i

terça-feira, 10 de abril de 2012

Prefeitura de Ipanguaçu e Sebrae entregam certificados para o fortalecimento do agronegócio

A estabilização da economia brasileira nas últimas décadas tem inspirado confiança aos empreendedores, que muitas vezes encontram na falta de qualificação o maior obstáculo para a prosperidade de sua atividade. Visando o fortalecimento do agronegócio e o fortalecimento do empreendedorismo rural, a Prefeitura de Ipanguaçu, em parceria com Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), entregou na última semana, na Câmara dos Vereadores, 16 certificados do Negócio Certo Rural.

Segundo a coordenadora da secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Ipanguaçu, Suelda Varela, o curso contou com aulas presenciais e consultorias em planejamento e administração de pequenos negócios para produtores rurais. “A agricultura é extremamente importante para a economia local. Estes homens e mulheres agora estão prontos para gerirem de forma profissional seus próprios negócios, gerando renda no campo”, disse Suelda.

O curso contou com a carga horária de 36 horas. Para o senhor João Batista Pinto Cabral, cada uma delas valeu a pena. “Esse tipo de curso só vem a melhorar os nossos conhecimentos, (para que possamos) fazer uma produção planejada e organizada para o aumento do lucro nos negócios”, afirma João Batista.

Operação Judas: Carla Ubarana admite culpa e detalha fraudes no TJ

A ex-chefe da Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Carla de Paiva Ubarana Araújo Leal, admitiu ter participação direta no esquema de fraudes na Divisão de Precatórios do TJRN. A TRIBUNA DO NORTE teve acesso ao vídeo com o depoimento que Ubarana concedeu ao juiz José Armando Ponte, da 7ª vara Criminal, no dia 30 de março passado.
Frankie MarconeDepoimento em juizo de Carla Ubarana detalha o desvio dos recursos do Tribunal de JustiçaDepoimento em juizo de Carla Ubarana detalha o desvio dos recursos do Tribunal de Justiça

No vídeo, Carla Ubarana detalha como as fraudes foram iniciadas. Ela disse saber do que está sendo acusada e ressalta que tudo o que foi dito sobre ela no esquema é verdadeiro.

Sobre quatro processos citados pelo juiz (de números: 2010.050552-5, 2000.001921-6,
2007.000590-8 e 2011.050117-3), Carla Ubarana fala que eles são relativos a desvios de dinheiro de precatórios e frisa: "Não tenho como precisar o tamanho do desvio".

Somente o último processo, segundo a própria Ubarana, o valor total aplicado em uma conta judicial até janeiro somava R$ 13.343.710.

Carla Ubarana fez questão de frisar que o marido dela, George Leal, sabia das fraudes e também participava delas. Já Cláudia Suelly Oliveira, Carlos Eduardo Palhares e Carlos Alberto Fasanaro, também presos na operação Judas sob suspeita de envolvimento nas fraudes, segundo Ubarana, são inocentes. 

"Os três não sabiam de nada, nunca souberam de absolutamente nada do que se tratava. Eles cederam as contas por causa de amizade".

Ela também confirmou que celebrou uma delação premiada com o Ministério Público.

* Mais informações em instantes.

Fred Carvalho, Isaac Lira, Marco Carvalho e Ricardo Araújo - Repórteres/Tribuna do Norte

Dilma dedica último dia nos Estados Unidos ao programa Ciência sem Fronteiras

A_presidente_durante_cerimonia_da_Camara_do_Comercio_dos_EUA
Brasília – No segundo e último dia de visita aos Estados Unidos, a presidenta Dilma Rousseff faz hoje (10) palestras em Boston, nas universidades de Massachussetts e Harvard. As duas instituições têm mulheres no  comando. A presidenta aproveitará a oportunidade para assinar acordos inseridos no programa Ciência sem Fronteiras – que pretende enviar 100 mil pesquisadores brasileiros para o exterior até 2014, a maioria para instituições norte-americanas.

Em seus discursos, Dilma defende a troca de experiências entre pesquisadores. O governo brasileiro quer aumentar a cooperação científica com os Estados Unidos e fazer com que um quinto dos cientistas inscritos como bolsistas do programa Ciência sem Fronteiras faça intercâmbio em universidades e empresas norte-americanas.
No mês passado, ao visitar a Índia, a presidenta elogiou as instituições do país, destacando os avanços nas pesquisas de tecnologia de ponta e produtos farmacêuticos. A ideia é enviar 100 mil  pesquisadores, em quatro anos, para diversos países: 20 mil só para os Estados Unidos.
O governo promete custear 75 mil bolsas e espera que a iniciativa privada viabilize outras 25 mil. O programa inclui desde bolsas sanduíche de graduação até pós-doutorados em 18 áreas de tecnologia, engenharia, biomedicina e biodiversidade.
Na visita aos Estados Unidos, a presidenta está acompanhada pelo ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp , o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Glaucius Oliva, e o presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Glauco Arbix.
Oliva deverá assinar acordos de intercâmbio científico entre o CNPq e dez universidades norte-americanas. Arbix participará do painel Pesquisa, Inovação e Mercado de Trabalho, no seminário Brasil-EUA: Parcerias para o Século 21, na Câmara de Comércio Americana, em Washington.
Dilma será homenageada hoje pelo governador de Massachussetts, Deval Patrick, com um almoço. Na Universidade de Massachusetts, a presidenta conhecerá um laboratório de inovação e participará de mesa-redonda com a comunidade acadêmica e científica.
Em Harvard, Dilma fará discurso na Kennedy School of Government e terá uma reunião com a reitora da Universidade de Harvard, Drew Faust. Nos Estados Unidos, o reitor da universidade é chamado de presidente. Em Harvard, Dilma tem um encontro com bolsistas brasileiros.
Dos 800 bolsistas do Ciência sem Fronteiras nos Estados Unidos, 31 estudam em oito universidades, entre elas Massachusetts, John Hopkins, Stanford e New York University. Pela agenda oficial, a presidenta Dilma deverá deixar Boston por volta das 23h com destino ao Brasil. A previsão é que ela chegue amanhã (11) de manhã.
Fonte: Agência Brasil
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Segundo TSE, DEM e PMDB aparecem no topo da lista de políticos cassados

Com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral traçou um perfil dos partidos com maior número de políticos cassados. DEM e PMDB aparecem no topo da lista, respectivamente, com 69 e 66 nomes. Confira na lista abaixo: