i

sexta-feira, 7 de março de 2014

TV é o meio de comunicação preferido dos brasileiros, revela pesquisa

A televisão é o meio predileto de comunicação dos brasileiros (76,4%), seguido da internet (13,1%). Os dados fazem parte da Pesquisa brasileira de mídia 2014 - Hábitos de consumo de mídia pela população brasileira, divulgada hoje (7) pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República.

Com o objetivo de saber por quais meios de comunicação o brasileiro se informa e também para subsidiar a elaboração da política de comunicação do governo federal, o Ibope Inteligência ouviu 18.312 pessoas em 848 municípios entre os dias 12 de outubro e 6 de novembro do ano passado. O levantamento custou R$ 2,4 milhões.

Segundo a pesquisa, apesar de os usuários de internet passarem mais tempo navegando que os telespectadores passam assistindo a programas na TV, o alcance da televisão é muito maior que o da web nos lares brasileiros: só 3% dos entrevistados disseram não assistir nunca a televisão. No caso da internet, 53% dos entrevistados afirmaram não ter o hábito de acessar a rede mundial de computadores.

Emanuel Amaral
Mesmo a TV sendo preferida, brasileiro passar mais tempo na Internet


De acordo com a sondagem, de segunda a sexta-feira, os internautas ficam, em média, três horas e 39 minutos na internet, enquanto os telespectadores passam três horas e 29 minutos vendo TV. Os que ouvem rádio nesse período dedicam três horas e sete minutos a esse hábito e os que leem jornais impressos, uma hora e cinco minutos.

Ainda segundo a pesquisa, enquanto 21% dos entrevistados com renda familiar de até um salário mínimo acessam a rede semanalmente, o índice sobe para 75% entre os que têm renda superior a cinco salários mínimos.

Os mais escolarizados também levam vantagem: 87% dos entrevistados com nível superior disseram têm acesso à internet pelo menos uma vez por semana. Por outro lado, só 8% dos entrevistados que cursaram até a 4ª série acessam a rede mundial de computadores ao menos uma vez por semana.

Outro dado da pesquisa revela que 75% dos entrevistados nunca leem jornais e 85% nunca leem qualquer revista. Apenas 6% dos brasileiros entrevistados disseram ler jornais diariamente. Mesmo em baixa, o jornal impresso é o veículo apontado como de maior credibilidade: 53% das pessoas consultadas responderam que confiam sempre, ou muitas vezes, nos jornais.

Agência Brasil

Homenagem


RN registra 23 doações de órgãos e 41 transplantes em 2014

Captação de órgãos aumenta no RNCaptação de órgãos aumenta no RN
A Central de Transplantes da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) registrou, em janeiro e fevereiro deste ano, 23 doações de órgãos e 41 transplantes no Rio Grande do Norte. Ao todo, foram 34 córneas, cinco rins e dois fígados transplantados e 16 córneas e mais sete múltiplos órgãos captados no primeiro bimestre do ano. Os órgãos que foram doados e não encontraram receptores compatíveis no RN seguiram para os estados do Ceará, Pernambuco, Paraná e São Paulo, onde foram transplantados.

De acordo com Mary Bruno, subcoordenadora da Central de Transplantes do RN, a doação de órgãos é um importante ato para salvar vidas. Segundo ela, além dos avanços tecnológicos, a participação da sociedade, por meio da conscientização e da doação de órgãos, é fundamental para elevar o número de transplantes no país, que vem apresentando crescimento, mas ainda pequeno diante do potencial que tem. Entre janeiro de 2011 e fevereiro de 2014 foram registrados 592 doações e 961 transplantes no RN.
“Apesar do expressivo quantitativo, nos últimos 3 anos, de doações e transplantes registrados no Estado é preciso continuar conscientizando as pessoas quanto a realização deste importante ato. Nossa meta é zerar a fila de espera e assim oferecer uma nova vida a alguém que aguarda por um transplante”, disse. (Fonte: Sesap)

Leia mais em O Mossoroense deste sábado.

Cerca de 560 mil contribuintes já entregaram declaração do IR

De acordo com a Receita Federal, o número é 51% superior ao do primeiro dia de envio das declarações em 2013.


Os contribuintes brasileiros estão mais rápidos esse ano na entrega da declaração. Até às 17h de hoje (7), cerca de 560 mil contribuintes enviaram a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) à Receita Federal. Neste ano, o Fisco espera receber 27 milhões de declarações.

Ontem (6), no primeiro dia de entrega, 418.163 declarações foram transmitidas. De acordo com a Receita Federal, o número é 51% superior ao do primeiro dia de envio das declarações em 2013.

O prazo para entrega vai até 30 de abril. O programa gerador está disponível na página da Receita Federal na internet desde o dia 26 de fevereiro, mas a transmissão dos formulários só começou ontem, às 8h, assim como a liberação do aplicativo que permite o preenchimento da declaração em tablets e smartphones.

Neste ano, os contribuintes com certificação digital ou representantes com procuração eletrônica receberão, pela primeira vez, a declaração pré-preenchida. Por meio do Centro Virtual de Atendimento da Receita (e-CAC), eles têm acesso ao documento preenchido com antecedência pelo Fisco e só precisam confirmar as informações para enviar a declaração.

As regras para o preenchimento da declaração foram divulgadas no dia 21 de fevereiro no Diário Oficial da União. Como nos outros anos, o contribuinte que enviar a declaração no início do prazo deverá receber a restituição nos primeiros lotes, a menos que haja inconsistências, erros ou omissões no preenchimento.

Também terão prioridade no recebimento das restituições os contribuintes com mais de 60 anos, conforme previsto no Estatuto do Idoso, além de pessoas com doença grave ou deficiência física ou mental.