i

quarta-feira, 15 de abril de 2009

ÁGUA DO RIO PATAXÓ JA ESTA NO BAIRRO MARIA ROMANA.

HÁ pouco tempo por volta das 13h30min à água estava próxima a caixa d'águam, segundo os populares residentes no bairro, a água esta aumentando lentamente, e já tem algumas famílias ilhadas que ainda não saíram de suas residências.


Veja a baixo as imagens retiradas agora pouco.























































INSCRIÇÕES NO FINANCIAMENTO ESTUDANTIL TERMINAM DIA 17


Termina na próxima sexta-feira, 17, o prazo para inscrição no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). Podem solicitar financiamento das mensalidades estudantes matriculados em instituições de ensino superior privadas que tenham aderido ao processo em 2009. As inscrições devem ser feitas na página eletrônica da Caixa Econômica Federal. No Fies, o aluno pode financiar de 50% a 75% da mensalidade, independente do semestre que estiver cursando. O fundo trabalha com duas taxas de juros anuais: 3,5% (fixa) ao ano para alunos matriculados em cursos de licenciatura, pedagogia, normal superior e cursos tecnológicos constantes do catálogo da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec); e de 6,5% (fixa) ao ano, para os demais cursos. Durante o curso, o estudante paga uma parcela de até R$ 50, a cada três meses, recurso que amortiza parte dos juros do financiamento. Para contratar o Fies, o aluno precisa apresentar um ou mais fiadores ou ainda utilizar a fiança solidária. Neste caso, grupos de três a cinco estudantes, matriculados na mesma instituição, tornam-se fiadores uns dos outros, responsabilizando-se pelo pagamento das prestações de todos os integrantes do grupo. Na fiança solidária não há necessidade de comprovar renda. Outras informações sobre o Fies estão disponíveis no Portal do Ministério da Educação e no site da Caixa.

Conselho tutrlar ja esta em seu novo endereço.


O conselho Tutelar de Ipanguaçu, esta de novo endereço ontem dia 14 de Abril (terça-feira) foi feitoa mudança, e apartir de hoje 15 de Abril (quarta-feira) estará atendendo normalmente na Avenida Norte S/n, Proximo ao Posto de gasolina (Posto Frei Damião).

Conta de energia ficará 6% mais cara no RN

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um aumento de 6% para consumidores de energia elétrica no RN e de 9% para as indústrias no Estado. O reajuste vai começar a valer a partir do dia 22, segundo informa o portal Último Segundo.

Além da Cosern, empresas de outros estados como Sergipe, Ceará e Bahia também tiveram aumentos autorizados pela estatal. Para conceder os reajustes, a Aneel levou em conta a variação de 6,27% do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) nos últimos 12 meses, além do preço da energia gerada por termoelétricas, mais cara que hidroelétricas.
Com informações Último Segundo

Fonte: Último Segundo

Blogueiro ASSUENSE é multado em mais de R$ 21 mil


Ao julgar o Recurso Eleitoral 8423/2008, na sessão desta terça-feira (14), o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) decidiu à unanimidade, manter a sentença da 29a Zona Eleitoral de Assu, que multou Antônio Charlles Degoulle da Silva, responsável pelo blog http://www.antoniodegoulle.zip.net/, em R$ 21.282,00 (valor mínimo legal), em virtude da prática de propaganda eleitoral antecipada. Sobre a questão pertencente ao mesmo recurso, o TRE/RN entendeu por maioria (3 votos a 2) pela não aplicação de sanção pecuniária neste valor para Ivan Lopes Junior (PP) e sua coligação “Assu Mais Forte”. Ivan Júnior é o atual prefeito daquele município. Segundo a coligação adversária, “Crescer Assu”, da então candidata Maria de Fátima Moraes (PSB), o candidato do PP e a coligação deste foram os principais beneficiados pelas notícias publicadas no blog de Antônio Degoulle, acusado pela “Crescer Assu” de ser coordenador da campanha de Ivan Junior. ALEGAÇÕES Fátima e sua coligação pediam no recurso que a multa aplicada ao blogueiro fosse estendida a Ivan e a “Assu Mais Forte”, pois houve violação ao artigo 36 da Lei das Eleições (9.504/97). O que foi negado em primeira instância e confirmado no TRE/RN. Por sua vez, Antônio Degoulle tentava afastar de si a aplicação da multa. Ele alegou que apenas divulgou notícias da disputa, não era coordenador da campanha do candidato do PP, apenas simpatizante. Para o relator do processo, juiz Roberto Guedes, ficou configurada a propaganda eleitoral antecipada. As notícias publicadas nos dias 12, 19 e 21 de junho, 1º e 4 de julho, apontavam Ivan Júnior como favorito e como “filho de Assu” enquanto Fátima Moraes era tratada como a “candidata de Macaíba”. VOTO O relator manteve, em seu voto, a sentença de primeira instância, confirmando a multa para Antônio Degoulle e afastando-a do prefeito e de sua coligação. Foi seguido no entendimento pelos juízes Magnus Delgado e Fernando Pimenta. “Na instrução processual consta que o candidato e sua coligação não tiveram qualquer participação na veiculação das notícias”, lembrou o relator. Divergiram do entendimento do juiz Roberto Guedes, o desembargador Cláudio Santos e o juiz Fábio Hollanda, posicionando-se no sentido da aplicação da multa também para o prefeito e sua coligação, como beneficiários das publicações. O procurador regional eleitoral, Fábio Venzon, em seu parecer, opinou pelo improvimento de ambos os recursos : o de Antônio para afastar a multa e o de Fátima Moraes para incluir seus adversários (candidato e coligação) na aplicação da sanção.

Fonte: Junior Soares - Assu em Evidencia.

Eleitores têm até quinta-feira para justificar ausência em eleições



Os eleitores que não votaram nem justificaram a ausência nas três últimas eleições têm até quinta-feira para regularizar o título eleitoral. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 582.528 eleitores que não votaram nem justificaram a ausência nas três últimas eleições poderão perder o título se não regularizarem sua situação. O tribunal informou que o número de eleitores que faltaram nas três últimas eleições representa 0,44% dos 130.604.430 eleitores do país.
Segundo o TSE, até o início de abril, 16.024 eleitores regularizaram a sua situação eleitoral em todo o país. São Paulo foi o Estado que mais teve regularizações: 4.534. O tribunal colocou na internet um serviço no qual o eleitor pode verificar se está em dia ou não com a Justiça Eleitoral. Para isso, devem colocar o número do título ou nome completo, a data de nascimento e o nome da mãe.
  • Consequências
O eleitor, enquanto não regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral, não poderá:
- inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles;
- receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou estatal, bem como fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço público delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição; - participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos Estados, dos Territórios, do Distrito Federal ou dos Municípios, ou das respectivas autarquias;
- obter empréstimos nas autarquias, sociedades de economia mista, caixas econômicas federais ou estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe, e com essas entidades celebrar contratos;
- obter passaporte ou carteira de identidade;
- renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo;
- praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda;
- obter certidão de quitação eleitoral.

DEPUTADO DEVOLVE 21 MIL REAIS A CÂMARA POR USO DE PASSAGENS AÉREAS


O deputado federal Fabio Faria (PMN-RN) devolveu nesta terça-feira R$ 21,3 mil à Câmara dos Deputados como ressarcimento pelo uso de sua cota de passagens aéreas para pagar viagens de atores e de amigos. Faria é ex-namorado da apresentadora Adriane Galisteu, cuja mãe, Ema Galisteu, também teria recebido passagens.


Em ofício encaminhado à Mesa Diretora da Câmara, o deputado anexou recibos do depósito, feito às 15h09.
Em nota, o deputado disse que “as falhas pontuais já constatadas foram devida e prontamente corrigidas, com o consequente reembolso à Câmara”.


Ele afirmou ainda que tomou “a iniciativa de determinar um reexame de todos os itens de despesa” de seu gabinete, “incluindo a questão da emissão de passagens aéreas”.
A informação sobre o uso das passagens pelo deputado foi divulgada nesta terça-feira (14) pelo portal Congresso em Foco.
Entre os atores beneficiados estariam Kayky Brito, Sthefany Brito e Samara Felippo, da TV Globo, que teriam viajado para participar de micareta (carnaval fora de época) em Natal, em 2007.


A assessoria de imprensa de Adriane Galisteu informou que a apresentadora não tinha conhecimento da procedência das passagens.


“Adriane namorou o Fábio por três meses. Quando você ganha um presente do namorado, não pergunta a procedência do dinheiro”, disse o assessor, Nelson Sacho.
A assessoria de Samara Felippo afirmou que a atriz não vai se pronunciar sobre o assunto. A assessoria confirmou ainda que Samara foi à micareta de Natal, convidada pela organização do evento.


A assessoria de Kayky e Stephany Brito informou que uma ex-empresária acertou passagens e hospedagem dos atores para o evento. Sempre que participam de um evento, de acordo com a assessoria, os atores recebem passagem e hospedagem.



  • Câmara


Mais cedo, depois de Faria admitir em nota ter usado a cota, o terceiro-secretário da Câmara, deputado Odair Cunha (PT-MG), responsável pela distribuição das passagens áreas aos deputados, afirmou que o parlamentar só seria investigado caso alguém fizesse uma denúncia formal à Corregedoria da Câmara.
Segundo Cunha, o caso não deve alterar o atual sistema de distribuição de passagens aos parlamentares.

“Quem tem de dar explicação pelo uso da verba (em caso de denúncia) é o parlamentar. Este é um tema encerrado na Mesa Diretora. O parlamentaré responsável pelo gasto. Não vamos voltar à Mesa com este assunto”, afirmou.


Atualmente, os deputados recebem a verba para pagamento de passagens e não são obrigados a comprovar as viagens nem a revelar os nomes dos passageiros.
Fonte: G1

Reunião do Colegiado Territorial Assú/Mossoró do Programa Territórios da Cidadania





O Prefeito Municipal de Ipanguaçu Leonardo Oliveira da Silva participou de Reunião do Colegiado Territorial Assú/Mossoró do Programa Territórios da Cidadania, Promovido pelo MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário, na Câmara Municipal de Ipanguaçu, nos dias 07 e 08 de Abril de 2009 às 08hs.





O evento contou com a participação de 14 municípios, do Representante do MDA o Sr. Hugo Manso - Delegado Federal do Desenvolvimento Agrário, o representante da Sociedade Civil do Colegiado Flávio Felipe, representante da SEARA Humberto Campos, Coordenador do crédito Fundiário, representante da CEFET Evandro, Representante Estadual da EMATER Evilasio Dantas Farias e entidades governamentais e não governamentais.




A Reunião teve a finalidade de Avaliar o Programa 2008 e Discutir a Matriz 2009 do Programa Territórios da Cidadania. Os representantes do MDA apresentaram Metas para serem realizadas no Ano de 2009, como Ações Fundiárias, Apoio à Gestão Territorial, Direito e Deveres Social, Educação e Cultura, Infraestrutura e a Organização Sustentável da Produção.





FONTE: Prefeitura de Ipanguaçu.

Chuva de 300 milímetros, deixa 2 mil desabrigados.


O número de desabrigados pelas enchentes decorrentes das fortes chuvas que cairam sobre a cidade de Patos - Sertão da Paraíba - durante a madrugada desta terça-feira (14) já está em dois mil. A Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Samur estão em prontidão.A informação foi prestada ao Portal Correio pelo capitão Saulo, comandante do Corpo de Bombeiros da cidade de Patos, no final da tarde de hoje.Segundo o capitão Saulo, a quantidade de casas que foram afetadas pelas enchentes, até agora verificadas, chega a dez mil. De ontem à noite para cá o Corpo de Bombeiros anotou 30 desabamentos e resgatou em torno de 60 pessoas que estavam ilhadasA situação que gerou decretação de Estado de Calamidade Pública, pela Prefeitura Municipal, foi causada por seis horas de chuvas torrenciais durante a noite e madrugada passadas.Pela manhã o governador José Marahão, acompanhado de vários secretários, seguiu para a cidade de Patos. Ali verificou o quadro de calamidade. Em alguns pontos da cidade choveu mais de 300 mm, um índice record na história de Patos, segundo as autoridades da Defesa Civil.


FONTE:PORTAL CORREIO DA PARAÍBA