i

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

“Semana Rosa” chega ao fim nesta sexta-feira

A Prefeitura de Ipanguaçu através da Secretaria Municipal de Saúde encerram amanhã, sexta-feira dia 25, a Campanha “Semana Rosa”, direcionado ao combate ao câncer de mama. As atividades fazem alusão ao “Outubro Rosa” que busca mobilizar a população para a conscientização da prevenção da doença. 


Segundo a Secretária de Saúde do município, Sumaira Fonseca, durante toda a sexta acontecerá à oferta de exames como a realização de ultrassonografias mamárias e uma caminhada de conscientização na avenida principal. 

Atividades desenvolvidas direcionadas ao público feminino acontecem das 08 às 12h no Centro Integrado da Cidadania (CIC) no Bairro 23 de Dezembro, com a coleta de exame preventivo pelas enfermeiras e a realização de ultrassonografias mamárias, agendadas antecipadamente na Secretaria. A tarde das 13 às 19hs também no CIC acontece aula de dança e aeróbica, encerrando com a caminhada com saída do CIC em direção a Praça Nossa Senhora de Lourdes, no centro da cidade.

Número de inscritos do RN no Enem aumenta 28% em relação a 2012


No ano passado foram 131.396 inscritos; este ano são 167.667. Provas ocorrem no próximo sábado (26) e domingo (27).

Do G1 RN
Veja os detalhes sobre o Enem 2013
 (Foto: Editoria de Arte/G1)


O número de inscritos do Rio Grande do Norte no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) subiu 28% na comparação entre 2013 e 2012. No ano passado foram 131.396 inscritos; este ano são 167.667, segundo dados do Ministério da Educação. Neste ano, mais de 7,1 milhões de candidatos se inscreveram para a prova do MEC no Distrito Federal e em todos os estados do país.

As provas da edição de 2013 do Enem acontecem nos próximos sábado (26) e domingo (27). Os portões dos locais de prova abrirão às 11h no Rio Grande do Norte. O fechamento e início da prova acontece às 12h. Os inscritos podem deixar o local do exame, sem a prova, às 14h – só a partir das 16h é permitido sair com os cadernos. O exame termina às 16h30 no sábado e às 17h30, no domingo.

As provas têm um total de 180 questões de múltipla escolha e uma redação. No sábado (26), os candidatos farão a prova de ciências humanas e a de ciências da natureza, ambas com 45 questões. O tempo mínimo para permanecer na sala de provas é duas horas, e o tempo máximo para resolver as questões é de quatro horas e meia.

No domingo (27), o Enem aplica as provas de linguagens e códigos, que engloba português e língua estrangeira (inglês ou espanhol) e de matemática, além da prova de redação. Nesse dia, a duração máxima do exame é maior: cinco horas e meia. Em ambos os dias de prova, para levar o caderno de questões, o candidato só pode sair da sala de aula nos últimos 30 minutos da prova.

Para a realização, das provas o candidato deverá usar somente caneta com tinta esferográfica preta e feita com material transparente. Além disso, nenhum candidato poderá entrar na sala de provas sem apresentar um documento de identificação original com foto.

Quem não tiver o documento deverá apresentar boletim de ocorrência emitido no máximo 90 dias antes da data da prova e se submeter a uma identificação especial e preenchimento de formulário próprio.

Inscrições para o cargos de diretores encerram nesta sexta em Ipanguaçu


Encerra nesta sexta-feira (25) o prazo de inscrições para as eleições diretas de diretores de duas escolas da rede municipal da cidade de Ipanguaçu. Segundo o edital as inscrições dos candidatos concorrentes a Diretor (a) e Vice diretor (a) deverão ser formalizadas até essa sexta-feira, entre 8h30min às 12h através do requerimento o qual deverá ser preenchido e assinado pelo candidato juntamente com a documentação necessária e entregue a um membro da Comissão Central na sede da Secretaria Municipal de Educação. 


As escolas municipais Francisco Targino Nobre na comunidade de Língua de Vaca e Adalberto Nobre de Siqueira, localizada na comunidade de Tabuleiro Alto, serão as primeiras instituições da educação básica no município a passarem pelo processo de eleição direta, as demais escolas da rede municipal de ensino participarão do processo de forma gradativa. 

As eleições para os dirigentes escolares atende a Lei Complementar de nº 16 de 10 de outubro de 2011, sancionado pelo prefeito Leonardo Oliveira, que busca a democratização da educação, incluída nas políticas de valorização do profissional. 

A condução do processo eleitoral será comandada por uma comissão eleitoral escolar constituída por: um professor, um servidor e um responsável por um aluno. A comissão será supervisionada pela Comissão Central para Eleições Diretas da Rede Municipal. 

As eleições acontecerão no dia 02 de Dezembro deste ano e será realizada através de voto direto e secreto para um mandato de dois anos. Podem votar os servidores ativos, em pleno exercício do quadro profissional da Educação, um responsável legal pelo aluno matriculado na escola, alunos matriculados do Ensino Fundamental e EJA com idade igual ou maior há doze anos. 

Polícia do RN indicia casal suspeito de fraudar NNex em R$ 3,5 milhões


G1/RN – O delegado de Defraudações e Falsificações, Júlio Costa, indiciou o empresário Tarcísio Nóbrega de Mello Júnior e a advogada Rafaela Pereira de Mello pelos crimes de furto qualificado e estelionato. O casal é suspeito de usar serviços de hacker para se apropriar indevidamente de mais de R$ 3,5 milhões da empresa de marketing multinível NNex. O inquérito foi entregue nesta quarta-feira (23) à Vara Criminal da comarca de Caicó, no Seridó do Rio Grande do Norte, onde o casal mora.
Tarcísio, conhecido como Nando, e Rafaela foram presos no último dia 14 de outubro na BR-226, no município de Currais Novos, quando se dirigiam a Natal. A polícia cumpriu, então, mandados de prisão, busca e apreensão e sequestros de bens que foram expedidos pela Justiça após denúncia da empresa NNex e investigação prévia da delegacia especializada.
“O certo é que vários empreendedores digitais foram beneficiados pelo esquema criminoso comandado por Tarcísio, idealizado com o objetivo de operacionalizar todo o sistema de fraudes, cujas consumações foram interrompidas a partir da constatação do grande volume de movimentação financeira existente nas contas dos indigitados agentes”, diz o delegado no documento obtido pelo G1.
Para o delegado, os suspeitos cometeram estelionato em continuidade delitiva quando “mediante artifício, obtiveram vantagens ilícitas a partir das fraudes dos e-vouchers vips, mantendo em erro todos os empreendedores digitais referidos nesta espécie de golpe ao cobrar comissões pela operação fraudulenta”.
Depoimentos
No seu interrogatório, Rafaela negou participação no esquema, afirmando que as contas que possuía junto à empresa eram operadas pelo seu marido. Ela afirmou que percebeu os valores mais altos recebidos nos últimos meses, porém “acreditou que tais valores eram referentes à antecipação de todos os lucros que iria auferir durante o prazo contratual”. Ainda de acordo com o documento, “a interroganda escutava Nando falando com outras pessoas, pessoalmente ou por telefone, sobre falhas que estavam ocorrendo no sistema da empresa NNex, comentando inclusive que via comentários no facebook sobre falhas no TI”, diz.
No seu depoimento, Tarcísio afirmou que não “sabia informa se foi o responsável pelas transferências bancárias em que é acusado pela empresa”. Ele contou que possuia cerca de dois mil afiliados em sua rede de marketing multinivel, porém percebeu que “a empresa chegou a manipular o sistema de informações excluindo de sua rede cerca de 700 afiliados em detrimento e em prejuízo”.
Questionado se percebera os valores exorbitantes que começaram a entrar em sua conta, ele disse que viu “várias disparidades que ocorriam no momento que eram solicitados os saques no banco virtual, atribuindo tal fato a falhas do próprio sistema, uma vez que nega haver praticado fraudes em seu escritório virtual”.
Testemunhas
Consta no inquérito, entregue a justiça, depoimentos de testemunhas ouvidas pela polícia durante a investigação. Em um dos casos, uma pessoa diz que Rafaela à convenceu a abrir mais duas contas, além da que já tinha, na NNex. Dias depois, recebeu a informação, dessa vez de Tarcísio, que eles conseguiram uma senha que liberaria um dinheiro que só seria recebido futuramente. Para tanto, ela precisaria pagar uma comissão ao empresário. A testemunha contou que, como não desconfiou de golpe, aceitou a proposta.