i

quarta-feira, 21 de julho de 2010

PROJETO “IPANGUAÇU CIDADE QUE LÊ" SERÁ APRESENTANDO EM FÓRUM POTIGUAR DE ESCOLAS LEITORAS


Ocorrerá neta quinta-feira (21) a partir das 9h, na Assembléia Legislativa do RN à 5ª edição do Encontro Estadual do Fórum da Rede Potiguar de Escolas Leitoras, onde reunirá propostas e debaterá o conteúdo do documento “Manifesto por um Rio Grande do Norte de Leitores”, cujo lançamento está previsto para ocorrer durante o 4º Seminário Potiguar Prazer em Ler, que será realizado nos dias 02 e 03 de setembro, em Natal.
Na oportunidade o projeto “Ipanguaçu cidade que lê”, da Secretaria Municipal de Educação será apresentado como experiência de promoção à leitura que vêm obtendo sucesso, no município.
A finalidade do Fórum é mobilizar e sensibilizar a sociedade, educadores, dirigentes de escolas, dirigentes municipais de educação e gestores públicos para a criação de uma política pública de promoção da leitura literária no Rio Grande do Norte.

PREFEITO LEONARDO SE REUNIU COM MEMBROS DO CONSELHO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL


O Prefeito de Ipanguaçu, Leonardo Oliveira, realizou nesta ultima quarta-feira (21) uma reunião com membros do Conselho Municipal de Habitação de Interesse Social (CMHIS), o objetivo da reunião foi empossar o conselho e apresentar os projetos que a Prefeitura tem pra realizar até o fim deste ano, e programas que o município pode se escrever, como O Programa de Aceleração do Crescimento o PAC 2, onde o município apresentará o projeto.
O conselho municipal foi criado para avaliar e acompanhar as políticas publicas, planos e programas para produção de moradia e de curadoria dos recursos a serem aplicados e acompanhar e avaliar a Política Municipal de Habitação. O conselho é composto por 16 pessoas, sendo oito de entidades governamentais e os outros de entidades não governamentais, onde terão dois anos de mandato, sendo permitida uma recondução.
Na reunião o chefe do executivo, se expressou de forma que o desejo é criar projetos de habitação para ser incluindo no Programa de Aceleração do Crescimento 2, e de criar uma forma onde as casas de taipas possam ser erradicadas do município.
Nesta quinta-feira(22) o Prefeito e membros do conselho se reunirão na comunidade de Angélica, para discutir a desapropriação de um terreno para construção de novas moradias.