i

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Trio mocotó na corda bamba

Em Assú o prefeito Ivan Junior (PP) caminha sem nenhum obstáculo para a reeleição. A oposição já entregou os pontos e o Jacaré virou calango.

Em Ipanguaçu Leonardo Oliveira (PT) quer continuar mandando no pedaço e luta com unhas e dentes para passar por cima do cadáver do arqui-rival Zé.

Em Alto do Rodrigues os dados da Perfil mostra virada magnífica do prefeito Eider Medeiros (PMDB) sobre Abelardo que tenta retomar a prefeitura.

Resumo da ópera: O trio mocotó (Ronaldo, Zé e Abelardo) vai mal das pernas!

Blog: Toni Martins 

Polícia faz ronda a pé por falta de viaturas

O cenário de caos que povoa a área de segurança pública do Rio Grande do Norte ganhou mais um ingrediente com a revelação feita pelo comandante-geral do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM), instalado em Assú e abrangência por 14 municípios do Vale do Açu e proximidades, o major Antônio Marinho da Silva.
O oficial tem procurado a imprensa da cidade e região quase que de forma sistemática para expor o cenário de dificuldade que tem se refletido numa má qualidade na prestação de serviços. Major Marinho já se queixou em mais de uma oportunidade da falta de condição para o setor.
Agora, veio a informação mais contundente: o policiamento que é realizado pela guarnição em alguns setores da cidade, como o centro – no qual se concentram as instituições bancárias, os principais estabelecimentos comerciais e a própria sede do Poder Executivo – está sendo realizado a pé.
O motivo é a falta e estrutura veicular para garantir o suporte necessário a tal tarefa. “Hoje, se você for verificar no centro da cidade, na área bancária e comercial, você vê dois ou três policiais a pé por falta de viatura”, desabafou o comandante-geral. “Infelizmente, é importante que a gente saiba da situação para depois não culpar os inocentes”, completou. 
Comandante destaca importância de informar a sociedade
Major Marinho disse que ao trazer tal realidade a público não quer intranquilizar a população. Mas vê como importante que todos saibam o que está acontecendo.
O comandante-geral declarou que todos os fatos já foram devidamente levados ao conhecimento do comando-geral da corporação, em Natal.
“Foi mandado já um documento para o comando-geral informando da situação para ver se dá umas condições de infraestrutura e logística para nós”, salientou o oficial PM. Ele revelou a intenção de chamar os mais diversos segmentos sociais do Assú e região para um encontro a fim de se discutir alternativas para driblar a crise atual.
Propostas
Essa reunião, que será preciso também ter a concordância da representação do Ministério Público Estadual (MPE) a comarca, trataria dentre outros pontos da possibilidade de se colaborar para a manutenção dos serviços de segurança pública na cidade região. No arco de convidados que seriam chamados a debater o problema estariam também o Poder Judiciário, prefeituras e câmaras municipais e, ainda, os representantes do Conselho Comunitário de Segurança Pública do Vale do Açu. Um das opções a exibir, descreveu o major Marinho, seria cada setor “apadrinhar” uma viatura para que o trabalho do policiamento não sofra solução de continuidade.
Fonte: O Mossoroense

Mano Menezes divulga lista de convocação para amistosos

O técnico Mano Menezes divulgou a lista com os 23 convocados para disputarem quatro amistosos entre o fim de maio e começo de junho pela Seleção Brasileira de Futebol. Entre os jogadores estão 17 com idade olímpica, o que pode indicar que Mano divulgou uma pré-lista do que será o time nas Olimpíadas de Londres.

Os amistosos começam com o jogo contra a Dinamarca no próximo dia 26 de maio, em Hamburgo. Quatro dias depois a seleção enfrenta os Estados Unidos, em Washington, e no dia 3 de junho, em Dallas, os brasileiros jogam contra o México. O último confronto é contra a Argentina, em New Jersey.
Fábio Mota/AEMano Menezes divulga lista de convocação para amistososMano Menezes divulga lista de convocação para amistosos

Confira os convocados:
Goleiros: Jefferson (Botafogo), Rafael (Santos) e Neto (Fiorentina)
Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Danilo (Porto), Marcelo (Real Madrid) e Alex Sandro (Porto)
Zagueiros: David Luiz (Chelsea), Thiago Silva (Milan), Bruno Uvini (Tottenham) e Juan (Inter de Milão)
Volantes: Sandro (Tottenham), Casemiro (São Paulo) e Rômulo (Vasco)
Meias: Paulo Henrique Ganso (Santos), Oscar (Internacional), Lucas (São Paulo) e Giuliano (Dnipro/Ucrânia)
Atacantes: Alexandre Pato (Milan), Hulk (Porto), Leandro Damião (Internacional), Wellington Nem (Fluminense) e Neymar (Santos)

Tribuna do Norte

Professores da Ufersa aprovam nova paralisação

Depois da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), outra universidade pública em Mossoró poderá entrar em greve. Os professores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) poderão parar suas atividades dia 17 deste mês.

O indicativo de greve foi decidido anteontem em assembleia geral. Os docentes pleiteiam reestruturação da carreira, ponto acordado com o Governo Federal, mas descumprido em 2011, segundo a coordenação do movimento.

Os servidores também querem valorização do piso salarial e incorporação das gratificações, segundo o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), que recomenda a greve em todo o Brasil.

A Ufersa tem 363 docentes efetivos, e a greve poderá prejudicar mais de três mil estudantes. É possível que a paralisação englobe os campi de Mossoró, Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros, atrasando o ano letivo de 2012, em pleno andamento.

A mobilização poderá ter apoio dos servidores técnicos-administrativos, que também estão se organizando para a greve, caso as reivindicações de valorização salarial não sejam atendidas.

Fonte: O mossoroense 

Ex-prefeito de Extremoz condenado a ressarcir R$ 573 mil à conta do Fundef


O ex-prefeito de Extremoz Walter Soares de Paula teve as contas relativas ao balancete do Fundef no exercício de 2000 consideradas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado.
Em processo relatado pela conselheira Adélia Sales, na sessão da Primeira Câmara o voto foi pela restituição aos cofres do município da quantia de R$ 573.866,54, além do encaminhamento das principais peças do processo para o Ministério Público Estadual e Federal, a fim de que sejam apurados possíveis ilícitos penais e/ou atos de improbidade administrativa.

Robson Pires