i

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Secretaria de Educação de Ipanguaçu concluí programação oficial da semana pedagogia

A Secretaria de Educação de Ipanguaçu concluiu na última semana a programação oficial da 15ª Semana Pedagógica do município. A semana reunirá diversos educadores do período de 07 á 10 de fevereiro no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), com o tema: “Currículo Escolar e Gestão de Ensino: ideais libertários de educação do campo e metodologias midiáticas”.

A jornada com duração de quatro dias terá a participação da Professora da UERN/Assú, Maria do Socorro que mediará à palestra sobre: O currículo escolar e gestão de ensino; o professor da UFRN/Natal Drº Alessandro Augusto debaterá o tema, Educação do campo: Preceitos, consultas e metodologias em busca da inclusão; O professor, André Magri, mediará a palestra com o tema: Dos primórdios da literatura infatojuvenil a Ipanguaçu: Uma cidade que lê. A formação pedagógica também contará com a participação do escritor goiano, Wagner Bezerra, que lançará o seu livro “O segredo da caverna”, em âmbito nacional, o escritor também terá a participação na formação com a palestra sobre, Metodologias midiáticas: em busca de uma comunicação inclusiva no campo.

Segundo a secretária de educação, Jeane Dantas, o objetivo da jornada pedagógica deste ano é promover a interação cognitiva e social da comunidade docente, pedagógica e administrativa das escolas de ensino público do município de Ipanguaçu por meio de uma visão holística e libertária, onde se dará foco especial aos estudos relacionados ao currículo escolar e a gestão de ensino, com discussões, ainda em torno da educação do campo e das metodologias midiáticas.

Ateliês de formação serão realizados durante a jornada no campus do IFRN em Ipanguaçu, todo o quadro educacional da rede estadual e municipal será trabalhado pelos coordenadores da Secretaria de Educação do município. O desenvolvimento psicológico da criança: O lúdico como motivação nas aulas de educação infantil; Teorias da aprendizagem e da alfabetização; Gestão de ensino nos anos finais: Como tornar as aulas produtivas, serão um dos temas a serem trabalhos nos ateliês de formação.

Prefeitura de Ipanguaçu inicia a recuperação de estradas vicinais

 A prefeitura de Ipanguaçu, através da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, iniciou na última semana a recuperação diversas estradas vicinais. Mais de oito maquinas entre tratores e caçambas estão envolvidas no trabalho nas comunidades rurais do município.

As primeiras comunidades que estão passando pelo trabalho do Plano de Inverno são as comunidades, Japiaçu, Sacramentinho, Travessa Itú, Pau de Jucá entre outras. 

Conforme o subsecretário de obras, Gênilo Rodrigues, o serviço esta sendo realizado principalmente por causa do período de chuva, o maquinário está nas estradas vicinais recuperando os trechos mais críticos, para que os agricultores não fiquem sem acesso as propriedades rurais. “Logo após o trabalho serem concluídos nessas estradas, outras serão beneficiadas” destaca Gêlino Rodrigues.

Segundo o agricultor e produtor, Francisco do Gado, como é mais conhecido, frisa que as estradas virão a ajudar centenas de agricultores que circula diariamente pelas estradas das comunidades, destacando que a há anos essas estradas não eram recuperadas. “Nesse tempo de inverno as estradas ficam ruins, é necessário a recuperação delas para o acesso constante as terras. Com a recuperação das estradas isso vem a beneficiar centenas de agricultores e moradores das comunidades”, disse Francisco.

No ano passado mais de doze estradas das comunidades rurais do município foram recuperadas pela prefeitura do município, segundo o Prefeito, Leonardo Oliveira, há uma preocupação constante do governo municipal em deixar as estradas em bom estado para o trafego dos moradores e agricultores do município, “Já que a cidade tem o maior número de famílias concentrada na zona rural, é importante que o acesso para elas, esteja em bom estado para facilitar a locomoção dessas famílias” concluiu, o prefeito Leonardo.  

Chuvas no interior deixam nove açudes com capacidade acima de 50%


Dos 33 reservatórios monitorados pelo Dnocs, dois sangraram nesta semana. Previsão é de novas sangrias nos próximos meses.



A possibilidade de um inverno rigoroso em 2011, a contar das últimas chuvas caídas em todo o Rio Grande do Norte nos meses de dezembro de janeiro, começa a chamar a atenção dos produtores rurais e moradores do interior do estado. O volume de água em determinadas cidades como Jucurutu e Santa Cruz, para ficar em dois exemplos, demonstra que são grandes as chances de acontecer novas inundações como a registrada em 2008 no Vale do Açu, região onde se cultiva a fruticultura.

Dos 33 açudes monitorados no RN pelo Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs), nove apresentam capacidade acima de 50%, inclusive com duas “sangrias” confirmadas nos reservatório de Santa Cruz e Tangará. O volume médio de todas as represas do estado é de 63%. Entre os que apresentam os maiores volumes estão o Inharé, em Santa Cruz, com 72%, e o de Poço Branco e Cruzeta, com 62% e 65%, respectivamente. Os dados foram levantados entre 9 de novembro de 2010 e 28 de janeiro deste ano.

Entretanto, no Itans, em Caicó (50%), Mendubim (Santa Cruz), com 56% da capacidade e Pau dos Ferros, 44%, a situação ainda é estável. Mas no maior reservatório do RN, o Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, em Assu, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, a capacidade é de 68%, segundo levantamento publicado no dia 28 de janeiro deste ano pelo Dnocs.

Além do RN, o Departamento contra as Secas, analisa o volume armazenado nos açudes por estado coloca o Rio Grande do Norte abaixo do Maranhão, que tem uma média de volume dos reservatórios de 79%. O Piauí aparece em segundo com 62%, seguido por Ceará com 58% e Pernambuco com 47%. Não há registros até o momento da situação na Paraíba, Alagoas e Sergipe.

Contudo, dos mesmos 33 reservatórios acompanhados pelo Dnocs no RN, apenas 25 são monitorados com uma frequência maior. De acordo com João Guilherme de Souza Neto, supervisor técnico da autarquia, a explicação para o fato é que as áreas próximas de alguns açudes estão inacessíveis em virtude do grande volume de água.

Em outros reservatórios, como no Marechal Dutra, popularmente conhecido como Gargalheiras, em Acarí, o nivelamento é feito por batimetria, um estudo topográfico realizado de forma subaquática. No mais recente levantamento, foi registrado 21,4 milhões de metros cúbicos, equivalente a 53% da capacidade total.

Já na Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), além dos 33 reservatório do Dnocs, estão compilados dados mais recentes da situação dos principais reservatórios do estado, alguns administrados por prefeituras 

Situação futura dos reservatórios do RN
O portal Nominuto.com tentou contato com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn), por meio do meteorologista Gilmar Bistrot, que não forneceu dados referentes ao volume de chuvas esperado para os próximos meses, em especial da quadra chuvosa no estado.

Fonte: Nominuto.com

Inscrições para concurso da UFRN começam nesta segunda; até R$ 2.989,33


Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR


A Universidade Federal do Rio Grande do Norte abre, a partir desta segunda-feira (31), as inscrições para provimento de vagas nos cargos de Técnico Administrativo em Educação (nível intermediário e superior). São 19 vagas, divididas nas seguintes funções: assistente de laboratório, auxiliar em administração, auxiliar de enfermagem, diagramador, biólogo, contador, enfermeiro, físico e médico nas especialidades oftalmologia, cirurgia vascular, radiologia e cardiologia. A remuneração varia entre R$ 1.473,58 e R$ 2.989,33.

A seleção dos candidatos compreenderá exame de conhecimentos para provimento nos quadros da UFRN, conforme a estrutura das provas apresentadas para cada cargo. Os programas de estudo relativos às provas de cada função serão disponibilizados no site da Comperve no período das inscrições.

A inscrição será feita, exclusivamente, via internet, a partir das 8h do dia 31 de janeiro até as 23h59 do dia dois de março, observando o horário local de Natal. As taxas de inscrição são de R$ 40,00 para nível intermediário C, R$ 50,00 para nível intermediário D e R$ 80,00 para nível superior. As provas serão aplicadas no dia 17 de abril. O requerimento de isenção da taxa estará disponível até 13 de fevereiro. Outras informações, através do site www.comperve.ufrn.br.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

TCE vai apurar responsabilidade dos municípios que devem prestação de contas

Acatando sugestão da Diretoria de Assuntos Municipais - DAM, a Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado aprovou, na sessão de ontem (27), a adoção de providências para autuação de processos individualizados de apuração de responsabilidade das prefeituras e câmaras municipais, referente ao atraso nas prestações de contas pertinentes aos exercícios de 2009 e 2010.
"A gestão de bens e interesses públicos tem como decorrência natural à prestação de contas dos atos praticados por parte dos gestores. A prestação de contas possui sentido amplo, não devendo ser vista ou entendida apenas como demonstração quantitativa do manuseio de dinheiros públicos", justificou o diretor da DAM, Humberto de Aragão Mendes Neto, lembrando que a  Constituição e a Lei de Responsabilidade Fiscal determina que a verificação da observância de suas normas e limites está a cargo dos órgãos de controle externo (Poder Legislativo e Tribunal de Contas do Estado), bem como do Sistema de Controle Interno de cada Poder e do Ministério Público.

Diante da omissão do dever de prestar contas, os gestores poderão ser responsabilizados, inclusive com a imputação de multas e outras penalidades determinadas pela Legislação em vigor.  Pelo levantamento da DAM, estão em atraso as prefeituras e câmaras municipais relacionadas ao lado.

Prefeituras  - 2010
- Barcelona (só entregou o 1° bimestre)
- Brejinho (só entregou o 1° e 2° bimestres)
- Felipe Guerra (não prestou contas)
- Galinhos (só entregou o 1° bimestre)
- Jardim de Angicos (não prestou contas)
- Monte das Gameleiras (não prestou contas)
- Paraú (não prestou contas)
- Rafael Fernandes (só entregou o 1° bimestre)
- Santa Maria (só entregou o 1° e 2° bimestres)
- São Francisco do Oeste (só entregou o 1° e 2° bimestres)
- Serra de São Bento (só entregou o 1° e 2° bimestres)
- Severiano Melo (só entregou o 1° e 2° bimestres)
- Tibau (só entregou o 4° bimestre)
CÂMARAS MUNICIPAIS - 2010
- Carnaúba dos Dantas (entregou o  4° e 5° bimestres)
- Espírito Santo (só prestou contas do 1° e 2° bimestres)
- Galinhos (não prestou contas)
- Grossos (só entregou o 1° e 2° bimestres)
- Jardim de Angicos (não prestou contas)
- Maxaranguape (não prestou contas)
- Montanhas (só prestou contas do 1°, 2°, 4° e 5° bimestres)
- Monte das Gameleiras (só prestou contas do 1°, 2° e 3°  bimestres)
- Olho d'Água do Borges (só prestou contas do 1° bimestre)
 -Paraná (só prestou contas do 2°, 3°, 4° e 5° bimestres)
- Rafael Fernandes (não prestou contas)
- Rodolfo Fernandes (não prestou contas)
- São Bento do Norte (não prestou contas)
- Serra Caiada (só prestou contas do 1°, 2° e 4° bimestres)
- Serrinha dos Pintos (só prestou contas do 1°, 3°, 4° e 5° bimestres)
- Tibau (não prestou contas)
PREFEITURAS - 2009
- Jardim de Angicos (prestou contas do 1°, 2°, 3°, 4° e 5° bimestres)
- Felipe Guerra (não prestou contas)
- Paraú (não prestou contas)
- Tibau (não prestou contas)
CÂMARAS MUNICIPAIS - 2009
- Acari (só prestou contas do 1° bimestre)
- Baraúna (prestou contas do 2°, 3°, 4°, 5° e 6° bimestres)
- Carnaúba dos Dantas (só prestou contas do 1° bimestre)
- Carnaúbas (prestou contas do 1°, 2°, 3° e 4° bimestres)
- Francisco Dantas (prestou contas do 1°, 2°, 3°, 4° 5° bimestres)
-Galinhos (não prestou contas)
- Ipanguaçu (prestou contas do 1°, 2°, 3° e 4° bimestres)
- Jardim de Angicos (só prestou contas do 1° e 2° bimestres)
- Lagoa de Pedras (prestou contas do 1°, 2°, 3°, 4° e 5° bimestres)
- Maxaranguape (não prestou contas)
- Patu (prestou contas do 1°, 2°, 3°, 4° e 5° bimestres)
- Rafael Fernandes (prestou contas do 1°, 2° e 3° bimestres)
- São Bento do Norte (só prestou contas do 1° e 2° bimestres)
- Serrinha dos Pintos (só prestou contas do 1°, 3° e 6° bimestres)
- Tibau (só prestou contas do 1° e 2° bimestres)

Fonte: Jornal o Mossoroense

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Pré-inscrições para campeonato de bloco em Ipanguaçu acontecem até amanhã

Encerrar amanhã (28) a pré-inscrições para o campeonato de blocos carnavalescos de futsal, em Ipanguaçu. Podem participar da competição associações, grupos esportivos, entre outros.

Segundo o secretário de Esporte e Lazer, Marcos Antônio, a pré-inscrição esta sendo realizada até amanhã para previsão de números de equipes que participarão do campeonato carnavalesco de futsal. Os jogos estão previstos para acontecer na segunda quinzena de fevereiro.

Para efetuar a pré-inscrição é necessário informar o nome do bloco, as inscrições devem ser realizadas na Secretária de Esporte e Lazer na sala 03 das 08h00min ás 12hs.

Ronaldo e George Soares rompem com o prefeito de Assu

- Publicado por Robson Pires,
O ex-prefeito de Assú, Ronaldo Soares (foto), deu agora entrevista na rádio Princesa do Vale e anunciou o seu rompimento político com o  Ivan Júnior.
De acordo com Ronaldo Soares,  que é o pai do deputado estadual George Soares, ambos no PR, “existe uma propaganda midiática terrível que cerceia o direito do Assú de se manifestar, as preocupações da cidade deixadas de focar nas questões da comunidade, apenas para refletir um palavreado constante, diário e acho que até já aborreceu o povo”, frisou.
“A partir de agora nós vamos fazer parte de um grupo, que já está articulado e vamos cobrar agora a administração de Assú”, disse Ronaldo anunciando rompimento com Ivan Júnior.
Ronaldo disse que vai anunciar os integrantes do seu grupo em um momento oportuno e adiantou que na reforma política que o prefeito fez recentemente, exonerou todos aqueles que lhe seguiam politicamente.
Ronaldo também fez comparações com sua administração.
“O Orçamento da Prefeitura de Assú nesses dois anos deve ter arrecadado R$ 80 milhões. Todo ano eu investia em média R$ 3 milhões e 300 mil em calçamento, quadras, praças, ajudava na construção de casas…
A gente dava feira, R$ 1, 5 milhão… Pagávamos o São João, que era em torno de R$ 1 milhão e eu tive fazendo as contas… São quase R$ 6 milhões deixado de ser aplicado na cidade e o nosso jovem e falante prefeito não dá uma explicação a Assú do dinheiro que a Prefeitura recebeu nesses dois anos que dá mais de R$ 80 milhões”
“Estou aqui com a portaria assinada pelo prefeito. Recebeu R$ 8 milhões e R$ 500 mil… O que foi resolvido aqui da enchente de 2008?
Inclusive essa portaria é para verificar inconsistência na aplicação do projeto, quer dizer desvio. Eu quero dá uma notícia oficiosa ao povo de Assú: o que se comenta é que tem um desvio de R$ 3 milhões na aplicação dos recursos de Assú”, informou.
“O prefeito fez uma comissão em agosto. Essa comissão era para ter gerado um relatório e se constatou desvio e não mandou para o Ministério Público Federal, que o dinheiro é federal e mandado para o Ministério Público Estadual que tem a contra partida do Município. Meu amigo, colocaram uma pedra em cima”
“Mas, o prefeito hoje estava lá em Jucurutu atrás do desastre de lá e quando recebeu os R$ 8,5 milhões, eu estive no rádio e disse que não queria me meter na administração dele, mas dei um conselho: Pegue esses R$ 8,5 milhões e reúna a comunidade que foi atingida para saber o que fazer com esse dinheiro.
Não tem nada feito e inclusive eu soube que tem R$ 3 milhões bloqueado no Banco. Chegou a hora do Assú cuidar da administração do prefeito. É um jovem próspero que anda em um carro de R$ 170 mil rodando em Assú e no RN pago com o dinheiro do povo simples e humilde de Assú”, denunciou.
“Eu tenho certeza que a governadora vai trabalhar muito pelo Assú… 12 mil votos de maioria… Ela vai trabalhar independente de prefeito de querer ou não querer, deputado querer ou não querer…Ela tem um dever até de gratidão com o povo”, disse Ronaldo anun
“Nós estamos precisando saber o que foi feito dos R$ 80 milhões que a Prefeitura arrecadou nesses dois anos. Eu não vejo! Eu olho quatro placas em Assú falando de obras com recursos próprios que eu somei não deu R$ 600 mil.
Onde é que está o dinheiro? O dinheiro da feira foi para onde? O dinheiro do São João que o Governo Federal passou a pagar? A Prefeitura pagava R$ 1 milhão com recursos próprios e agora foi para onde? Gastaram com que?”
“Só se fala nas obras que Ronaldo deixou… Ele estava cobrando o compromisso de campanha de João Maia… Cadê o compromisso de campanha do deputado Fábio Faria? Eu me lembro que na campanha iam asfaltar o Assú todinho.
Não vejo ninguém cobrar isso… Agora quando é para nos atingir politicamente, tudo em relação a João Maia é uma cobrança”.

Vigas de ferro e calços de madeira escoram ponte sob o rio Piranhas/Açu

A ponte Felipe Guerra que cobre o rio Piranhas/Açu na extensão da BR 304 , divisa dos municípios de Assu e Itajá, tem sido motivo de preocupação para a população da região do Vale do Açu. Tudo está ligado ao fato das vigas longarinas, que dão sustentação ao vão 15, entre os pilares "P 15" e "P 16", estarem, neste momento, escoradas por chapas de ferro e calços de madeira, sobre bases de concreto. No local, parte da cobertura das duas vigas cedeu, deixando à amostra a estrutura de ferro, o que é uma constatação séria em qualquer obra de engenharia civil.
O problema foi detectado durante as recentes obras emergenciais de reforço das fundações da ponte. Segundo o Dnit, a solução provisória foi o apicoamento (limpeza na área afetada) e o grauteamento (nova injeção de concreto), para em seguida realizar o escoramento.     
O órgão garante que toda essa área será recuperada durante a obra de ampliação da ponte, que deve alterar toda a sua estrutura. Mas, esclarece que, no caso de uma enchente em que o rio volte a subir acima da média, o escoramento pode não resistir à força da correnteza, porém  assegura que o reparo realizado na base de concreto garante a segurança do vão.
Até o momento não existe uma previsão de quando o projeto de ampliação da ponte será liberado. Na primeira etapa, o governo federal gastou livre de licitação R$ 13.778.908,64.

Fonte: Alderi Dantas (http://alderidantas.zip.net/)

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Prefeito de Jucurutu cobra providências e DNOCS anuncia os reparos necessários


Reunião em Jucurutu - Foto: Demis Roussos
O prefeito de Jucurutu, Júnior Queiroz, na abertura da reunião hoje pela manhã com os desabrigados pelas chuvas, agradeceu a presença da governadora Rosalba Ciarlini e dos secretários Thiago Cortez e Kátia Pinto.

Júnior Queiroz reforçou a falta de atenção do DNOCS. Ele desabafou, dizendo que o “inverno ainda não começou, isso foi apenas um alerta. Espero que as providências sejam tomadas antes que o pior aconteça".

O engenheiro do DNOCS, Guilherme de Souza Neto, que esteve presente à reunião, comunicou que ainda nesta quarta-feira uma equipe irá até o local para fazer os reparos necessários. "Vamos trocar as bombas e consertar as comportas para que novas inundações não aconteçam", explicou.

Fonte: Samuel Júnior

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Crianças de até 2 anos devem tomar vacina contra meningite

A aplicação da vacina nas crianças nessa faixa etária esta acontecendo nos postos de vacina em Ipanguaçu.

Pais ou responsáveis por crianças com idade entre três meses e dois anos são convidados a procurar a sala de vacina na unidade de saúde do município para imunizar seus filhos contra a Doença Meningocócica tipo C, considerada a meningite mais grave.

A vacina vem sendo aplicada desde novembro de 2010, no posto de saúde Tiburcio Freire da Silveira, no centro de Ipanguaçu, os pais devem procurar a unidade de saúde para vacinar os filhos.

A coordenadora da sala de vacina, Maria Sulinete, frisa que há uma grande procura por parte dos pais, isso mostra que a preocupação por parte deles em ver seus filhos bem.

Maria Sulinete explica que a meningite é considerada um agravo de grande representatividade no Brasil, podendo se originar de vírus, bactérias, fungos e parasitas. Os sorogrupos que mais frequentemente causam a doença são: A, B, C, Y e W135. A transmissão da Doença Meningocócica ocorre geralmente pelo contato íntimo com um portador assintomático ou um doente, e ainda por contato direto com secreções respiratórias.

“Essa doença pode atingir pessoas de qualquer idade, mas a maior prevalência é em crianças menores de dois anos”, revela a coordenadora da sala de vacina.

Matricula continua em todas as escolas publicas municipais de Ipanguaçu

Seguem em toda rede municipal de ensino as matrículas para o ingresso de alunos nas escolas púbicas municipais de Ipanguaçu.

Os alunos novatos que pretendem entrar no ensino podem procurar um dos dez estabelecimentos municipal de ensino de Ipanguaçu para efetuar a matrícula para o ano letivo de 2011.

Os estudantes novatos devem estar munidos do original do histórico escolar, cópia do RG, CPF e fotos 3x4. As matrículas vão até o dia 10 de fevereiro, com previsão do início do ano letivo para 14 de fevereiro.

Segundo a secretária de Educação, Jeane Dantas, os pais devem procurar uma das escolas no período estabelecido e fazer as matrículas dos seus filhos para evitar transtornos. As matrículas são feitas nas secretarias das escolas nos horários da manhã e tarde. “A oferta é de que este ano a Secretaria de Educação ofereça mais de 2.500 (duas mil e quintas vagas) neste ano letivo de 2011” conclui a secretária de Educação, Jeane Dantas.

Dnocs trabalha na Armando Ribeiro

Itajá/Caraúbas - O engenheiro João Guilherme, do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), informou ontem que os trabalhos para recuperar o paredão da Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, em Itajá, devem ficar prontos nos próximos trinta dias. Havia enormes erosões no paredão da barragem geradas nos invernos de 2008 e 2009.

O Dnocs está concluindo também a recuperação do açude de Apanha-Peixe, em Caraúbas. Esse açude, que tem capacidade para armazenar 23 milhões de metros cúbicos de água, estava com a parede desgastada, devido aos invernos de 2004, 2005, 2008 e 2009. Segundo o prefeito de Caraúbas, Ademar Ferreira, esse açude nunca havia passado por reforma na parede.

A Barragem Armando Ribeiro, inaugurada em 1983, tem capacidade para armazenar até 2,4 bilhões de metros cúbicos de água. Está com mais de 80% de sua capacidade e já começou a receber água. Apesar de as crateras serem grandes, o engenheiro João Guilherme explicou que não havia risco e que a manutenção está sendo feita para evitar aumentar.

O paredão da Armando Ribeiro, na base, tem 220 metros de largura. É o maior reservatório do Estado. Já, quanto ao açude de Apanha-Peixe, a questão era mais urgente. Segundo Ademar Ferreira, a erosão destruiu quase completamente a parede do açude. No inverno de 2009, o açude por pouco não transbordou. Faltou pouco mais de um metro.

Com os recursos do Dnocs, a Prefeitura reforçou a parede e construiu proteção em diversos pontos para evitar erosão. O mesmo está sendo feito na Barragem Armando Ribeiro. As erosões estão sendo fechadas com material de piçarra e pedras. Segundo João Guilherme, essas erosões só se abriram porque os canais de alvenaria construídos para escoar a água das chuvas se quebraram.

Fechadas as erosões, o trabalho será de construir essas galerias para a água escoar. O engenheiro reconhece que, se o inverno de agora em diante for muito forte, o trabalho será prejudicado. 

PRECISA DE MANUTENÇÃO

Além da Barragem Armando Ribeiro e Apanha-Peixe, também precisa de manutenção a Barragem de Umari, em Upanema. No inverno de 2009, a sangria da barragem levantou enormes blocos de cimento na parte de apoio do paredão de concreto. O trabalho de recuperação deveria ter sido feito pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Fonte: Jornal de Fato

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Tratores de esteiras viabilizaria o desmatamento no leito do rio, explica professor do IFRN

O blog recebeu o comentário do professor do IFRN/ campus de Ipanguaçu, Júlio Justino, que explica que tratores viabilizavaria a desobstrução no leito dos rios, e ainda conta as principais causas das enchentes no vale do Açu.

Veja o comentário.


O Vale do Açu está com risco de inundações, tendo em vista principalmente, que a mata existente em seu leito, provoca a formação de grandes bancos de areias, impedindo ou obstruindo o escoamento da água.

Sabemos que muitos fatores contribuem para o assoreamento do Rio, como: desmatamentos, compactação dos solos pela agropecuária tradicional provocando erosão, construções de pontes, barramentos, passagens molhadas, drenos, etc., mas a mata que vem se formando no leito do Rio Açu, principalmente pelas espécies nativas de calumbi, unha de gato e mofunbo, formamdo verdadeiras touceiras, considero o principal fator que vem contribuindo para o assoreamento do Rio e consequentemente provocando as enchentes.

Essa tarefa para o desmatamento, não demanda grandes recursos, ou seja, com apenas tratores de esteiras, será possível viabilizar o desmatamento e com o leito do rio livre da mata, aumenta a velocidade da água, provoca o carreamento da areia que está assoreada, aumenta a vazão e consequentemente diminui as inundações.
Ipanguaçu/RN, 22 de janeiro de 2011.

Júlio Justino de Araújo
Engº. Agrº, M.Sc. Irrigação e Drenagem
Professor IFRN Campus Ipanguaçu


Nota do Blog: Professor, o blog agradece o comentário, este espaço estará aberto  para o senhor e todos que queiram discutir assuntos importantes para a sociedade.

Taça Ipanguaçu de Futsal tem continuidade hoje


A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Ipanguaçu da continuidade nesta segunda-feira (24) o calendário esportivo 2011 com o a Taça Ipanguaçu de Futsal categoria pré-mirim, mirim e feminino, que acontece até o dia 05 de fevereiro.

Os jogos continuarão acontecendo no ginásio poliesportivo, José Araujo Filho, com três jogos por noite, com inicio ás 19h15min.  

Segundo a Secretaria de Esporte os jogos de hoje acontece entre a Escolinha do Aldo x Língua de Vaca nas categorias pré-mirim e mirim, e na categoria feminina, Língua de Vaca enfrenta a equipe do Luzeiro.

A primeira Taça Ipanguaçu de Futsal reunirá mais de dez equipes em um total de 320 atletas local das categorias de base masculino e feminino. O evento promovido pela Secretaria de Esporte abre oficialmente o calendário esportivo deste ano de 2011, que prevê mensalmente competições com atletas de varias idades, promovendo assim o esporte com diversas modalidades esportivas, além de outros projetos ligados a secretaria.

Sai lista de aprovados no SiSU


Foram selecionados 82.949 estudantes de um milhão de candidatos.Divulgação da primeira chamada estava prevista para esta segunda (24).
O Ministério da Educação divulgou neste domingo (23) a lista de aprovados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Foram selecionados 82.949 candidatos, segundo o ministério. A divulgação estava prevista para esta segunda-feira (24).

Foram oferecidas 83.125 vagas em 83 instituições públicas de educação superior. Segundo o MEC, entre 16 e 20 de janeiro, o SiSU registrou 2.020.157 inscrições, feitas por 1.080.194 candidatos. O número de cantidatos é equivalente a cerca de um terço do total de participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2010.
Os aprovados têm os dias 27, 28 e 31 de janeiro para fazer matrícula na instituição de ensino para a qual foram selecionados. A documentação necessária pode ser consultada pelo boletim individual, disponível no sistema, e na própria instituição.
Após esse prazo, se ainda houver vagas disponíveis, serão feitas duas outras chamadas para convocação dos candidatos aprovados. Outras duas chamadas estão previstas, uma para 4 de fevereiro, que terá matrículas em 8 e 9 de fevereiro, e outra para 13 de fevereiro, com matrícula em 15 e 16 de fevereiro.
Os estudantes que foram selecionados, nesta primeira chamada, em sua primeira opção de inscrição não serão convocados nas chamadas posteriores — nem mesmo aqueles que não fizeram a matrícula.
Ao fim das três chamadas, caso ainda haja vagas, as instituições convocarão os candidatos a partir da lista de espera gerada pelo sistema. Os estudantes terão de declarar interesse em participar da lista de espera entre 13 e 17 de fevereiro.
Fonte: G1

Secretaria de Educação de Ipanguaçu inicia entrega de material do Programa Brasil Alfabetizado

A Secretaria Municipal de Educação de Ipanguaçu deu inicio nesta segunda-feira (24) a entrega do material escolar dos professores e alunos do Programa Brasil Alfabetizado (PBA).

Serão entregues mais de 500 kits para os alunos com, pasta, caderno, borracha, apontador e caneta, como também 43 kits para os professores contendo todo o material que será trabalhado nas salas de aulas na zona rural e urbana da cidade.

O programa Brasil Alfabetizado tem como público alvo todo e qualquer cidadão analfabeto que possua 15 anos ou mais. O intuito é dar a possibilidade de todos os cidadãos terem acesso à cidadania por meio da educação.

Segundo uma das coordenadoras do programa, Janilene Araujo, o programa beneficiará cerca de 500 alunos na zona rural e urbana. Uma das metas do PBA é de que o programa possa erradicar ou amenizar o analfabetismo no município que segundo os dados do IBGE em 2007 é de 37% entre jovens com 15 anos ou mais, adultos e idosos.Pode-se afirmar que o objetivo central do programa é universalizar a educação. As aulas do programa devem estar indicando até a próxima semana pelos alfabetizadores”, frisa coordenadora, Janilene Araujo.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Acidente próximo ao IFRN

Ontem (21) a noite por volta das 19:30hs aconteceu um acidente entre um corsa hatch e uma pick-up f-1000 proxmo ao IFRN/campus de Ipanguaçu.
Segundo as informações do blog “Nos-on-liner” o corsa é pertencente à Jadson Wheeling, mais conhecido como Jadson de Jacira, residente na comunidade de base física em Ipanguaçu, e o motorista da pick-up, de nome não identificado  residia em Guamaré.

Segundo populares após a batida entre os veículos, o motorista da pick-up perdeu o controle derrubou uma árvore sobre o  comercio do srº Bel. O sr: da f-1000 foi socorrido e levado para o hospital sentindo tonturas.

* com informações e fotos do blog Nos-on-liner/ Renilson

Prefeito Leonardo Oliveira participa do primeiro programa “A voz do Cidadão”

Na manhã deste sábado (22) foi ao ar ás 07h30min o programa “A voz do Cidadão” na 104,9 FM Sacramento que tem a frente o vereador Juan Montenegro (PSDB).

O programa com duração de trinta minutos tem como objetivo de debater os problemas relacionados à população ipanguaçuense, bem como saúde, educação, agricultura, segurança entre outros assuntos que possam criar soluções para a melhoria da vida da população “Como vereador prestarei contas do meu mandato como legislador, e debaterei os anseios da nossa cidade” frisa o vereador e apresentador do programa, Juan Montenegro.

O programa de estréia contou com a participação do Prefeito do município, Leonardo Oliveira (PT), que fez um rápido balanço das ações que estão sendo desenvolvida no município.

Ao ser perguntado pela obra da maternidade do município, o prefeito, Leonardo enfatizou o desejo de reabrir a maternidade que é uma das suas maiores prioridades administrativas. “Conseguimos compra a área onde funcionou a maternidade, em fevereiro retornarei a Brasília para cobrar emendas que possa viabilizar a construção da tão esperada maternidade dos ipanguaçuenses” frisa Leonardo.

O prefeito ainda parabenizou toda a direção da emissora, desejando todo o sucesso, frisando que a rádio proporcionará uma comunicação muito importante para o desenvolvimento do município.

O programa será transmitido pela mais nova emissora de rádio de Ipanguaçu, Rádio Sacramento 104,9, que iniciou a programação especial de estréia nesta última quarta (19). O programa do vereador acontece todos os sábado a partir das 07h30min da manhã.

RN não tem recursos para evitar cheias

Wagner Lopes - repórter


Ainda não há recursos para colocar em prática o projeto de macrodrenagem que poderá impedir a ocorrência de enchentes em Ipanguaçu e nos municípios próximos, dentro do Vale do Açu. A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) já possui um projeto, mas não conta com os R$ 27 milhões necessários para executá-lo.

rodrigo senaObras da Armando Ribeiro serão concluídas até final de fevereiro
Obras da Armando Ribeiro serão concluídas até final de fevereiro.
De acordo com a coordenadora de Gestão da Semarh, Joana D’arc Freire de Medeiros, o projeto inclui a construção de um dique de proteção, orçado em aproximadamente R$ 20 milhões, e a dragagem do rio Pataxó, que deve custar perto dos R$ 7 milhões. No entanto, ela descarta qualquer hipótese de o serviço ser executado antes do início do próximo período chuvoso, previsto para março na região do semiárido. 

A obra completa deve levar mais de um ano, mesmo depois de as verbas serem obtidas, e por isso não há prazo para sua realização. 

Até o próximo período chuvoso é a Defesa Civil quem irá adotar ações emergenciais, em cima de um relatório já elaborado, para minimizar os possíveis problemas causados por inundações. A Emparn anunciou que o “inverno” de 2011 terá chuvas acima da média e é grande a possibilidade de enchentes nos vales do Açu e Apodi. 

Para solucionar o problema a médio e longo prazo em Ipanguaçu, o estado terá de buscar o quanto antes, junto ao governo federal, recursos para o projeto de macrodrenagem. Mas só o trâmite da licitação deve durar mais de seis meses e a execução por volta de outros 12 meses. “E esses recursos ainda não estão garantidos. A gente ainda não conseguiu fonte de financiamento para essas ações”, reforça.

Em 2010, foi tomada uma medida paliativa de limpeza de um trecho de 20 quilômetros do Pataxó, para favorecer o escoamento das águas do rio. Porém a própria coordenadora da Semarh reconhece que a solução é mesmo o projeto maior. “Foi tirada vegetação de dentro do rio, porque havia verdadeiras árvores que fechavam o leito quase por inteiro. Isso pode ajudar bastante, mas não vai solucionar totalmente”, alerta.

Outra medida tomada anualmente e que deve ser adotada, já para o próximo período chuvoso, é abrir um “barramento” existente no rio Piranhas-Açu, próximo ao mar, e que durante o ano serve para evitar que as águas do oceano penetrem no leito do rio. “Quando a barragem (Armando Ribeiro) sangrar e o rio estiver cheio, esse barramento pode ficar aberto”, aponta.

Qualquer intervenção direta no Piranhas-Açu, contudo, depende de autorização da Agência Nacional de Águas (ANA), por se tratar de um “rio federal”. O mesmo não ocorre em relação ao Pataxó, que é de domínio do estado e se trata do rio que mais contribui para as inundações em Ipanguaçu e nas cidades vizinhas. 

“O projeto já elaborado (do dique e dragagem) é destinado à região de Ipanguaçu porque é a cidade do vale que mais tem sofrido. Fica no meio dos dois rios e a geografia não favorece, é uma cidade baixa, mas certamente o projeto vai beneficiar toda a região”, enfatiza Joana D’arc. 

Ela reforça, no entanto, que seria um erro falar em 100% de segurança, mesmo com a realização do projeto de R$ 27 milhões. “É sempre bom dizer que, quando se trabalha com a natureza, é impossível prevenir totalmente algum tipo de problema. Não se pode afirmar, por exemplo, que vai se acabar com a seca no Nordeste. O que deve ser feito é diminuir, minimizar o impacto, protegendo mais a população.” 

Manutenção da Armando Ribeiro está sendo concluída

Enquanto o período chuvoso ainda não se inicia no Vale do Açu, o Departamento Nacional de Obras contra  Seca (Dnocs) vem realizando serviços de manutenção na barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do estado, localizado na região. Os trabalhos incluem fechamento de erosões e limpeza do sistema de drenagem.

O diretor técnico do Dnocs no Rio Grande do Norte, João Guilherme de Souza Neto, visitou o local no domingo e tranquilizou a população. “Há três aspectos a se considerar. Primeiro, que o desgaste visto aqui é normal em barragens de terra. Segundo, que já iniciamos os serviços e a principal parte, o fechamento das erosões maiores, já foi concluído. E terceiro, que a barragem não oferece riscos. Ela está normal e não apresenta problemas.”   

Ele explicou que os trabalhos de manutenção são de rotina, realizados sempre fora do período chuvoso, e que a estrutura da barragem é totalmente segura. Apesar do temor criado por conta das imensas erosões registradas na parede do reservatório, há um ano, o diretor técnico reforçou que se tratam de ocorrências “naturais” em uma estrutura de terra como a Armando Ribeiro Gonçalves.

O valor aplicado nas obras de manutenção é de R$ 275 mil e inclui ainda ações como o fechamento das erosões menores, retirada de vegetação, a pintura de meios-fios e a limpeza de calhas, que devem ser concluídas até o final de fevereiro. No início de 2010, o surgimento de pontos de erosão com mais de um metro de profundidade despertou temor na população do Vale do Açu e alertou para a necessidade de obras de manutenção.

Com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves apresentava, na última sexta-feira, dia 14, um volume de 66%, percentual ainda bem abaixo dos 84% registrados exatamente um ano antes. O último grande serviço de manutenção foi realizado no local entre os anos de 2007 e 2008.



Continue lendo (Aqui).


Fonte: Tribuna do Norte