i

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Papa pede perdão por abusos sexuais cometidos por padres

O papa Francisco pediu hoje (11) publicamente perdão pelos abusos sexuais de crianças cometidos por padres, que têm motivado duras críticas à Igreja Católica nos últimos anos. Durante pronunciamento aos membros do Escritório Internacional Católico para a Infância, o papa disse que a Igreja não dará qualquer passo atrás ao abordar o problema e aplicar sanções.

Marcelo Fonseca
Papa já havia criado uma comissão para promover a proteção de crianças e adolescentes

“Eu me sinto compelido a assumir pessoalmente todo o mal cometido por alguns padres, poucos em número, obviamente, não comparáveis ao total de padres e a pedir, pessoalmente, perdão pelos danos que eles causaram por terem abusado sexualmente de crianças”, disse Francisco. “Temos de ser muito fortes. Com as crianças, não se brinca”.

Essa foi a primeira vez que o papa pediu perdão pelos casos de abuso sexual. Francisco já havia criado uma comissão, composta por oito representantes, encarregada de adotar medidas que promovam a proteção de crianças e adolescentes. Faz parte da comissão, a irlandesa Marie Collins, de 66 anos, que foi vítima de abusos sexuais por parte de um religioso quando era criança e se tornou ativista para denunciar estes casos.

Agência Brasil com informações da Agência Lusa. 
Tribuna 

Recadastramento biométrico encera hoje em Ipanguaçu



Hoje(11) às 16h em Ipanguaçu encerra a revisão biométrica. Os eleitores de 16 a 18 anos ou com mais de 70 anos, cujo voto é facultativo, também devem fazer o recadastramento. Para atualizar o cadastro é preciso levar RG, comprovante de endereço, além do título de eleitor. Em Ipanguaçu a revisão acontece na Câmara de Vereadores. 

Amanhã (12) na cidade de Assú os eleitores de Ipanguaçu também serão atendidos no mutirão no ginásio Arnóbio Abreu. Os eleitores que não comparecerem terão os títulos eleitorais cancelados. E deverão regularizar a situação até o dia 07 de maio no Cartório Eleitoral em Assú, prazo final estabelecido pela justiça eleitoral.