i

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Escola Municipal de Ipanguaçu recebe Prêmio Construindo a Nação pelo segundo ano consecutivo

Pelo segundo ano consecutivo, a Escola Municipal Adalberto Nobre de Siqueira, localizada na comunidade rural de Tabuleiro Alto, em Ipanguaçu, recebeu o Prêmio Construindo a Nação. Os alunos foram receber o prêmio pessoalmente nesta terça-feira (22), em cerimônia realizada no Centro de Atividades (CAT) do SESI/RN, em Natal. O prêmio é uma iniciativa do SESI, em parceria com a Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Fundação Volkswagen, Instituto da Cidadania Brasil, Conselho Nacional de Secretários de Educação e o Centro de Educação Anhanguera.

O objetivo do Construindo a Nação é valorizar e destacar como exemplo as ações empreendidas por escolas públicas e privadas em todo o Brasil que estimulem os alunos no diagnóstico e busca de soluções para problemas das comunidades onde as escolas estão situadas. Para o professor de Língua Portuguesa, André Magri, coordenador dos dois projetos ipanguaçuenses premiados, as atividades desenvolvidas na escola municipal transformaram positivamente a realidade e a vivencia escolar não só dos alunos, mas de suas famílias e dos funcionários da instituição de ensino.

A escola premiada é distante mais de 20 km do centro da cidade e já havia conquistado o 1º lugar do prêmio em 2010, na categoria destaque social, com o projeto “Uma visita à elegante essência do medo”. Nesta última edição, a escola conquistou o 1º lugar com o projeto “Identidade e voz do povo nordestino na literatura regionalista”, ficando a frente da Escola Municipal Chico Santeiro, em Natal, que conseguiu o segundo lugar, e da Escola Maria Letícia Damasceno, em Santa dos Matos, terceira colocada.

“Além das premiações, que constituem um reconhecimento relevante para a escola, a mudança na conduta e discurso dos alunos quanto à educação e à leitura é o grande marco dos projetos desenvolvidos, pois hoje temos estudantes engajados e compromissados com sua educação”, afirma André. O educador ainda comenta que “quando o pano de fundo de mudanças e transformações tão belas é a Literatura, então o gosto de vitória na educação pública é ainda maior”.

O professor conta que as ideias dos projetos partiram da necessidade de reverter uma preocupante situação “Era grande o desapego dos alunos de 6º ao 9º anos do ensino fundamental em relação à leitura e à escrita. Daí surgiu a ideia de fomentar e animar os trabalhos pedagógicos junto aos educandos, tendo como base a disciplina de Língua Portuguesa. O objetivo inicial do projeto era mostrar aos estudantes o quão prazerosa e encantadora a leitura é. E mais: como ela estava presente em cada situação do dia a dia de cada um”, explica.

Foi o que descobriu a aluna do 8º ano Manuele Avelino da Silva, 12 anos. “Eu não sei bem o que aconteceu, só sei que de uma hora para a outra consegui ter um novo olhar em relação aos livros que começamos a ler. Hoje me considero uma pessoa apaixonada pela leitura”, diz a menina.

Para o Prefeito Leonardo Oliveira, as conquistas que o ensino da rede pública municipal vem obtendo nos últimos anos é um exemplo para outras instituições. “Estamos incentivando que mais projetos sejam desenvolvidos pelos nossos professores, de todas as disciplinas. É importante que os alunos e a comunidade escolar estejam envolvidos para a contínua melhoria da qualidade do ensino. Esses alunos sabem da importância desse projeto. O que marcou para eles não foi a conquista do premio, mas a mudança que ocorreu na vida de cada um com esse trabalho”, afirmou o prefeito Leonardo.

Além dos dois prêmios Construindo a Nação, a Escola Municipal Adalberto Nobre de Siqueira já foi vencedora do Selo Escola Solidária (2011) e também do Educador Nota 10 - Fundação Victor Civita, ficando em 2º lugar em Língua Portuguesa a nível nacional, em 2010.





Multidão lota estúdios da rádio Princesa

Ontem(22) no programa Panorama do Vale apresentado por Rodrigo Medeiros na Rádio Princesa do Vale esteve o prefeito de Ipanguaçu Leonardo Oliveira, onde esteve acompanhando do indicado a ser o seu pré-candidato a vice prefeito para compor a chapa para as próximas eleições.

Trata-se do empresário ceramista Josimar Lopes, onde teve uma boa aceitação pela população e aprovação pela maioria dos vereadores, Josimar Lopes é um empresário humilde que esta sempre ao lado do povo.

O prefeito Leonardo Oliveira e Josimar Lopes foram recepcionado por uma multidão que lotaram os estúdios da Rádio Princesa do Vale.Parabéns a Josimar Lopes e em especial ao povo de Ipanguaçu que só tem a ganhar, pois todos trabalham no intuito de da continuidade a ótima administração realizada pela equipe de Leonardo Oliveira prefeito de Ipanguaçu.


Focoelho 

Brasil vai defender políticas de combate à pobreza em reunião da ONU

Na próxima sexta-feira (25/5), o país vai defender suas políticas de combate à pobreza, como o Brasil sem Miséria e o Bolsa Família, durante a apresentação de relatório à Organização das Nações Unidas (ONU), em Genebra (Suíça), sobre a situação dos direitos humanos. De acordo com a ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos, as políticas sociais têm feito do Brasil um país mais igualitário.
“Um dos nossos objetivos [em Genebra] é mostrar para o mundo que as políticas de combate à pobreza no Brasil são de direitos humanos. Milhões de brasileiros superaram uma das principais violações de direitos humanos da contemporaneidade, que é viver em condições de pobreza e extrema pobreza”, disse a ministra.
O documento, elaborado pelas autoridades brasileiras e encaminhado ao Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, avalia as políticas implementadas na área e reúne as ações promovidas pelo governo em 26 áreas. Há referências à inclusão social, à proteção à livre orientação sexual e religiosa, ao combate ao trabalho escravo e infantil, ao estímulo à reforma agrária e à garantia dos direitos dos povos indígenas.
No relatório, o governo apresenta os resultados do esforço de cumprir as 15 recomendações da ONU e dois compromissos voluntários que garantem a proteção dos direitos humanos. Todos os 193 países-membros das Nações Unidas são submetidos ao mecanismo a cada quatro anos e meio, o que representa uma inovação do sistema internacional de proteção dos direitos humanos. O relatório faz um balanço das medidas tomadas entre abril de 2008 e dezembro de 2011.

Vice-prefeita abdica do direito de postular permanência na chapa em prol de líder do PSB

vera_lucia_barbalhoSem traumas. Assim se processou a mudança de composição na esfera da chapa majoritária governista em Ipanguaçu com vistas à eleição de 7 de outubro.
A atual vice-prefeita Vera Lúcia Barbalho Lopes (PSD) aceitou abrir mão de permanecer na chapa para ceder o espaço ao vereador e presidente do diretório municipal do PSB, Josimar Lopes.

A "costura" política foi toda conduzida pelo esposo da vice-prefeita, o ex-vereador Francisco Geraldo de Paula Lopes, "Geraldo Paulino" (PSD), que, como consequência, herdará as bases eleitorais do dirigente pessebista na tentativa de voltar à Câmara Municipal este ano.

Até então ambos se digladiavam tendo como principal base política o distrito rural de Pataxó. Agora, como fruto do acerto político, Josimar Lopes vai se acomodar como candidato a vice do prefeito Leonardo da Silva Oliveira (PT) e "Geraldo Paulino" buscará um mandato no Legislativo respaldado pelos aliados do dirigente do PSB.

As conversações tiveram outro partícipe: o ex-vice-prefeito Mário Silvério da Costa (PSC). "Mário de Dôncio", como é mais popularmente conhecido, contribuiu na aproximação entre os dois. Ele também confirmou que está associado ao projeto de renovação do mandato de Leonardo Oliveira em Ipanguaçu.

Tanto "Mário de Dôncio" quanto "Geraldo Paulino" consideram o episódio político recém-firmado como fato consumado. As duas lideranças refutaram de forma categórica qualquer possibilidade de recuo. "Este entendimento foi o melhor para Ipanguaçu e para ganhar a eleição", observou o líder do PSC.

"Quem me conhece na política sabe que não sou de voltar atrás depois de anunciar minha posição", reforçou o ex-vereador e marido da atual vice-prefeita. 
Lideranças afirmam que decisão fortalece o governismo local
Diante da decisão as lideranças que formam o grupo governista de Ipanguaçu são unânimes em declarar que o episódio fortalece o grupo liderado pelo prefeito Leonardo Oliveira com vistas ao processo eleitoral de outubro vindouro.
FONTE:O mossoroense