i

sexta-feira, 18 de junho de 2010

COLEGIADO TERRITÓRIO DA CIDADANIA ASSÚ – MOSSORÓ SE REÚNEM PARA AVALIAÇÃO PTDRS



O secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Ipanguaçu, José Ferreira (Ferreirinha) participou na manhã de hoje (18) no auditório da FASSO no Campus Central da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte – UERN, Mossoró/RN da reunião do Colegiado Território da Cidadania Assú – Mossoró.

A reunião serviu para discutir a avaliação do Plano Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável – PTDRS Açu/Mossoró, definição das amostras culturais para o lançamento do estadual do PTDRS e a definição dos representantes para participar do Lançamento do Estadual do PTDRS que acontecerá em Natal no dia 30.

Segundo Taís Pinheiro, assessora territorial Açu-Mossoró, o objetivo maior do encontro é apresentar o plano territorial para o colegiado, onde possam existir políticas publicas direcionada com as realidades dos municípios. “14 municípios participam do território da cidadania Assú – Mossoró, os projetos são encaminhados para os ministérios para que possam avaliar as necessidades de cada território e assim implantar políticas públicas fundamentais para os municípios.”, conclui Taís.

O secretário de Ipanguaçu e ex-assessor do território José Ferreira, vê com grande importância, os encontros do colegiado. “Podemos saber de fato as necessidades não só do nosso município, mais dos demais que inclui o território, e elaborar medidas que ajudem os municípios” destaca.

No encontro foram traçados medidas que sita políticas públicas em diversas áreas. 

VEREADORES DE IPANGUAÇU VÃO AO REGIStrando

Neste sábado(19) a partir do meio-dia no programa REGIStrando, os convidados especiais serão os vereadores de Ipanguaçu, que virão acompanhados do presidente da câmara, Tuneifes Morais.
Você poderá ouvir atraves do site: www.radioprincesadovale.com.br

Fonte: REGIStrando

Morre o escritor português José Saramago

O escritor português José Saramago morreu na manhã desta sexta-feira (18), aos 87 anos, em sua casa em Lanzarote, nas Ilhas Canárias.


Escritor português faleceu hoje nas Ilhas Canárias
Escritor português faleceu hoje nas Ilhas Canárias
Saramago foi o único vencedor de um prêmio Nobel de Literatura em língua portuguesa. Isso ocorreu em 1998. 

Entre seus livros mais conhecidos estão "O evangelho segundo Jesus Cristo", "A balsa de pedra" e "A viagem do elefante".

"Ensaio sobre a cegueira" foi recentemente filmado pelo cineasta brasileiro Fernando Meirelles (de "Cidade de Deus").

José Saramago deixa um legado de opiniões fortes e uma vasta obra literária. O escritor mostrou ao longo de sua vida uma paixão duradoura pela literatura. Seus livros são marcados pelos períodos longos e pela pontuação em muitos momentos quase inexistente.

Nascido em 16 de novembro de 1922, numa aldeia do Ribatejo chamada Azinhaga, de família humilde, Saramago só veio a produzir sua primeira obra de sua fase mais madura em 1980, "Levantado do Chão". Dois anos depois, "Memorial do Convento" o colocou como um dos maiores autores de Portugal, posição confirmada com o lançamento do inventivo "O ano da morte de Ricardo Reis", em que narra os dias finais do heterônimo de um dos pilares da literatura de seu país: Fernando Pessoa, em uma criativa mescla de fatos reais e imaginados.

Saramago era um autor prolífico. Além de romances, publicou diários, contos, peças, crônicas e poemas. Ainda em 2009, lançou mais um livro, "Caim".

Esta obra retoma um personagem bíblico, subvertendo a versão oficial da Igreja Católica. Em 1991, seu "Evangelho segundo Jesus Cristo" dispôs de artifício semelhante. A "reescrita" do ateu convicto de esquerda não agradou aos religiosos, provocando grande polêmica em uma nação fortemente católica. No ano seguinte, o livro foi indicado a um prêmio, mas o governo português vetou a candidatura. Insatisfeito, Saramago partiu para um "exílio voluntário" na espanhola Lanzarote, nas Ilhas Canárias, onde vivia desde 1993.

Outro de seus romances, "Ensaio sobre a cegueira", narra uma epidemia em que os personagens perdem a visão, enquanto uma mulher a mantém. A obra, uma das mais conhecidas do português, foi adaptada para o cinema pelas mãos do diretor brasileiro Fernando Meirelles. O filme foi exibido no Festival de Cannes.

Saramago não se furtava a emitir opiniões, seja em seus livros, seja em entrevistas. Em 2008, afirmou que era um "comunista hormonal". Ao mesmo tempo, desferia duras críticas à esquerda, que "não pensa nem atua", segundo declaração dele do mesmo ano.

Ronaldo Soares pode assumir coordenação da campanha de Iberê no Vale do Açu para desgosto do prefeito Luizinho

Governador Iberê Ferreira deverá convocar Ronaldo para coordenar campanha no Vale
O presidente interino do Consórcio Intergestores Vale Unido e atual prefeito de Carnaubais, Luizinho Cavalcante, deverá perder a suposta condição de coordenador político da campanha do governador Iberê Ferreira, do PSB, no Vale do Açu, tão longo, o ex-prefeito Ronaldo Soares, do PR, fechar o acordo de apoio ao candidato do PSB ao Governo do Estado.
Apesar de ser filiado ao mesmo partido do governador Iberê Ferreira, o prefeito Luizinho Cavalcante, vai ter que se tornar um subordinado do ex-prefeito Ronaldo Soares, já que o governador e candidato a reeleição pelo PSB, tem uma profunda admiração e respeito por Ronaldo, um velho do amigo do extinto PPB nas eleições de 1998, partido ao qual o ex-prefeito na época era filiado e foi eleito deputado estadual.
Embora não nutra nenhum tipo de simpatia pelo ex-prefeito do Assu Ronaldo Soares, o presidente do G 12 e prefeito Luizinho Cavalcante, vai ter que se render a decisão do governador Iberê Ferreira e engolir Ronaldo Soares goela a dentro. Luizinho pode até fazer careta, mas não vai poder condenar de público a adesão. É claro que adesão de Ronaldo a Iberê, incomoda e muito o prefeito Luizinho, já que terá de aturá-lo e parar de atacá-lo com vinha fazendo.
O ex-prefeito do Assu Ronaldo Soares já está de mala pronta para começar a empunhar a bandeira em defesa do projeto de reeleição do governador Iberê Ferreira de Souza, do PSB e comenta-se nos bastidores que o ex-deputado estadual, vai assumir a coordenação geral da campanha no Vale do Açu, atendendo solicitação do próprio governador, para o desgosto do prefeito Luizinho, do PSB.
O atual prefeito do Assu Ivan Júnior não ofereceu nenhuma resistência para que Ronaldo Soares possa apoiar Iberê. Ivan continua apoiando a pré-candidatura da senadora Rosalba Ciarlini ao Governo do Estado. Apesar de ficarem em palanques diferentes na campanha para governador, Ivan e Ronaldo, estão respeitando um ao outro e quem apostava num rompimento político entre os dois quebrou a cara.
O grupo vai continuar unido no projeto de levar George Soares a uma cadeira na Assembléia Legislativa nas eleições de 2010 e na campanha de reeleição do prefeito Ivan Júnior em 2012. Comenta-se nos bastidores da política do Vale que logo após a eleição deste ano, o prefeito Ivan Júnior vai reassumir a função de presidente do Consórcio G 12, já que pediu apenas afastamento do cargo. O mandato de Ivan como presidente do Consórcio termina em 2011.
Numa demonstração que quer o grupo unido, o prefeito Ivan Júnior revelou há poucos dias na Princesa, no programa Registrando que entende a posição de alguns aliados, numa clara referência ao posicionamento político de alguns petistas e de Ronaldo e George Soares. No final do programa Ivan foi claro: “Estarei presente apoiando o projeto de George, como um ‘escudo’, estando próximo dele, mas estando junto também do projeto da senadora Rosalba Ciarlini.”

Fonte: Valderi Tavares

Ficha Limpa vale para condenados antes da lei

Em resposta a uma consulta, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram na sessão de ontem à noite que as regras da Lei da Ficha Limpa deverão ser aplicadas nas Eleições 2010, inclusive para os casos de condenação anteriores à vigência da lei. A tese vencedora foi do relator ministro Arnaldo Versiani, para quem não se trata de retroatividade e sim de aplicação da lei conforme aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente da República.

divulgaçãoMinistro Arnaldo Versiani apresenta relatório durante a sessão
Ministro Arnaldo Versiani apresenta relatório durante a sessão
A Lei Complementar 135/2010 ficou conhecida como Lei da Ficha Limpa porque estabelece que candidatos que tiverem condenação criminal por órgão colegiado, ainda que caiba recurso, ficarão impedidos de obter o registro de candidatura, pois serão considerados inelegíveis. A consulta foi apresentada pelo deputado federal Ilderlei Cordeiro (PPS) e questionava, entre outras coisas, se a “lei eleitoral que alterar as causas de inelegibilidade e o período de duração da perda dos direitos políticos se aplicaria aos processos em tramitação, já julgados e em grau de recurso, com decisão onde se adotou punição com base na regra legal então vigente”.

A posição do TSE foi firmada por maioria de votos, vencidos os ministros Marco Aurélio e o ministro Marcelo Ribeiro em parte. Votaram com o relator a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, Aldir Passarinho Junior, Hamilton Carvalhido e o presidente, Ricardo Lewandowski.


Fonte: Tribuna do Norte