i

terça-feira, 22 de junho de 2010

ALUNOS DO PROGRAMA BRASIL ALFABETIZADO SERÃO ATENDIDOS PELO PROJETO OLHAR BRASIL


Alunos do programa Brasil Alfabetizado de Ipanguaçu estarão fazendo exames oftalmológicos amanhã (23) no Centro Integrado da cidadania – CIC a partir das 14:00horas. Os exames procuram Identificar problemas visuais, relacionados à refração, em alunos matriculados na rede pública de ensino fundamental (1ª a 8ª série), no programa “Brasil Alfabetizado” do MEC e população acima de 60 anos de idade. Os exames serão feitos através do projeto Olhar Brasil.
Segundo a secretária de educação Jeane Dantas o programa atende alunos que se encontram matriculados no Brasil Alfabetizado e beneficiará com óculos de graus àqueles que sofrem com problemas de visão. “Propiciar condições de saúde ocular favorável ao aprendizado do público alvo melhorando o rendimento escolar dos estudantes do ensino público fundamental, jovens e adultos do programa Brasil Alfabetizado de forma a reduzir as taxas de evasão e repetência” conclui a secretária.

OFICINAS DE MÚSICA E TEATRO ACONTECERÃO EM IPANGUAÇU



Acontecerá neste sábado dia 26 no Centro Integrado de Cidadania – CIC as 08h00min a oficina para formação do grupo de teatro e o coral Vozes da Juventude, poderão participar adolescentes maiores de 14 anos.

As oficinas de musica serão ministradas por João Silva do Madrigal de Natal, e a de teatro por Nilberg Alcântara.

COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA IDOSOS É TEMA DE ENCONTRO EM IPANGUAÇU



Em comemoração ao Dia Mundial de Combate da Violência à Pessoa Idosa, que foi comemorado no ultimo dia 15 junho, e que foi celebrado neste dia 22 em Ipanguaçu. A Prefeitura Municipal de Ipanguaçu, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com o conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (Comdipi), realizou o encontro de conscientização sobre a violência contra a pessoa idosa.O encontro contou com a participação de violeiros onde alguns fazem parte do grupo da melhor idade.



A campanha tem como foco os transportes coletivos urbanos, com o slogan: “As pessoas idosas têm o direito de ir e vir com segurança e tranquilidade. Respeitar esse direito é um ato de cidadania”

A Secretária de Assistência Social e primeira dama do município, Cristina Oliveira, em palavras enfatizou que os idosos que esteja sendo maltratado ou conheça alguém, que denuncie e não ficassem calados. Cristina ainda conta da luta da secretaria com os direitos dos idosos do município, “No ano passado criamos o conselho municipal dos direitos da pessoa idosa para poder auxiliar ainda mais os idosos” conta a secretaria.


Mais de 60 idosos participam do grupo de convivência da melhor idade em Ipanguaçu, os idosos participam de atividades recreativas no Centro Integrado da Cidadania – CIC.
Entre eles está a dona Ernestina de 92 anos que hoje não enxerga mais, mas entende e lembra muito bem do passado. Dona Ernestina foi quem criou no município o pastoril.
  

O encontro contou com a palestra da psicóloga Ariane Tavares onde falou da afetividade família, da importância da família está próxima do idoso. E assistente social Emanuelle citou a paciência que os filhos devem ter com os idosos para que possam entendê-los e darem todo o amor que eles merecem.


Ao som da musica de Roberto Carlos; Meu querido, meu velho, meu amigo cantado pelo ofícineiro de musica Nazareno Júnior, onde os idosos foram homenageados.



Participaram da cerimônia, na câmara municipal, a Secretária de Educação; Jeane Dantas, a Secretária adjunta de Cultura e Turismo; Elba Alcântara, a Coordenadora do Grupo da Melhor Idade; Maria das Graças, a Presidente do (Comdipi); Oznara Ribeiro, a Drª Zoraide, a Psicóloga Ariane Tavares, a Assistente Social do CRAS; Emanuelle Oliveira.

Crimes contra idosos



- Expor a perigo a integridade e a saúde física ou psíquica do idoso, submetendo-o a condições desumanas ou degradantes ou privando-o de alimentos e cuidados indispensáveis, quando obrigado a fazê-lo, ou sujeitando-o a trabalho excessivo ou inadequado;

- Abandonar o idoso em hospitais, casas de saúde, entidade de longa permanência, ou congêneres, ou não prover suas necessidades básicas, quando obrigado por lei ou mandado;

- Discriminar pessoa idosa, impedindo ou dificultando seu acesso a operações bancárias, aos meios de transporte, ao direito de contratar ou por qualquer outro meio ou instrumento necessário ao exercício da cidadania, por motivo de idade;


- Apropriar-se de ou desviar bens, proventos, pensão ou qualquer outro rendimento do idoso, dando-lhes aplicação diversa da de sua finalidade;
- Reter o cartão magnético de conta bancária relativa a benefícios, proventos ou pensão do idoso, bem como qualquer outro documento com o objetivo de assegurar recebimento ou ressarcimento de dívida.

GOVERNADOR E MINISTRA GARANTEM AMPLIAÇÃO DO PROGRAMA DO LEITE NO RN

O governador Iberê Ferreira de Souza e a ministra do Desenvolvimento Solidário e Combate à Fome (MDS), Márcia Lopes, assinaram convênio que permitirá a articulação do Programa do Leite do Governo Federal (PAA Leite) com o Programa do Leite estadual, no valor de R$ 18 milhões. Na solenidade realizada na manhã desta terça-feira (22), em Angicos, na Associação dos Pequenos Agropecuaristas do Sertão de Angicos (Apasa), o Governo do Estado e a União também renovaram outros dois convênios já em curso. Um deles é o Programa de Aquisição de Alimentos - Compra Direta, no valor de R$ 20 milhões. O outro garantirá a construção de mais 38 unidades de resfriamento de leite (abrigo e o tanque de resfriamento) até o final de 2010, um investimento da ordem de R$ 1,27 milhão.

"Com estes convênios, vamos alcançar principalmente o pequeno produtor, aquele inscrito no Pronaf, que entrega até 100 litros por dia", revelou o governador Iberê Ferreira de Souza.

"São convênios que vão dinamizar a economia do Rio Grande do Norte e garantir a segurança alimentar de milhares de famílias", declarou a ministra.

A partir de julho de 2010, a Emater assume a gestão do Novo Programa do Leite e vai coordenar os processos de mobilização, organização e capacitação de agricultores familiares, apoiar o gerenciamento da produção, bem como a captação e o beneficiamento do leite destinado a essa iniciativa. A Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) continuará responsável pela gestão dos pontos de distribuição do Programa do Leite e pelo cadastramento dos beneficiários.

"Como a Emater já administra o Compra Direta, é uma instituição que tem uma grande capilaridade na área rural do Estado, com escritórios espalhados por todo o Rio Grande do Norte e sua proximidade com os produtores, ela vai cuidar da produção, mas a distribuição continua a ser feita pela Sethas, em razão da assistência social", lembrou Iberê.

"A parceria com o Governo do Estado vem fazendo com que a cadeia funcione e funcione com eficiência", emendou a ministra.

Sobre o Compra Direta, Márcia Lopes destacou: "É um programa que faz valorizar o trabalho dos pequenos produtores e garante que a produção seja escoada".

Na mesma solenidade, ainda foi firmado o convênio para ampliar o programa de construção de cisternas no interior do Estado, no valor de R$ 3,9 milhões. A partir desse contrato, serão construídas 2.800 cisternas em 66 municípios do Rio Grande do Norte.
Programa do Leite

O Governo do Estado, através da Emater, vem ampliando a parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social / Programa Fome Zero-Leite para fortalecer ainda mais a cadeia produtiva do leite no Rio Grande do Norte. Esses novos investimentos garantirão uma aquisição diária de 37.988 litros de leite bovino e caprino, beneficiando 2.500 agricultores familiares de 93 municípios do Estado.

Os tanques de resfriamento vão adequar a produção de leite dos agricultores familiares à Instrução Normativa 51, estabelecida pelo Ministério da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Mapa) desde julho de 2007, que regula a produção, a identidade, a qualidade e o transporte do leite. O principal objetivo é exigir dos produtores mais rigor na produção de leite em todo o país, de modo que eles sigam os padrões de higiene 
 
 Por Agência RN

AÇÃO CRIANÇA REALIZA ARRAIÁ


Aconteceu hoje (22), o Arraiá do programa Ação Criança de Ipanguaçu, o arraiá aconteceu no Centro de Referência de Assistência Social – CRAS e contou com a participação das crianças que participam do programa social. Com comidas típicas, brincadeiras e quadrilha improvisada as crianças fizeram a festa junina.

A festa ficou sob a responsabilidade da coordenadora, Luzia Mendes, e pela orientadora Maria Letúzia. Segundo a coordenadora Luzia, o objetivo maior da festividade é lembrar as antigas festas juninas e suas tradições e costumes, ela ainda conta que foi escolhido o rei e a rainha do arraiá, Lucas Eduardo foi escolhido como o rei e Ana Paula Varela como rainha do nosso arraiá, eles foram escolhidos pelas próprias crianças.