i

sábado, 15 de janeiro de 2011

Ação antidengue começará mais cedo em todo o município de Ipanguaçu

A preocupação no sentido de se evitar um surto da doença motivou o setor de saúde pública do município de Ipanguaçu, na região do Vale do Açu, a iniciar mais cedo as ações preventivas e de combate ao inseto transmissor da dengue (Aedes aegypti).

A partir da próxima semana a Secretaria Municipal de Saúde deflagrará uma série de ações com este propósito, de acordo com informação adiantada por sua titular, Sumária Fonseca. O primeiro compromisso, segundo ela, é reunir todo o corpo de agentes comunitários de saúde do município.
Sumária Fonseca adiantou que o planejamento que será traçado pela Secretaria definirá a realização das ações antidengue em todo o território do município. "Iremos cuidar deste trabalho em todas as comunidades", enfatizou.

A secretária municipal de Saúde fez questão de deixar explícito que este esforço conta com apoio integral de todo o conjunto da administração, em consequência de uma orientação direta do prefeito Leonardo Silva de Oliveira (PT). Repetiu que a instrução do prefeito é que quer todos engajados nesta ação de saúde pública.

PANORAMA

 A secretária esclareceu que a determinação de iniciar imediatamente o processo de prevenção e combate à dengue não significa dizer que Ipanguaçu vivencie a iminência de um surto epidêmico da doença. Pelo contrário.

Ela assegurou que o trabalho de controle de focos do inseto transmissor da dengue está dentro dos parâmetros considerados aceitáveis no município. Sumária Fonseca transmitiu que o setor concluiu o exercício de 2010 com ínfimos 0,14% de grau de infestação predial de larvas do mosquito. Sumária Fonseca frisou que este bom resultado só foi possível graças ao engajamento de toda a equipe da Secretaria Municipal de Saúde.

Fonte: O mossoroense

Prefeito de Ipanguaçu Leonardo Oliveira recebe visita de equipe do corpo de bombeiros e toma primeiras medidas de prevenção

O prefeito de Ipanguaçu, Leonardo Oliveira, esteve reunido na manhã de ontem (14) na Secretaria de Assistência Social com a equipe do Tenente-coronel do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte, Coronel Josenildo Acioli e a Comissão Municipal de Defesa Civil (COMDEC).

Na reunião o prefeito Leonardo, apresentou à equipe dos bombeiros a situação dos leitos dos rios Piranhas Açu e Pataxó que se encontra em estado de assoreamento. “O assoreamento dos rios é um dos nossos principais problemas, o rio pataxó é o mais preocupante, com menos de 50 cm a água já chega a bairros da cidade, deixando comunidades ilhadas” explica o chefe do executivo, que já se preocupa com as previsões.


Segundo o Tenente, Acioli, a visita da equipe ao município servirá para a criação de um relatório do estado das áreas de risco e pontos de alagamento na cidade e da região do Vale do Açu. “Como a previsão da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) esta prevendo chuvas na media ou acima do normal nos municípios desta região. Estamos aqui para ajudar os municípios a criarem formas de prevenção, não para causar pânico” destaca o bombeiro, que recebeu da defesa civil do município relatórios das ações de emergências dos alagamentos que aconteceram no município nos anos 2008 e 2009 que deixaram várias famílias desabrigadas e desalojadas.

Umas das primeiras ações acerem tomadas pelo prefeito, Leonardo Oliveira, junto a COMDEC será a solicitação a empresa Del Monte Fresh para o fechamento imediato dos drenos que ajudam a água chegar à cidade com mais rapidez, e também a Emparn com a previsão de precipitação pluviométrica no município, criação do plano de contingência e implantação de Núcleos de Defesa Civil (NUDEC) em todas as comunidades.

À tarde os bombeiros foram até a comunidade de Pataxó acompanhado do prefeito, Leonardo Oliveira, o presidente da câmara Tunefis Morais; o Secretario de Agricultura e Meio Ambiente, Jaires Azevedo; presidente da COMDEC, Luiz Alberto; secretário adjunto de obras, Gênilo Rodrigues.

A visita foi feito a parede do açude de Pataxó onde os bombeiros tiraram fotos para anexar ao relatório que será construído junto ao comandante geral do Corpo de Bombeiros, Elizeu Lisboa Dantas, e provavelmente apresentado a governadora do estado, Rosalba Ciarlini.