i

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Prefeitura de Ipanguaçu oferece aulões gratuitos para seleção do IFRN aos alunos da Rede Municipal

Preparando-se para enfrentar a seleção de ingresso ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRN), os alunos do 9º ano da Rede Municipal de Ensino de Ipanguaçu contarão com especial reforço. A Prefeitura do município deu início esta semana aos aulões preparatórios para o Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania – ProITEC, que oportuniza o ingresso dos alunos à instituição.

Segundo a secretária municipal de Educação, Jeane Dantas, essa iniciativa busca democratizar o acesso ao IFRN. “Este é o terceiro ano em que realizamos estes aulões e nossas expectativas são dotar de preparação e confiança os filhos e filhas deste município para o ingresso em uma instituição como o IFRN, com uma qualidade de ensino que tem o potencial de proporcionar uma melhor condição de vida no futuro”, fala Jeane.

Os aulões são ministrados por professores da própria rede municipal. As aulas, em Língua Portuguesa e Matemática, são aplicadas todas as terças e quintas-feiras das 8 às 10hs, atendendo a mais de 100 alunos das escolas municipais e estaduais.

Inscrições continuam abertas

As inscrições para participar do processo seletivo estão abertas, e se estendem até às 22 horas do dia 22 de abril, no site www.portal.ifrn.edu.br. Podem se inscrever no ProITEC os estudantes de escolas da rede pública de ensino e que estejam matriculados no 9º ano (antiga 8ª série) do Ensino Fundamental.

Nova presidente do TSE defende imprensa livre e participação popular

Ao tomar posse ontem (18) como presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a ministra Cármen Lúcia disse que espera contar com o “trabalho livre” da imprensa e com a participação da população para que as eleições municipais deste ano ocorram com lisura.
Cármem Lúcia vai gerir a Justiça Eleitoral nas primeiras eleições que contarão com a vigência plena da chamada Lei da Ficha Limpa. A lei é resultado de uma proposta de iniciativa popular e impede a candidatura de pessoas processadas pela Justiça.
“As eleições desse ano são as primeiras nessa nova configuração jurídica, que sujeita candidatos às exigências da chamada Lei da Ficha Limpa. Mas nenhuma lei do mundo substitui a honestidade, a responsabilidade e o comprometimento do cidadão. O caminho mais curto para a Justiça é a conduta reta de cada um de nós, cidadãos”, destacou a ministra.
“Não há eleições seguras e honestas sem a ação livre, presente e vigilante da imprensa que cumpre papel determinante em benefício do poder do povo”, enfatizou a ministra que prometeu adotar medidas que garantam a “transparência do processo eleitoral”.
Cármen Lúcia é ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) e como presidente do TSE terá um mandato de dois anos. O TSE é integrado por sete ministros – três do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois advogados indicados pelo Supremo. A presidência é sempre exercida por um dos ministros do STF, em sistema de rodízio.
Ela será a primeira mulher a presidir o TSE. A presidenta Dilma Rousseff participou da cerimônia de posse, mas não discursou.
Por Luciana Lima , Repórter da Agência Brasil – Nominuto

Gugu Liberato entrega casa no inteior do RN e é recebido por multidão

Na tarde desta quarta-feira (18/04), uma multidão, formada por mais de duas mil pessoas, aguardou a chegada de Gugu Liberato, à cidade de Riacho da Cruz, no Oeste Potiguar. Na ocasião, o apresentador da Rede Record gravou o quadro “De Volta pra o Meu Aconchego”. O programa, que deve ir ao ar no domingo (29) na Rede Record, realizou o sonho de Carmecleide Araújo: voltar a morar em sua terra natal, com casa própria, e abrir uma sorveteria.
 
Gugu e a família chegaram a Riacho da Cruz em um ônibus padronizado por volta das 14 horas e foram recebidos com fogos, aplausos e gritos calorosos da população. Após a recepção calorosa do público, os antigos moradores de São Paulo, seguiram em um arrastão puxado pela banda Forró Magote até a nova casa da família Araújo. A casa custou R$ 30, 000 e foi reformada em 12 dias.
 
Para Gugu, a recepção do povo riachocruzense foi uma das mais enérgicas do quadro “De volta pro meu aconchego”. “Esta é a parte boa: realizar o sonho das pessoas. De tão gratos que eles ficam, o trabalho se torna só satisfação”, disse o apresentador.

 Veja as imagens Aqui

Após queda da taxa, Brasil não é mais o campeão mundial dos juros altos

O Correio Braziliense informa que diante da necessidade de fazer o país crescer ao menos 4% neste ano — número considerado improvável pelo mercado, que estima avanço abaixo de 3% —, o Banco Central jogou, ontem, mais combustível na atividade econômica. Como prometido ao Palácio do Planalto, o presidente da instituição, Alexandre Tombini, conseguiu o apoio unânime de todos os seus colegas de diretoria e sacramentou o corte de 0,75 ponto percentual na taxa básica de juros, de 9,75% para 9% ao ano. Foi a sexta queda consecutiva desde agosto do ano passado — no total, a redução chega a de 3,5 pontos. Com isso, o Brasil deixou para trás o nada lisonjeiro título de campeão mundial dos juros altos, com taxa real (descontada a inflação) de 3,4%, fato que não se via desde janeiro de 2010. O país foi superado pela Rússia, com 4,2%.

Apesar de um comunicado simples, o Copom sinalizou a possibilidade de pelo menos mais uma baixa da Selic na reunião de maio, de 0,25 ponto, para 8,75% anuais. A porta aberta foi indicada pela visão de que os riscos de inflação, “neste momento, permanecem limitados”. Também ressaltou que, “dada a fragilidade da economia global, a contribuição do setor externo tem sido desinflacionaria”. Ou seja, o recuo das cotações da commodities (produtos básicos com cotação internacional) tem ajudado a aliviar o custo de vida no Brasil, sobretudo os preços dos alimentos.

Precatórios: Desvios já chegam a R$ 14 milhões


A sindicância interna do Tribunal de Justiça que apura os desvios detectados na Divisão do Setor de Precatórios atualizou os valores do rombo ao erário: já são quase R$ 14 milhões.
Além disso, a comissão identificou o que pode ser um novo coadjuvante que se soma aos laranjas até aqui identificados: Carlos Alberto Fasarano, Carlos Eduardo Palhares e Cláudia Sueli. A confirmação depende apenas do envio de documentos do Banco do Brasil à comissão, que é presidida pelo desembargador Caio Alencar.
A primeira divulgação dos valores, referente ao apurado em até 26 de março, dava conta de desvios na ordem de R$ 11 milhões. Quase um mês depois, mais três milhões de reais foram identificados no rastro da conduta operacionalizada, conforme as investigações, por Carla Ubarana.
Publicado por Robson Pires