam dentro do Humberto Nesi, fazendo a derrubada de parte  da lateral que fica voltada para o Centro Administrativo. O muro e o piso do local estavam quebrados e a explicação de Demétrio Torres, secretário extraordinário de assuntos relativos a Copa de 2014, foi de que as obras vão servir para o cercamento da área.

Rodrigo SenaUm trator já trabalha na área fazendo a terraplanagem do terreno em torno do Machadão
Um trator já trabalha na área fazendo a terraplanagem do terreno em torno do Machadão
"Efetivamente a obra começou. Estamos fazendo essas sondagens para isolar aquele área. Até o final dessa semana, o material que vai ser utilizado no cercamento deve chegar a Natal e no prazo de mais  uma semana, todo local já vai estar pronto para as obras. Ao contrário do que se utiliza em construções normais, os tapumes não serão de madeira e sim, metálicos", revelou Torres.

O responsável pela empresa OAS em Natal, Wolnei Magalhães,  informou que a demolição não começou ontem, segunda-feira, e sim há mais tempo. Mas, como o relatório inicial da obras ainda não tinha sido concluído, ele não reunia todas as informações necessárias para falar sobre prazos. "O que estamos fazendo é a sondagem de blocos, mas isso não começou hoje (ontem). Não tenho todos os dados e por isso não posso falar mais sobre o assunto", disse Magalhães.

Em recente entrevista ao Portal da Copa de 2014, o diretor de operações da Arena das Dunas, Charles Maia, ratificou a declaração de Demétrio Torres, sobre a instalação do canteiro de obras. "Estamos no aguardo da chegada do material solicitado para iniciar o fechamento da área com início em 15 de junho próximo", afirmou.

De acordo com Charles Maia, na mesma entrevista para o portal da Copa de 2014, algumas solicitações foram feitas  as empresa concessionárias de Natal, para que as obras poissam serguir o cronograma estipulado. "Solicitamos a autorização da Cosern (Companhia de Energia Elétrica do RN) para retirar a rede de energia que interfere na construção, realocação dos poços da Caern (Companhia de Água e Esgoto do RN), o cadastramento das interferências das redes de telecomunicações, e a elaboração do plano de demolição, entre outros", finalizou Maia.

Tesouro Nacional dá aval para empréstimo da mobilidade

O Ministério da Fazenda e a Secretaria do Tesouro Nacional enviaram, nesta segunda-feira, carta à prefeita de Natal, Micarla de Sousa, com o aval da operação de crédito entre a Prefeitura do Natal e a Caixa Econômica Federal para a execução das obras de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014. Segundo o secretário de obras de Natal, Dâmocles Trinta, o documento é um dos principais requisitos para a contratação do empréstimo de R$ 293 milhões junto à Caixa Econômica. "A Secretaria do Tesouro é o avalista do empréstimo", explica Dâmocles. Quando questionado se os impedimentos que se encontram no Cadastro Único de Convênio (CAUC) vão interferir na liberação dos recursos, o secretário é enfático: "Com esse aval, os registros do Cauc não são mais impeditivos".

Esse primeiro empréstimo  utilizado na construção do corredor estrutural Oeste, com várias obras já planejadas.

Fonte: Tribuna do Norte

RN já pode ter mais casos da dengue tipo 4

Responsável pela Vigilância Epidemiológica da Sesap admite risco de vírus ter se espalhado pelo estado

Os dois casos de dengue 4, confirmados na última sexta-feira pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), podem não ser os primeiros desse tipo no Estado. Segundo a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da secretaria, Juliana Araújo, as ocorrências desse tipo da doença envolvendo mãe e filha na cidade de Santa Cruz (a 119 quilômetros de Natal), precisam de investigação. "Ainda estamos investigando esses dois casos. Não há ainda como precisar que tenham sido os primeiros", afirma ela. 

Devido à incerteza da ocorrência ser a primeira e pelos casos terem sido registrados ainda no mês de maio, a secretaria ainda não tem como saber se o novo tipo de vírus já está espalhado pelo Rio Grande do Norte. "A cidade não tem barreira geográfica que possa impedir a saída do vírus ou até mesmo a saída de pessoas. O vírus pode sim já estar circulando pelo Estado", disse Juliana Araújo.


Juliana Araújo ressalta que ocorrências confirmadas agora são de maio Foto: Eduardo Maia/DN/D.A Press
Este tipo de dengue, que se soma aos outros registrados na epidemia da doença que afeta os potiguares, não era detectado no estado há mais de 30 anos. Os primeiros casos de retorno da dengue tipo 4 no país (onde não havia a sua ocorrência há 28 anos) foram confirmados em julho de 2010, no estado de Roraima. "A expectativa era de que o tipo 4 chegasse no Rio Grande do Norte apenas em meados de 2012, mas infelizmente foi antecipada", diz o secretário estadual de saúde, Domício Arruda. A confirmação do tipo do vírus foi feita através de testes realizados no Laboratório Central Dr. Almino Fernandes (Lacen), tendo o sangue das infectadas sido coletado no dia 17 de maio.

A Sesap realizou o bloqueio epidemiológico do local onde mãe e filha moram, no centro de Santa Cruz, além de ter medicado e isolado as duas pessoas, que não chegaram a entrar em estado grave. Entre as ações já realizadas no local, a secretaria estadual, em parceria com a prefeitura local, estão a aplicação de veneno em um raio de 150 metros da área infectada e a presença de carros-fumacê pela região, entre outras medidas.

A cidade de Santa Cruz é a quarta colocada no RN emquantidade de notificações de casos de dengue (535), atrás de Natal, Parnamirim e Mossoró, segundo o último boletim epidemiológico da Sesap. A suspeita da secretaria é que o vírus tenha chegado à cidade através de uma romaria à Santa Rita de Cásia ocorrida na cidade, no mês de maio. "Apesar do isolamento que temos feito desde os primeiros casos do tipo 4 detectados em Pernambuco e no Ceará, o vírus chegou. Hoje, Santa Cruz é uma cidade turística que recebe muitas pessoas, como no mês de maio", explicou Juliana Araújo, subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap. 

Fonte: Diário de Natal