i

sexta-feira, 25 de março de 2011

Alunos do pólo do IFRN em Assú participam neste final de semana de aula pratica


Os alunos do Curso Técnico Subsequente em Guia de Turismo do pólo presencial do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) em Assú, participam durante este final de semana, de 26 a 27, das aulas praticas da disciplina Técnicas de Trabalho para Guia de Turismo.

Segundo a coordenadora do pólo, Eliane Soares, os mais de 25 estudantes do pólo se entregam aos alunos do pólo de Lajes para a viagem que faz parte das atividades curriculares do curso. 

Conforme ela será um momento de vivenciar a experiência de condução de grupos, “A viagem técnica será coordenada pelos Professores Linaldo Silva, que ministra a mesma disciplina no Curso de Guia de Turismo do IFRN (modalidade presencial), além de contar com a presença de Wagner Costa e Marcio Marreiro (Formador e Tutor da Disciplina)”, disse a coordenadora.

No roteiro esta prevista visita ao Aeroporto Internacional Augusto Severo, a praia de Ponta Negra no morro do Careca, ao Sindicato Guias de Turismo (SINGTUR), Fortaleza dos Reis Magos, Praia da Redinha com visita ao Mercado e ao Aquário, visita ao Centro Histórico, Barreira do Inferno, Mirante de Tabatinga e ao Maior Cajueiro do Mundo entre outros pontos da cidade do Natal. 

A intenção da Coordenação do Curso é que todas as viagens sejam pedagogicamente proveitosas, por isso a preocupação com a presença de professores específicos da disciplina, e com a inserção das viagens no processo avaliativo. Desta forma, mantendo o mesmo padrão de qualidade e apreço que são exigidos nos cursos presenciais do IFRN, afirma à coordenadora, Eliane Soares.

Defesa civil de Ipanguaçu se reúne para organizar ações


A comissão municipal de defesa civil de Ipanguaçu esteve reunida na manhã desta sexta-feira (25), nas dependências da câmara de vereadores do município para a apresentar aos Grupos de Apoio (GAP) e os Núcleos de Defesa Civil (NUDECS) as ações que serão desenvolvidas por eles em caso de enxurradas que possam atingir o município.

Segundo o presidente da defesa civil no município, Luiz Alberto da Silva, a reunião teve como objetivo estabelecer procedimentos padrões reguladores de conduta dos órgãos setoriais na hipótese da ocorrência de enxurradas ou inundações bruscas no município. “Esses grupos de apoio e subcomissões devem saber as ações que devem ser tomadas em caso de ocorrência na cidade” disse o presidente.

Na reunião também foi debatido assunto sobre o projete de macrodrenagem dos Rios Piranhas Açu e Pataxó que afeta o município quase todos os anos. Conforme o membro do conselho técnico da defesa civil, Genilo Rodrigues, a única forma do município diminuir a probabilidade de cheias e com a execução deste trabalho “O serviço de desassoreamento diminuirá os prejuízos a população que tanto sofre com as cheias” frisa o conselheiro.

Conforme o vice-presidente da Defesa civil, Joildo Lobato, já foi solicitado a Secretario Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, uma reunião com o secretário da pasta onde esse projeto possa ser reapresentado e os poderes possam unir forças para a execução deste trabalho.

Idema e IFRN fazem monitoramento dos açudes do Estado


Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR

O Programa de Balneabilidade “Água Azul”, executado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA) em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRN), está fazendo o monitoramento dos principais açudes do Rio Grande do Norte. O trabalho será realizado durante cinco semanas consecutivas, contemplando os açudes: Prof. Cortez Pereira, em Alexandria; Barragem de Pau dos Ferros; Barragem Santa Cruz do Apodi; Açude de Lucrécia; Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, em Itajá; Barragem Boqueirão de Parelhas; Barragem Passagem das Traíras, no Jardim do Seridó; Açude Itans, em Caicó; Açude Gargalheira, no Acari.

A iniciativa tem por objetivo avaliar as condições de balneabilidade, levantando informações sobre a qualidade atual e evolução da qualidade da água nos reservatórios estudados, visando otimizar a gestão dos recursos hídricos do Estado.

O programa tem como metodologia a coleta semanal de amostras de água nos pontos de maior freqüência de banhistas de cada reservatório hídrico contemplado, além da observação visual da condição água nesses pontos. As coletas são realizadas aos domingos, por uma equipe da IFRN, e após a avaliação dos resultados, um relatório é emitido aos técnicos do IDEMA para auxiliar o órgão ambiental quanto à gestão destes mananciais.

Programa Água Azul

O Programa Água Azul consiste na medição e verificação periódica de parâmetros de qualidade de água, usada para o acompanhamento da condição atual, sua evolução e controle da qualidade do corpo de água, além de possibilitar a projeção de situações futuras. 

O Programa tem por objetivos realizar o monitoramento sistemático da qualidade das águas dos principais corpos d’água interiores norte-riograndenses, bem como das águas subterrâneas, verificar as condições de balneabilidade de praias do Estado, além de promover uma investigação passivo ambiental, decorrente da contaminação, por derivados de petróleo, do aqüífero na Cidade de Natal.

Entre outras ações realizadas pelo Programa, está a avaliação da qualidade de efluentes líquidos industriais ou sanitários que são lançados em corpos hídricos, coleta e avaliação de amostras de águas superficiais ou subterrâneas para atendimento a emergências, denúncias, perícias e solicitação de promotorias, divulgação de relatórios técnicos trimestrais contendo informações a respeito das condições de qualidade das águas dos corpos d’água monitorados, além de possibilitar a utilização dos laboratórios envolvidos para atendimento a situações emergenciais.