i

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Feira de Negócios do Vale do Açu acontecerá em outubro

ASSÚ - Outubro é o mês em que vai ser realizada a edição 2009 da Feira de Negócios do Vale do Açu. A definição foi antecipada pelo empresário Wild Diniz, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), ressaltando que falta somente confirmar as datas de realização do evento.

A Feira de Negócios do Vale do Açu é uma realização do Governo do Estado através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), em parceria com a CDL e a Prefeitura Municipal do Assú, além de outros colaboradores.

O presidente da entidade lojista declarou que já recebeu uma informação extraoficial da Sedec, na capital potiguar, dando conta de que a programação será vivenciada em outubro, mês em que é comemorado o aniversário de emancipação política, social e administrativa do Assú.

"Fui informado que este ano a Feira de Negócios da região será parte das comemorações da emancipação do município", repetiu Wild Diniz, que viverá a experiência pela primeira vez à frente da CDL.

O representante da organização classista registrou que espera nos próximos dias manter novos contatos na instância da Sedec para tratar do tema e definir o calendário oficial da realização.

Reiterou que sua disposição é no sentido de assegurar que a Feira de Negócios do Vale do Açu permaneça ostentando a condição de uma das mais expressivas de todo o Rio Grande do Norte. "Trata-se de um dos eventos mais significativos de toda a região e conta com uma grande aceitação popular", enfatizou o empresário.

Wild Diniz transmitiu que desde já a Feira de Negócios do Vale do Açu se constitui no foco principal da entidade lojista. Seu desejo é o de, a partir da confirmação do calendário do evento, começar a discutir a confecção da programação oficial com todas as entidades e instituições parceiras.

Destacou que, além da própria CDL e da Prefeitura do Assú, outros organismos contribuem com a realização do evento, dentre os quais o Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), a Petrobras e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), dentre outros parceiros.

EXPECTATIVA

A região do Vale do Açu recebeu no ano passado a 5ª Feira de Negócios, realizada nos dias 31 de julho, 1º e 2 de agosto, na Praça São João, logradouro central do Assú.

De acordo com informação prestada pela Sedec e pela direção da CDL o evento movimentou as empresas da região em diversos segmentos, atraindo um público de mais de 30 mil pessoas, que visitaram a Feira e participaram da programação de palestras e eventos culturais durante os três dias de realização.

"Eu não tenho qualquer dúvida de que a 6ª Feira de Negócios do Vale do Açu será um dos principais acontecimentos da região e será coroada de sucesso novamente", concluiu o presidente da CDL

Fonte: O Mossoroense


Começam hoje inscrições para concurso de técnico da UFRN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte abrirá inscrições para concurso público Técnico Administrativo em nível médio e superior, para o seu quadro permanente. As inscrições poderão ser realizadas, exclusivamente, via internet, a partir das 8h do dia 22 de junho até às 23h59 do dia 19 de julho.

Serão oferecidas vagas para os cargos de Farmacéutico Bioquímico, Fisioterapeuta, Nutricionista, Bibliotecário-documentarista, Administrador e Assistente Social, para os candidatos de nível superior, e cargos de Técnico de laboratório/Eletrotécnica, Técnico de Artes Gráficas, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico de laboratório/Eletromecânica, Técnico de laboratório/ Cenotécnica, Técnico de laboratório/Microscopia Eletrônica e Técnico de laboratório/Química, para os candidatos de nível médio.

A taxa de inscrição é de R$ 44,00, para nível superior, e de R$ 34,00, para nível médio. Os programas com os conteúdos das provas serão disponibilizados no site da Comperve, a partir do dia 15 de junho. As provas serão aplicadas no dia 23 de agosto. Mais informações e o edital completo no site: www.comperve.ufrn.br ou pelo telefone 3211-9203.

Fonte: Dnonline

Produto químico usado no combate a dengue será substituído em Assú

Um produto de mais eficácia no combate e prevenção à dengue passará a ser utilizado pela Prefeitura do Assú a partir do segundo ciclo de enfrentamento à doença, a partir do segundo semestre.

De composição líquida, o novo produto substituirá ao anterior, em pó e granulado, segundo a informação prestada pelo coordenador de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Francisco Canindé Querino.

Ele explicou que a alteração atende a uma recomendação do setor de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde, em Brasília. O coordenador de Endemias reiterou que o novo produto – Deflubezuron – revelou uma eficiência bem mais significativa em relação aos produtos em pó e granulado – WBG e BTIG, respectivamente. Canindé Querino disse que, a partir de agora, ao invés do uso do produto anterior que era diluído nos recipientes de água potável para eliminar possíveis fotos do mosquito transmissor da dengue, será aplicada a dosagem líquida – na ordem de 20 mililitros – em cada reservatório.

Depois de ter participado de um treinamento a respeito do uso do produto na capital do Estado juntamente com outros coordenadores de Endemias do Rio Grande do Norte, Canindé Querino transmitiu que os quatro coordenadores de campo da Secretaria participaram de idêntica capacitação na sede da 2ª Unidade Regional de Saúde Pública (Ursap), em Mossoró.

Ele explicou que o treinamento deste pessoal seguiu orientação da secretaria municipal de Saúde, Maria Goretti da Costa Fonseca. O coordenador de Endemias frisou que até a próxima semana estará se reunindo com a secretária e com o secretário de Planejamento e Coordenação de Cidadania, Carlos Alexandre Morais Lopes, com o intuito de discutir a elaboração do calendário de atividades correspondente ao segundo ciclo de prevenção e combate à dengue no município.

Calazar – A Prefeitura do Assú, através do setor de Endemias, já deu início à apreensão de cães vadios que apresentem sintomatologia de Calazar. A informação é repassada pelo coordenador de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Francisco Canindé Querino. Ele informou que os animais onde há a constatação de que realmente estão infectados são sacrificados e posteriormente incinerados.

O dirigente explicou que o sacrifício se dá de maneira indolor e sem sofrimento para os animais. Ele disse também que o prefeito Ivan Lopes Júnior estabeleceu como uma das metas de sua administração no setor de saúde pública, a viabilidade de um centro de zoonozes que otimizará a prestação de serviços no controle de endemias do município.


Fonte: Secretaria de Comunicação Social de Assu