i

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Professores de Ipanguaçu participam de ateliê pedagógico com o neurocientista Sidarta Ribeiro no projeto Leitura + Neurociências



No último sábado (19), professoras (es) da educação básica municipal de Ipanguaçu e das cidades do Vale do Açu participaram do ateliê pedagógico “Gargalos fisiológicos no aprendizado escolar”, com o neurocientista Dr. Sidarta Ribeiro, que também é professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e diretor do Instituto do Cérebro da mesma instituição. A atividade integra as matrizes curriculares do curso de pós-graduação lato sensu em “Alfabetização e Neurociências: interfaces na Educação Integral”, parte integrante do Projeto Leitura + Neurociências, coordenado pela Profa. Dra. Angela Chuvas Naschold (CERES/UFRN) e pelo Prof. Dr. Antonio Pereira (Instituto do Cérebro/UFRN), e que atende prioritariamente docentes e alunos (as) ipanguaçuenses da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental.

Sidarta Tollendal Gomes Ribeiro é professor titular de Neurociências. É Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade de Brasília (1993), Mestre em Biofísica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994), Doutor em Comportamento Animal pela Universidade Rockefeller (2000) com Pós-Doutorado em Neurofisiologia pela Universidade Duke (2005). Tem experiência nas áreas de neuroetologia, neurobiologia molecular e neurofisiologia de sistemas, atuando principalmente nos seguintes temas: Sono, sonho e memória; plasticidade neuronal; comunicação vocal; competência simbólica em animais não-humanos e neuroeducação. Exerceu no triênio 2009-2011 a função de secretário da Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento (SBNeC). Desde 2011 é coordenador do comitê brasileiro do Pew Latin American Fellows Program in the Biomedical Sciences e membro do comitê científico da Latin American School of Education, Cognitive and Neural Sciences (LA School), que em 2014 recebeu o prêmio inaugural Exemplifying the Mission of the International Mind, Brain and Education Society. Coordenador de núcleo do projeto de avaliação de crianças em risco para transtorno de aprendizagem (ACERTA - CAPES/Observatório da Educação). Investigador associado sênior do Centro FAPESP de Pesquisa, Inovação e Difusão em Neuromatemática (Neuromat). Membro do Conselho Consultivo da Plataforma Brasileira de Política de Drogas, criada em 2015. Editor associado dos periódicos Frontiers in Integrative Neuroscience, Frontiers In Psychology - Language Sciences, Neurobiologia e Basic and Clinic Neuroscience.

De acordo com a coordenação do curso, o projeto Leitura + Neurociências objetiva a capacitação e a formação de professores e profissionais da educação básica do sistema de educação pública em uma nova metodologia para ampliar a competência leitora dos alunos da educação infantil e do ensino fundamental. Essa ação acontece através de convênio estabelecido entre a UFRN, o Programa Mais Educação da Secretaria de Educação Básica do MEC com base nos resultados de pesquisa experimental na interface entre Neurociências, Psicolinguística, Ciência da Computação e Educação, e da Secretaria Municipal de Educação de Ipanguaçu/RN. 

O ateliê desenvolvido pelo Prof. Dr. Sidarta Ribeiro (UFRN) enfocou a relevância dos aspectos fisiológicos no processo de educação das crianças e jovens, com especial destaque para a alimentação saudável, a prática de atividades físicas e o sono como potencializador dos processos de aprendizagem. 

O neurocientista apresentou pesquisas que desenvolveu nos últimos anos e que apontam para a necessidade urgente de refigurar a escola como espaço formativo dos pequenos e jovens. Concomitante à discussão sobre os alunos, o professor ainda enfatizou a indissociável relação entre motivação e recompensa, apresentando resultados de investigações pautadas na relação entre condições de trabalho, valorização salarial e qualidade profissional no campo da educação. 

O pesquisador propôs que uma experiência envolvendo o sono, o sonho e a memória fosse desenvolvida com as crianças ipanguaçuenses, de forma a investigar os efeitos do sonho na escola, de uma alimentação sustentável e saudável, bem como da inserção de práticas de atividades físicas sistematizadas. A Profa. Jeane Dantas dos Santos Bezerra, secretária de educação do município, acolheu a ideia e já se pensa com os coordenadores do projeto Leitura + Neurociências o desenvolvimento da proposta. 

Para a professora Aridenis Henrique, especialista em Psicopedagogia e Mestranda em Ciências da Educação, “as contribuições do Prof. Sidarta foram essenciais à nossa formação docente e humana. As relações entre os aspectos fisiológicos e pedagógicos é muito forte e interdependente, e temos aprendido a reconhecer isto e incorporar tais conhecimentos no fazer da escola. A experiência de integrar o projeto Leitura + Neurociências é, sem dúvidas, um avanço na educação ipanguaçuense e nos garante não apenas profissionalização, mas a imersão na pesquisa em educação e neurociências com vistas a ampliar a formação de leitores na cidade”.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

2ª Copa de Basquete


Prefeito de Ipanguaçu abre encontro para elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico



Buscando planejar para os próximos 20 anos o saneamento básico do município, a Prefeitura de Ipanguaçu promoveu na última semana o lançamento dos comitês que elaborarão o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). O objetivo é projetar para os próximos anos as metas em quatro eixos, entre eles, o abastecimento de água, manejo de águas fluviais, coleta e tratamento de esgoto, além dos resíduos sólidos com a coleta seletiva em todo o território municipal. 

O prefeito Leonardo Oliveira, esteve presente e agradeceu o apoio dos secretários e as entidades parcerias na construção do plano. Para o gestor os comitês terão importante papel frente às demandas que o município anseia. “Será um plano complexo que precisará da ajuda de todos, da equipe técnica e da sociedade. Com o plano construiremos uma cidade do futuro, gerenciando e preservando os nossos recursos naturais”, disse o gestor. 

Os comitês de coordenação e executivo foram nomeados pelo decreto nº 012/2015, no qual são compostos pelas Secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos, Saúde, Agricultura e Meio Ambiente, Planejamento e Administração, Educação e Assistência Social, além das entidades como a Câmara Municipal, Defesa Civil, Associação dos Artesãos da Comunidade de Picada, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ipanguaçu, Igreja Católica/Evangélica e a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). 

Segundo coordenadores dos comitês Carlos Rondnny e Mara Núbia de França, o comitê de coordenação promoverá a discussão, avaliação dos trabalhos produzidos pelo Comitê Executivo, que elaborará o PMSB atendendo viabilidade técnica, operacional, financeira e ambiental que será avaliado, além da coordenação, pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa). 

“Teremos um longo trabalho daqui pra frente. Será uma atividade intersetorial, que envolverá muitos seguimentos, e que o gestor municipal tem se mostrado muito sensível à construção do plano”, reitera Carlos Rondnny. 

A equipe terá até março de 2016 para a elaboração do Plano, depois de pronto será enviado ao gestor municipal, que remetera avaliação do poder legislativo antes de ser sancionado em lei municipal.





Vem ai a semana do bebê 2015


sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Aberto edital para escolha de novos diretores em Ipanguaçu


Estão abertas desde o último dia 08 em Ipanguaçu as inscrições para o processo eleitoral que irá escolher os novos diretores (as) e vice-diretores (as) de cinto escolas municipais, as inscrições das chapas seguem até o dia 23 de setembro. O processo eleitoral faz parte do decreto municipal assinado em 2011, que visa realizar até 2016 eleições em todas as unidades de ensino público da rede municipal. 

Segundo a secretária de Educação Jeane Dantas, o edital publicado no Jornal Oficial do Município (JOM) traz todas as orientações e os pré-requisitos para quem tem interesse de se candidatar. “O edital está disponível para consulta e qualquer dúvida pode ser esclarecida na Secretaria de Educação. Acreditamos que por mais um ano façamos valer esse direito conquistado através das lutas dos trabalhadores e das trabalhadoras de nossa cidade”, disse à secretária. 

O processo eleitoral ocorrerá para as Escolas Francisco Florêncio Lopes (Pataxó), Adalberto Nobre de Siqueira (Tabuleiro Alto), Francisco Targino Nobre (Língua de Vaca), Nelson Borges Montenegro (Picada) e Francisca da Salete Ribeiro Barreto (Bairro Ilha Grande). 

Os candidatos concorrentes deverão formalizar o pedido no período compreendido entre 8h30min às 12h na sede da Secretaria de Educação. 

O dia de votação ocorrerá nas unidades escolares no dia 05 de novembro das 8 às 17h. A eleição será realizada através de voto direto e secreto para um mandato de dois anos. Estão aptos a votar os servidores do quadro dos profissionais da educação em pleno exercício, um responsável legal pelo aluno matriculado no referido estabelecimento e o alunos matriculados do Ensino Fundamental e EJA com idade igual ou maior de doze anos.


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Programação: Festa de Santa Terezinha tem início neste domingo

18º Crianças em Missão e Festa de Santa Teresinha 2015
Missão é Servir
“...Compreendi que meu amor não se devia traduzir
somente por palavras.
 (Sta. Teresinha)

172 anos de Fundação da Infância Missionária
19 anos de Infância Missionária em Ipanguaçu
13 anos do Grupo de Oração Santa Teresinha

Dia 20 de setembro – Domingo – Abertura Oficial
5h – Ofício da Imaculada Conceição e Caminhada
Saída: Capela N. Sra. da Saúde – Olho D'água
Missa na estátua de Santa Teresinha – Praça
Celebrante: Padre César Bessa
# Café da Manhã Comunitário – Sede da Infância Missionária

De 22 à 30 de setembro
12h – Novena das Rosas
Na Igreja Matriz de N. Sra. de Lourdes

Peregrinação nas Comunidades
20/09 – Domingo – São Miguel, Pataxó, Pedrinhas, Luzeiro, Cuó, Baldum e Base Física
26/09 – Sábado – Porto, Picada, Itu, Lagoa de Pedras, Beira Rio, Japiaçu e Pau de Jucá
27/09 - Domingo – Taboleiro Alto, Angélica, Canto Claro, Língua de Vaca, Capivara e Arapuá

Dia 27 de setembro – Domingo
12h – ALMOÇO DE SANTA TERESINHA
Na Sede da Infância Missionária

Dia 28 de setembro – Segunda-feira - Noite do Movimento Apostólico da Mãe Peregrina e Cáritas Paroquial
19:30 - Missa
Celebrante: Padre Antônio do Vale
Convidados: Terço dos Homens (Ipanguaçu e Pataxó), Apostolado da Sagrada Família (Pataxó), Grupos de Oração N. Sra. das Dores, N. Sra. da Conceição, São Sebastião, Fraternidade Santo Antônio e todos os Grupos da Mãe Peregrina.
# Quermesse


Dia 29 de setembro – Terça-feira - Noite da Infância e Adolescência Missionária
19:00 - Caminhada Missionária
Saída: Antiga Prefeitura
19:30 - Missa
Celebrante: Padre Edvaldo Brito
Convidados: Legião de Maria de Arapuá, Irmandade de Santa Clara, Apostolado da Divina Misericórdia,  Grupo de Oração Sagrada Família, Coração de Maria e Coração de Jesus.
# Quermesse

Dia 30 de setembro – Quarta-feira - Noite da Juventude Missionária
19:30 - Missa
Celebrante: Padre César Bessa
Convidados: Grupos de Jovens (Canto Grande, Arapuá, Pau de Jucá, Picada, Pedrinhas, Cuó, Luzeiro, Bairro Manoel Bonifácio, Bairro Maria Romana, Canto Claro, Olho D'Água), Pastorais e Movimentos da Paróquia, Pastoral da Criança, Ofício da Imaculada Conceição, Apostolado Exército de Santo Expedito, Legião de Maria de Picada.
# Quermesse

Dia 1º de outubro – Quinta-feira – DIA DE SANTA TERESINHA DO MENINO JESUS
12h – Tributo à Santa Teresinha
19h – Procissão – Saída: Sede da IAJM
19:30 – Missa e Consagração do Grupo de Oração Santa Teresinha
Celebrante: Padre César Bessa
Convidados: Apostolado da Oração (Ipanguaçu e Itu), Coroinhas, Ministros da Eucaristia, Grupos de Oração Santa Ângela, Santa Luzia, São Francisco Xavier e Santa Rita de Cássia.
#Jantar de Santa Teresinha

Dia 20 de Dezembro
Desfile Missionário e Bolo de 19 metros
Acolhida da Imagem Peregrina de Nossa Senhora Aparecida – Padroeira do Brasil
Abertura do Ano 20

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Ipanguaçu registra redução 41,15% no Índice Vulnerabilidade Social

Município é o segundo do Estado a apresentar queda. Melhoria no IDHM chega a 25,04% em dez anos, segundo o Atlas da Vulnerabilidade Social.


Dados divulgados no início desse mês pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), trazem os números sobre o índice de vulnerabilidade social do Brasil. O estudo mostra que de 2000 a 2010 o país reduziu em 27% a vulnerabilidade social, já o Rio Grande do Norte foi o estado nordestino com maior índice na redução, com cerca de 31,43%, entre as cidades do estado o município de Ipanguaçu, na região do Vale do Açu, foi o segundo município a apresentar queda no índice, com 41,15%. 

Segundo o levantamento feito pelo Ipea, em dez anos a quantidade de municípios brasileiros com alta ou muito alta vulnerabilidade social caiu de 3.610 em 2000 para 1.981 em 2010. Já o número de municípios com baixa ou muito baixa vulnerabilidade social passou de 638 em 2000 para 2.326 dez anos depois.

Ipanguaçu, com 13.856 mil habitantes e a 214 km de Natal, ocupa a segunda posição na queda da redução da vulnerabilidade social no estado, atrás apenas de Ipueira, na Região do Seridó, com 2.221 habitantes. 

A cidade de Ipanguaçu conhecida pela fruticultura irrigada conquista hoje novo patamar com o surgimento de novos empreendimentos e consequentemente novas fontes de renda. Segundo os dados, a renda per capta alcançou um crescimento de 38,71%, em 2000 a renda chegava a R$167,82/mês, em 2010 esse número saltou para R$ 273,80/mês, uma renda família de quatro pessoas que hoje chega a ultrapassar R$ 1.100,00. 

Esses dados levantados refletem também no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) onde em 2000 esse número chegava a 0, 452 e em 2010 alcançou 0, 603, uma melhoria de 25,04%.

A secretária municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social Maria Cristina de Melo Oliveira, esclarece que o Índice de Vulnerabilidade Social(IVS) é um indicador que permite um detalhamento sobre as condições de vida das camadas mais pobres da sociedade. Esse índice identifica e localiza as pessoas com maiores necessidades, a fim de criar e incluí-las em programas, projetos e serviços para (re)inclusão na sociedade.

Segundo Maria Cristina, “é com muita satisfação como secretária municipal que vejo o município de Ipanguaçu ser o segundo colocado no Rio Grande do Norte, registrando uma queda de 41,15% no IVS, isso significa que estamos no caminho certo com nossos programas, projetos, serviços, capacitações, pois os indicadores revelam melhoria na estrutura do serviço público, na habitação, no saneamento básico com a coleta de lixo, uma queda no déficit da infraestrutura urbana de 75%”, pontua.

A ampliação e acesso aos direitos sociais de fato tem permitido melhorias nos indicadores, entre eles a redução da mortalidade infantil que caiu para 50,13%, além de apontar a inclinação do analfabetismo, que retraiu 26,6%, refletindo na melhoria da educação em 43,24%.

A longevidade dos habitantes de Ipanguaçu alcançou um crescimento de 13,57%. Um dado que impressiona ainda é o crescimento das mulheres como chefes de família, um crescimento de 54,42%.

Para o prefeito Leonardo Oliveira, Ipanguaçu tem conquistado avanços importantes nos mais diversos setores, e os indicadores sociais vem para constatar as mudanças que ocorrem na vida da população. “Os dados divulgados pelo Ipea nos alegra, mas nos mostra também novos caminhos para aperfeiçoar ainda mais a gestão pública. Tenho a consciência que temos muito mais há fazer e até o fim de nossa gestão cumpriremos para entregar uma cidade ainda melhor”, afirma o gestor. 

Nos últimos anos a Prefeitura de Ipanguaçu tem feito investimentos importantes nas diversas áreas, priorizando pastas como Saúde, Educação e Assistência Social. Até o fim do ano o governo estima um investimento de mais de R$ 5 milhões na reforma e construção das Unidades Básicas de Saúde(UBS) das comunidades de Nova Descoberta, Pataxó, Picada, Itú e no Bairro Ilha Grande, além da construção da creche escolar, abatedouro público, praças nas comunidades de Pedrinhas, Arapuá e o Centro Cultural, que ao ser entregue beneficiará centenas de famílias.

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Educadores estrangeiros participam de Jornada de Alfabetização na UFRN


Cerca de 400 educadores do Brasil, Portugal, Estados Unidos, Bélgica e Bruxelas participam desde essa terça-feira, 2, da I Jornada Internacional de Alfabetização, promovida pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com o apoio de mais cinco universidades (PUC/SP, PUC/RS, UFPE, UFMG e UESB/BA), do Ministério da Educação (MEC), CAPES e do CNPq.

Aberto pelo vice-reitor, José Daniel Diniz Melo, o evento se constitui por um conjunto de 23 atividades distribuídas em três dias, além de sessões de pôsteres e lançamento de livros que giram em torno da leitura, escrita, ensino e educação.

Ao recepcionar os participantes em nome da coordenação, a professora Angela Chuvas Naschold, da UFRN, declarou que o evento se propõe a contribuir para a discussão sobre os desafios do país em relação à alfabetização dos brasileiros.

“Um dos problemas do Brasil é a dificuldade na alfabetização na idade certa, mas estamos fazendo um esforço para superá-los, pois acreditamos na educação pública básica”, colocou Jeane Dantas, Presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDINE).

Ações da UFRN

Entre as ações que a UFRN desenvolve no ensino, pesquisa, extensão e inovação, para o aperfeiçoamento da formação do educador, está o primeiro Curso de Especialização em Leitura e Neurociências, ofertado no interior do estado. O curso funciona desde março de 2015, no município de Ipanguaçu, Região do Vale do Açu, no Rio Grande do Norte, com um total de 70 alunos matriculados. À frente da coordenaçã,o estão os professores Ângela Chuvas Naschold e Antônio Pereira, ambos do quadro docente da UFRN.

AGECOM