i

terça-feira, 2 de julho de 2013

Escolas receberão 1 tonelada de carne para a merenda escolar


A Secretaria Municipal de Educação em parceria com o escritório local do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande (EMATER) irão distribuir 1 tonelada de carne bovina as escolas municipais. A EMATER entregou hoje(02) na Secretaria a carne que será entregue as escolas, incrementando assim a merenda escolar, ação faz parte do programa compra direta.  

O chefe do escritório local da EMATER Lucieudes Lopes esteve acompanhando a entrega, a carne atendera mais de 2 mil alunos. 

Turismo movimentou mais de R$ 311 milhões durante a Copa das Confederações


Turistas gastaram R$ 311,5 milhões durante os 15 dias de Copa das Confederações, informou nesta segunda-feira, 1º, o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). A estimativa considera gastos de turistas brasileiros e estrangeiros, além das seleções e delegações. O cálculo tem como base o número de turistas e o tempo de permanência do visitante nas cidades que sediaram os jogos, além do gasto de delegações e seleções que participam do torneio.
Pela previsão da autarquia, o turista estrangeiro fica cerca de dez dias na cidade e o brasileiro permanece três dias no local do jogo. O gasto total de turistas estrangeiros para a Copa das Confederações é estimado em cerca de R$ 69 milhões. Os brasileiros tiveram gasto estimado em R$ 172 milhões durante os quinze dias do torneio. As seleções tiveram gasto calculado em cerca de R$ 70 milhões.
De acordo com o presidente da Embratur, Flavio Dino, o impacto dos gastos do turista brasileiro é maior, pois se trata de um evento majoritariamente local. “A Copa das Confederações é um evento voltado mais para o público interno, é um teste para a Copa do Mundo de 2014, quando, realmente, vamos receber um número massivo de estrangeiros”, diz

Fátima foi a única representante potiguar pré-selecionada na votação dos jornalistas


fatima protestoFátima Bezerra (PT) foi a deputada mais votada pelos jornalistas na pré-seleção da categoria especial “Destaque na Defesa da Educação”, do Prêmio Congresso em Foco. Fátima obteve 16 votos dos profissionais da imprensa que cobrem a atuação parlamentar no Congresso Federal.
De 09 de julho a 09 de setembro todos os parlamentares pré-selecionados pelos jornalistas serão submetidos à votação na internet nas duas categorias gerais (“Melhores Deputados” e “Melhores Senadores” do ano) e oito categorias especiais, dentre elas “Destaque na Defesa da Educação”, que a deputada concorre.
“É com o sentimento de muita alegria, mas sem qualquer vaidade que recebo essa indicação na categoria Defesa da Educação, do Prêmio Congresso em Foco. Essa indicação me enche de mais entusiasmo e determinação para continuar na luta em defesa da educação pública”, disse a deputada.

Pré-selicionados do ProUni terão até dia 8 para fazer matrícula


Os candidatos pré-selecionado na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até 8 de julho para comprovar nas instituições de ensino as informações dadas na ficha de inscrição, providenciar a matrícula e, se for o caso, participar de seleção própria da faculdade ou universidade. A lista dos pré-selecionados foi divulgada no último domingo (30) e pode ser consultada no site do ProUni.
A pré-seleção em qualquer das chamadas do Prouni assegura ao candidato apenas a expectativa de direito à bolsa. Agora, ele deve comparecer às instituições com os documentos. Caso perca o prazo ou não comprove as informações necessárias, será reprovado. No site do ProUni é possível ver a lista da documentação que será solicitada. O ProUni oferece bolsas em instituições particulares de ensino superior.

Moradores farão protesto em Assú na quinta-feira


Movimento Dá licença Coronéis convida população de Assú para manifesto próxima quinta-feira.

O Brasil, como é conhecimento geral vive uma onda de manifestações pelo seu território nacional afora. São muitas inquietações que movem as pessoas, principalmente em relação a direitos que não são assistidos a população pelo Governo. E o Governo não diz respeito somente a Presidência da República, acompanhado das instâncias mais altas dos Três Poderes (Câmara dos Deputados Federais, Senado Federal, Supremo Tribunal Federal e Presidência), diz respeito a todas as instâncias, principalmente Municipal que é um nível de governo responsável por gerir a boa parte de acessibilidade a direitos a um nível local.

Dentro desse contexto, o movimento Dá Licença Coronéis surge como uma inquietação de setores da sociedade açuense que sentem a necessidade da criação e aplicação de um Plano de Mobilidade Urbana Pública para a cidade, uma vez que a mobilidade urbana acaba por interferir no exercício de outros direitos fundamentais, como ir e vir, acesso à saúde e a educação. Um plano como esse, afeta principalmente as classes mais populares da nossa cidade, negligenciada historicamente por uma política coronelista que nunca foi capaz (por que não se interessou) de promover a garantia a direitos básicos de qualidade para todos. O movimento se propõe a criar um debate político sob um viés de esquerda, rompendo decisivamente com a lógica das oligarquias de poder, que se estabeleceram em nossa cidade. O coronelismo, política histórica brasileira mostrou-se ser uma erva daninha que impossibilita o estabelecimento de políticas que visem realmente o povo, havendo aí somente a garantia de interesses de poucos particulares que tomaram o público como terreno do privado.

Devemos, portanto, olharmos para a política como um campo interessante para discutirmos nossas vidas, nosso cotidiano não deve ser apático em relação ao Estado, seja em que nível de poder for. Nossa principal reivindicação é estabelecimento de um debate político com o Município, e que este venha criar junto a sociedade civil, movimentos organizados e organizações historicamente envolvidas com o povo, um plano de Mobilidade Urbana que compreenda a garantia do ir e vir do açuense, que acaba por afetar o acesso a tantos outros direitos básicos.

Dessa forma, convidamos a todos para nosso 1º Ato de manifestação que será realizado dia 04 de julho surge, portanto, a partir dessa demanda que é apenas a inicial. Com concentração às 7h da manhã na Praça J. Keully, o percurso compreenderá subindo a Rua da Rodoviária, passando pela Rua Doutor Luís Carlos (Rua do Hospital Regional), descendo pela Av. Senador João Câmara em direção a Prefeitura Municipal.

Vamos todos, convidem os vizinhos, amigos, levem seus cartazes, indignação e a vontade de construir coletivamente uma nova lógica política pra nossa cidade!

Enviado pelos organizadores 

Ministério da Saúde incorpora vacina contra HPV ao SUS


Meninas de 10 e 11 anos serão protegidas contra quatro variáveis do vírus, que são responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo do útero; vacina será produzida por meio de parceria entre Butantan e Merck.

O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (1) a incorporação ao Sistema Único de Saúde (SUS) da vacina contra o papilomavírus (HPV), usada na prevenção de câncer de colo do útero. Já em 2014, meninas de 10 e 11 anos receberão as três doses necessárias para a imunização, mobilizando investimentos federais de R$ 360,7 milhões na aquisição de 12 milhões de doses.

É a primeira vez que a população terá acesso gratuito a uma vacina que protege contra câncer. A meta é vacinar 80% do público-alvo, que atualmente soma 3,3 milhões de pessoas. O vírus HPV é responsável por 95% dos casos de câncer de colo do útero, segundo que mais atinge mulheres, atrás apenas do mamário.

”Está é mais uma medida para enfrentarmos o problema do câncer de colo do útero, um problema que ainda é grande no país, em especial na região norte. Vamos preparar muito bem este público (meninas de 10 e 11 anos), suas famílias, e reforçar a estratégia envolvendo as escolas e os professores para provocar uma grande sensibilização”, afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Ele destacou ainda que a vacinação reduz a circulação do vírus no país.

A vacina que estará disponível na rede pública é a quadrivalente, usada na prevenção contra quatro tipos de HPV (6, 11, 16 e 18). Dois deles (16 e 18) respondem por 70% dos casos de câncer. No escopo do acordo entre Ministério da Saúde e os fabricantes da vacina - Butantan e Merck Sharp & Dohme (MSD), que atuarão em parceria tecnológica – está prevista a possibilidade de uso da versão nonavalente, que agregará outros cinco sorotipos à vacina.

A vacina para prevenção da doença tem eficácia comprovada para pessoas que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus. A escolha do público-alvo levou em consideração evidências científicas, estudos sobre o comportamento sexual e a avaliação de especialistas que atuam no Comitê Técnico Assessor de Imunizações (CTAI) vinculado ao Ministério da Saúde.

ESTRATÉGIA DE VACINAÇÃO - As três doses serão aplicadas, com autorização dos pais ou responsáveis das pré-adolescentes, de acordo com o seguinte esquema: após a aplicação da primeira dose, a segunda deverá ocorrer em dois meses e a terceira, em seis meses.

SOBRE O HPV – O HPV é capaz de infectar a pele ou as mucosas e possui mais de 100 tipos. Do total, pelo menos 13 têm potencial para causar câncer. Estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras do HPV, sendo que 32% estão infectadas pelos tipos 16, 18 ou ambos. No Brasil, a cada ano, 685.400 pessoas são infectadas por algum tipo do vírus.

Com informações Portal da Saúde.